TRAILER TRANSFORMANDO ESPAÇOS | dicas de organização, decoração e produtividade!

31 de maio de 2017

Li ou ouvi por aí: insights interessantes para criar excelentes posts!

Existem algumas frases que ouvimos ou lemos por aí que ficam martelando em nossa cabeça até as esclarecermos, como você pode perceber neste último post e tantos outros. Algumas são sugestões diretas para que você reflita e escreva sobre, de amigos e leitores. Outras são provocações que você não consegue engolir assim, a seco, sem buscar soluções e dar a resposta. Tenho consciência de que algumas questões são a nível de dúvidas geral e não se limitam a uma ou duas opiniões.

Li ou ouvi por aí: insigths interessantes para criar excelentes posts!

Se escrever aqui que foi sugestão de leitores, "atendendo a pedidos", acho que ficará muito clichê, não acho graça fazer isso, não é meu estilo. Fico feliz quando acontece, mas certas ideias precisam ser melhor planejadas para virarem posts e séries. Por outro lado nem todo conselho que se dá ou recebe precisa virar post, nem tudo que acontece na vida merece um post, algumas coisas melhor não lembrar.

Se disser que foi ideia que surgiu de uma conversa com uma amiga ou amigo, de um professor, de um parente, a pessoa poderá ficar brava comigo porque "expus" a dúvida dela aqui em rede mundial, e me odiar por isso, como já aconteceu (tudo bem, sei que serei odiada agora duas vezes), mas não estou nem aí para isso. Se me ajudou, poderá ajudar outra pessoa também, se me inspirou é isso que importa. Quer você ame ou odeie ser inspiração de um texto ou vídeo.

É algo muito difícil mensurar e também essa não é a essência de se produzir conteúdo: aproveitar a oportunidade para atacar ou passar a mão na cabeça de alguém. Escrever por escrever, fazer por fazer, na dúvida... melhor não fazer. Por causa dessa decisão (...) deixei de escrever tanta coisa na vida. Por medo de expor demais, à toa, e ensinar de menos. "Fica quieta, pois pode pegar mal...".

Quem cria conteúdo irá concordar comigo que tudo é motivo: a vida real e a virtual, o dia a dia e o imaginário, tudo é motivo para escrever, falar, inventar... Amigas(os), conformem-se, a vida é assim, e para os observadores, nada escapa. Estamos sempre à captura e isso é natural, é rotina, é tão nosso. Como você pode ter certeza de que estamos falando de você?! O mundo é feito de incertezas e poucas certezas, não estresse com isso.

Não quero criar clima nem drama, então se for ideia do marido, do filho, da minha mãe, ou de alguém que tenho absoluta certeza de que não se estressará com a "exposição", talvez vou citar. Se for diferente disso, vou manter no clima "li ou ouvi por aí", para referenciar a tag misteriosa "li e ouvi por aí". Frases e declarações públicas tudo bem, são públicas, mas as outras...

Tentarei, conseguir realmente é outra história. Escrever nesse clima de suspense, "será que é, será que não é", é muito mais divertido! Deixemos a dúvida no ar, seja direta ou indireta, assim ninguém se estressa e todo mundo fica bem.

Sobre as declarações públicas, às vezes até acho que referencio demais, cito demais, e não faço isso para chamar atenção, é o mínimo que se pode fazer: reconhecer o trabalho da pessoa que te impulsionou a ter a ideia, principalmente se for uma pessoa pública, um escritor, um palestrante, um produtor de conteúdo para internet. Na maioria das vezes a pessoa nem ficará sabendo, e nem é a ideia. Porém fico chateada quando as pessoas não fazem isso, e parece que realmente as ideias brotam do nada na cabeça delas, e tipo, elas se fazem como a "última coca cola do deserto". Sei lá, sexto sentido. Fico feliz quando percebo o contrário. Até pode vir do nada, mas é bem raro. Tá registrado.

EDEL 💣

30 de maio de 2017

Minha Palestra: 5 passos essenciais para você organizar o seu home office

Decidi postar as palestras online que já realizei no meu Canal do YouTube, e comecei pela que mais amei fazer. Sim, aquela que divulguei por aqui no início do ano, que integrou o evento Organiza Brasil Digital 2.0, em janeiro/fevereiro de 2017! Muitas pessoas ficaram tristes pois não conseguiram assistir no período disponível, e enfim, ela está lá agora. Assistam, compartilhem, comentem, e me ajudem a espalhar a organização por aí, para que mais pessoas possam assistir, e transformar o seu Home Office com toks legais de organização e decor! Por um 2017 mais organizado para todos nós! Com vocês: 5 passos essenciais para organizar o seu Home Office e deixá-lo prático e funcional!

OBS: Posts da saga Toda casa precisa de um Home Office! para você ver ou rever!

EDEL 💋


Minha Palestra: 5 passos essenciais para você organizar o seu home office

28 de maio de 2017

Tok de Música 3 # O teu olhar

O Tok de Música deste domingo é a canção O teu olhar (letra e música de Fernando Henrique Huf), que está no CD Caminho Seguro da JELB (Juventude Evangélica Luterana do Brasil), gravado lá no ano 2000, já faz algum tempinho, pouca coisa... mas a música é uma que adoro cantar e tocar, pois faz a gente refletir sobre como muitas vezes nos sentimos e andamos por aí, ❤ em meio a multidão, que finge não nos ver, em meio a tanta gente que anda ao nosso redor, e nós nos sentimos assim: sozinhos. ❤ Para quem se sente só, como se nada mais fizesse sentido, bem no clima da série 13 Reasons Why, vale a pena refletir sobre essa letra. Tem solução, e ela é bem verdadeira e  real, para mim e para você.

EDEL 💋


Tok de Música 3 # O teu olhar


27 de maio de 2017

Máquina de lavar roupa: nossa auxiliar doméstica guerreira de todos os dias!

O que seria de nós, felizes donas(os) de casa, sem essa mega power auxiliar doméstica que é a máquina de lavar roupa? Como você imagina sua vida sem ela? Eu imagino o caos! Só percebemos seu valor quando dá um problema, trava a produção, e as roupas começam a quase cair fora do cesto...

Aconteceu essa semana aqui em casa, e todas as rotinas ficaram meio confusas, pois atrasou tudo. Nossa lavadora guerreira por mais de 16 anos pifou, pediu a conta, teve sua vida útil finalizada. Estava sentindo um cheirinho de queimado na lavanderia nas últimas semanas, achei que era excesso de roupas, mas eram indícios de um fim próximo. 

Máquina de lavar roupa

Tentamos fazer manutenção trocando o motor (não nós, o técnico, claro), o que já foi recorrente há uns 4 anos, mas não teve jeito, ela não trabalhou mais dentro do mínimo exigível, tipo, só puxava a água, batia um pouco, rodava todo o processo sem fazer nada, só batendo e andando. Meio néscio querer explicar, mas a questão é que ela parou de funcionar como deveria.

Então em vez de comprar uma nova, zero bala, compramos uma usada, e estou gostando bastante. Também da marca Eletrolux, mesmo tamanho, modelo mais antiguinho, mais acessível ($$$) e espero que demore bastante para pedir a conta! É totalmente possível viver sem empregada doméstica mas sem máquina de lavar, não é não!

Queria somente postar no insta uma foto da nossa nova auxiliar doméstica, mas comecei a escrever e já sabe como é, né? Pensei que valeria uma singela homenagem à antiga máquina, também instigar a reflexão do quanto os eletrodomésticos nos auxiliam em casa e facilitam nossa vida, nos oportunizando fazer outras atividades enquanto eles ralam pra caramba para nós. Já pensou no tempo que levaria lavar tudo no tanque? Não pense, pois é aterrorizante. Só nos damos conta do quanto eles são importantes quando nos faltam. Isso também é assim com a água, com a luz...

