9 de setembro de 2016

Organizando um Arquivo de Memórias num Gaveteiro

Certa vez a Thais Godinho entrevistou Daniel Burd, da empresa Call Daniel, no quadro do blog Vida Organizada Como eu me organizo, e me chamou atenção a sistemática que ele adotou para organizar as memórias da família, num gaveteiro alto. Achei uma ideia incrível! Já que ele aprovou eu escrever sobre para multiplicar essa ideia, vamos lá!

Organizando um Arquivo de Memórias num Gaveteiro

Daniel me contou que a ideia surgiu quando se deparou com o volume de desenhos que suas filhas estavam produzindo e então pensou que precisava de alguma forma para preservar parte deles. A proposta é muito simples, e a explicação que ele deu naquela entrevista pra Thais já nos dá uma noção de como acontece a gestão documental do arquivo. Extraí esta parte que interessa aqui:
Tenho um gaveteiro grande, acredito que ele tenha 1,70 de altura. Este gaveteiro possui 13 gavetas. Quando um ano termina, por exemplo, 2014, eu recolho tudo que eu quero guardar deste ano. Reúno fotos, ingressos, desenhos, anotações que quero guardar para sempre e coloco em uma gaveta dedicada a este ano. Venho “alimentando” este armário desde o nascimento de minha primeira filha (agora com 19 anos) e já estou no 2º armário. Quando ela era bem pequenina eu guardei desenhos dela neste armário e lá estão. Quando quero fazer uma viagem no tempo eu percorro as gavetas de anos anteriores. É muito bacana. É um verdadeiro tesouro.

Ao escrever este post fiquei pensando, como será que Daniel armazena as lembranças antes de reuni-las e esclarecê-las, decidindo enfim o que irá guardar ou não? Armazena as lembranças numa caixa de entrada para definir depois, ou diretamente na gaveta do ano?
"Tenho uma mesa na sala onde vou mantendo as coisas preciosas capturadas durante o ano. Ela está sempre visível. No final do ano decido o que quero manter para sempre e coloco no armário definitivo".

Este arquivo nada mais é do que um Arquivo de Memórias mesmo, ou Histórico, ou Permanente, seja lá o nome que você preferir, todos valem da mesma forma. Acho muito legal quando os pais organizam a história de vida dos filhos assim, e eles podem ter uma referência em casa de organização. Se irão guardar para sempre ou não, aí é outra conversa. Só que essa viagem no tempo organizada, com registros e evidências em mãos, tem bem outro significado.

Duas lições que podemos tirar desta história com relação a construção de um arquivo de memórias:

1. MANTENHA UMA CAIXA DE ENTRADA DE LEMBRANÇAS


Aqui vale deixar tudo solto mesmo, assim como entra na sua caixa de entrada normal, quando você for esclarecer, e decidir: "vai para o arquivo de lembranças", pronto, coloca na caixa das lembranças. Não precisa complicar a organização desta caixa, o que você pode fazer é manter uma para o casal e outra para os filhos, por exemplo, se não quiser deixar tudo misturado, e se for solteiro, terá somente uma, mais fácil ainda!

Uma vez por ano, analise o conteúdo desta caixa, filtre o que realmente deseja guardar, descarte o que julgar ser lixo, e então coloque esta lembrança no lugar certo...

2. ORGANIZE AS LEMBRANÇAS NO ARQUIVO

O lugar certo pode ser basicamente, gaveta tal, recordações do ano tal, pois estamos falando de gaveteiro, que pode também ser uma cômoda alta. Não é necessário complicar, nem criar todo um esquema cheio de índices para organizar a parte interna, vai de cada pessoa, e do tipo de organização que escolher.

Uma sugestão que deixo, se você gostou e irá por em prática a ideia, é criar divisórias na gaveta, com caixas, embalagens plásticas, papelão, ou o material que preferir,  para acomodar itens pequenos, e separá-los dos papeis maiores, que podem ser armazenados em pastas com elásticos, pastas L, como organizei no meu. Para as fotos sugiro criar uma organização separada em álbuns, deixar esta somente para objetos pequenos e papeis.

Reservei somente uma caixa no nosso Arquivo de Memórias para os meninos, acho que terei de repensar isso, talvez criar mais uma... e você que tem filhos, como guarda as “obras de arte” deles?
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

GOSTOU DESTE CONTEÚDO? COMPARTILHE!