Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

15 de novembro de 2018

Casa Organizada com... Pallets, Caixotes e Canos PVC | Top 7 Produtos Organizadores

Que tipo de produtos organizadores a Edel inventou com pallets, caixotes de feira, canos PVC e afins, para compor o mix de produtos da sua casa? A maioria deles gastando pouco, e até encontrados na rua (tadinhos...), como os pallets?! O TOP 7 de hoje são de categorias diferentes de "móveis/produtos organizadores" que fiz com apenas 6 caixotes de feira, 2 pallets e 2 canos de PVC com tampas, que já me acompanham há alguns anos! É muito reprise de DIY por aqui...

Casa Organizada com... Pallets, Caixotes e Canos PVC | Top 7 Produtos Organizadores

12 de novembro de 2018

Paródia Méliuz (Meu Erro) & Meu Violão e Meu Xiaomi (Torradas e Café) | Desafio Méliuz

O Meliuz me desafiou nesta segunda etapa a mostrar minhas habilidades, por isso me inspirei a fazer um tutorial em forma de paródias musicais, como mulher séria, organizada e musical que sou. A primeira paródia é de um Tutorial de como usar o Méliuz (melodia de Meu Erro - Paralamas do Sucesso), e a segunda é a do Meu Violão e Meu Xiomi (melodia de Torradas e Café - Tiê), um especial aos padrinhos, pois estou adorando as dicas que eles estão passando nos desafios! Antes de dar o play, já clica o dedinho AQUI NO BOTÃO VOTAR e depois podem assistir e rir a vontade. Ficar séria nas fotos que aparecem no vídeo foi um suplício, com meu marido caindo na gargalhada. Aliás, um baita obrigada para ele, meu coautor crítico das letras!


Paródia Méliuz (Meu Erro) & Meu Violão e Meu Xiaomi (Torradas e Café) | Desafio Méliuz




Meliuz

*Meu Erro – Paralamas do Sucesso

Eu estou te dizendo, este já é o vídeo 3!
Comece a usar, o Méliuz é sensacional
Eu quero te ver ganhando parte do dinheiro
De volta nas compras online que fizer
Você diz não saber como fazer seu cadastro

Então vem, eu te explico o caminho, ah como é fácil
Ganhar dinheiro era tudo o que eu queria
Com o Méliuz você pode!

Digite meliuz.com.br no navegador
do computador ou no seu celular
Instale o Meliuz no seu computador
ou baixe o aplicativo no seu celular
Faça o cadastro e escolha a loja

Clique em ative o dinheiro de volta e faça a sua compra
Ganhar dinheiro era tudo o que eu queria
Com o Méliuz você pode!


Meu Violão e meu Xiaomi 

*Torradas e Café – Tiê

Quando eu me vejo,
Na grande final do desafio Méliuz
O meu coração fica realizado
Não vou mentir

Quando eu me vejo,
Gravando um vídeo com um dos padrinhos
Minha mente fica toda bugada
Não vou mentir

Chega a ser patético até.
Eu aqui pedindo por favor vote em mim
Com minha parede preta, meu violão e meu Xiaomi
Pois é

Diga que me escolhe vai.
Tô precisando ouvir te escolho sim,
Tô precisando dessas coisas
Tô precisando ouvir te escolho
Sair da sua boca
Isso ainda está em tempo sim,
Tô precisando dessas coisas.


Muito amor, música e organização para todos vocês!
Rumo ao Desafio Méliuz 3!

11 de novembro de 2018

Defina metas e objetivos! - Tok 45 | Desafio 52 toks de organização e decor

Você sabe definir metas e objetivos? No tok de hoje esclareço de um jeito simples a definição de objetivos, que nada mais são para mim do que metas a médio prazo, um alvo que desejamos alcançar, e para isso, precisaremos colocar muitos projetos de curto prazo em ação!

Defina metas e objetivos! - Tok 45 | Desafio 52 toks de organização e decor



8 de novembro de 2018

Meu primeiro Retiro Espiritual em Curitiba/PR

| Como foi o meu primeiro Retiro Espiritual que realizei em agosto de 2018!