Pena que a lavadora não estenda a roupa e nem entregue tudo passado.... Bom, aí já seria querer demais, né? Quem sabe as novas gerações inventem uma técnica para não haver mais necessidade de passar roupa ou um robô que passe a roupa para nós. Meu filho Gui diz que irá criar um Robô Faz Tudo em Casa, então, há esperança para um futuro próximo ainda mais prático. 

EDEL 💋

26 de maio de 2017

7 defeitos mais difíceis de serem tolerados

Terceiro Post do Desafio Pintando o 7 com TE da série de 12 posts, durante 12 meses. Refletindo sobre 7 defeitos mais difíceis de serem tolerados! Conheça minha proposta e participe você também!

7 defeitos mais difíceis de serem tolerados


💛 Putz, onde estava minha imaginação quando levantei esses desafios, meus queridos leitores! Agora aguenta coração! Fala Edel! Desafio lançado, desafio cumprido. Mesmo que você não tenha entrado no jogo, pense aí nos seus 7... defeitos mais difíceis de serem tolerados. Não irei tratar estes 7 que listarei como defeitos, mas atitudes que considero muito intoleráveis, que me incomodariam bastante e que poderiam ser melhoradas. Alguns poderiam ter sido colocados de outras maneiras, mas com a descrição você entenderá o contexto e o que quis dizer. Bem, se não ficar claro, me perdoem. Para mim está muito claro. 💛

👎1. Evitar o diálogo. 

Negar-se a conversar e colocar os pingos nos is. Seja o assunto que for. Às vezes pode ser uma dificuldade da pessoa, mas pode ser desculpa, refugiar-se atrás de qualquer coisa para não ser claro, direto e objetivo. Pode acontecer também da pessoa fazer-se de desligada e desentendida. Para mim tudo se resolve com conversa, com diálogo. Negar isso é ser superficial, é pra acabar e ainda por cima gera dúvida. 

👎 2. Mentira. 

Não quer falar a verdade, não precisa, não fale, mas não tente ficar contornando para criar uma verdade imaginada e que seja aceitável... não suporto isso. Fale, doe a quem doer, mas fale. Ou cale-se, e não tente inventar desculpas. É difícil contornar esse tipo de coisa nada saudável.

👎 3. Falsidade. 

Fingir ser quem não é. Na frente ser uma pessoa, e por trás outra. Um fazer de conta para ver se acontece. Uma hora a máscara cai. Quem tem sexto sentido não consegue não perceber.

👎4. Fofoca. 

Fale de si mesmo, fale da sua vida, mas não crie histórias de outras pessoas. Detesto conversar com pessoas que só sabem olhar para os outros, falar dos outros, e nada de si mesmas. Na verdade elas não conversam, somente fofocam. Então, não temos diálogo, e elas acabam falando sozinhas. Isso é algo que atrai com imã. Se você não for da turma dos fofoquetes, eles não te perseguem, ainda bem. Melhor permanecer na inocência, na ilusão...

👎 5. Vícios...

Relacionados a bebidas, jogos e pornografia, que na verdade não são defeitos mas doenças. É muito difícil lidar com esse tipo de situação, especialmente quando as pessoas não reconhecem que são doentes, e tratam estes "defeitos" como características normais, com consequências normais, e interferências normais na vida de outrem. É difícil até escrever sobre, pois aparenta intolerância de minha parte ao descrever este item, mas que incomoda, incomoda. Além de entristecer também.

👎 6. Preguiça. 

Achar que qualquer coisa tá bom, que qualquer resultado tá legal, e ainda encontrar defeito em quem é "planejador e fazedor" e corre atrás. A preguiça parasita é intolerável. Antes ser workaholic(a), engajado(a) e assertivo(a). Viver na preguiça é deixar a vida passar, e não dar significado a ela, e isso é no mínimo deprimente.

👎 7. Indiferença. 

Não se preocupar, não se emocionar (nunca), não se comover (com nada), não considerar (os sentimentos alheios), penso que isso não é um jeito legal de se viver. Não é preciso desatar em lágrimas, mas ao menos mostrar presença e respeito. Fazer pouco caso é o fim. Nem sempre silêncio pode significar indiferença, mas talvez sim. Eu tento ser sábia, interpretar tudo da melhor maneira, eu tento, juro que tento. Só que às vezes não dá. Se não for indiferença, a boa comunicação fará seu trabalho. Se formos analisar bem, muitos dos anteriores tem a ver um com os outros.


Bem, era isso. Já foi suficientemente intenso e demais. Ninguém declararia um "defeito" desse tipo numa entrevista de emprego. Nenhum destes tem lado bom, a maioria se escondem. Eles são quase imperceptíveis com quem pouco conhecemos, mas reais. Pois nem sempre a primeira impressão é a que fica, e nem tudo o que parece, realmente é. O lance não é viver desconfiado(a), mas esperto(a). Atento(a). Sempre vigiando (e orando), para que não se desenvolva em nós a raiva, mas o amor e a paciência, mesmo nestas situações nada fáceis para amar. Se for intolerável demais, talvez a distância seja o remédio e a cura.

EDEL 💋

25 de maio de 2017

Tour pelas gavetas da cômoda do home office

Esses dias contei como fiz divisórias bem charmosas para as gavetas da minha cômoda, e hoje mostro todas as gavetas para vocês, e o que organizo em cada uma delas! É uma organização super simples, criativa e sustentável, como tudo o que rola por aqui! O mais legal é que retirei meus materiais de DIY aqui do home office, deixei somente o que utilizo aqui, e isso foi tremendamente libertador e organizador! Lembra da conversa que tivemos há pouco tempo sobre o desafio #5coisasessenciaisnumhomeoffice?! Então, apliquei tudinho aqui também, e super funcionou! Com as gavetas organizadas a vida e o trabalho fica muito mais fácil e nem é um desafio tão impossível assim, basta coragem, arregaçar as mangas e começar!

EDEL 💋 


Tour pelas gavetas da cômoda do home office

24 de maio de 2017

O que é ter um Estilo de Vida Organizado?

Certa vez ouvi de alguém esta frase...
"Sou hiper desorganizado, e consegui fazer graduação, pós, mestrado, doutorado. Você ficaria louca se conhecesse meu estilo de vida." 
Não questionei a pessoa o que ela queria dizer por estilo de vida desorganizado, mas a frase me marcou, e fiquei matutando o que seria isso. O quarto uma bagunça!? Livros misturados com biscoitos e café, mesa de trabalho cheia de papeis, guarda-roupa o caos com todas as peças misturadas... não sei.

Se ela conseguiu estas realizações, maravilha! O foco da vida foi nos estudos, certamente. Como ficaram as outras áreas não interessa. Talvez muitos ganharam nota 0, nenhuma atenção, e daí? Se conseguiu tudo isso, deve ter se organizado de alguma maneira para tal. Não priorizou a ordem no apê, mas a leitura, as resenhas, entregar os trabalhos nos prazos estabelecidos... sem um mínimo de organização neste sentido não alcançaria tudo isso.


Colocar as coisas no lugar é importante, ter um lugar para as coisas também... mas às vezes as melhores produções acontecem quando você foca no que deseja fazer e não em colocar cada coisa no seu lugar para produzir depois. A inspiração pode ter ido embora até lá. Então organizar é acima de tudo PRIORIZAR, entre tantas coisas importantes, a que naquele momento virá em primeiro lugar, e dar atenção às outras depois, sem estresse. Senão surtamos mesmo.

