29 de junho de 2015

Atitude # 17 - Crie espaço.



Atitude # 17 - Crie espaço.


Criar espaço é em outras palavras, organizar algum espaço da sua vida (em casa ou no trabalho), para que se sinta relaxado e com mais energia diante de um ambiente organizado. Tem algum lugar a sua volta que te incomoda? Dar um trato nele dará trabalho, só que resultará em bem estar para você. O que é melhor? Lembre-se sempre de que "Na dúvida, não há dúvida: jogue fora". Veja os posts da categoria Organize-se Hoje, poderão te dar um suporte legal nesta missão. O que você precisa atacar, para criar espaço...

  • Papelada
  • Livros/Revistas
  • Arquivos físicos ou digitais
  • Guarda-roupa
  • E-mails
  • ?
  • ?
  • ?

26 de junho de 2015

Sofá-cama Container, da MMM 404

Você costuma receber visitas para dormir na sua casa? A MMM tem uma solução bem legal para unir o útil ao agradável, de forma simples e prática: com o sofá-cama container. Ele tem um visual alegre e divertido, pode ser usado como sofá para assistir aquele filme legal e vira cama de casal para os hóspedes! Se você quer fazer uma composição ainda mais inteligente, e integrar ambientes, como a sala de TV, o home office e o quarto de hóspedes, é a solução perfeita! Três ambiente num só, que tal? 

O sofá cama container faz parte da MMM 404, um projeto totalmente "faça mais com menos" onde diversos profissionais trabalharam para montar uma casa dentro de um container de 27m². Aí está a prova de que se pode viver muito bem, mesmo num espaço pequeno, como tantas pessoas vivem hoje em dia! Integração total! É isto que o design de interiores faz: transforma espaços de maneira versátil e criativa, conforme as necessidades que precisam ser atendidas!

O container da MMM 404 está em Florianópolis/SC desde o dia 16/05/2015 e permanece lá até dia 11/07/2015, participando da Bienal Brasileira de Design. Quem está aí perto tem a oportunidade de apreciar pessoalmente, já para os que estão longe como eu, te convido a fazer o tour completo nos outros ambientes virtualmente! Ele bem que poderia virar uma casa sobre rodas e viajar pelo Brasil afora...
 
Sofá-cama Container, da MMM 404

Sofá-cama Container, da MMM 404

Sofá-cama Container, da MMM 404

Sofá-cama Container, da MMM 404


PS: O blog Transformando Espaços participa do Programa de Afiliados da Meu Móvel de Madeira

24 de junho de 2015

O que é essencial levar numa viagem?

Quando se pretende viajar existem dois fatores que precisam ser considerados: primeiro - o tempo que ficaremos fora de casa, segundo - para onde iremos, e em que estação do ano iremos nos deparar no nosso destino. Esta regra da estação nem sempre dá certo, pois o tempo às vezes está bem confuso, e as previsões podem falhar.

Em caso de viagem sempre o mínimo é mais, quem viaja muito deve ser especialista em se superar no volume de suas malas, e saber sobreviver com o básico, sem se apegar a muita frescura. É sempre um desafio, levar somente o essencial.

Não sou especialista em viagens, mas para uma viagem rápida como as que venho fazendo, de 2 dias, decorrentes das minhas provas presenciais da pós, tenho me restringido a uma mochila pequena e a bolsa, e levo ambas sempre junto comigo, sem me preocupar em despachar bagagens.

É bacana analisar seus itens de sobrevivência, o que não pode faltar na sua necessaire e escolher de 2 a 3 looks, dependendo do motivo da viagem e eventos que irá participar. São escolhas totalmente pessoais e variáveis, acho que só se torna expert quem viaja bastante mesmo.


Esta é minha sugestão de lista básica, para viagem rápida de 2 dias, que irá se adaptando...

BOLSA

  1. Documentos
  2. Carteira com cartões e dinheiro
  3. Celular (Smartphone)
  4. Necessaire 1: carregador de celular - fone de ouvido
  5. Necessaire 2: lenços de papel - absorvente - remédios para resfriado e dor de cabeça - creme para as mãos - batom - perfume
  6. Barra de cereal e Trident
  7. Bloco de anotações e caneta
  8. Cartões de visita
  9. Óculos de sol
  10. Revista ou livro (só 1!)
  11. Notebook, mouse, mouse pad e fios

MOCHILA

Necessaire 1
  1. Xampu
  2. Sabonete
  3. Óleo ou hidratante
  4. Desodorante
  5. Fixador ou pasta modeladora
  6. Cotonetes
  7. Escova e creme dental
  8. Absorventes
  9. Escova de cabelo
  10. Acessórios: Brincos e Colar 

Necessaire 2:
  • Maquiagem: batom, lápis rímel, corretivo, base, sombra, lenços demaquilantes.