Meu primeiro Retiro Espiritual

Estamos na reta final do ano de 2018. Já realizei tantas coisas legais esse ano, algumas que nem imaginava que concluiria em 2018. Comecei alguns projetos (cursos) que tive de adiar para concluir outros que estavam me incomodando. Já sofri por algumas coisas (um pouco menos do que o normal), mas ignorei e mergulhei no trabalho. Algumas coisas deram nova guinada, ainda bem. Outras, penso em como dizem por aí fechar ciclos. Realmente ciclos estão se fechando este ano. 2019 será outra história. Estou louca para refletir sobre tudo isso, e fazer a retrospectiva 2018, mas calma aí, vamos pegar leve. Hoje é só meu aniversário de 37, não o post Retrô do ano que passou. Já perdi a noção do que contei e do que não contei, então lá vai.

A partir desse ano eu decidi que começaria a realizar "Retiros Espirituais". Era uma vontade que já tinha a algum tempo, e a ideia era fazer isso bem na fase do meu aniversário, antes ou depois, nessa época, em novembro. O objetivo era viajar sozinha, para qualquer lugar que fosse, que pudesse parar e refletir sobre meus planos, sobre o que vinha fazendo e planejar, com mais concentração e foco, o que se seguiria. Não aquelas reflexões do dia a dia, mas algo mais complexo, daquele planejamento a longo prazo, sabe? 

Mesa de Trabalho

Faz 3 meses que fiz esse "Retiro", pois tive de adaptar o meu calendário e colocar em prática esse projeto lá em agosto. Aproveitei a viagem para Curitiba, onde fiz os cursos presenciais com a Thais Godinho, no processo de Certificação do Método GTD, para unir o útil ao agradável, e foi um investimento sensacional. Tive de adiar o andamento de outros cursos que havia começado, para focar nesse, que também estava nos planos, mas não para este ano! Como comentei noutro post, já havia feito o nível 1 e o nível 2, mas eram cursos piloto, sem certificação. Meu marido insistiu que fizesse os oficiais, para ter a certificação e esse diferencial, então lá fui eu, aproveitar a oportunidade, até porque seria a última com a Thais, em outros estados fora de SP. De certa forma, ele tinha razão. Já contei como o GTD mudou a minha vida, confira lá mais informações sobre essa transformação pessoal.

Não foi um Retiro Espiritual de caráter religioso, para me reconectar com Deus, mas tive de conversar com ele sim, para me ajudar a fazer as melhores escolhas e definir os melhores planos. Ele me fez ver por quanta coisa boa tenho de lhe agradecer, e que não é tão patética como às vezes tento pintar. Voltei mais consciente, mais focada, mais agradecida! 

Blog e Café!

Fazer uma reflexão assim no dia a dia do home office não é a mesma coisa. Em casa tenho blocos de tempo de introspecção, de 2 a 3 horas, no máximo, não um dia inteiro só para mim, repensar e organizar os meus pensamentos, que às vezes gritam e não se calam. Eu sentia que precisava daquilo. E não foi 1 dia, foram praticamente 2 dias intensivos assim. Mais os 2 dias do curso, e o dia da viagem de ida e de volta, que para mim também é uma inspiração à reflexão. Na viagem de volta ainda fiz amizade com a Carolina no avião, e a gente quase voltou conversando o tempo todo! Foi muito legal e atípico, eu gostei! 

Café e trufas de chocolate!

Aproveitei a oportunidade para começar revisar todo meu Sistema de Organização, e mudar algumas coisas que não estavam muito legais. Revisando, fui reescrevendo muitas coisas, e desenhando outras. Projetos, Atribuições, Visões... Não tirei muitas fotos, pois quando esparramei tudo na mesa, a ideia era esclarecer a vida e não clicar aquele momento. Esqueci, mesmo, tão absorvida que estava. O fundo musical que escolhi para me fazer companhia foi a playlist do Youtube de Jason Mraz.

Escolhi um loft bem gostoso para ficar por lá, e em 15 minutos de caminhada chegava no hotel onde aconteceu o curso, no bairro Batel. Já vi studios muito lindos em mostras de decoração como Casa Cor, mas nunca pensei que poderia ter a experiência de me hospedar num desses pelo Airbnb. Gente, que show, foi demais. 

Um loft encantador!