Diante dessa reflexão feita até aqui me pergunto: o que poderíamos responder a pergunta:
"o que é, então, ter um estilo de vida organizado?!"

É cumprir com os mandamentos da organização a risca? Não, é saber escolher prioridades. É olhar para a roda ou pizza da vida e identificar como está a gestão de cada área e focar nas deficiências. Organização é muito mais do que mudar as coisas de lugar ou transformar espaços com criatividade.

O primeiro espaço que precisamos transformar, não é exatamente espaço, mas entendamos como uma metáfora, é o nosso eu interior. Nossa mente. Nossas ideias. Nossos projetos. Nossos sonhos. Nossos objetivos. Nossas metas. Nosso projeto de vida.

O que é um Estilo de Vida Organizado?


Conseguiremos alcançar excelentes resultados sem a organização? Não sabemos se diplomas e conhecimento, que foram as conquistas acima citadas, são excelentes resultados, se os avaliarmos isoladamente. Creio que não, somente pedaços de excelentes resultados. Infelizmente muitos deles não terão valor algum, se não vierem somados a experiência, estratégia e sabedoria.

Algumas fatias da pizza ficarão sem molho, sem recheio, sem sabor, somente com massa. Tipo a borda da massa, que muita gente refuga. Resultados perfeitos também não atingiremos, nem com organização, porque nada é perfeito. Só que dará uma equilibrada, a vida terá um tempero diferente, porque se todas áreas são importantes, nenhuma pode ser esquecida ou deixada de lado... 

Lembremos do texto recente aqui do blog "Desconstruindo a perfeição na decoração e na organização". É válido para a vida, ontem, hoje e sempre.

EDEL 💋

23 de maio de 2017

DIY - Tintas Spray Suvinil na penteadeira e móvel de apoio

O terceiro projeto DIY - Pintando com Tinta Spray Suvinil que mostro pra vocês é da minha mais nova e inédita penteadeira e mesa de apoio, que ficam no meu quarto. Inédita pois nunca tive penteadeira na vida 😥, mas agora tenho 😀!!!! Tenho histórias pra contar de escrivaninha, mas de penteadeira é a primeira, então me aguentem, que lá vem! Tô me sentindo meio adolescente com uma retrô dessas aí, mas e daí!? Pintei ela com a cor cobre, e a mesa de apoio de verde - porque era a cor que não sabia o que iria pintar. Amei demais esse projeto, e espero que vocês também gostem! Já sabe, né?! Detalhes e mais detalhes: no vídeo aqui embaixo!

Links dos posts da série para você ver, rever, compartilhar com amigos, guardar pra referência, se quiser fazer algo parecido aí na sua casa:

  1. Resenha do Produto: Tintas Spray Suvinil
  2. DIY - Tintas Spray Suvinil num Porta-trecos Musical
  3. DIY - Tintas Spray Suvinil na Mesa Redonda
EDEL 💋


DIY - Tintas Spray em Móveis de Ferro Antigos

22 de maio de 2017

10 lições que aprendi com o livro Casa Organizada

Semana passada postei a resenha curta e objetiva do livro Casa Organizada, mas decidi fazer um post diferente por aqui, com relação a livros super legais como este, que deixam grandes lições para nós. Algumas lições já aplicava, mas vale para inspirar você, caso ainda não saiba ou não tenha pensado no assunto. Às vezes a gente até já sabia, só nunca tinha lido nada sobre, assim, tão escancarado, tão claro e tão doa a quem doer. Vamos lá!


10 lições que aprendi... com o livro Casa Organizada


1. Nossas casas comuns não são casas de capa de revista.
Vivia esta frustração desde que me casei há 16 anos atrás e me vi sem condições de ter toda aquela parafernalha que achava que precisava ter para decorar e organizar minha casa. Depois quando comecei a colecionar revistas de decoração e estudar Design de Interiores, percebi que mesmo, não queria nem precisava de tudo aquilo. Afinal, o que eu precisava? Encontrar o meu estilo. Sempre fomos muito controlados em adquirir coisas para casa, até por não termos certeza do que seria mais legal, então, na dúvida, não havia dúvida: não comprávamos. O que comprávamos era somente o que realmente nos apaixonávamos de coração. Foi assim com 90% das nossas coisas.

2. Cuidar da casa não dá trabalho.
Tudo o que a gente tem de fazer e não curte muito: dá trabalho. Ah, como dá trabalho! Mas o que podemos fazer: certas coisas tem de ser feitas! Precisamos de roupas passadas, não amassadas; precisamos nos alimentar bem, não só viver de porcaria; precisamos ocupar nosso tempo com atividades necessárias não somente as prazerosas, que amamos fazer, tipo: assistir filmes, correr na praia, dormir até mais tarde, trabalhar num projeto incrível. Se elas são necessárias e não podemos delegá-las (por corte de gastos), o jeito é fazê-las com dedicação e amor. Como? Mudando nossa percepção sobre essa história de "dá trabalho!". Essa frase já é um bloqueio. Reprogramar a mente, para o resultado que esperamos, não importa o que tenhamos de passar até alcançá-lo (passar 2 horas assistindo seu youtuber favorito ou ouvindo sua playlists preferida enquanto passa roupa), a tarefa enfadonha fica bem menos árdua, e a roupa será passada em pouco tempo, por exemplo.

3. Baixe a expectativa com relação ao toks de limpeza e organização da casa.
Não me sentia nada bem quando tinha de passar a semana toda fora de casa por conta do trabalho e estudos, e no final de semana ter de fazer tudo sozinha, mesmo que o maridão fazia a sua parte durante a semana. Quando vieram os meninos, parei de pirar por conta disso. No começo me proibiram de qualquer coisa, "vá cuidar do pequeno", e comecei a me acostumar mais assim. Hoje tento fazer o essencial uma vez por semana, não necessariamente tudo num dia, e ok, vamos que vamos. Casa de propaganda de limpeza só se tem uma pessoa só cuidando das atividades de limpeza e recebendo por isso (diarista, empregada), não com marido e esposa envolvidos noutras atividades e dando conta do recado da melhor forma possível. Ou marido e esposa estressados porque tem de limpar isso ou aquilo, porque nunca fica limpo 100%, e deixar outras atividades mais importantes de lado. Qual é nossa escolha?! Vale o bom senso.

4. Organizar a casa é um projeto de parceria.
Sei que talvez soe totalmente "mandona, gerentona, preguiçosa" para a mulher que põe a turma para trabalhar em casa. Dane-se. A casa é de todos, aqui sempre foi assim, desde o começo. Foram essas as condições do contrato de casamento: a casa é dos dois, e cada um faz a sua parte, bem definida no checklist da geladeira, que os amigos mais antigos não me deixarão mentir, por que viram fixado lá noutras épocas. Afinal o que significa "dona de casa"? Para mim o dono não precisa fazer tudo, mas gerenciar com sabedoria o que precisa ser feito, e conquistar a todos da casa para que cada um faça a sua parte. Tão simples, porque complicar?! Mulheres, sejamos mais sábias. Depois não adianta reclamar.

5. Organização é coerência.
Thais defende que o verdadeiro conceito de organização tem muito mais a ver com coerência do que com qualquer outra coisa. Isso impacta nas escolhas que fazemos em tudo na vida, também na forma como administramos as nossas ações dentro do tempo. Organização é mais do que "casa organizada" e segundo ela,


Organização tem a ver com levar uma vida coerente com seus valores. Eu acredito que organizar o ambiente físico é o básico. Não adianta ter uma gaveta com colmeias organizadoras e chorar na frente do espelho todos os dias porque não consegue tirar os sonhos do papel. Organização tem muito mais a ver com coerência e funcionalidade do que com estética. Eu sonho com o dia em que as pessoas estarão satisfeitas com a coerência de toda a sua vida, o que vai refletir não apenas em sua casa, mas em sua saúde, suas finanças, enfim, em todas as áreas. (p.37/38).