Look 1 - se fizer calor
  • Vestido preto
  • Casaquinho branco
  • Cinto (vou usar na viagem)

Look 2 - se fizer calor
  • Calça social, legging e/ou jeans
  • Camisa, blusa ou babylook
  • Blazer (se for usar traje social)
  • Sapato (se for usar traje social) e/ou sapatilha

Look 3 - se fizer frio
  • Camiseta ml ou blusa
  • Casaco
  • 1 par de meias (social e esportiva)
  • Acessórios - Lenço

Look de Viagem
  • Calça social, legging e/ou jeans
  • Babylook ou blusa
  • Camisa jeans (curinga!)
  • Sapatilha e/ou bota
  • Meia esportiva (se usar bota)
  • Acessórios - Cinto, Colar, Brinco

Nos compartimentos extras da mochila:
  • 2 calcinhas
  • Camisola manga longa e/ou pijama
  • Chinelo

Percebam que a tag deste post traz a palavra Lazer, pois mesmo sendo a trabalho, a viagem em si é pura diversão, ou não? Encaro desta forma, viajar é muito gostoso, só que voltar pra casa é muito melhor!

22 de junho de 2015

Atitude # 16 - Cuide de você.



Atitude # 16 - Cuide de você.


Cheryl sugere muito o cuidado pessoal, ter um tempo para si mesmo, para recarregar as energias e cuidar da mente, do corpo, do espírito. Como ela escreve "a caixa de entrada da vida nunca se esvazia! " E é bem assim mesmo, então, o jeito é aprender a parar, olhar e ouvir.

Exatamente nos momentos de maior pressão, no auge do estresse, que precisamos parar o que estamos fazendo, olhar nossas prioridades e ouvir o nosso próprio corpo.

Cuidamos tanto das necessidades dos outros, marido, filhos, animal de estimação, pais, amigos, chefe, e quem cuida de nós? Sem dúvida para cuidarmos bem do próximo, temos de estar bem de bem conosco mesmo em primeiríssimo lugar.

Por isso, seja que tipo de cuidado pessoal você curta, de ir na academia, praticar algum esporte, passar horas no salão de beleza, ou ter momentos de introspecção em casa, encontre a sua melhor alternativa e cuide-se!

19 de junho de 2015

Meus objetos organizadores favoritos!

Os fornecedores de produtos organizadores são a tentação num evento como o Personal Organizer Brasil, não tem como voltar pra casa sem comprar alguma coisinha interessante. Quem ama organizar, ama produtos organizadores! Rolou muita coisa legal por lá.

Fui decidida a não comprar nadica de nada, mas não resisti. Porta-trecos e dois expositores cristal e fumê (não havia dois da mesma cor) cairão como uma luva num projeto que estou planejando aqui em casa e o porta-trecos vermelho para dar um up na mesa de trabalho. Itens grandes não acho legal ficar carregando a tiracolo por aí... mentira, se pudesse teria comprado as caixinhas do mostruário. E as pastas também. E o arquivo...

Se esperava encontrar mais coisinhas interessantes para casa, decepcionarei você neste post. Dependendo do ponto de vista, pois muitos destes produtos são bastante versáteis, como as caixas e os porta revistas, da marca Dello. Eu amo papelaria, livraria, e essas seções de coisinhas para home office e/ou escritório, como as Soluções 3M nas marcas Post-it, Scotch e Command. Então, chega de papo e vejam meus clicks!   

Dá pra organizar a papelada na mesa de trabalho em pastas coloridas, para facilitar ainda mais!

Mais uma opção de arquivo, já com as etiquetas prontas!

Bandejas são sempre bem vindas, como caixas de entrada, saída ou itens para ação/delegar/em andamento/etc e tal.


Itens que eu trouxe para casa, entre comprinhas e brindes!

Agora uma com os expositores também!

Amei estas caixinhas!

Mais caixas, olha que dez estas pretas, podem dar um toque elegante ao escritório!

Vista Geral do Espaço da Dello na Expo

Estas pastas dispensam comentários, super quero!
 
Quem chegou primeiro levou! Super 10 estes suportes para organizar!