Fiquei encantada com o planejamento do espaço, muito design de interiores e aproveitamento total de cada cantinho! Uma das coisas que pensei foi no que é essencial ter numa casa, pois lá naqueles poucos metros quadrados eu tinha tudo! Uma cozinha equipada com os itens básicos, uma mesa para refeições e trabalho, um sofá gostoso, uma cama para dormir, luzes para dar efeitos diferenciados no espaço à noite, um chuveiro delicioso para tomar banho, e um closet camuflado (para guardar itens pessoais da mala) na escada. Não poderia ter escolhido lugar melhor, me fez repensar o design clássico e impessoal dos hotéis, que jamais escolheria para uma viagem com esse objetivo. O lugar tem de conversar com o que você pretende fazer, e ele fez parte da inspiração. Um dos meus sonhos é ter um espaço assim para viver no futuro, e isso já é conversa antiga aqui no blog. 

Um friozinho pede vinho!

Vocês sabem que adoro vida simples, morar no interior, longe do barulho de buzinhas e ao som dos pássaros e do vento batendo no rosto quando faço minhas caminhadas e passeios no parque com os meninos, mas sentir esse gostinho de cidade, de vez em quando, só para passear, é muito bom. Fiquei por lá por 5 noites, então no sexto dia não aguentava mais, senti falta do barulho dos meninos, do silêncio e do calor de Porto Mendes, de ter alguém para abraçar todas as manhãs, num bom dia gostoso, enfim, aquelas coisas boas que a gente não tem quando moramos sozinhos.

Morar sozinho, a experiência foi boa para ver como é isso também. Eu não saí muitas vezes para comer fora, só nos 2 dias do curso mesmo, na maioria dos dias, preparava alguma coisa para comer no loft mesmo. A ideia era curtir o máximo possível aquele espaço. Sanduíches saudáveis, omeletes, frutas com iogurte, café com trufas de chocolate, uma taça de vinho à noite, foram algumas coisas que aprontei por lá. Tinha um mercado pertinho, então fiz compras no primeiro dia, e me virei no 30 nos outros. É legal preparar refeições para uma pessoa, mas no quinto dia já é um saco. Acho que não passei no teste, prefiro ter companhia, porque conversar sozinha cansa. 

Mais vinho!

Não estava viajando a passeio, então com aquele friozinho de Curitiba, não tive a mínima vontade de bater perna em shopping ou nas ruas tentando descobrir lugares legais para comer, etc e tal. Meu objetivo desta vez não era turistar, até porque já passeamos algumas vezes em família por lá, era descansar e repensar mesmo. Agora passar o final de semana estudando GTD ou qualquer coisa que seja, sei que pode parecer para alguns algo muito louco, nada a ver. Para outros é tão maravilhoso que a gente nem vê o tempo passar. Estude o que você curte, que aí você irá se divertir em vez de se cansar. 

Essa não foi somente uma viagem muito diferente, focada, especial. Foi um sonho realizado, então quem fez parte dele (vocês sabem, quem esteve comigo naqueles dias, mesmo não citando todos nomes aqui! - não sou muito boa em nomes...), obrigada pelos insights e inspirações!

Sabia que não concluiria o processo de revisão do meu sistema de organização e planejamento de vida em 2 ou 5 dias, mas foi um bom começo, que continuei em casa depois. E também para aprender que nunca mais irei viajar sem mochila nas costas e mala de viagem pequena, pois meus braços ficaram doloridos de carregar minha bolsa de mão e mais a do notebook. Tive de ir numa farmácia e comprar Diclofenaco para passar e mandar a dor embora. Que gafe, mas prometi para mim que seria a última vez. Viajar? Cada vez com menos.


Você nunca se hospedou pelo Airbnb? Então conheça mais e colecione experiências de viagem inesquecíveis!  CLIQUE AQUI PARA SE CADASTRAR E COMEÇAR A SONHAR COM SUA VIAGEM! 

4 de novembro de 2018

Defina seus projetos e atribuições! - Tok 44 | Desafio 52 toks de organização e decor

Definir projetos (metas a curto prazo - 1 ano) e atribuições e responsabilidades nos dão importantes guias para tomada de decisões quanto as tarefas que precisamos realizar no dia a dia! Confira neste vídeo algumas formas sobre como a Edel se organiza com projetos e atribuições!