6.Vivendo e sobrevivendo com o essencial
Quando me dei por conta de que não poderia mesmo ter tudo o que minha lista de desejos ansiava, comecei a me perguntar, afinal, o que eu realmente precisava. A nossa lista do essencial não é estática, ela muda conforme as fases e necessidades específicas, então, temos de nos moldar a ela, e construí-la, sempre questionando: "Quero isso? Mesmo? Mas preciso disso? Para quê? Com que objetivo?" Se você não tiver respostas, pare de se perguntar, e vá fazer outra coisa, porque isso não é essencial, e tenho certeza, você também tem mais o que fazer!

7. Destralhe sempre.
O livro cita diversas desculpas que damos para não destralhar a casa, e estas desculpas são o que muitos podem considerar como mitos da organização, ou no meu caso, como os devaneios da organização, que estão na série Bate-papo Organizado do Canal. Temos muitos deles por aí e eles só existem para nos bloquear. A solução é mudar o pensamento, e direcionar nosso foco para o que precisamos fazer para implementar a organização na nossa vida. O destralhar consiste em não deixar acumular itens que não usamos mais, coisas que podem ser doadas ou vendidas, itens quebrados, e tornar isso algo parte da rotina da casa. É desapegar mesmo! Quanto mais conseguirmos aplicar isso, mais fácil tudo fluirá em nossa casa, e faremos essa tarefa em bem menos tempo.

8. Dividir a casa por áreas.
Isso foi uma lição bem legal que aprendi recentemente. Tentei amarrar com checklists específicos, e firulinhas, mas depois decidi simplificar, e somente melhorar o foco de casa semana do mês numa área específica, para servir de guia. Para minha organização mental melhorou bastante, e até o blog entrou na onda, quando dividi o ano por trimestres, com base nas minhas áreas da casa. Ainda estou no aprendizado desse esquema, mas achei uma ideia bem legal. A origem total desta inspiração veio vem também do Método Fly Lady, que já comentei aqui no blog.

9. Muitos checklists!
Organizar as rotinas da casa em checklists é básico. Já dizia uma colega da faculdade que não sabia viver sem criar listas pra tudo quanto era coisa! Eu também gostava, mas não tinha noção do quanto isso pode fazer a diferença na nossa organização e produtividade! Listas de ajudam com lembretes específicos, para cada tipo de lista, e tirar tudo isso da cabeça, e ter como referência os checklists é super legal! Só fazendo pra comprovar!

10. Precisamos curtir mais nossa casa.
A casa não existe para sermos escravos dela, mas para nos servir. Uma sábia amiga já falou isto certa vez, e me fez pensar sério nesse assunto: quanto tempo dedicamos para deixar tudo limpo e organizadinho, e quanto tempo dedicamos para curtir e relaxar, mesmo que o trabalho espere mais um pouco, para ser feito noutro momento programado?! Trabalho sempre haverá. Ou tiramos esse tempo de vez em quando, ou nunca saberemos curtir as paradas, também necessárias e essenciais.

E aí, não são realmente 10 super lições aprendidas? Se você leu o livro,e lembrou de mais alguma que talvez tenha esquecido, registre nos comentários! E bora curtir nossa casa e família, com mais produtividade e menos stress!

EDEL 💋

20 de maio de 2017

Meu Guest Post sobre GTD no blog Vida Organizada

Depois de assistir a palestra da Thais Godinho no primeiro Organiza Brasil Digital em 2016, tive um insight muito bacana, então desenhei o meu GTD dentro de um volante, titulando a imagem como Deixe o volante do GTD guiar a sua vida, e engavetei o desenho. Retomei ele no início desse ano, pois era chegada a hora de escrever sobre, e tirá-lo dos projetos algum dia/talvez. Quando bati o olho achei ele muito a cara do VO, então, fiquei muito feliz mesmo por ele ter sido destrinchado em palavras e ido para lá! Era um sonho ter um post meu no Vida Organizada, então, só posso agradecer a Thais pela oportunidade! Sonho realizado, com o registro aqui no blog! Leia, pois foi um dos textos que mais amei escrever, de coração!

💙 Deixe o volante do GTD guiar a sua vida

Deixe o volante do GTD guiar a sua vida

19 de maio de 2017

A Crise e as Crises da Vida

Durante as tempestades não conseguimos ver terra firme, mas quando chega a bonança, vem junto com ela as melhores lições de vida. Agora, depois dessa, já tô me achando até um pouco poeta. Sem brincadeiras, o post de hoje é papo sério. 😎

A Crise e as Crises da Vida


Às vezes é nos momentos de maior stress
que tiramos as maiores lições de vida
e aprendemos a desenvolver
a arte da paciência e do amor ao próximo.
Ou é o momento que largamos a mão do volante,
desistimos e nos perdemos.
Se continuamos segurando o volante, andamos, tentamos,
mesmo fazendo algumas barbeiragens no meio do caminho...
Uma hora essa crise passa e vem outra.

Se tivéssemos desistido no meio do caminho,
por causa dos espinhos, pedras e obstáculos
que apareceram por ele, talvez certamente não seríamos o que somos hoje.
Desistir dos desafios é algo tão fácil, diante do desconhecido e do novo...
Persistir é difícil! Persistir é somente para os fortes e determinados.

Tudo nessa vida passa.
Algumas coisas voltam, se repetem, mas passam novamente.
O que temos hoje talvez não mais teremos amanhã.
Nossa vida nunca é igual no decorrer dos anos.
Nós mudamos, as coisas a nossa volta mudam.
Mesmo que algumas pessoas nunca mudem.

É duro ler esse tipo de coisa,
e pensar em quão difíceis são certas coisas na vida.
Ou se tornam, ou as tornamos ainda mais do que são.
Mais duro do que ler ou ouvir é vivê-las.
É chato passar por crises. É deprimente.

Agora isso também é essencial,
mesmo que não entendamos nem aceitemos o fato.
É essencial para nos tornamos mais fortes.
Mais sábios nas próximas escolhas.
É essencial até para identificamos
qual é o nosso verdadeiro conceito de essencial.

Rubens Alves compara as pessoas e suas experiências de vida
ao milho de pipoca, que precisa passar pelo fogo,
para estourar, e virar pipoca.
Nem todos os grãos de milho estouram e viram pipoca.
Muitas pessoas passam pelo fogo, mas continuam como antes,
negam-se a mudar, não se transformam.
Como os piruás da pipoca.

Que possamos passar pelo fogo das crises e aprendizados
que a vida nos impõe, mesmo tristes e solitários,
com lágrimas ou em prantos, pois tudo passará. E sairemos dessa.
Até chegar a próxima. E assim a vida continua.
Mais tempestuosa ou mais amena.
Mais louca e extraordinária ou mais calma e tranquila.
Com a crise e as crises da vida. A vida como ela é.

EDEL 💋

18 de maio de 2017

Sobre o método GTD

Olha só minha cara de feliz com o Fala Edel de hoje: Sobre o Método GTD! Estava com super receio de fazer isso, por não saber por onde começar, como continuar e finalizar, sem complicar mais do que explicar... mas me surpreendi com a minha mensagem, sério. Deixei o coração falar e saiu o que está aí no vídeo: praticamente uma declaração de amor ao método! Afinal, não poderia ser diferente. Não me estenderei neste comentário (porque já falei demais por hoje), mas peço que assista até o final, mesmo que ache o vídeo um pouco longo, aviso que vale realmente a pena. Não por mim, mas por você. Reflita sobre. Faça acontecer algo mais na sua vida. Não se contente em não dar significado aos seus dias, a sua vida e ao seu trabalho. Lembre-se: faça isso por você! E me conta o que achou depois!