17 de junho de 2015

Como foi a 2ª Conferência de Profissionais de Organização e Produtividade?

A 2ª Conferência de Profissionais de Organização e Produtividade foi algo tão marcante e rende tanto assunto que não consigo fazer um único post e dizer, isto foi a "Personal Organizer Brasil 2015". Assim, você verá respingos em muitos posts daqui pra frente, em assuntos que me despertaram para refletir e agir. Só o começo, com o "Relatos de uma viagem super organizada", já extrapolei mais do que o normal, no entanto se fosse tirar alguma coisa, ficaria faltando algo.

Como ouvi de muitas Organizers, esse é o tipo de evento que você ouve tanta coisa que já sabia, só que tudo o que precisa para reforçar, relembrar e seguir para frente mais confiante. Todos profissionais tem seus congressos, seus momentos, seus simpósios, suas conferências. Precisamos estar ligados com as novas tendências, vislumbramos o que virá, cultivar o networking como todos profissionais o fazem. Estes momentos são únicos, e ficam mais completos por causa disso, dessa troca que por mais que hoje aconteça virtualmente o tempo todo, não substitui o pessoal. Deveríamos reunir o maior número possível de Personal Organizers, pena que nem sempre é possível. Da 1ª Conferência que aconteceu em 2014, para esta segunda, praticamente dobrou o número de participantes, passando de 600! Provavelmente este número só tende a crescer.

Na lista de palestrantes do evento presencial estavam: Helena Alkhas, Micaela Goes, Christian Barbosa, Conrado Adolpho e Malu Monteiro, basta clicar nos links para conhecer mais sobre o trabalho de cada um deles. Especialistas em suas áreas, promoveram profundas reflexões. Além disso, teve também o Painel Pergunte ao Organizer e foram apresentados diferentes histórias de Personal Organizers em Cases de Sucesso.

Foi muito legal, já disse isso mil vezes, só que tive duas frustrações. A primeira foi de não ter encontrado no evento a Thais Godinho, minha Personal Organizer inspiradora master top dez. Feliz por ela estar realizando seus sonhos, mas triste por não ter tido a oportunidade de vê-la e falar com ela pessoalmente. Só que nem nas palestras virtuais irei ouvi-la, me decepcionei nesse sentido. Para mim, ela é a top 10 das blogueiras de organização, e deveria estar no rol de palestrantes. Ou alguém ainda não ouviu falar no Vida Organizada? Bem, mas de qualquer forma, paciência.

A segunda frustração foi de não ter sido dada a oportunidade de palavra para a ANPOP - Associação Nacional de Profissionais de Organização e Produtividade, e esta acredito que não tenha sido somente minha. Esperava no mínimo um pronunciamento, algo do tipo:

Se você é Personal Organizer, apaixonada por organização, atuante ou não, com ideias mirabolantes ou mais centradas e normais, fique atento a essas dicas:
  • não deixe de conhecer a ANPOP, se associar, para fazer a profissão ser cada vez mais forte!
  • não perca mais nenhuma Conferência de Profissionais de Organização que acontecer, pois é tudo de bom, não dá pra descrever, só participando pra entender!

Passei pelo Stand da ANPOP, num intervalo quando estava mais "deserto", mas não deu pra tirar muitas dúvidas, pois a programação era intensa, e logo já era horário de outra palestra. Importante ressaltar que nem tudo é perfeito, e sempre há oportunidades de melhoria. Senti falta também de uma avaliação pós evento, gente da qualidade tem dessas coisas... ou será que estou desatualizada, e os depoimentos acontecem agora nos grupos das redes sociais?

No mais, a organização foi impecável. O melhor de tudo ainda não contei, é que neste ano, existe o EOD - Espaço Organizer Digital, onde poderemos assistir 20 workshops adicionais, além das palestras gravadas do evento, entrevistas, galeria de fotos, e o conteúdo gravado de tudo o que rolou  na 1ª Conferência em 2014, para quem não conseguiu participar. O aprendizado continua, que venham as próximas!

Alguns dos meus Flashes... produtos organizadores virão num post especial!





Com Rafaela Oliveira e Sandra Zini
  
Com Carol e Bruna

Com Aracy e Sandra
Com Helena Alkhas


Com Conrado Adolpho

Com Christian Barbosa




Micaela Goes


15 de junho de 2015

Relatos de uma viagem super organizada

Você cria grandes expectativas com relação a seus sonhos prestes a se realizarem, sonha alto, como deve ser. Perde noites de sono, fica em estado permanente de euforia. Sente-se perdidamente apaixonada por você, sua vida, suas escolhas. Acha que está no comando, que a força do pensamento positivo, do otimismo, te levará ao seu céu azul. Você até já se sente realizando o que espera, já imagina como será profunda está transformação. Você está perdidamente envolvida.

