31 de março de 2017

Avaliação 1º Trimestre 2017 - Blog Transformando Espaços

Fala Edel, como você avalia a produção de conteúdo do blog no período?

Avaliação 1º Trimestre 2017 - Blog Transformando Espaços


PROPOSTA DO EDITORIAL

Estou muito feliz com os resultados da produção do primeiro trimestre de 2017 aqui no blog! Não somente isso, mas também com as ideias que surgiram no período, também vindas dos leitores, e tantas mudanças legais que aconteceram. Esse ano começou bem no meu clima: com tudo!

Se você observar o Editorial do 1º Trimestre de 2017, dá pra conferir que o que havia planejado foi realizado, e as surpresas estão aí! Ter feito o Curso da Thais de Organização para Blogueiros também abriu minha mente para muitas coisas e o resultado é isso tudo aqui!

Na verdade foi tanta coisa, que acho que deixou os leitores que visitam o blog semanalmente meio tontos com tanta informação, pois a rotina era mais leve antes. (eu fiquei meio tonta às vezes aqui do outro lado). Não sei, mas acredito que estejam gostando, acertei?! 💞

Somente não houve espaço hábil na agenda ainda para mostrar os resultados dos projetos dos arquivos, e também as transformações do Home Office, mas tudo andou pra frente, deu certo, e ficou dez! Só faltou realmente mostrar!


CHECKLISTS DO MÊS

Por incrível que pareça, os Checklists do Mês , que estrearam este ano, tiveram mais acessos do que imaginava. Como sei que vocês são bem espertos, perceberam que eles praticamente apontaram os próximos projetos que sairiam no blog, e acredito que continuará assim, pois realmente, essa era a ideia! Gostei muito de me organizar assim, e causar essa expectativa em vocês! Espero que tenha sido recíproco!

RESUMO


Links do posts/séries mais especiais do trimestre:
  1. a série Toda Casa precisa de um Home Office, que espalhou ideias muito certeiras por aí!
  2. minha participação no Organiza Brasil Digital 2.0. com a palestra também voltada para home office, totalmente alinhada com o clima do blog!
  3. o aniversário de 6 anos do blog.
  4. o lançamento do desafio #pintandoo7comTE, para o 7º ano do blog.
  5. o Concurso Cultural Toda Casa Precisa de um Home Office.
  6. a repaginada geral no canal Transformando Espaços no YouTube.
  7. a organização das minhas partituras musicais, que foi um dos projetos que mais amei fazer!
  8. muitas ideias simples e baratas para decoração de festa infantil.
  9. a série Bate-Papo Organizado, que deve ter indignado alguns e alegrado a outros, porque a verdade, que seja dita!

TENDÊNCIA

Você irá perceber alguns posts totalmente retrô aqui no blog, mas eles vem para agregar. Algumas experiências vividas não consegui assimilar muito bem como poderia compartilhá-la com vocês noutras épocas, na forma de lições aprendidas, e para não fazer bagunça e confusão, preferi manter neutralidade para certos assuntos.

Não queria postar algo só por postar, sem objetivo, clareza e sentido. Só que em determinada hora os clicks surgem, e então não dá pra segurar. Essa é uma tendência daqui pra frente, além dos posts atuais. O foco do blog nos primeiros anos estava meio confuso também, em construção, e minha cabeça mudou totalmente esse tempo todo. Ficava sempre muito naquela: posto, não posto, faço, não faço, escrevo, não escrevo... hoje até o Fala Edel no canal já criei. Então, a verdade é que com planejamento e foco, tudo pode ser feito de forma organizada e coerente.


MEU ASSUNTO PREFERIDO

Somente o assunto home office não se esgota aqui, pois quero continuar o abordando sempre. Há questões relacionadas como a organização do trabalho, à produtividade, à arquivos, de rotinas, e realmente muita coisa para ser dita e escrita! Na verdade os assuntos que toquei foram somente a ponta do iceberg, então, vem mais por aí! Nem consegui apresentar meu home office para vocês ainda, então, a partir do próximo mês tem #homeofficedaedel no blog e no canal!

Obrigada por vocês estarem aqui, acompanhando, curtindo, sugerindo e compartilhando! Vamos espalhar a organização por aí, porque organizar é essencial!

EDEL 💋

30 de março de 2017

Vídeo - Já sou organizado(a), não preciso de dicas de organização!

A Série Devaneios X Organizar é... tem por objetivo refletir sobre frases nada a ver que falamos por aí, (os devaneios de organização) e trazer os verdadeiros conceitos à tona (organizar é...) de forma simples, leve e descontraída! O devaneio de hoje é a frase que algumas pessoas dizem por aí: Já sou organizado (a), não preciso de dicas de organização! Espero que gostem desse "papo sério", curtam, compartilhem com seus amigos e se inscrevam no canal!

EDEL 💋


Já sou organizado(a), não preciso de dicas de organização!


29 de março de 2017

Resultado do Concurso Cultural # Toda casa precisa de um Home Office

Hoje é dia de agradecer a todos que participaram do 1º Concurso Cultural Toda casa precisa de um Home Office e divulgar o resultado! Quem ganhou as 2 lindas caixas da coleção by Romero Britto da Dello é...thãnãnãnã...

NOME: Ceiça Maria

FRASE: Toda casa precisa de um Home Office porque trabalhar no conforto do seu lar não tem preço!
  
Linda frase a sua! Disse tudo! Realmente, seja por conta de ficar mais próximo da família, gerenciando o lar; se livrar de trânsito, aproveitar melhor o tempo nesses deslocamentos de casa para o trabalho; ou pelo simples e não substituível conforto do lar, entre outros, geralmente quem opta por esse formato de trabalho tem isso em mente como valor de vida! Tem suas desvantagens também, não é o modelo perfeito, mas as vantagens superam as desvantagens!

Resultado do Concurso Cultural # Toda casa precisa de um Home Office

 
Entrarei em contato por e-mail para lhe enviar o seu presente Ceiça Maria, e mais uma vez, parabéns! Que as caixas possam deixar seu home office super lindo, charmoso e melhor de tudo: organizado!

EDEL 💋

28 de março de 2017

Espaço Temático Decor para Páscoa: simplificando a decoração da casa em épocas festivas!

Estou com essa ideia há algum tempo, de criar espaços específicos em casa para decoração temática, sem sair espalhando muitas coisinhas pela casa. Esse ano implementei essa proposta na decoração de Páscoa, e no vídeo conto um pouco o que andei aprontando: um móbile temático na sala e uma prateleira temática na cozinha. Simplifiquei, centralizei, e adorei! Será bem mais fácil de guardar tudo depois, e ficou super charmosa a decor amarela e preta, vocês não acharam? De onde veio a inspiração? Vi uns ovos nesses tons em algum perfil do insta, e a imagem ficou na minha cabeça. Não capturei a fonte da imagem pois eram ovos de páscoa pintados mesmo, e não queria usar nem pintar ovos, mas trabalhar com outro material... vem conferir meus ovos de páscoa diferentões, porque aqui tudo tem de ser assim!