EDEL 💋

Sobre o método de produtividade GTD

17 de maio de 2017

Resenha do livro Casa Organizada

Já começo dizendo que amei o primeiro (Vida Organizada - que fez um booommm bom na minha vida), amei o segundo. Amei mais ainda o fato de já estar fazendo muita coisa que a Thais sugere no livro e ter confirmado mais uma vez que sou super normal por gostar de mudança! Adoro o jeito como a ela consegue, de maneira simples e fácil de entender, expressar o que sentimos e ainda não havíamos conseguido esclarecer assim, em palavras.
❤ Dificilmente você se mudará para uma casa que está 100% do jeito que você queria, na verdade, muita gente diz que a casa é como nós somos por dentro: nunca está pronta e é imutável! Sempre terá uma ou outra coisa que você queira mudar ou consertar. Isso são projetos e fazem com que você curta ainda mais o lugar onde mora. ❤

O livro Casa Organizada resume o método da autora que se baseia em 5 passos da organização: destralhar, organizar, arrumar, manter e curtir. Em resumo, cada capítulo do livro detalha mais cada um destes passos. 




Dá dicas de como finalmente destralhar a casa, traz soluções simples e reais para organizar a casa por cômodo, indica locais (lojas físicas e virtuais) para compra de produtos e itens para casa, e vem regado de muitos, muitos checklists, que são uma marca registrada não só Thais, mas da grande maioria das organizadoras profissionais, porque adoramos uma lista!

Algo que faz toda a diferença na manutenção da organização do lar e da vida, além de enriquece o conteúdo do Casa Organizada, são os muitos exercícios de autorreflexão sobre as rotinas da casa. Tanto para organizar o trabalho básico e essencial que precisa ser feito na casa, bem como garantir que esse trabalho seja um projeto de parceria, que cabe a todos os membros da família, ou seja, todos que moram na casa.

Não é qualquer livro que você lê e sente amor e paixão pelo assunto por parte de quem escreve. No Casa Organizada, especialmente no último capítulo fica muito claro isso, quando é explorado o verbo curtir no processo da organização, e foi um dos capítulos que mais amei. Dá pra fazer, dá pra organizar, dá pra manter! Sim!!!

Para quem não sabe por onde começar, sente-se frustrada(o) pois gostaria de ser mais organizada(o), este livro te mostrará muitos insights legais. Depois de te pegar pela mão, mergulhar em cada ambiente da casa, ela finaliza com uma mensagem super real e motivadora: simplesmente comece.

É o que não canso de dizer: organize todo dia, organize-se hoje, por que é só sobre o hoje que você tem o controle nas mãos! Se a bagunça se instalou no ontem, amanhã é um novo dia, mas é só hoje que você poderá fazer diferente. Nem ontem, nem amanhã. Só hoje. É com essa inspiração by pós ler casa organizada que concluo esta resenha!

Viva a organização todos os dias e viva a organização!

Organização não tem ponto final.

E é muito bom que seja assim.

EDEL 💋

16 de maio de 2017

Avental e Regatas do blog Transformando Espaços

O vídeo de hoje é entusiasmo total: mostro para vocês o avental lindo e as regatas que mandei fazer, tudo com um bordado especial com a logo do blog Transformando Espaços. Há muito tempo já queria ter feito isso, mas só ficava adiando, e também não encontrava a pessoa certa para fazer o bordado pra mim. Esse ano encontrei! Eu amei demais, e ficaram lindas! A regata foi inspirada na blusa tema Outubro Rosa, campanha que acontece todos os anos aqui em Marechal Cândido Rondon/PR, e acho que quase todas as mulheres daqui tem a sua! A confecção (corte/costura) foi feita pelas meninas da Raquel Malhas e o bordado pela artesã Rosane Livi. Se você assistir o vídeo, se apaixonar como eu, e quiser encomendar uma para você, em algumas destas cores lindas: preta, branca, amarela, pink, verde, azul ou vermelha, registre seu contato abaixo, que vamos fazer a produção em massa (brincadeira, claro que isso não aconteceria, rs...). Mas você sabe que sou de desafiá-los, não sabe?! Então bora lá assistir o vídeo! E se quiser registrar seu nome, clica aqui no formulário! Depois a gente conversa mais!

EDEL 💋



15 de maio de 2017

Bate-papo com a Personal Organizer Natalia Ortiz

O bate-papo deste mês é com a nossa vice-presidente da ANPOP (Associação Nacional de Profissionais de Organização e Produtividade), olha só que legal, a querida Natalia Ortiz! Assisti as palestras dela no espaço virtual do Personal Organizer Brasil 2016, que possui muitos conteúdos complementares e gostei muito da sua desenvoltura e articulação na apresentação de um conteúdo que poderia ser chato e enfadonho, que é a organização de home office e arquivos. Especialmente a Organização de Rotinas Escolares, que saiu no 1º Organiza Brasil Digital, em agosto/2016. Inspirei-me nela para desenvolver os meus vídeos estilo "vídeo-aula", claro, com o meu jeitinho pessoal! Então, fico muito feliz que tenha aceito o convite e hoje vamos conhecer um pouco mais da Natália!

Bate-papo com a Personal Organizer Natalia Ortiz

Natalia Ortiz 
Nome: Natalia Zanardi Ortiz

Site ou Blog: www.nzo.com.br

Formação acadêmica: Artes Plásticas na Escola Panamericana de Artes

Onde reside: São Paulo/SP

Breve Currículo

Formada em Artes Plásticas, participou de salões e exposições de artes na grande São Paulo e interior. Mas a paixão pela organização acompanha a sua vida desde a infância. Em 2005 entrou no mercado como Personal Organizer.

Inicialmente organizando residências, ambientes e documentos, levava aos seus clientes os benefícios que se pode alcançar com a otimização de espaço, tempo e até de dinheiro.

Em 2009 publicou o livro “Casa em Ordem: Manual Prático para Organização do Lar”,o que representou um marco em sua carreira. Além da satisfação por ver seu trabalho e seus esforços serem publicamente reconhecidos, foi o início de uma nova fase. O instante de aproveitar toda a experiência vivida até aquele momento e definir novas perspectivas. Uma nova meta. Um novo ponto a alcançar.

Foi então que nasceu a NZO | Consultoria e Treinamento em Organização, empresa que tem como foco a organização de documentos e o aumento da produtividade pessoal e de equipes. Tendo como objetivo principal, entender a forma de pensar e de trabalhar de seus clientes apresentando, portanto, recursos e uma metodologia personalizada, altamente capazes de levar à você ou sua equipe, o aumento da produtividade sem stress.

Uma empresa que defende a ideia de que o IMPORTANTE, é aquilo que te faz FELIZ!

1.Como você descreve os benefícios da organização na sua vida?

Acredito que a organização é a "peça chave", para que eu consiga ter tempo de realizar tudo aquilo que considero FUNDAMENTAL na minha existência. Amo meu trabalho!!! Mas acima disto está minha família e minhas buscas espirituais...

Hoje eu tenho certeza, que só consigo administrar todos estes setores na minha vida, por estar a cada dia que passa, buscando novas ferramentas de organização.