Defina seus projetos e atribuições! - Tok 44 | Desafio 52 toks de organização e decor

2 de novembro de 2018

Turistando num Paraíso no Interior do Paraná! | Desafio Méliuz

Faz tempo que tenho vontade de gravar um vlog na minha cidade, convidando vocês, de perto e de longe, para conhecerem Porto Mendes! Mas que motivo teria para isso?! Me chamariam de louca, achariam esquisito, com certeza alguém estranhou mas nem percebi! Agora, o Meliuz nos desafiou a fazer um vlog apresentando nossa cidade como um grande destino turístico! Quer paz, sossego, qualidade de vida, contato com a natureza, passarinhos cantando felizes da vida, um calor e um vento gostoso, que parece quase sempre primavera, e ainda um por do sol que me deixa louca de paixão?! Então me acompanha nesse vídeo, gravado especialmente para o desafio Meliuz, e me diz se Porto Mendes não é lindo demais. Amo esse lugar, e fiquei muito feliz de mostrar tudo isso pra vocês! Só não contava que o carro me deixaria na mão a mais de 30km de casa, mudando meus planos de roteiro, que destabilizada no meio do caminho, hein?! Vem ver como me sai dessa, e no final das contas, tive de focar no essencial (organização pura) para conseguir voltar pra casa a tempo de não perder a cena final!


Turistando num paraíso no Interior do Paraná!


Roteiro Turístico apresentado no Vlog "Turistando num Paraíso no Interior do Paraná!"
Porque transformar um lugar no paraíso só depende da gente!

Se quiser pular para as cenas que lhe interessam, taí o roteiro, mas te aconselho a assistir e curtir cada minuto, senão você não entenderá os esquemas ocultos.

00:00 | Cena 1 | Introdução e objetivo do vlog
01:10 | Cena 2 | Obrigada Meliuz!
01:33 | Cena 4 | Caminhada na Praia flagrando diversos cantos do parque de lazer Anita Wanderer
02:48 | Cena 5 | De onde vem toda essa água do Lago Itaipu?!
03:48 | Cena 6 | Deite na grama e curta o céu azul!
04:40 | Cena 7 | Avenida Principal de Porto Mendes
04:57 | Cena 8 | Praça de Porto Mendes - Porque ganhar dinheiro com Méliuz?
05:59 | Cena 9 | Museu Padre José Gaertner
07:03 | Cena 10 | Pousada Porto Iguaba
08:43 | Cena 11 | Microcervejaria Alken Bier
09:16 | Cena 12 | Viagem para o centro de Rondon
10:54 | Cena 13 | Almoçando no Bistrô Maçã Verde
11:28| Cena 14 | Portal da Cidade
12:36 | Cena 15 | O carro quebrou e fiquei a pé
13:04 | Cena 16 | Lago Municipal Rodolfo Rieger
13:34 | Cena 17 | O porquê do nome da cidade
13:57 | Cena 18 | Avenida Rio Grande do Sul e fachada de loja estilo germânico
14:27 | Cena 19 | Tomando um café da tarde no Gula Gula
15:00 | Cena 20 | Voltando de ônibus para casa
15:05 | Cena 21 | Finalização do vlog - um roteiro para 4 dias de vlog!
15:44 | Cena 22 | Pôr do Sol na praia de Porto Mendes
16:10 | Cena 23 | A parte mais hilária do vlog para mim!
16:14| Cena 24 | Uma sereia saindo da água
16:31 | Cena 25 | Agradecimentos Especiais


Se você assistiu até o final: Obrigada! Se votou em mim, obrigada também! Se é uma pessoa atenta aos detalhes, me conta nos comentários em qual cena aparece a frase "Trabalho realizado com amor é diversão!" E compartilhe com os amigos se gostou da minha cidade!  


O que podemos aprender com funerais?

 | Morte não é um assunto interessante, mas é necessário refletir sobre ela. Muitas vezes somente diante dos funerais da vida que paramos para refletir e começamos a "contar nossas horas" com mais sabedoria.

O que podemos aprender com funerais?

Há pessoas que fogem de funerais. Tem horror a hospitais e contato com pessoas doentes, depressivas e tristes. Esta é a realidade mais dura da vida: o confronto com a miséria humana e com a morte, feliz ou infelizmente o destino de todos nós. Você pode passar a vida fugindo disso, mas sua hora chegará. Em algum momento será confrontado com seus maiores medos ou fugas. Mas o que enfim, podemos aprender com funerais?

Você pode passar a vida fugindo de compartilhar suas experiências com funerais como se essas fossem as menos interessantes, mas com certeza são as mais reflexivas e que te fazem "contar melhor as suas horas". Não vou alimentar muito esse assunto aqui, mas a pincelada de hoje preciso fazer. Eu escrevo, e preciso escrever sobre, do meu jeito.