Vence aos poucos cada obstáculo, rumo a seu alvo. Sem pisar ou deixar ele para trás, porque sonho deve estar na sua frente, um pouco distante, mas real, não no nível do chão, mas nas alturas. Só que quando tudo parece estar tão perfeitamente organizado e os acontecimentos se encaixando, você ouve na sala de embarque do aeroporto: "seu voo está cancelado". Agora o jeito é pegar o carro, voltar pra casa e participar da conferência somente virtualmente. Voo perdido, reservas de hotel perdidas, check in online que em vez de facilitar o processo, só foi para facilitar o pagamento de multas. Parece o fim do mundo, mas é assim que nos sentimos quando nossas expectativas são jogadas no fundo do mar, do rio, ou do lago. A tristeza toma o lugar da alegria. Profundamente frustrada me pergunto "Como lidar com frustrações?".

Graças a providência divina, Deus colocou no meu caminho mais uma, corrigindo, 3 mulheres entusiastas, que não se deixam abater na primeira nuvem ou neblina forte, que impediu a descida do avião em Cascavel/PR. A primeira vista parecia que aquele não era o melhor momento para nos conhecemos, não naquelas condições, putz, quanta frustração, e agora, o que faremos? Vamos de ônibus. Os 3 celulares movendo céus e terra, atrás de horários de partida das linhas de ônibus, analisando o horário de chegada em nosso destino, SP. O tempo passando, chegaremos atrasadas, sem "make" alguma, com cara de noite mal dormida. Gente, que desespero. Estava resolvida já, de ônibus não iria, que possibilidade maluca, iria gastar mais do que de avião, e não seria nada produtivo o dia seguinte.

O tempo passando, e finalmente as atendentes começaram a nos chamar para avaliar o que seria feito. Parece que o mundo era nós 4 e nossa viagem que não poderia não sair, sem nos darmos conta de que mais pessoas estavam na mesma situação, aguardando pacientemente o que seria resolvido. Em resumo, depois do cancelamento do voo fomos de ônibus até Maringá e de lá pegamos o voo para SP. A previsão de chegada era 18h, no entanto pousamos no aeroporto de Guarulhos meia noite. 

A alegria era contagiante, e desde que recebemos a notícia de que sim, iríamos seguir viagem, não paramos de conversar mais, até cada uma tomar o seu destino. Sandra e eu já nos conhecemos antes da viagem no grupo do evento do facebook, trocamos telefones, ela me deu as dicas de como chegar no aeroporto de Cascavel, que é bem mais perto daqui do que de Foz do Iguaçu, apesar de lá ser mais difícil passar por estes percalços de o voo não sair. Enfim, o barato poderia ter saído caro, mas no nosso caso, só foi mais angustiante e cansativo.

A viagem acabou sendo um sucesso, como a 2ª Conferência Internacional de Profissionais de Organização, cheia de grandes emoções. Pensa numa enorme galera apaixonada pela mesma coisa que você, como não ser algo eletrizante, sensacional, contagiante? Tietagem do começo ao final, muitos clicks, ouvidos atentos, línguas afiadas e afinadas na mesma linguagem: organização. Até os comediantes se saíram bem, mesmo não sendo da área. Produtos organizadores, a tentação do personal organizer, acho que ninguém saiu sem comprar alguma coisa, será? Assim se passou o excelente dia de sábado, repleto de informações para serem processadas, organizadas, refletidas e cada uma encaixada no seu contexto profissional.

Pulando a parte da noite, onde nos desencontramos e cada uma tem suas próprias histórias pra contar, pois algumas ainda tiveram pique para papear mais até tarde, na manhã seguinte era hora de voltar. Maravilha, super organizadas, com o mesmo volume de malas que viemos, mesmo com as novidades da conferência, o táxi nos levou ao aeroporto. Perfeito. Chegando lá 11h30min, organizamos o check-in, e pensei, iríamos para a sala de embarque aguardar, estava com note, celular, livro, tudo a mão para passar bem o tempo. Que nada, elas inventaram de ir para o outro lado do aeroporto, fazer mais comprinhas. O voo partiria as 13h30min, mas o embarque se iniciaria às 12h50min. Resolvi não participar do último passeio, e na maior boa vontade resolvi ficar com as bagagens de mão de todas, porque ficaria ali sentada mesmo, esperando, até elas chegarem.