2.Desde quando é apaixonada (o) por organização e há quanto tempo é "oficialmente" Personal Organizer? Onde fez o curso de Personal Organizer?

Meu primeiro cliente de organização foi em Dezembro de 20​0​5!!! Comecei na "raça" ahahahah. Mas sou apaixonada por organização desde criança. Venho de uma família com 5 irmãos.... Sou a segunda mais velha, e sempre entendi, que se eu não me organizasse... Minha vida seria um caos!

3.Qual sua principal área de atuação - serviços de organização presencial, consultoria, palestras, workshops, cursos, ou ainda outra?

Atualmente trabalho com organização de Documentos no mundo corporativo. Amo papeis, trabalhei muitos anos dentro de financeiro de empresas. E também ministro treinamentos, workshops, palestras e consultorias. Até o final do ano passado, dava aulas na OZ, com treinamentos focados em formar ou especializar profissionais para trabalhar como personal organizer.

A partir de Janeiro de 2017, estou ministrando através da NZO, minha empresa, alguns workshops e consultorias, voltados para Personal Organizers que querem se especializar no mundo corporativo, mas também ministro consultorias de organização da agenda pessoal. Uma consultoria voltada para aumentar a produtividade de meus clientes e de suas equipes.

4.Qual tipo de arquivo ou móvel possui em casa para organizar a papelada?

Tenho muita coisa armazenada digitalmente... Amo tecnologia. Mas claro que não vamos nos livrar dos papeis! Tenho um armário, onde utilizo pastas de A/Z, muito bem identificadas com uma linha de etiquetas desenvolvida pela minha empresa!!!! E também caixas de arquivo permanente.

5.Como é o seu home office? Pode nos mostrar uma foto do seu cantinho, especialmente da sua mesa de trabalho e cadeira que utiliza?

Claro!!! 

Office Natalia Ortiz

Office Natalia Ortiz


6.Você aplica o GTD no gerenciamento de informações, rotinas e tarefas? Se não aplica, utiliza outro método?

Amo o GTD. Li o livro há algum tempo atrás. Recentemente fiz o treinamento de nível 1. Já estou inscrito para o nível 2. Mas sou bastante flexível, pois acredito que a organização ela tem que dar liberdade... tem que facilitar, sendo assim, se tem alguma coisa no GTD que não flui "legal" para mim... simplesmente não uso!

7.Que tipo de agenda e gerenciador de tarefas utiliza, físico ou eletrônico?

Tudo eletrônico. Organizo minha vida basicamente através de 3 aplicativos: Evernote, Todoist e Google calendário.

8.Qual seu livro de organização preferido?

Nossa!!! São tantos ahahahah. Mas vai aí.... A Arte de Fazer Acontecer.

9.Qual produto organizador você não saberia viver sem?

Vixiiiii complicou. AMO TUDO.... Mas não viveria sem porta livros de acrílico que têm mil utilidades... pastas e divisórias de gavetas.

10.Que dica de organização você considera a mais essencial para sua vida?

Planejamento! Fazer uma revisão semanal de tudo o que almeja fazer e definir as prioridades. Revisão semanal.

12 de maio de 2017

Inspiração 19 # Minha mãe

Inspiração 19 # Minha mãe

Minha mãezinha é tranquila, cheia de amor no coração. Ela não é tanto das palavras (tão bem articuladas como eu), mas de fazer coisas pelas pessoas. Está sempre ativa, fazendo isso, fazendo aquilo... tenho a quem puxar. Atos de serviço. Não se importa muito com presentes físicos, mas com o presente do abraço, da atenção, de fazer algo junto. Trabalhadora e guerreira, isso sim. Ela é de guardar as coisas, e aí vale tudo: se for algo não tão bom assim, também. Falo de sentimentos e impressões, pois de coisas físicas ela não tem problemas em desapegar e se livrar de tralha (ainda bem!!!). Também tenho muito disso dela. Quando comecei a pensar em ser mãe, lá por 2009 (o Gui nasceu de 2011), só a pensar na possibilidade, fiquei imaginando que queria ter pelos meus filhos o mesmo amor que ela demonstrava ter pela gente. Simples assim. Um amor preocupado mas tranquilo (existe sim), que fala, mesmo que não tanto, mas que fala. Um amor que se estende ao outro, que se doa. Que esclarece, que explica, que compreende. Um amor que está presente e não deixa dúvida se ama ou não ama. Um amor que às vezes também sabe dizer NÃO mas que não deixa de explicar o porquê. Um amor que repete todo dia "eu te amo", de muitas formas. Porque o amor é a maior inspiração. Também o amor pelo que se faz, pelo trabalho e pela vida. Sempre na ativa, sem parar, sem desistir. Te amo, mãe, pois sei que você também é das palavras!

EDEL 💋

11 de maio de 2017

Quarto Vídeo de Recebidos do Canal Transformando Espaços

Hoje postei o vídeo de recebidos # 4 do blog lá no canal TE, e claro, é da empresa parceira do blog, a querida Dello que patrocinou, digamos assim, o suporte ao material didático dos Workshops, não é demais!? Quando comecei a estruturar essa ideia, minha intenção não era encher os participantes de mimos diversos, mas com produtos simples que realmente eles pudessem utilizar de maneira prática e assertiva depois. Então, vem ver o que combinamos de entregar para organizar o material didático...

EDEL 💋

Vídeo de Recebidos do Canal Transformando Espaços # 4

10 de maio de 2017

Colocando as pessoas em nosso sistema GTD

A reflexão de hoje é um atrevimento total, pois pessoas não têm rótulos, nem podem ser colocadas dentro de caixinhas. Ok. Mas será que elas não podem ser colocadas dentro de um sistema GTD? A intenção é levar os conceitos do GTD de uma forma bem humorada para os nossos relacionamentos. Você não precisa entender do método pra compreender meu texto, mas os conhecedores terão mais proveito. Os especialistas me perdoem, caso haja distorções, mas precisava escrever isso.


Colocando as pessoas em nosso sistema GTD


1 Pessoas Algum Dia Talvez. 

São aquelas pessoas que ficam na incubadora, não vem e nem vão. Talvez um dia. Procastinadoras? Quem sabe lá na frente possam estar presentes, se comprometer, se envolver. Ficam nesta lista para serem contatadas algum dia, em algum projeto, em alguma parte do plano. Às vezes elas vem para o nível de ação, mas sua essência é permanecer no campo Algum dia Talvez, enquanto ainda consideramos insistir nelas ou viram o tipo a seguir.


2 Pessoas Projeto Cancelado. 

São aquelas com as quais o "aguardando resposta" já teve seu tempo útil. Cansou-se de tentar, de pedir, de instigar. Fazem parte das amizades e relacionamentos que não deram certo. Você tentou, falou, escreveu, só faltou desenhar! Talvez por isso tenha desistido, pois entendeu que ela nunca irá virar a "pessoa próxima ação".


3 Pessoas Próximas Ações. 

São aquelas pessoas presentes, com as quais você pode contar para o que der e vier. Com as quais você compartilha a vida, as alegrias e tristezas, a típica companhia para todas as horas, comprometidas com você. Esse tipo está cada vez mais escasso, por isso o mundo vive nessa solidão. Depressivo e angustiado em meio ao barulho e às multidões. Quem tem pessoas assim na sua vida, deve agradecer a Deus, pois com certeza ela também se encaixa vez ou outra nas "categorias" a seguir.


4 Pessoas Projeto em Andamento.

São também as pessoas presentes, com as quais você compartilha seus projetos, objetivos e valores de vida. Elas se engajam com você, só que às vezes elas também estressam. Pois cada um tem seu jeito, seu ritmo e você precisa aguardar suas respostas...