EDEL 💋

Decoração para páscoa diferente

27 de março de 2017

10 lições que aprendi organizando festinhas infantis caseiras

festa infantil caseira


Que tal, até parece que estou ficando expert na coisa, mas já se foram 8 festinhas, incluindo as duas do batizado, que descrevi recentemente! A seguir listo as 10 lições que aprendi organizando festinhas infantis caseiras, e apesar nas primeiras ter prometido para mim mesma que não organizaria mais nenhuma, quando o Gui começou a falar e escolher os temas que queria sua festa, não resisti mais e me rendi! No aniversário de 4 anos queríamos fazer um programa diferente, sair com eles numa pizzaria com área infantil para que eles brincassem bastante, só que os planos não foram bem assim, o programa não rolou no dia, mas dias depois, e os dois adoraram! Enfim, este é apenas um relato de minha experiência pessoal, porém cada caso é um caso!

1. MANTER O ESTILO FESTA INFANTIL CASEIRA E FAMILIAR


A primeira festa era para ter sido pequena, neste estilo, festa infantil caseira familiar. Minha cunhada que tinha razão, os pequenos não entendem nada de nada, para eles nessa idade está tudo ok. Não sei porque cargas d'água, inventamos de última hora mudar tudo, e acabou tendo 80 convidados. Quando você começa a listar os seus amigos, não os do filhote que ainda nem saiu das fraldas nem fala mais do que papai e mamãe, a lista vira um buraco sem fundo. Aconteceu que eu me estressei mais do que precisava, preparando doces e salgados, e sobrou muita coisa mesmo. Era muito calor em dezembro, fim de ano, as pessoas estão cheias de comes e bebes, então, me dei mal naquela vez. Depois que ele começa a ter as amizades dele, aí é outra história. Nessa parte tenho que me aperfeiçoar mais. Só nos primeiros anos, realmente acredito que não valha a pena grandes celebrações.

2. FAZER FESTA NA CASA DA TIA, DO TIO, DO VÔ


Por mais que seja tudo muito legal, talvez você acabe incomodando a família. Tirando tudo da rotina. Então, vale pensar bem, se está tudo ok mesmo ou não. Ou ser bem neutra, para que role tudo da forma mais tranquila possível, sem grandes estresses. O segundo aniversário do Gui fizemos na casa da tia dele, e todos super amaram poder fazer isso por ele. Só que não é como você organizar na sua casa, tem de respeitar um espaço que não é seu. E se for muito metida a fazer do seu jeito, não funciona! Se está tudo bem, do jeito que for, está tudo bem. Foi tão estressante a primeira experiência, que na segunda eu estava meio zen demais, tudo estava bom, maravilhoso, perfeito. Queríamos dar oportunidade de todos os dindos curtirem ele ao menos nestes primeiros anos, já que no primeiro, só  o vovô pode ir visitá-lo. Foi uma experiência legal.

3. A DECORAÇÃO É DE ACORDO COM O ESPAÇO


Se você quiser decorar uma mesa grande, um painel grande, tudo será grande, e mais trabalhoso. Se optar por uma mesa menor, pode incrementar menos, e também ter um efeito legal. Se quiser fazer bem simples, ok. O espaço menor exigirá menos, com certeza. Testei organizar a mesa em diversos locais já, e a grande sacada é a hora das fotos e do painel. Pode-se criar um cenário menor, só para as fotos, e dispor doces, salgados, bebidas, noutros locais e mesas, não precisando estar tudo ali na mesa central, do painel. Essa dica é libertadora e bem econômica!

4. INVESTIR UMA VEZ E REUTILIZAR


Porta-balões de mesa, tecidos com bom caimento, bandejas, latas, garrafas, são itens que você pode traquilamente repaginar e utilizar de diversas formas diferentes. 

5.  PAPEL É MAIS ECONÔMICO DO QUE EVA.


Utilizar EVA é muito lindo, mas pelo valor, você fica com dó de jogar fora, e fica reutilizando. Já papel é baratinho, dá grandes efeitos, e dói menos no bolso reciclar depois. Ainda tem o crepom, que estou descobrindo agora, e fica super 10! Aguardem em breve as dicas para decorar com papel crepom!

 

6. NEM SEMPRE O PAINEL PRECISA SÓ DE BALÕES


Se a festa é em casa, precisa ter alguém responsável só pra encher os balões e entender de organizar eles na decor, e isso dá um trabalhão! Porque não optar por um móbile, um painel de fitas coloridas, correntes de papel ou outro jeito? O móbile pode decorar o quarto das crianças depois por um tempo, e o painel de fitas, de for em papel ou outro material é mais fácil e barato descartar depois.

7. COMPRAR DECORAÇÃO PRONTA NEM SEMPRE VALE A PENA


Paneis, figuras, imagens temáticas, é usar uma vez e depois, adeus, você não desejará usar novamente. Então, vale a pena investir, para você? Se conseguir vender depois, tudo bem, eu doei duas vezes (do Pluto e da Galinha Pintadinha), e foi bem legal. Comprei papel, caixas, e decorações, que depois também acabei doando, pois não queria mais entulhar a caixa de decorações de aniversário com itens que não usaria mais.

8. TREINE E FAÇA VOCÊ MESMO AS FOTOS


Se quer fotos específicas da decoração, do bolo, de outros detalhes, ou do seu filho com família e convidados, é o tipo da coisa que vale muito a pena o faça você mesmo, principalmente se você tira melhor as fotos. É a recordação que fica. No primeiro aniversário eu me desdobrei em mil, e meu marido que era o responsável  pelas fotos, simplesmente, desligou de vez. Os detalhes que eu queria que ele tivesse flagrado, não flagrou. Também não esclareci com ele antes, então, como iria exigir depois... nas próximas tentei melhorar, fazendo eu mesma as fotos especiais da decor, pois para mim é importante e valoriza o trabalho que dá produzir.

9. FAZER OS DOCES E SALGADOS OU COMPRAR TUDO PRONTO


Aí você tem de analisar suas habilidades, e das pessoas próximas que podem te ajudar. Aqui em casa, sempre gostamos mais do que preparamos, apesar de dar mais trabalho, e com os pequenos (agora 2!) às vezes bater um certo desespero nas vésperas do dia D. Se tiver tempo pra fazer, faça. Se tiver orçamento para comprar, compre. Já testamos as duas formas. Avalie o que funciona melhor pra você!

10. FAZER A DECOR OU CONTRATAR UMA DECORAÇÃO PRONTA


Aqui vale o mesmo que para o item anterior. Tem tino pra coisa? Gosta de mexer com essas frescurinhas, que deixam o espaço com cara de aniversário mesmo?! Então, se planeje com antecedência, organize as atividades que precisa fazer, itens para comprar, e mãos a obra! Pode ser uma alegria só fazer junto com os pequenos, e uma terapia para o agito do dia a dia, além de unir a família, pois você não faz nada sozinha. Ao menos é mais legal fazer em conjunto!

Links das Festinhas dos Meninos aqui no blog:
  1. 10 coisas que você precisa lembrar ao organizar uma festa de batizado
  2. Aniversário de 1 aninho do Gui com tema Galinha Pintadinha 
  3. Aniversário de 2 anos do Gui com tema Pluto
  4. Aniversário de 3 anos do Gui com tema Mickey
  5. Aniversário de 5 anos do Gui com tema Homem Aranha
  6. Aniversário de 1 ano do Miguel com tema carros
  7. Aniversário de 2 anos do Miguel com tema Diego
Que estilo de apresentar a festinha você mais gostou?! Em texto e fotos, ou em vídeo?! Comenta abaixo, para eu saber!

