Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

6 de fevereiro de 2018

7 coisas que gostaria que as pessoas soubessem sobre redes sociais (e colocassem em prática!)

| 7 dicas para usar as redes sociais com sabedoria e de forma produtiva.

7 coisas que gostaria que as pessoas soubessem sobre redes sociais (e colocassem em prática!)

Aconteceu um fato pitoresco, tão comum em nossa era digital, que quase não merecia a minha atenção. Primeiro decidi fazer um post no facebook mas não sou disso. Depois pensei em mudar a minha imagem de capa e dar o recado aos chatos ali mesmo. Os amigos legais teriam de ler assim como os chatos. Radical demais. Tava na cara que estamos falando de um rolo grande de linha e não de um simples fiozinho. Então vamos lá, o inconveniente vai virar um artigo especial aqui no blog com o título: 7 coisas que gostaria que as pessoas soubessem sobre redes sociais (e colocassem em prática!). Ajudem a espalhar se forem a favor delas!


1 | Rede social precisa ser usada de forma produtiva.

É cansativo perder tempo, perder o foco ou achar que não se tem foco na vida. Foco não é alguém que decide ou sugere para você: as consequências dele são suas, totalmente suas, então a definição de foco também é sua. Quer perder tempo? Perca. Quer escolher assertivamente quem vale a pena seguir? Escolha. Não quer ter rede social para não se expor? Não tenha. Mas não fique espiando e se metendo na vida dos outros com perfis fakes que não são você de verdade. Da mesma forma não compartilhe notícias fakes como se fossem verdade. Questione mais, não acredite em qualquer coisa! Duvide mais do que acredite. Assim como "se monta" um bom texto, um bom vídeo também pode ser montagem. Você pode estar mentindo achando que está falando a verdade.

2 | Rede social é a coisa mais linda e maravilhosa se usada com sabedoria.

Aproxima pessoas distantes (que já tem ou tiveram algum vínculo) ou tornam pessoas solitárias (sem grandes vínculos) mais felizes se dessa aproximação surtir um novo vínculo. De amor ou simplesmente amizade. Agora o limite de até onde expor a vida e efetivamente vivê-la, sem se preocupar se já postou a foto no Instagram, é uma escolha que deveríamos repensar.

3 | Rede social é enganação quando se deixa de viver a vida real para se frustrar com a vida perfeita que não existe. 

Somente viajar com quem "vive viajando", comprar com quem "só estampa novas conquistas materiais", maternar com "as mamães mais dedicadas do mundo", imaginar que existe "casa perfeita" como a daquelas pessoas que preparam todo um cenário para mostrar a casa mais decorada e organizada do mundo, ou que realmente é necessário morar num castelo para ser feliz com qualidade de vida. Tem as pessoas reais, como eu e você. Que expõe o que realmente são e isso nem sempre agrada. É escolha sua seguir "feliz" na ilusão ou feliz na real, com a vida que você tem. Todos podem ter mais, mas esse "mais" tem valores diferentes para cada um de nós.

4 | Rede social às vezes estressa.

Quando um monte de gente que você nunca viu na vida te adiciona, começa a te mandar mensagem insistentemente e fica invocado e com TPM se você não responde. Algumas pessoas tem tanto "semancol" que não sabem dar nem um "olá" quando te encontram, mas ali é tudo tão mais fácil, né? Mensagens motivacionais querem dizer o quê? Podem ajudar, mas em excesso, enchem a paciência. Fazem perder o foco nas atividades que deveriam estar sendo realizadas no momento. Sou um tanto radical nesse ponto, talvez até demais. Engraçado, que isso tem fases que rola mais do que em outras, já vi mais gente reclamando disso. Tem muito a ver com o número 1.

5 | Rede social não é lugar de conversa importante, decisiva, papo sério, profissional. 

Pode até começar ali, mas para isso ainda vale o bom e velho email. Ainda soa mais profissional, ou será que estou antiquada? Uma pessoa que recebe poucas mensagens tudo bem, mas convenhamos, e-mail é algo bem mais prático de gerenciar que chats por aí. Já perdi oportunidades legais de trabalho porque não vi mensagens no messenger. Não sei até que ponto era profissional e legal por ter sido enviado ali, pois o contato do blog está escancarado tanto no blog quanto por lá. Então, se for realmente importante, a pessoa irá buscar te contatar de outra forma. Do contrário, deixa para lá.

6 | Rede Social não substitui a rede de relacionamentos presencial.

Conectar-se com as pessoas a nossa volta é essencial para mantermos relacionamentos saudáveis e de qualidade. Só que não adianta somente um desconectar, e os outros não desconectarem também. A vida das pessoas está uma bagunça e só tende a piorar se não aprenderem a ficar presentes no momento presente, priorizar o momento e desligar um pouco da net. É aqui do outro lado que a vida mais legal acontece. É preciso querer se organizar para isso, e organizar significa priorizar o que fazer naquele determinado momento, e ser produtivos nessa entrega, nessa ação, nessa presença. A desgraça está feita quando se age no Facebook da mesma maneira que na vida real: com fofoca, palavrão e baixaria... aí é pra acabar. Sem comentários.

7 | Celular na mão não é sinônimo de conexão em Rede Social.

No celular podemos ler, escrever, ouvir música, gravar vídeos, tirar fotos (organizar deletando as que não ficaram tão boas), conversar (de verdade, ouvindo a voz), afinar instrumentos musicais, organizar finanças, jogar joguinhos, pesquisar um assunto que está na nossa lista "para pesquisar na web", utilizar apps para organizar e planejar a vida!, entre muitas outras coisas. Assistir o último tok da playlist 52 toks de organização e decor, ou conferir as postagens da semana nos nossos sites preferidos, por exemplo. Então, vamos dar um tempo e usar ele para o que realmente importa! Com tempo mais cronometrado. De preferência não ir dormir com ele na mão, pois isso não nos faz conectar com paz e tranquilidade: nos agita. Ao menos no meu caso.

Às vezes dá vontade de sumir geral. De postar menos, escrever menos, ficar quieta, como se não houvesse mais essa história de perfil social. De não dar mais as caras, e de ser independente disso. Já pensou uma vida sem exposição virtual (a pessoa inexistente nesse mundo) e só com amigos reais que você conversa e vê pessoalmente? Quem ou quantos afinal dos seus 5 mil amigos você pode contar num aperto da vida para conversar e que vê suas postagens? Loucura. Esse é o mundo atual, não há porquê fugir dele. Só aprender a gerenciar mais uma coisa na vida. Bem-vindos a vida real! A reflexão ficou mais profunda do que precisaria ser, (por ter me invocado só com a número 4) mas é um assunto para o qual dá para revirar os olhos. A vida é uma só, e passa num piscar de olhos, como você está aproveitando a sua? 

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

❤ GOSTOU DESTE CONTEÚDO? COMPARTILHE!