5 Pessoas Aguardando Resposta.

Esse tipo de pessoa às vezes, em geral, causa angústia e náuseas. Porque o andamento da ação e do projeto está em suas mãos, com poderes delegados. Se for uma pessoa comprometida com a arte de fazer acontecer e fã do GTD, ela te dará a resposta. Se não for... aiaiai. Talvez algum dia. Que nos organizemos e evitemos ser nós mesmos esse tipo de pessoa, pois cá entre nós, não é legal, é?!


6 Pessoas Projeto Concluído. 

São aquelas que concluíram sua vocação em nossa vida. Deixaram sua marca, sua influência, e se foram, abraçar novos desafios. Poderiam continuar presentes mesmo distantes?! Sim! Poderão às vezes se tornar outro tipo de pessoa aqui desta "brincadeira" mas serão situações pontuais e esporádicas. Elas precisam alçar novos voos, mas nem sempre este vôo é perto de nós. Outras pessoas precisam ser impactadas por ela, mais diretamente. Assim segue a vida.


7 Pessoas Arquivo de Referência. 

São aquelas que se tornaram projeto cancelado ou projeto concluído, e que permanecem no seu "rol" por conta de servirem de referência. Para fazer certo dali para frente se a experiência foi legal e não repetir a besteira, se foi o contrário. Para criar novamente algum projeto em conjunto talvez um dia, mesmo que esta hipótese esteja bem distante. Estando no arquivo de referência quer dizer que ela foi importante e especial na sua vida, por isso merece estar ali. 


8 Pessoas Material de Suporte a Ações e Projetos.

São aquelas pessoas que você precisa ter por perto, e são seus contatos essenciais e estratégicos para consultar e auxiliar na tomada de decisões relacionadas a sua vida e trabalho. São sua referência atual, ativa, real. Elas não podem ser só referência distante, de bons ou maus tempos passados, pois você precisa delas, e essa dependência não revela fraqueza ou carência, mas sabedoria. Não somos ilhas, precisamos uns dos outros, cada um servindo ao outro com suas vocações. 


9 Pessoas Lixeira.

Não existem pessoas assim. Existem? Não deveriam existir. No entanto sabemos que algumas pessoas são tratadas como descartáveis, valorizadas enquanto forem úteis, depois, adeus. Algumas se colocam nesta condição de lixeira. Passam de algum dia/talvez para projeto cancelado e se a mágoa for muito grande... corre-se o erro e a tendência de coloca-las aqui. Infelizmente, por falta de algo muito faltante em nossos dias: presença, atenção, amor, perdão e diálogo. Esse quinteto verdadeiro, a solução verdadeira.

Que tipo de pessoa você é? Um pouco de cada uma delas, dependendo do contexto? Colegas de trabalho, cônjuges, namorados, amigos, familiares, filhos, irmãos, conhecidos, figuras públicas... Afinal, será que dá para se imaginar dentro deste sistema GTD dos relacionamentos? Dá sim, e é um insight muito real e criativo, apesar de totalmente fora da caixa... Será que esqueci de alguém? Se conseguir identificar mais algum tipo de pessoa, deixe nos comentários!

EDEL 💋

9 de maio de 2017

Tour pelos meus Armários Abertos na Cozinha

Há mais de 3 anos que mudei radicalmente minha cozinha, vendendo o mobiliário antigo e adotando um novo estilo de decor: com armários e prateleiras totalmente abertos. Mais fácil de acumular pó, sim, mas evitando o bate-bate de portas que era até então e a dificuldade de organizar minha antiga cozinha, porque os armários antigos só me davam dor de cabeça. Jamais imaginaria que me mudaria para um local onde o pó fosse vermelho (rs...), mas tá de boa, nada que um pano úmido não resolva também. Assim deixo tudo limpo com mais frequência do que se eles fossem fechados. No vídeo de hoje conto como está a organização dos armários, que não mudou muita coisa não, mas teve algumas alterações no decorrer deste tempo, ficando mais clean no visual. Espero que goste, mesmo você não gostando de armários abertos, ok?!

EDEL 💋

Meus Armários Abertos da Cozinha




Mais imagens da organização dos armários abertos da minha cozinha!








8 de maio de 2017

2ª Blogagem Coletiva - Dicas de Ouro de Personal Organizer com 7 citações inspiradoras

O post de hoje é um convite para a segunda edição da Blogagem Coletiva entre blogs de organização, mantidos por "Blogueiras Personal Organizers ". Confira quais são as "regras" deste ano!

Blogagem Coletiva 2017 - 7 citações inspiradoras


Quando será?

No mês de julho/2017, para mantermos o padrão (rs...), já que em 2016 também rolou nesta fase do ano. O dia é livre, contando que aconteça durante o mês de julho.

Sei que faltam quase 2 meses, mas o convite é super antecipado para que consigamos nos organizar em nossas agendas, e também já ficar atentas às ideias para fazer um post bem bacana. Afinal, somos organizadas, né, temos de dar o exemplo. Nada de deixar para última hora (o que for possível). 😏

Qual é o desafio?

Pensei em fazer alguma coisa diferente, sem dicas disso ou daquilo, mania de Personal Organizer. É sempre legal, mas dá pra sair do normal de vez em quando, não dá?!

Afinal, se Personal Organizers transformam vidas, levam muito mais do que dicas e técnicas de organização para a vida das pessoas, vamos elevar o nível do nosso desafio de Blogueiras Personal Organizers também.

Mesmo que o foco deste ano aqui no blog seja casa organizada, essa melhora no ambiente nos realiza, e faz com que respingue tinta e cor além das paredes. Enfim, essa transformação se estende a outras áreas da vida também!

Assim, todos nós gostamos de inspirações, de frases que animam, que te põe pra cima, e dão mais cor aos nossos dias. Já que esse ano o lema é manter o essencial, vamos simplificar tudo o que for possível.

Então, para manter o clima do pintando o 7 (outro desafio aqui do blog este ano, esse não é só para POS), quero propor na Blogagem Coletiva de 2017 que façamos um post com 7 citações inspiradoras, que podem ser de algum livro, filme, ou uma lição que você aprendeu com o seu avô, e cansou de ouvir ele dizer, mas que te marcou bastante.

Pode ser somente texto, ilustrado com fotografias, música, pintura, o que você quiser, sem regras!

Eu já gosto de escrever bastante, mas se você quiser fazer somente uma listinha, ok.

Se quiser comentar mais, ok. Se não quiser participar, ahhhh, mas ok também.

Quem já participou sabe como é legal, divertido e interativo! Aprendemos bastante!

Citações Inspiradoras, que te motivam a viver mais leve, tranquila e feliz.

Sejamos mais críticos, mais observadores, mais artistas, mais sensíveis, mais humanos. Simples assim.

Blogagem Coletiva 2017 - 7 citações inspiradoras

As 3 regras:

  1. Listar de alguma forma 7 citações que te inspiram e possam inspirar também todas as pessoas que lerem nossos posts! 
  2. Referenciar de onde veio a ideia do post de vocês (óbvio), compartilhando a "logo" deste ano - tem dois formatos aqui neste post para você escolher!
  3. Comentar este post com o link para a postagem publicada em seu blog, pois depois farei um post macro com tudo o que rolou durante o mês na blogosfera organizada, como na Blogagem Coletiva de 2016!

E aí, vamos participar colegas? Disseminem para outras POs, para aumentarmos essa nossa rede e conhecermos outros blogs legais e incríveis!