O primeiro funeral que meu marido oficiou foi de um menino que morreu atropelado. Foi com certeza um dos mais difíceis. Além de ser o primeiro, recém-formado, ainda um fim trágico, de uma criança! Ele se imaginou como pai, quão torturador aquilo poderia ser. Eu poderia escolher não acompanhá-lo? Sim, mas naquela época, eu nunca considerei uma escolha e sim meu compromisso. O que eu falava? Nada. Acompanhando os cantos no templo e no cemitério, já que nessas horas são poucos que conseguem fazê-lo sem se emocionar. A música é calmante para alma, sem ela, a experiência da morte é muito mais fria. Quem está ali, em luto, pouco ouve, geralmente se emociona. Algumas palavras do pastor e dos amigos são guardadas. O que conta é o presente da presença e do abraço.

Lembro das pessoas que passaram pelo funeral do meu pai, dos amigos de longe que vieram, das que me abraçaram, das que não foram e não me abraçaram (sem mágoas), mas me lembro vagamente do que ouvi naquele dia. Da mensagem e dos cantos. No meu momento de estar de luto eu só pensava em ser forte pela minha mãe, e do fato de agora meu pai não estar mais ali entre nós. Refleti muito, durante e depois. Meu luto foi adiado e sentido por muitos meses subsequentes, cada vez que voltava a minha casa e não encontrava mais meu pai ali.

Voltando aos funerais da vida, sentia que minha missão era estar do seu lado, e percebia que tinha cumprido bem ela quando meu marido me abraçava e agradecia por ter sido seu apoio, sua força, somente com minha presença ali do seu lado. Ninguém imagina, nem eu, o que é conduzir um momento assim, sendo forte, enquanto a emoção fala mais alto que qualquer outra coisa, porque ele se envolve com as pessoas, é seu conselheiro! É pura força de Deus.

A morte nos confronta sobre como estamos levando a nossa vida. Se queremos viver com Deus aqui e na eternidade, e o que estamos fazendo com nossa vida espiritual. Como estamos vivendo o amor ao próximo: só de palavras, ou com atitudes? Eu não gosto de funerais, mas Deus quer nos ensinar através deles. Chamando pessoas para junto dele (ou não), pois é assim que segue a vida. As palavras do pastor não são para a pessoa que se foi, e ali só está de corpo mortal, mas para os vivos.

Todos os dias me deparo com amigos perdendo amigos, parentes, colegas, conhecidos. Sofrendo por, em luto, ou simplesmente fugindo dele, não é preciso dar mais detalhes. Isso é tão normal como a noite segue ao dia, e nunca saberemos quem era o próximo, e quando chegará a nossa hora. Toda hora é hora de estar preparado, confiando na salvação em Cristo, vivendo a fé cristã com atitudes, não somente de palavras.


Queria ser a presença ao seu lado que faz a diferença. A amiga que traz uma mensagem de consolo e de conforto cristão, pois não há verdadeiro consolo noutra pregação. Queria que ouvissem meu marido e que Deus os consolasse com suas palavras. Por isso o convidei para gravamos o vídeo 7 coisas que talvez você não saiba sobre luto, Sinta meu abraço. Que Deus, com a mensagem da ressurreição dos mortos e do Cristo crucificado e o tempo, possam cicatrizar todas as feridas. As marcas ficarão, para te tornar mais forte. Em Cristo, que quer ser presença constante em nosso viver e nos dar a verdadeira paz, aqui e na eternidade.

1 de novembro de 2018

Barricas de Papelão que organizam e decoram | DIY (Faça Você Mesmo)

Como repaginar barricas de papelão de forma simples, rápida e barata? Ganhei essas Barricas de Papelão de uma amiga, e ansiosa para logo utilizá-las na organização e decor da casa, repaginadas, claro, dei um tapinha rápido e básico nelas. A azul foi par ao banheiro e a preta para a sala de estar. No vídeo de hoje conto sobre o tok plim plim, tipo de fada madrinha, que dei nelas. Poderia ter feito uma super produção, aprendido decoupage, mas por hora preferi ser prática e básica, mais uma vez, reaproveitando restos de tinta e fundo que já tinha em casa. Confere no vídeo o que guardo nelas, e como foi mais essa transformação da Edel!

Barricas de Papelão que organizam e decoram | DIY (Faça Você Mesmo)

❤ GOSTOU DESTE CONTEÚDO? COMPARTILHE!