29 de fevereiro de 2016

Atitude # 52 - Ajude alguém.


Atitude # 52 - Ajude alguém.


As 52 atitudes comentadas nestas últimas 52 semanas nada mais são do que estratégias de cuidado pessoal que ajudam a melhorar nossa qualidade de vida. Organizar a vida é isso! Quando cuidamos bem de nós mesmos, cuidamos melhor dos que estão a nossa volta, do nosso mundo, sendo um elo transformador de humores. Viver com cuidado pessoal e com qualidade de vida é encontrar um senso de propósito é significado para a própria vida.

Na primeira vez que li o livro, mentalizei alguns desejos pessoais, e não foi num ano que tudo mudou da água pro vinho. Porém hoje estou vivenciando as situações que naquela época considerei muito importantes e que impactariam positivamente em minha vida. Por exemplo: morando no interior, educando os filhos com dedicação, trabalhando em projetos musicais, escrevendo loucamente e sentindo o bem estar em meio ao caos.

Como posso compartilhar com o mundo o que aprendi nessas 52 semanas? Minhas reflexões acerca de tudo isso estarão sempre aqui, e assim como muitos pensaram e alguns me disseram: "suas palavras caíram como uma luva na minha vida. Que bom ter lido isso hoje. Obrigada!"

Como ajudar o próximo? Estabeleça um ritual diário de ajuda ao próximo. Compartilhe seu amor, seu conhecimento, seu dinheiro, seu tempo, sua atenção ou qualquer outra coisa que tenha a oferecer com alguém que esteja precisando.

Ore pelo próximo sem grandes alardes. Quando escrevo sobre oração, não me refiro a rezar aos mortos, nem aos santos, nem à imagens, nem à mártires da fé, nem ao divino que existe dentro de nós (existe?), nem a um ser superior que desconheço quem seja, nem a deuses em geral. Quando escrevo sobre oração me refiro ao Deus Triuno: Pai, Filho e Espírito Santo, um Deus onipresente, onipotente e onisciente. Só que esse Deus mega poderoso ouve nossas orações, e suas respostas nem sempre são o que nos desejamos. Às vezes sua resposta vem logo, é atendida. Outras vezes demora um pouco pra atender, e a gente até desanima e se questiona porquê ainda não?! E feliz ou infelizmente também tem vezes que não nos atende, porque seu plano, nesse caso, é muito melhor que o nosso. Isso me inquieta deveras, mas... paciência. Reconhecer que nosso plano não é o melhor, é... frustrante ou pode ser também consolador, quando entregamos nossa vida nas mãos dele e aceitamos os seus propósitos para nós.

Orar é uma atitude solitária, a gente e Deus, e um presente invisível que podemos dar as pessoas quando o fazemos em segredo, não para aparecer. A oração pode ser um belo ritual diário de ajuda ao próximo. É tão bom saber que tem pessoas orando pela gente e quando em momentos delicados e especiais da vida ouvimos "estou orando por você". O que não é legal é banalizar essa frase assim como o famoso "eu te amo" entre os casais, por exemplo.

Além desta chamada poderosa para pessoa certa (oração + Deus Triúno) existem inúmeras maneiras de ajudar o próximo. Contribuir em campanhas diversas contra a fome, em apoio a locais que passaram por catástrofes naturais (o que tá virando normal em nossos dias), dividir conhecimentos e experiências sem medo de ser copiado ou "perder o status", enfim, servir com tempo, dons e bens em prol de uma sociedade mais digna, mais igualitária e transformadora, são atitudes de ajuda ao próximo. O trabalho não serve somente para ganhar dinheiro, mesmo que seja uma consequência necessária e importante. No trabalho pode e deve haver mais generosidade, e especialmente doação. Se as pessoas pensassem mais dessa forma talvez teríamos um mundo melhor.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

GOSTOU DESTE CONTEÚDO? COMPARTILHE!