Links de Checklists:
  1. Checklist de Festinha de Criança 
  2. Checklist de Festa Infantil Familiar e Caseira 
  3. 3 lições que aprendi depois de 3 festinhas...

Espero que tenham gostado, pois este post está cheio de informação e dicas legais!


EDEL 💋

25 de março de 2017

Minha história de PO para a fanpage do blog Avesso do Caos

Eu simplesmente amo de paixão a organização da Alice Santos com as redes sociais da Avesso do Caos, é quase muita perfeição o seu planejamento! Como já disse para ela, deveria escrever mais no blog, e menos nas redes sociais, rs... pois lá é momentâneo e se perde com o tempo, como o quadro tão legal que a Alice alimenta na Fanpage chamado Minha História de PO. Ela me convidou e claro que aceitei o convite! Depois de refletir um pouco, saiu este texto aí, que ela compartilhou com seus seguidores, também como forma de divulgar o trabalho de outras profissionais,  fomentando a profissão. Muito obrigada pela oportunidade!

💙 Minha História de PO na Fanpage da Avesso do Caos

"Meu nome é Edeltraut Lüdtke, e hoje estou aqui a convite da Alice para contar um pouco sobre a minha história como PO!

A organização sempre foi minha parceira em tudo, desde sempre. Minha mãe conta que adorava tirar todas as roupas dos armários, talvez fosse para organizar tudo melhor depois, só que ainda precisava avançar muitos níveis! Minhas amigas elogiavam a organização do meu quarto e meu namorado (hoje marido) quando perguntava pra ele os meus pontos fortes, a organização sempre esteve (até hoje!) no primeiro lugar na lista. Então, evidências comprovam de que a organização é uma vocação especial, ao menos no meu caso, embora acredite que ela também possa e deva ser aprendida!

Na época da faculdade de Secretariado, que é minha formação acadêmica, descobri o Portal da OZ, a profissão de Personal Organizer, e a partir dele muitos sites e blogs de organização, e comecei a delinear meu futuro: queria trabalhar com esse negócio. Em 2010, depois de concluída a etapa dos estudos na faculdade e pós em Administração que engatei na sequência, fiz o Curso de Personal Organizer e Organização de Residências. Ainda trabalhava no SENAI nessa época, e comecei fazendo oficinas noutros espaços, testes e mais testes, só que minha casa virou a principal cobaia.

Para encurtar a história, logo depois do curso de PO, também fiz um curso técnico de Design de Interiores, comecei o projeto do blog 9 meses depois, fui mãe 2 vezes, encarei 2 mudanças grandes de residência (as minhas!), e assim, minha ideia inicial de ser Personal Organizer para organizar a casa e a vida das pessoas para que elas tivessem mais qualidade de vida se transformou noutra coisa bem diferente.

Hoje, passados 7 anos, me apresento como Consultora em Organização, pois é esse papel que desejo fazer na vida das pessoas: identificar oportunidades de melhoria e apontar soluções, exatamente o trabalho que um consultor faz! Através do blog, do canal e dos projetos complementares como palestras e workshops meu objetivo é provocar a mudança nas pessoas, e o hábito do DIY sobre a organização da própria vida! Nada mais desafiador e empoderador do que isso: mostrar que as pessoas podem fazer e que não é tão complicado como a maioria pensa. É muito gratificante perceber que as mudanças acontecem, e que você foi um pouco responsável por isso!

Acredito que organização é para todos, e que precisamos trazer ela para mais perto, para a nossa realidade e não procurar a solução perfeita. Quero mostrar com ideias simples, criativas e sustentáveis, e muitos toks legais (de organização, decor e produtividade) que aplico na minha própria vida, que sim, é uma missão possível! Você pode acompanhar meu trabalho através do blog www.transformandoespacos.com, e do canal no YouTube Transformando Espaços, ficarei muito feliz com sua visita constante por lá! Até mais!"

23 de março de 2017

DIY - Objetos repaginados com tinta spray preta e dourada

Comecei com as pranchetas, então fiz a arara portátil, e caraca, adorei esse negócio de tinta spray! Coisa mais prática pessoal! Me empolguei de tal forma que saí repaginando um montão de objetos pequenos que estavam aqui em casa meio feinhos e sem graça. Objetos antiguinhos de cara nova, com tinta spray preta e dourada, ficaram muito "UAU"! Se você gostou da imagem de capa, clique no vídeo e acompanhe em poucos minutos as transformações dos 7 objetos que ficaram um charme só!

EDEL 💋

DIY - Objetos repaginados com tinta spray preta e dourada

vídeo

22 de março de 2017

Resenha do Curso Organização pra Blogueiros da Thais Godinho

Minha intenção hoje é discorrer um pouco sobre a impressão que tive do curso Organização para Blogueiros, que me ajudou muito a organizar as ideias aqui pro blog, e investir nos meus projetos de uma maneira bem mais assertiva. Foi uma experiência bem esquisita no começo, descrevo ela abaixo, mas que terminou super bem e com final feliz!

Resenha do Curso Organização pra Blogueiros da Thais Godinho


Como foi essa saga de fazer o curso...

Talvez tanta coisa poderia ter sido diferente, se tivesse me dedicado a fazer o curso direito, logo que o comprei, mas sabe como é... vivendo, aprendendo e quebrando a cabeça 😐. Decidi fazer o curso assim que foi lançado a versão online, na Oficina Vida Organizada, em junho/2016. A aula presencial foi exatamente no dia em que estava voltando da POB 2016, então, não participei ao vivo naquele domingo.

À primeira vista dei uma olhada no material do curso, especialmente na apostila, e fiquei desanimada, porque percebi que o curso era somente de organização para blogueiros e isso eu achava que eu já era, uma blogueira organizada, então, nem precisava ter me disposto a fazê-lo. Eu sabia a missão do blog, o conteúdo que pretendia focar, os valores... já havia reorganizado as categorias diversas vezes até alguns meses antes, e estava ok naquele momento. E sobre a questão rentabilizar o blog quase não tinha nada.

Então, voltei da conferência feliz mas ao mesmo tempo ansiosa para colocar em prática algumas ideias que comecei a inventar desde então. Eu precisava fazer alguma ação mais concreta que rentabilizasse o meu trabalho com a organização. Fiz duas iniciativas frustrantes na minha cidade, mas um workshop maravilhoso numa cidade vizinha, uma palestra no Café Organizado e mais outra num congresso de servas, que consumiram muito da minha atenção, especialmente estruturar tudo (os workshops, também os que não deram certo), pois fiz tudo sozinha. Também passei por alguns problemas de ordem pessoal (quem não teve isso em 2016, não é mesmo?!), e que me deixaram muito abalada e bagunçada com as ideias e emoções.

Achei que nem a organização, nem o Vida Organizada mais poderiam me salvar... só que talvez por vergonha de ter me distanciado tanto, e perdido o foco no blog, que é o que mais gosto de fazer. Escrever e produzir quando não se está bem não rola, ou rola muito mal.

Enfim, a mudança

Então no começo deste ano, poderia ter pensado "Não está bem? Vá pro Vida Organizada. Ele não é só um blog de organização, é um blog para todos os momentos da vida." Só que estava sem internet, e mexendo no notebook pra organizar minhas fotos, me deparei com o curso Organização para Blogueiros. Escutei toda a aula, e preciso ouvir tudo novamente com mais atenção, pois é muito rico em detalhes, cheio de ideias legais, que na apostila não tem! Puxa, foi uma terapia, mudou todo o meu pique!