Oops, em questão de segundos me flagrei do que aprontamos. Oops! Sem liberdade nenhuma. Oops! Na sala de embarque não da pra ir de carrinho. Oops! Passar todas as bagagens demão na esteira. Oops! Sem lanchinho, sem ida ao banheiro, sem água. Oops! Que cilada me meti. Oops! Vamos esperar elas voltarem para entramos todas juntas. Sentei ali perto da entrada, e quando eram 12h30min comecei a guardar o note e a me preparar para começar a ficar nervosa. 

Quando vi eram 12h56min e nada delas. Me fui com todas aquelas coisas penduradas, meio que pagando mico, dizendo "minhas amigas me deixaram na mão, foram dar uma saída antes do voo e ainda não apareceram". Edel, ninguém está interessada em explicação nenhuma, hmm... Elas vão perder o voo. Graças a Deus uma alma caridosa me ajudou com a bagagem de uma delas, e eu fiquei com as piores, mas na subida da escada tive de passar mais uma mochila para o educado senhor prestativo, e subi com as demais, senão acho que não tombaria. 

Dentro do avião, tudo acomodado, vieram as 3 correndo, desesperadas. Embarcaram, falavam as três ao mesmo tempo, nada nervosas, só por pouco não perderiam o avião. Só tenho duas coisas pra dizer: "Desculpe e obrigada!!!", lembro que uma delas exclamou. "Cadê meu celular, ficou na caixa da esteira, moça liga pra lá, não posso perder meu celular". Procura na bolsa e encontra o bendito. Ufa, agora aos poucos a tremedeira vai passando. Com essa galera é só altas emoções, alto nível, enfim, organização total. Ah, tudo bem, amiga é pra essas coisas, não é? Ok, é uma lição para não ter próxima vez. Pra finalizar: tudo acaba bem, e se não acabou bem, é porque ainda não chegou o final. Agora se explica minha dor no braço esquerdo, mas faz parte. Preciso usar a mala não a mochila da outra vez, chega de superação em itens para viagem.

Foi uma experiência maravilhosa conhecer gente aqui de tão pertinho, do interior do Paraná também apaixonada por organização, a Sandra que começou há pouco tempo com a SZOrganizer, e a Carol e Bruna há 6 anos na estrada com a Tokdom, todas com a mesma empolgação, como crianças indo conhecer a Disney, mais ou menos assim. Como conversamos, temos de nos ver como parceiras e não como concorrentes, pois é realmente o que somos. Tem lugar pra todo mundo, basta que cada uma encontre o seu espaço e saiba explorar diferentes oportunidades pelo caminho. Bem, está na hora de encerrar, pois se começar a narrar tudo o que conversamos... 

Bruna, Carol, Aracy, Sandra e eu, no início da Conferência

Atitude # 15 - Dê férias a sua cabeça!



Atitude # 15 - Dê férias a sua cabeça!


Você já deve ter ouvido falar que o cérebro humano tem dois modos básicos de operação: o analítico/reflexivo - racional - aquele que memoriza, analisa, aprende coisas e o relaxado/intuitivo - criativo - aquele que nos permite ficar tranquilos em meio ao caos, onde deixamos de pensar, pensar, pensar; as ideias fluem, vão e vem, sem pressão; vivenciamos as situações reais e observamos atentos o que está acontecendo a nossa volta. É quando não vivemos no piloto automático, e estamos ali, presentes. 

Se você é como a maioria das pessoas, foca demais no lado racional, tentando entender as coisas, forçando respostas, mesmo tendo experimentado que elas só vem quando você não esta esperando nem forçando a barra com o seu cérebro. Tem seus momentos de inspiração, onde se houvesse um velocímetro ele apontaria 160km/hora, produtividade a mil, só que chega um momento que ele resolve "pifar, parar de funcionar".

Por isso, às vezes é melhor deixá-lo descansar um pouco. Vale se conhecer e perceber quando é hora de acionar o lado analítico, e quando precisamos dar uma folga pra ele. Deixe as perguntas sem respostas, questione, e tenha certeza de que as melhores ideias vem quando estamos no modo intuitivo de operação. Então anote tudo, para não esquecer nada e processar/organizar as informações depois.

