27 de novembro de 2015

A tal Pizza da Vida



Quando mergulhamos no verdadeiro conceito de organização, e buscamos uma vida mais organizada, compreendemos que ela envolve muito mais do que espaços práticos e funcionais ou rotinas bem definidas. Deparamo-nos com o que todos já devem conhecer: a roda da vida, que tem esse aspecto exatamente por pensar na vida como uma roda, algo em movimento. Só que prefiro chamá-la de pizza da vida, dividida em 8 "fatias". A associação com pizza é porque amo pizza e quando tudo "acaba" em pizza é sempre legal. Pizza relembra bons momentos, alegria, lazer, nada a ver com gordurinhas a mais, porque pra tudo na vida vale a dica: equilíbrio.

Recentemente a atitude#36 sugeriu que pensássemos um pouco nela, em qual das "fatias" poderíamos dar uma atenção mais especial. Então, só pra colocar mais lenha nessa fogueira, vou registrar algumas reflexões na forma de perguntas em cada uma das 8 fatias da nossa pizza. A resposta para alcançar os resultados que espera estão com você, com mais ninguém! Que transformações você deseja fazer na sua pizza da vida?

ESPIRITUAL


Como está nossa vida espiritual? "Não está?" Certa vez um palestrante afirmou que com base em nosso conceito de morte nós norteamos nosso jeito de encarar a vida: felizes ou infelizes. A espiritualidade eleva nosso pensamento para outro patamar, aponta para uma vida além deste mundo ou para o fim de tudo. Podemos estar numa destas três situações: fugindo das coisas espirituais como se fôssemos imortais (e donos da Nossa própria verdade), mantendo uma vida espiritual hipócrita (incoerente com o que defendemos ser um viver espiritual) e/ou cultivando uma vida espiritual autêntica, segundo nossas crenças e valores. Em qual delas você se encontra?

SAÚDE


Como está nossa saúde? Gastamos toda nossa energia e mais um pouco para trabalhar, e não repomos ela para nos manter saudáveis física e mentalmente? Sabemos de cor e salteado o que faz bem, que água hidrata, que se movimentar é necessário, que alimentação saudável é qualidade de vida, mas na correria não dá pra cuidar de nada disso?

RELACIONAMENTOS


Como estão nossos relacionamentos? Cada um no seu cada um, conversas superficiais, amizades virtuais interesseiras e as pessoas a nossa volta e próximas a nós a ver navios, sem receber um sorriso, dois ouvidos e um pouco de atenção? Porque falar todo mundo sabe, e se for de si melhor ainda, mas ouvir que é bom, difícil... é mais ou menos assim? Estamos promovendo monólogos ou diálogos?

LAZER


Como está o nosso lazer? Sabemos parar, descansar, desacelerar um pouco de vez em quando? Ainda sabemos nos divertir, que tempo temos dedicado com relação a isso?

FINANÇAS


Como estão nossas finanças? Sabemos quanto ganhamos, quanto gastamos, se estamos no lucro ou no prejuízo? O que temos feito para nos educar financeiramente e melhorar nossa independência financeira?

ESTUDOS


Como está o nosso desenvolvimento pessoal? Achamos que já sabemos tudo, não precisamos mais de cursos nem escolas porque todos estamos virando autodidatas? Ainda lemos e buscamos novos conhecimentos? Ou buscamos estudar tanto que perdemos o foco e o direcionamento?

CASA


Como está nossa casa, o espaço onde vivemos e trabalhamos? Rotinas definidas, coisas organizadas ou uma confusão? Mantemos somente o essencial é necessário ou não conseguimos ainda praticar esse conceito, desapegando do que não gostamos e não faz mais sentido guardarmos?

TRABALHO


Como está o nosso trabalho? Fazemos nosso serviço com zelo, paixão e amor, ou por obrigação, como um fardo, um peso a carregar nas costas? Estamos sempre insatisfeitos querendo mais e fazer o que ainda não fazemos, achando que daí, se tivermos o trabalho dos sonhos, seremos plenamente felizes? Achamos que todo mundo tem de ser autônomo, empresário ou empreendedor, para trabalhar menos (doce ilusão)? Já parou pra pensar que se todo mundo quiser fazer a mesma coisa na vida, como iremos ter alimento em nossas mesas (agricultura), quem cuidará de nossas necessidades de "'manutenção e reparos" físicos (profissionais da saúde), como estarão nossos espaços sem os que limpam, cozinham, organizam? (Só para citar alguns exemplos). Percebemos o significado do que fazemos, e o quão importante é nosso trabalho?

Esse é o tipo de reflexão que não se deve fazer somente no final do ano, mas no começo, no meio, e/ou sempre que houver necessidade. Crie pausas na correria diária para reorganizar a pizza da sua vida, e alinhar tudo o que você faz às suas responsabilidades, interesses, e desejos. Isso também é organizar a vida! A partir daí que se define tudo o que você faz no dia a dia.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

GOSTOU DESTE CONTEÚDO? COMPARTILHE!