As mudanças que aconteceram aqui no blog, a organização da linha editorial este ano, foi tudo fruto do curso. A ideia eu já tinha, sonhava em fazer isso desde 2015!, mas com as dicas da Thais consegui organizar tudo com muito mais sabedoria. E isso é tudo para fazer uma ideia acontecer e virar realidade.

Sobre o Curso

O conteúdo do curso é muito completo, vai desde a criação do blog, com um objetivo claro, com foco, passando pela construção do conteúdo (categorias, assuntos, tags), que pode ser feito tanto em texto, como em imagens e vídeos. O curso sugere que vejamos o nosso blog como uma revista, e o quão importante é o planejamento das postagens, com uma linha editorial bem definida, e fazendo uso do calendário editorial, para manter o foco. 

Isso é tão óbvio, e podemos julgar desnecessário, mas é organização na pura essência: é fazer com sentido, é ser coerente, é enfim, ser bem planejado. Muitas ideias se não organizadas viram bagunça, na certa! E ser flexível com uma rotina definida, é outra coisa.

O curso também traz modelos de checklists que você pode adaptar conforme a sua realidade e que te dão um norte nas tarefas que não podem se esquecidas, nas rotinas diária, semanal e mensal, a ver com a produção de conteúdo e também a divulgação do blog nas redes sociais.


Porque eu super recomendo?

Porque pode haver muito conteúdo gratis, aí pela internet afora, até no próprio blog da Thais, mas um curso com o conteúdo essencial organizado, para entender os porquês importantes de um blog, mais organizado que esse, não acredito que tenha. Depois de fazer um curso como esse, ou você decide ser Blogueira de verdade ou tira ele do ar, não posta mais nada. Eu decidi pela primeira opção, e é que venho fazendo, do meu jeito, "mais eu" do que nunca, e estou muito feliz com esta escolha!

O curso é o start perfeito para quem deseja começar um blog de forma profissional e organizado ou mesmo para reestruturar o que anda meio assim... bagunçado. Por que a coisa mais fácil de bagunçar são as ideias de uma mente criativa, de quem produz conteúdo, e "acha" que está funcionando muito bem. É preciso muito controle sobre tudo isso.

Tenho de reconhecer que a Thais é uma das pessoas mais incríveis, sensatas, coerentes, verdadeiras e organizadas que conheço, e sinceramente o que eu sonho é conseguir ser tão organizada quanto ela. E conseguir dizer algum dia: é por causa do GTD. Se bem que já realizei muitos sonhos nos últimos anos por causa do GTD, 😀😀😀...

Já disse tudo isso para ela, mas vale de novo: "Obrigada por você existir e ser assim como você é!".  A Thais é demais, uma referência e uma inspiração. Nossa grande Diva de organização brasileira, como alguém já deve ter citado noutro momento.

EDEL 💋

21 de março de 2017

Vídeo - Ser organizado demais é TOC!

A Série Devaneios X Organizar é... tem por objetivo refletir sobre frases nada a ver que falamos por aí, (os devaneios de organização) e trazer os verdadeiros conceitos à tona (organizar é...) de forma simples, leve e descontraída! O devaneio de hoje é o que algumas pessoas dizem: "Ser organizado demais é TOC!" Só porque sou uma pessoa organizada (Organizadora Profissional então nem se fala!), é sinal que tenho TOC? Repense suas afirmações e devaneios, assistindo esse vídeo! Espero que gostem desse "papo sério", curtam, compartilhem com seus amigos e se inscrevam no canal!

EDEL 💋


Ser organizado demais é TOC!


20 de março de 2017

10 dicas para organizar partituras musicais

10 dicas para organizar partituras musicais



Você sente aflição só de pensar em remexer seu arquivo de livros de música e partituras musicais? Fala que não tem tempo, que isso não é prioridade, que é só mais um arquivo? Só que aí quando precisa uma música não sabe se procura nesta pasta ou naquela? Amontoa tudo numa pasta com elástico e depois pra encontrar tem de remexer em todas folhas até localizar? Seu arquivo precisa de uma organização urgente!!! Segue um passo a passo para você organizar sua coleção de partituras musicais, e localizar tudo de maneira simples e prática! Vamos conferir as minhas dicas?

🎵 1. Avalie sua coleção
Encare o problema, reconheça que se você não colocar a mão na massa, os papéis continuarão ali, misturados e será difícil localizar cada coisa. Por mais difícil que possa parecer, encare. Nem que demore uns 2 anos pra você finalizar, mas encare. É preciso começar. Se for um arquivo que continua entrando materiais, ainda mais é super necessário fazer isso!

🎵 2. Descarte materiais velhos
Ao avaliar sua papelada musical você poderá se deparar com inúmeras situações. Partituras duplicadas, velhas, rasgadas, incompletas... tudo isso é lixo! Tralha! Não tem porque guardar esse tipo de coisa no seu arquivo. Você só conseguirá ter um arquivo musical organizado se encarar sua coleção de partituras e papeis-tralhas-inúteis, e de-sa-pe-gar de todo esse "encosto". Se precisar de uma forcinha assista o vídeo Algum dia posso precisar disso e leia sobre Desapego poderá te ajudar.

🎵 3. Defina uma categorização.
Uau! Agora sim! Você se livrou de um monte de tralha inútil e está lidando somente com partituras que gosta, já tocou ou escolheu para fazer parte do seu repertório. Uma classificação simples é separar música sacra de música popular, por exemplo. A popular você pode separar em folclórica, sertaneja, MPB, romântica, infantil, e a sacra em gospel, louvor, coral. Não tem como dizer o que é melhor, pois você precisa conhecer as características das suas músicas e fazer a categorização mais funcional para o seu arquivo.

🎵 4. Escolha o mobiliário para arquivar sua coleção.
Isso sempre foi uma tortura para mim, pois não me caía a ficha de como organizar de maneira mais prática e funcional. Se você guardar numa estante /armário, pode dispor em pastas com elástico, caixas de arquivo, pastas catálogo, fichários, pastas L. Esta é a forma mais comum que sempre observei de organização de partituras. Só que dependendo do tamanho da coleção, pilhas em estante ou mesmo pastas não ficam muito funcionais.

🎵 5. Escolha os materiais para organizar
Uma forma muito show é utilizar porta-revistas de acrílico ou aramado para reunir livros, pastas e apostilas por semelhanças. Os livros não ficam caindo, molengas, e além disso fixa lindo! Veja mais sobre essa dica no vídeo Como organizei minha coleção de partituras musicais!

🎵 6. Disponha as partituras dentro dos objetos organizadores escolhidos.
No vídeo 4 formas de organizar partituras musicais te mostro que produtos são legais para organizar partituras: pastas catálogo, pastas com elástico, fichários e criando apostilas de peças afins. Se você chegou nesse passo, parabéns! Está quase, bora colocar as partituras nas pastas ou encadernar as que você decidir criar apostilas.

🎵 7. Identifique o que for necessário
Você pode utilizar diversas formas de identificação: com rotuladora ou alternativas mais em conta, como contact, etiquetas adesivas. Veja mais dicas no post 10 maneiras de identificar sem utilizar rotuladora.

🎵 8. Revise constantemente sua coleção.
Periodicamente faça uma manutenção do seu arquivo musical, avalie e descarte se encontrou alguma tralha perdida lá no meio. Insira novas categorias, doe livros ou apostilas não utilizadas, esse tipo de coisa.

