2 de dezembro de 2015

Como está meu aprendizado com o GTD depois de 1 ano de teoria e prática?!

Acho bacana escrever um registro sobre, não o fiz ainda porque isso faria com que percebesse claramente muitas falhas na implementação dele, e tudo ficaria escancarado aqui, para quem quisesse ler. Só que decidi fazer mesmo assim, para dar também um início oficial a tag tok de gtd, onde quero compartilhar como tem sido a minha experiência com o estudo e aplicação do método GTD. No começo do ano fiz um post sobre os Meus primeiros passos com o GTD onde expliquei como organizei todo meu sistema. Naquele foi só organização e amor, na de hoje aponto o dedo para as minhas falhas que podem também ser as suas falhas, e você ter a oportunidade de consertá-las no meio do caminho, assim como eu. Afinal essa é a grande sacada por trás da aprendizagem contínua de qualquer coisa nova: é errando que se aprende. Auditando minha implementação, vejamos o que encontrei atualmente...

  

Os Pontos Fortes:


  • Já li e reli o livro não sei quantas vezes. Sempre é possível destacar algo novo, que passou despercebido na ânsia de colocar tudo em prática logo de uma vez. Por isso escrevi pouco sobre e procurei fazer mais: vivenciá-lo, em todos seus altos e baixos.
  • Escrevo Reflexões sobe o método GTD no blog Paixão por Organização todo mês desde agosto/2015. O tema foi um desafio que me joguei, e isso fez com que me comprometesse ainda mais com a causa.
  • Reorganizei todos os meus arquivos alinhando arquivística ao GTD (a união ideal!).
  • Capturo TUDO em minhas caixas de entrada, e não deixo nada na cabeça (mais ou menos assim, rs...). Chegou alguma ideia nova, paro tudo pra registrar. O evernote no smartphone é tudo de bom nesse sentido, depois só organizar a bagunça da caixa de entrada.
  • Esclareço e organizo nos arquivos maravilhosamente (o esclarecer mais ou menos, logo abaixo você entenderá porquê).
  • Tenho ações definidas por contextos no evernote onde implementei praticamente todo meu sistema. Em físico ficam somente algumas referências. Simplesmente adorei esse lance de contextos, quando entendi como funciona consegui colocar cada tarefa no seu lugar, e ter mais foco dependendo da situação.
  • Participo do grupo GTD Brasil, onde é possível aprender muito sobre o método, com o compartilhamento de experiências de diversas pessoas "usuárias", tirando dúvidas com a GTD  Master Trainer Thais Godinho, do Vida Organizada, que já tive a honra de conhecer pessoalmente no Curso de Organização de Arquivos do Tadeu Motta.


Assim, as etapas Organizar e Engajar estão muito bem, obrigada, PORÉM eis as minhas não/conformidades...

 

As Oportunidades de Melhoria*


OM* 1 - Ações e Projetos

 

Tenho confundido ações com projetos. Já consegui finalizar projetos com sucesso e tendo em mente que "Uau! Finalmente entendi todo o esquema". Só que na correria não me concentrei diversas vezes em processar com atenção a caixa de entrada, e joguei muita coisa pra lista de ações por contextos o que deixou frustrada. Puxa, não conseguia dar conta de tudo aquilo numa semana! Algumas coisas eram algum dia/talvez e estavam ali me atrapalhando. Além disso ação com cara de projeto não esclarecido e desdobrado é nada feito. Isso é o que mais me massacra, não ter conseguido desdobrar isso é clarear essa parte.

OM* 2 - Esclarecer a Caixa de Entrada


Outra atitude que tomei muitas vezes foi ficar escolhendo o que esclarecer da caixa de entrada, e não fazer primeiro o que está por cima, e assim, um item de cada vez. Quando estamos nesta etapa sempre surgem novas ideias, e de quebra novos registros. Assim, ela nunca se esvazia completamente. Empolgo-me com a execução, que acabo extrapolando às vezes (workaholic) ao processar as coisas da entrada, com mais calma.

OM* 3 - Revisão Semanal e Mensal


O que me indignou muitas vezes é que não consegui dedicar o tempo necessário para as revisões semanais, todas as semanas, especialmente no começo. Ficava pensando: mas o que revisar, se tudo está transcorrendo como deve ser? Isto aconteceu especialmente nos momentos onde mais ideias surgiram, e fui registrando loucamente pra não perder nada de vista, mais da metade do ano pra frente. Reconheço o quanto é importante e necessário, mas a revisão ainda é algo que estou me adaptando. Na verdade eu reviso o que é preciso sim, senão não rodaria o método direito, só não defini ainda frequência e rotina pra isso.

 

Concluindo...


Estou muito feliz com os resultados até então obtidos, e sei que é um aprendizado sem fim, que vou continuar errando e acertando, e que o mais importante é persistir. Tento ao máximo antecipar minhas ações para conseguir contar com os imprevistos com tranquilidade, e o mais legal de tudo é que estou conseguindo alinhar o que estou fazendo com meus objetivos, metas, visão, e missão, cada vez melhor. Neste último ano dei uma guinada diferente em muitos projetos pessoais, que me deram novo ânimo, trazendo muitas realizações, e espero dar continuidade a tudo isso. Mais do que tudo, estar inscrita no curso da Call Daniel para a próxima semana (feliz, feliz, feliz!!!) é fechar 2015 com chave de ouro!!! Só tenho a agradecer a Deus por tudo que está acontecendo na minha vida! Os amantes do GTD me entendem!
Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Olá Edel,
    Muito legal ler sobre seu sistema GTD. Adoro ver como outras pessoas fazem e suas dificuldades. Me identifiquei com algumas das suas dificuldades!
    Bjocas,
    Carol

    ResponderExcluir
  2. Carol, também gosto de conhecer diferentes aplicações, pois assim às vezes temos um "click" que faltava para fazer mais certo alguma coisa no nosso sistema. Sucesso na sua implementação! Edel

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

GOSTOU DESTE CONTEÚDO? COMPARTILHE!