12 de junho de 2015

Parede de tijolo a vista na decoração

Amo decoração rústica, então na minha lista deve estar a tal parede de tijolo a vista, claro! A notícia boa é que a gente pode ter uma parede dessas no estilo "faz de conta", por um valor bem baratinho, e que ninguém vai notar que não é de verdade: com papel de parede! Clique aqui para conferir onde você pode encontrá-lo! Inspire-se com estes ambientes, se também fizer seu estilo!

No quarto, uma tinta branca neles para suavizar o ambiente!

Lindo o detalhe do tijolinho neste canto da sala!
 
No banheiro também?! Pode tudo...

Na cozinha com branco é sempre uma graça!

Não poderia perder uma cozinha com prateleiras...

Destaque especial na parede

Na sala, como pano de fundo ao colorido dos objetos e neutro do mobiliário

10 de junho de 2015

Resenha do livro Vida Organizada


O primeiro livro que me dispus a resenhar oficialmente aqui no blog é o Vida Organizada, da escritora, palestrante e blogueira Thais Godinho. Não só para valorizar os escritores brasileiros da área de organização, já que a maioria são americanos, mas para incentivar você a começar por um dos melhores e mais autênticos livros que já foram escritos sobre o tema. Talvez seja tão bom, porque existe um algo a mais do que aquele tradicional foco na organização de espaços por trás dele: o método ideal para a organização das tarefas, rotinas e informações. Algo que motiva uma organização permanente, um começo sem fim, até que enfim, um possível começo continuado!

Geralmente os livros de organização despertam uma vontade de ação, de colocar a mão na massa, de fazer acontecer, mudar e transformar! Se ele vem permeado com um método de organização e produtividade como o GTD, bem, aí você pode ter duas reações: ame-o (tente fazer) ou deixe-o (ache algo muito difícil). Não tem como não amar algo que dá certo e funciona, que faz a diferença, tem? Então, escolhi a primeira opção. Não são necessárias mais evidências para comprovar que realmente funciona. A autora é a prova disso.

Vida organizada traz o que você deseja para perto de você, em primeiro lugar te fazendo repensar, organizar "as ideias", para então você traduzir seus sonhos em realidade, e fazer algo já hoje, no seu dia a dia, para alcançá-los no tempo certo, trabalhando com prioridades e objetivos.

Além disso ele não dá soluções mágicas, te aponta caminhos para organizar o que parece mais difícil: as informações e o trabalho que temos para fazer, e a casa se inclui neste item trabalho, ou alguém ainda acha que gerenciar a casa e suas rotinas é moleza?

A autora defende um viver baseado em seus valores, com coerência de pensamentos e atitudes. Tudo o que você faz, ao menos aquilo que se planeja fazer que esteja de acordo com o que você quer, com o que acredita. Porque o que você tem na sua vida é resultado daquilo que faz. Entendamos assim que uma vida organizada é uma vida alinhada, coerente, com sentido, com propósitos bem claros e definidos.

Além de mexer com os desanimados e depressivos de plantão, que se lamentam por não terem sorte ou talento pra coisa (como se o sol não brilhasse para todos), com essa mensagem "levanta aí dessa cadeira e faça alguma coisa por você", o livro traz um mix de dicas legais que a blogueira Thais Godinho já comentou no decorrer de tantos anos no seu blog Vida Organizada. Só que agora atualizados e compilados em formato impresso, de maneira concisa, prática e objetiva, para facilitar ainda mais a sua implementação, especialmente para tantas pessoas que ainda estão naquele dilema "preciso me organizar, mas como?". Todos precisamos, sempre, essa é uma das coisas boas da vida! 

Confira mais informações sobre o livro aqui.

8 de junho de 2015

Atitude # 14 - Divirta-se!



Atitude # 14 - Divirta-se!


Você leva a vida muito a sério, mergulha de cabeça nos seus projetos e esquece de dar uma pausa para relaxar e se divertir? Acontece, normal. Só que vale lembrar que para vivermos com qualidade de vida é importante incluir uma dose de diversão no dia a dia, fazer algo fora do comum, sair da rotina, ter alguns momentos de lazer durante a semana.

Se você está tão sem inspiração que não sabe o que poderia fazer para se divertir, pergunte a uma criança (seu filho, sobrinho, afilhado) o que ela gosta de fazer para se divertir. Suas respostas poderão te ajudar a definir a sua lista de "coisas que eu gosto de fazer para me divertir". Talvez esteja vinculado a um hobby, passear com os filhos, caminhar na praia, andar de bike, assistir um filme, cozinhar, cuidar do jardim, sair para dançar, jantar fora, sei lá, cada um com suas preferências. O que você faz para se divertir?