EDEL 💋

5 de maio de 2017

Cheklist de Maio 2017

Cheklist de Maio 2017

Já estamos no quinto mês de 2017, que ano que está voando! Apesar dos imprevistos que sempre acontecem, e às vezes atrasam algumas atividades das nossas listas, está sendo um dos anos mais legais para mim até agora, vocês não tem noção. Tentamos controlar, gerenciar, administrar, organizar... mas conseguir é uma novela. Assim a vida com seus bons e maus imprevistos continua. Melhor com a ilusão de controle do que sem ela. 😉

  1. Guardar a decoração de Páscoa.
  2. Planejar um programa legal para o Dia das Mães.
  3. Fazer acontecer o 2º Workshop de Organização TE!
  4. Dar uma atenção especial para a limpeza geral nas janelas da casa.
  5. Lavar todas as cortinas da casa.
  6. Finalizar a migração de parte do meu sistema GTD para o papel!
  7. Se você ainda não desapegou, coragem! Muitas campanhas do agasalho começam a aparecer, sendo que algumas existem o ano todo (ainda falarei mais sobre isso!).
  8. Verificar os projetos em andamento, finalizar os quase concluídos e identificar novos para incluir na lista de projetos!

EDEL 💋

4 de maio de 2017

DIY - Tintas Spray Suvinil na Mesa Redonda

O segundo projeto DIY - Pintando com Tinta Spray Suvinil que mostro pra vocês é da minha mesa redonda, que transformei com um belo Spray vermelho! Ela me auxilia no cenário dos vídeos, como vocês nunca me perguntaram que cor linda era aquela, ou que mesa diferente, ou puxa, que cenário legal?! Bem, alguns perguntaram, rs... Hoje mostro o passo a passo desse projeto a muitas mãos, que foi super divertido de fazer! A mesa estava muito sem graça, e ganhou nova cara! Corre pra ver o vídeo!

Links dos posts da série para você ver, rever, compartilhar com amigos, guardar pra referência, se quiser fazer algo parecido aí na sua casa:

  1. Resenha do Produto: Tintas Spray Suvinil
  2. DIY - Tintas Spray Suvinil num Porta-trecos Musical

EDEL 💋


DIY - Tintas Spray Suvinil na Mesa Redonda

3 de maio de 2017

Desconstruindo a perfeição na decoração e na organização

Desconstruindo a perfeição na decoração e na organização porque simplesmente não dá pra ser feliz buscando a perfeição num mundo imperfeito, instável, inconstante, bagunçado e sem noção. Eu me apaixono por certas pessoas e suas ideias e já que muitas vezes a ideia não foi minha quero gritar por aí também, como se fosse, fazendo de conta que fosse. Porque ideia boa não pode ficar guardada, precisa de muitas caras e bocas para ser disseminada.

Cozinha da Edel
Minha Cozinha - janela "disfarçada" com contact, e varão usado como suporte à utensílios

Desde que me tornei Personal Organizer há 7 anos venho desconstruindo a perfeição sem me dar conta disso. Era muito perfeccionista antes, e ainda mais quando a gente vira mãe é que percebe o quanto a imperfeição da vida é bela. O quanto uma improvisação é melhor do que a outra, assim como na música, mas temos de estar preparados para fazer ela "melhor". Porque por mais que planejemos NUNCA sairá TUDO conforme o planejado. Essa é a realidade da vida, ou aceitamos isso, e improvisamos com sabedoria (para isso precisamos tê-la) ou vivemos no dia a dia quebrando a cara e branqueando os cabelos de tanto stress.

Erika Karpuk escreveu um texto lindo sobre #descontruindo a perfeição na decoração, mas ela bem sabe que "decoração" é como organização, tem uma relação direta com nós mesmos, com nossos desejos, preferências, sonhos e prioridades. Não é um vaso estático que colocamos sobre a mesa lateral da sala para preencher o espaço ou alinhar com... enfim, decoração também é vida.

Parede de Listras
Home Office - decorchic virou tok de decor que não deu certo
Ter conhecido o canal lindo dela EKTube aguçou em mim um desejo que tinha desde estudei Design de Interiores mas não tinha coragem de colocar em prática: um DIY radical na minha casa. Eu tinha vergonha, pois como iria mostrar minha casa, de passagem, que nem minha é de verdade mas é como se fosse, enquanto moro nela?! Na verdade eu tinha receio de mostrar porque não colocava em ação as minhas ideias para transformar minha própria casa num lugar melhor de se viver. Tinha medo de errar. Tinha medo de ser simples demais.

Listras que não deram certo
Home Office - idem acima
A espera pela perfeição que nunca chegará nos bloqueia, trava, imobiliza. Não nos deixa viver e ser quem somos. O medo de parecer ridícula nos distância de fazer o que queremos porque simplesmente se a parede de listras der errado, uma nova ideia mudará todo o cenário! Cada dia é um teste para fazermos diferente e não para não fazermos nada.


Minha vontade não é só pintar os móveis coloridos, é pintar tudo. É inventar parede de tijolo à vista. É aprender como se faz massa corrida. É aprender como funcionam as coisas, não como fura parede, mas como faz a parede, como faz uma base de cimento no jardim para colocar uma piscina em cima. É montar um pergolado com madeira e plantar trepadeiras. Ainda não fiz nenhuma delas.

Tok de decorA Erika já fez várias, e fala muito que com boa vontade a gente faz as melhores transformações possíveis que estão ao nosso alcance. Tenhamos boa vontade. DIY só acontece com boa vontade. Com a organização é exatamente a mesma coisa!

Cada vez que transformei algum móvel aqui em casa me lembrei dessa frase dela. O tchãnãnã que as transformações que fazemos tanto nos aspectos de decoração e organização causam num ambiente, e foi você quem fez, não tem preço!

Tok de organização e decorEu me inspirei na Erika para começar a mudar tudo aqui em casa, e continuo me inspirando. Sei que meus projetos tok de decor, tok de organização e tok de organização e decor são fruto disso e irão inspirar muita gente, e que muitos sairão pintando a vida com outra cor. E isso é muito legal!

Tok de organizaçãoMeu marido há alguns anos atrás brincava (como típico comportamento masculino que gosta de brincar com tudo), dizendo que eu seria "designer no interior". Mas as casas no interior também precisam ser lindas, gostosas, confortáveis e expressar a cara dos seus moradores. Também precisam de decoração e de organização. E foi na nossa casinha no interior que aprendi a ser "designer de interiores" na minha própria casa. Isso é uma realização significativa para mim.

Você pode delegar muitas tarefas e atividades, mas algumas delas terá de colocar a mão na massa. Escolha seus DIYs com sabedoria! Faça você mesmo e seja feliz!

EDEL 💋

2 de maio de 2017

DIY - Divisórias de Gaveta criativas e fáceis de fazer

Casa de ferreiro, espeto de pau?! Nananinanão! E se tem alguma gaveta bagunçada aqui, vamos dar jeito de organizá-la! No meu home office tenho uma cômoda com gavetas, que mostrei na semana passada como dei um tok de decor tri rápido e lindo nela. Como criar charmosas divisórias de gaveta com caixinhas, EVA, cola quente e muito amor? No vídeo de hoje quero mostrar para vocês como criei divisórias bem legais para elas, utilizando simplesmente materiais de DIY que estavam no meu estoque! Vocês sabem que sou apaixonada por EVA, e a proposta hoje é mostrar em detalhes como fiz aquele revestimento que comentei noutro vídeo da Organização das Gavetas da Escrivaninha Antiga, mas ficou só no blábláblá, meio confuso até! Tenho certeza de vocês irão entender melhor com o DIY detalhado  de hoje! Vamos lá!?

EDEL 💋


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

GOSTOU DESTE CONTEÚDO? COMPARTILHE!