1 de julho de 2015

O trabalho para mim é... com Paulo Rocha

Conforme anunciado em O trabalho para mim é # diferentes profissionais e conceitos, cada mês irei trazer um bate papo para o blog com questionamentos relacionados a trabalho. O post é totalmente esclarecedor, então, na dúvida, volte lá para entender a sequencia dos posts da categoria.



O motivo...



Como é bom ter pessoas certas no lugar certo, fazendo aquilo que acreditam ser o melhor para que tudo termine em excelência, mesmo sabendo que esta busca é constante e não tem fim. O Paulo Rocha é assim, e suas qualidades se refletem em todo trabalho que realiza. Quanto mais informações temos para controlar e gerenciar, qual é o segredo? Organização, claro, e essa é uma das marcas registradas dele. Atribuições claras e bem definidas, comunicação sem ruídos, atuação nos objetivos com foco nos resultados, visão sistêmica e estratégica, sem abandonar os detalhes que fazem toda a diferença. Tornar uma jornada cheia de obstáculos e desafios que mais parece um mundo preto, branco e sem cor, em um caminho mais colorido e agradável de ser trilhado, é uma habilidade que admiro nas pessoas, e nesta pessoa em especial. Suas respostas me surpreenderam, pois contrariam a "conformidade" que está sendo difundida por aí, onde parece que só é feliz e realizado aquele que é empreendedor do seu próprio negócio, de preferência virtual. O progresso é fruto de diferentes "estilos" de empreendedorismo!


O trabalho para mim é... por Paulo Rocha

 


Nome: Paulo Sérgio Rocha

Profissão: Coordenador de Eficiência Operacional e Analista de Sistema de Gestão

25 Anos de trabalho em instituição de ensino e apoio a Indústria.

Local onde vive (cidade/estado): Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

 

 

1. O que o trabalho significa para você?


O trabalho é uma parte determinante da minha identidade. Ele tem que ser algo gratificante e que você faça com amor. Deve ser algo que você acorde de manhã inspirado para realizar, por mais simples que seja sua atividade. E como dizem por ai: “Feliz aquele que não consegue diferenciar seu trabalho do seu hobby”, mas sem ser workaholic.


2. Conte, resumidamente, quais atividades você desenvolve no seu trabalho.


Hoje coordeno a área de Eficiência Operacional da área de Serviços Compartilhados da instituição que trabalho. Somos responsáveis pela gestão dos documentos normativos, sistema de gestão e escritório de projetos. A organização e disciplina sempre foram requisitos para trabalhar nestas áreas.


3. Você sempre trabalhou nessa área? Foi algo planejado, aprendido e treinado ou seus dons/vocação o direcionaram a esta atividade?


Eu costumo dizer que sou um intraempreendedor, pois estou a vinte cinco anos na mesma empresa, porém tendo passado em várias áreas como recepção, secretaria escolar, financeiro, gestão de pessoas, coordenação de uma área de mecânica de automóveis, instrutor de qualidade, inglês técnico e informática, representante corporativo do sistema de gestão entre outros. Independente das áreas que passei, sempre acabei voltando para áreas onde a organização, vistão sistêmica, criação e estruturação de metodologias eram necessárias. Acredito sim, que por gostar de organização, planejamento e metodologias fui direcionado para estas funções.


4. Seu casamento com sua profissão atual sempre estiveram bem? Houve algum desejo de "chutar o balde"? Se sim, o que te motivou a continuar?


Sim, já tive funções e atividades das quais não tinha muita afinidade, mas pra mim o segredo sempre foi tornar “legal” aquilo que eu não gostava muito. Assim sempre superei as vontades de “chutar o balde” aprendendo a transformar os conflitos e trabalhos “chatos” em algo novo e mais motivador.


5. Você considera a organização importante na sua vida e no seu trabalho? Porquê?


Com certeza. A organização gera agilidade, permite planejar e se antecipar a problemas e ser uma pessoa mais eficiente e eficaz. Eu procuro tornar rotineiros hábitos simples de organização, desde a disposição dos materiais na mesa, gaveta até a lógica que organizo os documentos eletrônicos. Não acredito em parar para organizar de tempos em tempos, mas sim na incorporação da organização no seu estilo de vida.


6. Como você se organiza no trabalho? Utiliza recursos físicos ou tecnologia? Especifique.


Sempre usei gerenciadores de tarefas, como o Wunderlist, Google Keep entre outros. Também costumo criar esquemas visuais, apresentações e documentos com as atividades que estou envolvido e sempre deixar muito claro tudo que deve ser feito. Dificilmente perco a rastreabilidade das minhas atribuições e projetos. Hoje, como vivemos conectados e cercados por gadgets, praticamente minha gestão é toda virtual.


7. Onde podemos encontrar mais informações sobre você e seu trabalho? (rede social/contato)


Minhas informações profissionais podem ser obtidas no meu perfil do LinkedIn.


8. Tem algo a acrescentar, que não tenha sido questionado, mas que possa ter lembrado durante essa breve reflexão sobre seu trabalho e/ou alguma mensagem final?


Uma coisa que sempre busco é manter o equilíbrio, reservando tempo para família, trabalho, estudos, lazer, saúde etc… Nem sempre é fácil, mas também procuro me organizar nessas áreas. O importante é cada um saber a receita da sua felicidade e correr atrás dela. Um abraço Edeltraut e continue sempre empreendendo!
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

GOSTOU DESTE CONTEÚDO? COMPARTILHE!