5 de junho de 2015

Dica de Presente nº4: Projeto de Decoração

Hoje irei comentar sobre o presente que faltava na lista dos 4 mais diferentes que sugeri neste post: o Projeto de Decoração. Já conheci diversos sites na internet que oferecem este serviço online, eu mesma já pensei em criar algo neste sentido, mas resolvi ficar no meu cantinho da organização, e deixar o Design de Interiores para quem tem mais experiência e conhecimento no assunto. Enfim, o que mais me chamou a atenção foi este, que apresentarei a seguir.

"Acredito na popularização do Design, na força do "Faça Você Mesmo", nas vontades e sonhos do ser humano e no poderoso amor que transborda e invade todos os cantos de um lar." 

Com esta mensagem a Erika Karpuk, designer de interiores há 18 anos, saúda os visitantes em seu espaço virtual www.erikakarpuk.com. Além do Projeto de Decoração Online que iremos focar neste post, no site e na loja há mais informações legais, inclusive um serviço de consultoria no local, mas só para São Paulo e região, você já conhecia? 

Agora chega de blá, blá, blá, e vamos ao que interessa...



 

Projeto de Decoração Online


TE: O que é e como funciona o projeto de decoração online? Quais os benefícios de contratar um projeto de decoração online?


Erika Karpuk: O projeto online foi criado para dar possibilidade à qualquer pessoa contratar um designer de interiores, até então, considerado um serviço de “elite”. O sistema tradicional, em que a maioria dos profissionais trabalham, é encarecido pelo tempo calculado para acompanhar todo o processo. No meu sistema de projeto online, o custo é mais barato do que o tradicional, porque é o cliente que envia as medidas e fotos, não existe visita no local nem acompanhamento de obra. Todo o projeto é entregue de forma que o cliente possa executar dentro das suas possibilidades e seu tempo.

 

TE: Quais os tipos de projeto que o Estúdio Dekor oferece?


Erika Karpuk: Eu tenho uma loja virtual, onde o projeto pode ser contratado de forma individual por ambiente. Os projetos podem ser residenciais e comerciais.

 

TE: Como é calculado o valor do projeto? Quanto em média, custa um projeto de decoração online? É segura a transação financeira? Que garantias posso ter da entrega do projeto?

 


Erika Karpuk: Os valores são individuais por ambiente. Os custos variam de R$ 1.050,00 à R$ 5.600,00. A transação financeira é segura, pois é feita através do site PagSeguro. O cliente recebe um contrato formal após a concretização da compra, onde são descritos todos os prazos e salvaguardas. Então é uma contratação de um serviço como qualquer outro. A diferença é a transição que é online. A segurança é que mais exposto que um serviço on-line não existe. Eu estou em todas as redes sociais, minha imagem está atrelada ao meu trabalho. A internet não esconde nada, e graças a Deus só tenho uma coleção de elogios aos meus projetos e minha reputação profissional não poderia ser melhor.

 

TE: Porque ou em que casos eu deveria presentear com um projeto de decoração online?


Erika Karpuk: Existem muitas situações para presentear com um projeto de decoração, sendo on-line ou não. Todo mundo precisa de uma ajuda na decoração em algum lugar da casa, só que muita gente desconhece os benefícios que um projeto de design pode fazer dentro de um lar! Então, é um presente inusitado, mas que o resultado final é surpreendente! 


Ah...acabou. Espero que ela tope voltar aqui para contar mais coisas legais pra gente, pois sua filosofia com relação ao Design de Interiores é muito semelhante a minha. Qualquer dúvida com relação ao Projeto de Decoração Online, que não esteja respondido aqui, ou no site, entre em contato com ela! Como a Erika mesmo falou, está tudo muito às claras na Internet, só pesquisar e ver que é algo super confiável e normal nos nossos dias. Não sejam receosos de utilizar estes serviços "modernos", eles existem para facilitar a nossa vida!

3 de junho de 2015

O trabalho para mim é... por Paulo Brum

Conforme anunciado em O trabalho para mim é # diferentes profissionais e conceitos, cada mês irei trazer um bate papo para o blog com questionamentos relacionados a trabalho. O post é totalmente esclarecedor, então, na dúvida, volte lá para entender a sequencia dos post desta categoria.