🎵 9. Aplique o mesmo processo para a organização digital.
Mesmo que hoje já existam todas as partituras imagináveis em sites próprios, como o Super Partituras, e não seja necessário você ter um arquivo no seu computador, se você trabalhar com isso, pode ser que tenha muitas partituras próprias no seu PC. Siga a mesma lógica! Avalie, descarte, só mantenha o essencial! Crie pastas por categorias, e organize!

🎵 10. Admire sua organização e motive-se a deixá-la assim, não guardando mais tralha!
Curta seu arquivo musical organizado! Pegue as partituras que gosta, toque seu instrumento, cante, e agora grite junto comigo: viva a organização e a música!


Escrevi este texto para mim, pois passei por todas essas etapas nos últimos 2 anos, e foi bem assim mesmo! Agora posso falar pois cheguei no passo 10 e estou muito feliz com isso! Dei um basta na bagunça musical! Espero que tenham gostado das dicas! Deixe um comentário, se ficou qualquer dúvida!


EDEL 💋

18 de março de 2017

Minha entrevista sobre Organização & Espiritualidade no programa Revista CPT

Fiquei muito feliz com o convite do Rev. Tiago José Albrecht, para participar do programa Revista CPT, da Rádio CPT - Cristo para Todos no início deste mês! Depois de conversamos um pouco sobre que linha poderia seguir que estivesse de acordo com minha especialidade, já que o foco das entrevistas são assuntos relacionados a fé e igreja, chegamos no tema "O que a organização tem a ver com a espiritualidade?", e então foi este o centro de nosso bate-papo. Cliquem no link para ter acesso ao podcast, e boa reflexão!

17 de março de 2017

Inspiração 17 # Cidade

foto tirada do teatro municipal de SP

A cidade com suas luzes, seus ruídos próprios, e seus tantos problemas, seus turnos malucos de trabalho, como pode nos inspirar?! Se é ali que vivemos, é ali que precisamos encontrar o nosso lugar, o nosso refúgio, o nosso espaço. Pode ser num café, numa livraria, num shooping, no conforto da nossa casa. A cidade tem tantas oportunidades legais para se aprender, se divertir, se distrair, relaxar e sorrir. Um teatro que faz pensar, um concerto que emociona, um filme no cinema que diverte, um show que faz dançar e pular, uma exposição para ser apreciada, um museu que conta histórias, um jantar num restaurante especial, uma cerveja no happy hour do point da hora, um parque para correr e caminhar, oportunidades de estudar e aprender mais, uma ciclovia para pedalar na avenida... a cidade pode ou não também ser pura inspiração?! Tudo depende do seu ponto de vista. Agora mudando de assunto, alguém adivinha onde foi tirada esta foto?

EDEL 💋

16 de março de 2017

Como organizei minha coleção de partituras musicais

Esses dias comentei sobre 4 dicas simples e fáceis para você organizar suas partituras musicais, baseada na minha experiência e coleção de partituras musicais. Havia prometido que contaria como organizo minha coleção, e no vídeo de hoje você irá conferir mais muitas dicas legais, e também fazer um tour comigo nos módulos da estante branca, onde agora armazeno os livros, apostilas e partituras, em lindos porta-revistas da Dello! O processo de organizar meu arquivo musical já vem de uns 2 anos, mas faltava o tchãnãnã, o tok final, e agora posso dizer que minha coleção está como deveria estar: organizada lindamente e super prática e funcional! Vem comigo assistir esse vídeo, que está imperdível, e não deu pra esconder que foi feito com muito amor, para levar pra você, uma ideia superlegal!

Post antigo onde falo sobre como organizava meu arquivo musical

EDEL 💋 



15 de março de 2017

10 coisas que você precisa lembrar ao organizar uma festa de batizado

O objetivo deste post é te contar de maneira bem resumida (ou nem tanto) como organizei a celebração de batizado dos meus dois meninos: do Guilherme e do Miguel. Para isso listei 10 coisas que você precisa lembrar ao organizar uma festa de batizado, esclarecendo o porquê desta celebração cristã, e também alguns detalhes práticos e afins com esse assunto. Vamos aos 10 tópicos!

1. O porquê do batismo

Algumas pessoas pensam que o batismo representa obrigar um bebê a seguir determinada religião. Tipo, o bebê é batizado na igreja católica, porque os pais são católicos, então os filhos também devem ser católicos, e não tem opção de escolher que religião seguir. Como se o batismo fosse uma imposição. Este post não visa discutir esse tipo de coisa, mas na real, penso que as pessoas deveriam conhecer mais antes de falar as coisas por aí de qualquer jeito.

Em palavras simples, batizado é um momento especial onde bebês são levados pelos pais e padrinhos a um novo nascimento, o espiritual, e com palavras bem mais simples ainda, é um momento onde Deus coloca a sementinha da fé dentro do nosso coração.

Algumas religiões não fazem o batismo de bebês, pois creem que a criança precisa "aceitar a Jesus" primeiro, para então ser batizada, mas em geral, em se tratando de igreja cristã luterana, entendemos que batizado é um milagre de Deus, e esta fé que recebemos dele também é puro milagre e graça de Deus. A medida que crescemos e aprendemos as doutrinas cristãs, esta fé se fortalece, pela ação do Espírito Santo.

Assim, na Igreja Luterana e Católica, entre outras, se recomenda fazer o batismo o quanto antes, de pequenininhos, pois cremos que mesmo não entendendo o que está acontecendo com eles, os padrinhos estão ali para isto, para testemunhar depois para eles, e os pequenos tem o direito de receber esta bênção desde a mais tenra idade.

Então, antes de dizer isso ou aquilo sobre batismo, entenda o que é este presente e esta dádiva que Deus deseja dar aos seus filhos, e o que diz a sua denominação religiosa a respeito. É melhor do que sair por aí falando besteira.

2. A escolha dos padrinhos/madrinhas

A escolha das madrinhas e padrinhos é algo bem especial, tão importante quanto escolher o nome dos filhos, não é?! Geralmente entram na lista os irmãos e amigos mais próximos. Amigos, pessoas que você tem certeza e confiança de que pode contar com eles na educação dos seus filhos, que serão referências e modelos legais para eles. Afinal padrinhos e madrinhas não existem para encher os afilhados de presentes, apesar de ser uma forma demonstrar amor, mas para orar por eles e para alertar os pais se fizerem alguma besteira, afinal são como se fossem os segundos pais dos filhotes. Vale conversar bastante com o cônjuge e definirem em conjunto a melhor escolha. Alguns escolhem muitos casais, outros somente um ou dois, vai de cada família, não há regra.

3. Definição de data/local

No nosso caso foi muito óbvio, 😄 o batizado aconteceu nas congregações sede das paróquias que meu marido atendia/atende: o primeiro em 13/02/2012 em Itajaí/SC e o segundo em 30/08/2014 em Porto Mendes - Marechal Cândido Rondon/PR.

É praxe na igreja luterana e até na católica, a recomendação de que se faça o Curso de Batismo, pois mesmo conhecendo a doutrina cristã sobre o batismo, sempre é bom relembrar, e dialogar sobre, antes da cerimônia. Isto é feito num momento em particular, agendado pelos pais com os padrinhos/madrinhas e pastor. Varia de cada situação.

É importante entrar em contato com a secretaria da igreja, para fazer a solicitação, verificar a data que poderá ser agendada, antes de planejar o restante da comemoração.

4. Convites

Dá pra convidar o casal de padrinho/madrinha para um almoço ou jantar, e apresentar o convite, individualmente. É um momento especial, vale uma comemoração especial também. Se os padrinhos estiverem distantes, aí não tem outro jeito, vai com a tecnologia mesmo: telefone, whatsapp, skype, sei lá!

5. Checklist de tarefas do evento

A primeira coisa que fiz foi um checklist super detalhado, pois a chegada do Guilherme me deixou mais esquecida do que estava na gravidez. Foi nessa época que comecei a me sobreviver melhor com as listas! Anotei as tarefas antes, uma semana antes, um dia antes e no dia. Detalhamento melhor impossível! Quando foi o batizado do Miguel, foi muito mais fácil, tanto pela data, que não esperamos tanto como do Gui, com 15 dias já realizamos a cerimônia.

6. Comes e bebes

Se a cerimônia do batismo for num culto pela manhã, a comemoração será no almoço, se for à noite, no jantar. Isto varia conforme o horário, e a programação disponível para realizar o evento. O que será servido?! Vai do gosto de cada família!

Aqui em casa temos o costume de comemorar com churrasco, salada de batatinha e cuca. Para nossa família é a combinação perfeita. Uma torta no café, alguns salgados e ok. Somam-se ao cardápio as bebidas. Agora, comemorar com os convidados num restaurante também não é má ideia, apesar de ter um custo a mais, tem a vantagem de não ter trabalho nenhum. Se bem que prefiro colocar a tchurma pra trabalhar e ajudar nas tarefas!


7. Roupa do bebê

Quando tivemos o Guilherme, a roupa do batizado foi presente de um dos casais de dindos (Anelise e Ritchie). Naquele dia de fevereiro fez tanto calor, que ele só usou a roupinha na cerimônia mesmo, depois ficou de body basic o dia todo! Na vez do Miguel, me apaixonei por um macacão e logo escolhi que aquele seria a sua roupinha do batizado! Não era roupa especial para esse fim, só que ele ficava muito lindinho nela, e enfim, esse tipo de coisa é a mãe quem decide como fará! Quis sair do padrão com ele, e ficou uma gracinha!

Arquivo Pessoal Edeltraut Lüdtke
GUILHERME


Arquivo Pessoal Edeltraut Lüdtke
MIGUEL



8. Decor


Na festinha de batizado do Guilherme que peguei gosto por organizar a decoração de eventos (infantis, rs). Fiz tudo bem simples, mas com muito amor. As dindos e dindos me ajudaram a encher balões, meu marido a instalar o pano de fundo na parede, assim cada um fez um pouco para organizar o painel.

Escolhi um tecido (aquele, que já apareceu em todas as festinhas!) De helanca, cor pérola, bem neutro. Flor Hortênsia por ser azulm, TNT azul nas mesas, EVA azul dos símbolos e letras, balões brancos e azuis. Os símbolos escolhi que tem a ver com batismo: o peixe que simboliza o cristianismo, a concha (o batismo), a pomba (o Espírito Santo) e o PX (Jesus Cristo).

10 coisas que você precisa lembrar ao organizar uma festa de batizado

Decoração de Batizado

Decor de batizado

Festa de Batizado - mesa dos convidados


O Miguel não teve estas frescuras de decoração. Fizemos tudo em casa mesmo, e não estava nem um pouco inspirada para decorar qualquer coisa. Para não dizer que não fiz nada, fiz sim, rs... um varal com o nome dele, uns balões brancos e um versículo bíblico na parede.

O batismo foi 15 dias após o nascimento, então, era tudo muito recente, e o foco era ele. Foi legal também dessa forma, por isso ele estava todo tranquilo nas fotos, e quase só dormiu, para tristeza das dindas que pegaram pouco ele no colo!

Arquivo Pessoal Edeltraut Lüdtke



9. Fotos


Meu marido passou anos tirando fotos em comemorações de batizado com outras famílias, e bebês que batizou, mas quando foi a vez dele tirar foto na do seu filhote, acabou não tirando depois no templo, com o Gui. Aproveitamos o painel para fazer fotos depois, à tarde, apesar de que o Gui estava já bastante estressado e cansado, e não escondeu isso das câmeras. Quanto antes saírem as fotos, melhor! O que salvou as fotos do Guilherme foi a dinda Cristchie que fez umas montagens lindas pra ficar pra história! No batizado do Miguel corrigimos esse fato, e uma amiga fez as fotos, durante e logo após o culto, como manda a tradição!

Quando assistimos outras celebrações é uma coisa, agora levar seu pequeno até o altar de Deus é... outra experiência, bem emocionante!

GUILHERME



Arquivo Pessoal Edeltraut Lüdtke

Arquivo Pessoal Edeltraut Lüdtke

Arquivo Pessoal Edeltraut Lüdtke

MIGUEL



Arquivo Pessoal Edeltraut Lüdtke


Arquivo Pessoal Edeltraut Lüdtke


10. Lembrancinhas


O Guilherme teve direito a foto de lembrancinha, na festinha do Miguel acabei não fazendo. Uma foto é sempre algo prático e fácil de guardar. Mas a festa de um não precisa ser igual à do outro. Pelo menos não na época que eles ainda não se ligavam nesses esquemas, 😂😂😂.



Vale lembrar que mais importante do que qualquer coisa é o evento em si, o significado do batismo, não as frescuras de decoração, lembrancinha, isso ou aquilo. A data do batismo pode ser celebrada como o nosso segundo nascimento (espiritual) ou o nosso segundo aniversário, o dia em que nascemos para sermos filhos de Deus! Esse significado é muito lindo!

Este post foi um MIX de dicas, ideias de decor e experiências pessoais, fiz intencionalmente tudo em um mesmo. Foi uma delícia recordar esses momentos, espero que tenham gostado também! Se tiverem alguma dúvida em especial sobre o assunto, deixem nos comentários!

EDEL 💋

14 de março de 2017

4 maneiras simples e fáceis para organizar suas partituras musicais

Se você gosta de música e coleciona partituras musicais, tenho certeza de que este vídeo estará cheio de ideias muito, mas muito legais para te animar a organizar sua papelada musical! Nele eu falo sobre a importância de avaliar tudo primeiro, descartar e categorizar, e também dou 4 dicas bem simples e fáceis de implementar para organizar a sua coleção de partituras musicais! Vem comigo, e vamos começar a organizar sua coleção, ou ao menos, dar uma melhorada em alguma pasta que você não tem ideia de como deixar mais prática e funcional!

EDEL 💋


4 maneiras de organizar suas partituras musicais

13 de março de 2017

Desapegar, mas como é que se faz isso?!

Um pequeno guia para você descobrir como se livrar das tralhas que bagunçam sua vida sem você perceber. Algumas Organizadoras Profissionais utilizam outros termos como destralhar, mas gosto de jogar tudo no balde do DESAPEGO mesmo! Talvez você já saiba de tudo isso, mas falte um incentivo para enfim, tomar uma atitude! Então vamos lá, que hoje a lição é COMO DESAPEGAR!


Desapegar, mas como é que se faz isso?!


Praticar o desapego é ser mais crítico com aquilo que se guarda e deixa entrar em nossa casa e na nossa vida. As coisas precisam de lugar, se não há mais lugar, nada mais pode entrar. Ou, se desapegarmos praticando a doação, a venda ou o descarte então encontraremos espaço. Se somos artistas acumuladores de lixo reciclável - cuidado! É sempre válido reforçar que é bom ter espaços vagos, limpos, de circulação na casa! Deixemos de vez em quando os espaços terem seu espaço e não somente virarem guardadores de coisas. Pias vazias de louça, mesas livres de celulares e itens diversos, bancadas livres para serem usadas quando necessários, mesas de trabalho livres para trabalhar no que for prioridade no momento e não em processar o que ficou de ontem ou anteontem.

O que posso descartar, doar e/ou vender?

Em primeiro lugar, você precisa separar o que irá desapegar. Pode fazer isso aos poucos, um ambiente por vez, ou fazer aquele faxinão mesmo, que às vezes é necessário. Tipo, tirar um dia livre só para fazer isso. Separei duas listas aqui, uma de itens que podem ser descartados, e outra dos que podem tanto serem vendidos ou doados, dependendo muito das condições dos objetos. Você irá se impressionar com a quantidade de coisas que podem ser reaproveitadas (por outras entidades e pessoas), não simplesmente jogadas no lixo.

LISTA DE ITENS PARA DESCARTAR
  • utensílios domésticos
  • brinquedos
  • livros rasgados e sem páginas
  • revistas velhas
  • cadernos
  • material escolar
  • agendas, manuais, apostilas, calendários
  • meias e roupa íntima velhas
  • objetos quebrados
  • eletrodomésticos 
  • acessórios (brincos sem par, cintos,  
  • amostras grátis
  • alimentos vencidos na despensa
  • medicamentos vencidos na farmacinha da casa
  • cosméticos vencidos
  • esmaltes vencidos
  • sacolas plásticas
  • louças quebradas
  • potes velhos (já sem tampa)
  • materiais de DIY ou "Algum dia Talvez vou criar alguma coisa com isso" (caixas, latas, potes... afinal, reciclar é bom, mas tudo não dá, né?!)
  • papeis (coleções de propagandas, folders, ou sei lá mais o que pode haver no papel)


LISTA DE ITENS PARA DOAR OU VENDER
  • utensílios domésticos
  • eletroeletrônicos
  • objetos diversos
  • brinquedos
  • revistas
  • rouparia (cama, mesa e banho)
  • vestuário (roupas, calçados)
  • livros
  • itens de artesanato/hobby
  • antiguidades
  • objetos de arte
  • discos de vinil
  • joias e acessórios
  • móveis
  • acessórios de bebê
  • artigos de decoração 

Quais são as 3 maneiras de desapegar?


1. DESCARTE 

Itens que você pode jogar fora, no lixo reciclável. Itens velhos, detonados, quebrados, enferrujados, usados, rasgados, que realmente, não tem mais jeito e não dá pra guardar tudo para DIY, não é mesmo?!

Verifique os postos de coleta específicos na sua cidade, para itens como pilhas, eletroeletrônicos, entulhos, remédios vencidos. Supermercados, farmácias, igrejas, ONGs, e até empresas realizam campanhas o ano todo, fique antenado a isso na sua região.

2. DOE

Itens em bom estado que podem ser doados a alguma instituição ou entidade. Postos de coleta de itens, como citei acima, também é uma alternativa. Brinquedos quebrados, sem solução, por exemplo, podem ser doados/descartados para uma entidade que faça transformação deles em novos brinquedos, então o DESCARTAR E DOAR também podem se misturar. Veja que iniciativa bacana existe em Cascavel/PR nesse sentido!

3. VENDA

Itens ainda de valor que podem ser vendidos em sites como Mercado Livre, Brechós Online, Grupos de Classificados do Facebook, ou lojas físicas que funcionam como brechó ou bazar. 
 

O que posso fazer para me motivar a desapegar?

Se você estiver no começo deste processo, guarda muita coisa, e nunca "desapegou" direito na vida, talvez o Cantinho do Desapego seja uma ideia legal. Alguma coisa você terá de mandar embora, mas se estiver muito em dúvida com algo, pode ajudar. Mesmo que você se acostume com esse hábito, é legal ter um cantinho na casa para organizar esses itens, tipo uma área de transferência.

Hoje guardo em casa somente as coisas que gosto, e que realmente uso, nem que uma vez ano ano (como itens de decor de natal, aniversário, páscoa), mas uso! Existem coisas que não uso, mas são artigos que "amo", que me deixam feliz, e então, por isso, os guardo. Só esta categoria é bastante restrita. Tenho o meu Cantinho do Desapego na garagem, onde armazeno os itens para doar e vender. Quando as caixas vão enchendo, é hora de esvaziá-las, e funciona muito bem! Os de descarte tomam logo o seu caminho.

Só o desapego é questão de hábito, prática, aprendizado, e tão constante quanto a organização! Pensando no quão é difícil esta primeira etapa da organização, gravei um vídeo no canal para conversar com você sobre o famoso devaneio ALGUM DIA POSSO PRECISAR DISSO. Coragem, escolha algum ambiente da sua casa, e ataque! Não existe outra maneira. Ficarei feliz se conseguir te ajudar um pouco nesse processo, pois é o star de todo o resto!

EDEL 💋

10 de março de 2017

7 resoluções de ano novo que valem para todos os anos da minha vida

Primeiro Post do Desafio Pintando o 7 com TE da série de 12 posts, durante 12 meses. Refletindo sobre resoluções permanentes que deveríamos ter na vida! Conheça minha proposta e participe você também!

7 resoluções de ano novo que valem para todos os anos da minha vida


💛 Quando chega fim de ano sentimos uma certa pressão para definir metas, planejar o ano novo, como se isso fosse uma obrigação a fazer, naquele momento. Então muitos fazem promessas de que no novo ano será diferente e a vida só volta ao normal depois do Carnaval. Traça-se metas para abraçar o mundo, e não se observa o mundo que já se tem, nem o fato de que que os braços não alcançam o mundo, somente um mundo um pouco menor. Enfim, nos últimos dias do ano se cria uma expectativa surreal, que cai por terra a partir do primeiro dia dos novos 365, pois afinal, tudo não passa de viver um dia após o outro. Até parece que meu ano começou agora e que estou atrasada com esse assunto, mas não é nada disso não. O ano 7 do blog começa este mês mesmo, então pra quem ainda não sabe, está explicado. 7 resoluções de ano novo que valem para todos os dias da minha vida, são resoluções permanentes que desejo ardentemente aprender a viver, para o meu bem e para a paz e tranquilidade dos que me cercam! Uma mudança que pode começar em qualquer mês, basta uma decisão e persistir nessa escolha. Depois de uma lista como esta, a lista  tradicional de Resoluções de Ano Novo no estresse de dezembro já era! 💛


1. 😷 Reclame menos.


Reclamar é um hábito muito chato, que traduz em primeiro lugar a minha incapacidade de ser aquilo que espero dos que me cercam. Que denota minhas insatisfações, como se reclamar me trouxesse a solução. Acho que nesse ponto deveria a aprender com os homens, os que reclamam pouco ou menos, se é que esse tipo de pessoa existe, porque dizem que mulher reclama por qualquer coisa. Seja sábia e tente frear a língua para não fazer incêndio no deserto ou tempestade em pleno mar. Em provérbios 21.19 está escrito que "É melhor morar no deserto do que com uma mulher que vive resmungando e se queixando."  Tem vários trechos semelhantes a esse, puxando a orelha das mulheres briguentas, só que ser preferível morar no deserto, bem... o caso deve ser mesmo sério. Sem mais comentários sobre esta resolução, mais do que aprovada.

2. 😐 Não crie expectativas.

Aí você sonha, traça uma meta (audaciosa, fora da realidade), sozinha e morre na praia. Altas expectativas viram profundas decepções. Difícil lidar com expectativas não realizadas, necessidades não atendidas, carências para as quais se fez pouco caso. Querer ou exigir demais dá nisso. Mania de perfeição dá nisso. Acreditar que vida real é ilusão ou fantasia dá nisso. Segure a tua onda. Aperte o freio. Se deu certo como você queria ok, se não deu, paciência. Tem algo muito melhor por vir. As expectativas e os sonhos de Deus são maravilhosamente perfeitos e os melhores para você, mesmo que teime em se esquecer ou duvidar disso. Sonhe, lute, mas coloque nas mãos dele. Talvez a solução esteja mais perto do que você imagina.

3. 💞 Ame mais.

Ame nas 5 linguagens do amor, independente se é amada na sua linguagem ou não. Tudo volta, e o amor bem dado, também é bem recebido. O mundo clama por isso sem saber. Se preocupe mais com o amor que entrega do que com o amor que recebe. Quem enche com água o balde dos outros também recebe muita água no seu. Se você já conhece as 5 linguagens, entenderá do que estou falando. Interprete tudo da melhor maneira, veja o lado bom das coisas, seja positiva! Amor é atitude. Vida sem amor é vida sem sentido, oca, perdida, vazia. O amor é tudo.

4. 😭 Chore mais.

Mas pare logo, enxugue as lágrimas e parta para o próximo capítulo da história. Sofra o que tiver de sofrer, mas enjoe logo dessa chatice. Lembre do que deu certo, de alguma lição que dá pra levar pra vida, do que valeu a pena. Lembre de que por você, valeu. Você acreditou, se jogou, fez sua parte, tentou. Isso basta. Bata um papo com Deus, pois só com ele vale realmente a pena desabafar. Pense menos, filosofe menos. Viva mais. Converse mas não demais, pra não falar besteira. Respire. Tranquilize-se.

5. 📌 Questione mais.

Não aceite tudo o que te dizem como verdade absoluta. "Ah, ok, é assim mesmo. Você tem razão sou assim mesmo. Realmente, a vida é assim mesmo, de que adianta protestar?! Nada vai dar em nada mesmo." Stop! Questione o que tem de ser questionado. Não se conforme tão facilmente. Tire dúvidas. Seja crítico. Duvide. Acredite desconfiando. Busque informação. Fale. Mantenha ou construa sua opinião, se ainda não tiver, e não se envergonhe dela.

6. 💟 Viva o hoje.

Viva a vida como ela é e não como você acha que ela deveria ser (e hoje ainda não é). Fique de boa, fique tranquila, fique leve, fique de bem. Amanhã não teremos mais o que temos hoje. Aproveite o seu presente. O presente da sua vida hoje. Pense assim, hoje. E cada dia hoje. Ontem já era, e amanhã nunca chega. Você só tem uma saída: hoje. 🎶 Hoje, preciso de você, com qualquer humor, com qualquer sorriso. Hoje, só tua presença, vai me fazer feliz, só hoje. (Jota Quest) 🎶. Você só pode viver seu hoje. Construa hoje o hoje que você quer viver amanhã, e depois de amanhã.

7. 😀 Tenha mais senso de humor.

Leve a vida menos a sério.  Sorria mais. Bom humor é saúde. Lembro de outro provérbio (não importam os números) que diz que "A alegria embeleza o rosto e a tristeza faz a gente morrer aos poucos". Se você é séria não precisa virar palhaça, mas pode dar uma melhoradinha. Dá pra mostrar os dentes num belo sorriso de vez em quando e ser mais divertida. Brinque mais e não se ofenda com brincadeiras alheias. Leve na boa. Releve. Reconsidere. Caia mais na gargalhada. A vida será mais leve se encarada com bom humor.


Se identificou?! Precisa levar alguma dessas resoluções para o seu dia a dia permanentemente também?! Então faça sua lista, escreva e cole no seu mural em letras bem grandes, como eu fiz no meu. É o caminho da paz e da tranquilidade. Às vezes não é fácil, mas não temos nada a perder de tentar, só ganhar. Ah, e não esqueça de que o reconhecimento é o primeiro passo para a mudança.

EDEL 💋

9 de março de 2017

DIY: pranchetas show, simples e cheias de estilo!

As minhas pranchetas antiguinhas estavam muito sem graça, e resolvi dar um basta nisso! Queria aprender a pintar com tinta spray, então decidi começar por elas... a parte do pegador, que prende as folhas, utilizei tinta spray dourada e o restante, tinta preta fosca, no pincel mesmo. Foi um DIY muito rápido, que deu um resultado lindo demais, vocês não acham!? No vídeo eu conto um pouco do passo a passo (mais óbvio impossível!), e especialmente onde elas foram parar... tá muito show, vem assistir!

EDEL 💋


Pranchetas show: simples e cheias de estilo!

8 de março de 2017

Desafio Fotográfico 30 dias de organização do blog Kalinka Karvalho

No post de hoje reúno as 30 imagens que fizeram parte do Desafio de Organização criado pelo blog Kalinka Carvalho, do qual participei no mês de fevereiro/2017. Se vocês quiserem conhecer mais sobre o projeto, acessem o blog dela, e pesquisem nas redes sociais instagram e facebook pela hashtag #30diasdeorganizacao, para conhecer as fotos dos demais participantes! O desafio bombou, e foi muito legal e divertido participar! Super válido apoiar iniciativas como essa! Obrigada pelos leitores que curtiram as fotos, e acompanharam a saga durante o mês, e também aos que entraram nessa brincadeira organizada! Amei! 💓 💓 💓 As minhas fotos compartilho, mas os escritos e os demais, você terá de conferir nas redes sociais!



Desafio Fotográfico 30 dias de organização do blog Kalinka Karvalho



1 AGENDA

2 METAS 2017

3 APP FINANCEIRO

4 GAVETA

5 GELADEIRA

6 MESA DE TRABALHO

7 REVISTA

8 PROGRAMA DE TV

9 PRODUTO ORGANIZADOR

10 BAR

11 DESPENSA

12 HOME OFFICE

13 APP FAVORITO

14 CELULAR

15 DESKTOP

16 COZINHA


17 SALA DE JANTAR

18 SALA DE ESTAR


19 QUARTO

20 ÁREA DE SERVIÇO

21 BANHEIRO

22 MAQUIAGEM

23 MEDICAMENTOS

24 FERRAMENTAS

25 COSTURA

26 LIVROS


27 PAPELARIA

28 CAIXA

29 BAGUNÇA

30 GUARDA-ROUPA

E atenção, a partir deste mês tem o desafio Pintando o 7 com TE aqui do blog Transformando Espaços, hein? Vem pintar o sete comigo?! Conheça mais, e participe! Esse é mais reflexivo, e você tem bastante tempo para pensar sobre, 12 meses, 1 por mês!

EDEL 💋
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

GOSTOU DESTE CONTEÚDO? COMPARTILHE!