O motivo


Quando os sonhos eram maiores do que os obstáculos, há uns 15 anos atrás, a única certeza que tinha na vida profissional era meu desejo de trabalhar com música. Hoje, melhor do que naquela época, percebo que dentre as tantas maravilhas que ela nos proporciona, a mais significativa de todas é o poder que tem de nos sensibilizar e aproximar de Deus. Então, fizesse o que fizesse na minha vida relacionado a música, tivesse o trabalho que fosse, algo que nunca poderia deixar de lado era usar este meu dom para levar sua mensagem. Vejo o maestro Paulo Brum fazendo isso desde aquela época, de muitas e belas maneiras. Aprecio suas composições, seus arranjos, seus grupos musicais, bandas, quartetos, orquestras, e tudo o que tive oportunidade de ter contato, desde meus tempos de juventude. Admiro o seu estilo de música sacra contemporânea, que imprime em todos os projetos musicais com os quais está comprometido. É meu modelo de líder de louvor, se fosse criança diria "quando eu crescer quero ser como ele".

 

O trabalho para mim é... por Paulo Brum


 

Nome: Paulo Brum (Nome completo: Paulo César Fernandes Brum)

Profissão: Capelão de Música da ULBRA (ou Mestre de Capela da ULBRA)

Local onde vive (cidade/estado): Canoas/RS


 

1. O que o trabalho significa para você?


Fazer o necessário com prazer. Dentro do necessário tem coisas que são extremamente importantes para o funcionamento de programas e projetos porém não prazeirosas, mas necessárias. Dentro deste necessário, existe momentos prazeirozos e motivantes os quais me impulsionam gostar de trabalhar servindo a Deus e ao próximo através dos meus dons, competências, conhecimento e experiências.


2. Conte, resumidamente, quais atividades você desenvolve no seu trabalho.


Como Capelão de Música ou Mestre de Capela da ULBRA atuo como pastor, maestro, professor universitário e diretor de programas e projetos confessionais, educacionais, culturais, humanitários e sacros.


3. Você sempre trabalhou nessa área? Foi algo planejado, aprendido e treinado ou seus dons/vocação o direcionaram a esta atividade?


Sim. Sempre trabalhei nas áreas teológica/musical/cultural/educacional e, com o passar dos anos, tem sido agregativo em termos de amplitude de ações e profundidade de compreensão. Não foi algo planejado, eu tinha um "norte", um "contexto diversificado" e muitas "oportunidades" aqui na Universidade Luterana do Brasil que, no decorrer dos anos, tentei aproveitar. Sensibilidade para perceber contextos e tendências, capacitação e treinamento constante e interação com pessoas, culturas e situações direcionam para rentabilizar as competências, conhecimento e dons pessoais no uso vocacional.


4. Seu casamento com sua profissão atual sempre estiveram bem? Houve algum desejo de "chutar o balde"? Se sim, o que te motivou a continuar?


Nem sempre. Costumo dizer que nesta relação "eu/profissão" a gente sempre anda "em cima do telhado", ora pendendo mais para um lado e ora pendendo mais para o outro, conforme as alegrias e tristezas vivenciadas pelo caminho. O que motiva a continuar, em primeiro lugar, é Deus que foca no propósito. Em segundo lugar, a motivação vem do processo de aprendizado nas interações dos projetos, programas, eventos e cultos bem como as inúmeras alegrias e emoções vivenciadas, que são infinitamente maiores do que as tristezas. Dificuldades todos temos... mas a vida está me ensinando que é importante focarmos nas oportunidades e alegrias independente das dificuldades. São as oportunidades e alegrias que nos impulsionam para frente.


5. Você considera a organização importante na sua vida e no seu trabalho? Porquê?


Entendo que é primordial. Organização e planejamento são fundamentais para a atuação, condução de equipes, família e demais contextos. Disciplina é algo que procuro desenvolver sempre para levar a vida, ministério, profissão e família de uma maneira equilibrada e sadia. Com disciplina é possível conduzir e avançar com mais tranquilidade e segurança para todos os envolvidos sem muitos atropelos e angústias. Nesse sentido, quando surge o imprevisto que sempre acontece, as coisas estão mais sob controle facilitando a administração do imprevisto. Não é fácil, mas disciplina, planejamento e organização sempre é um alvo a ser perseguido.


6. Como você se organiza no trabalho? Utiliza recursos físicos ou tecnologia? Especifique.


Planejamento anual, mensal e semanal através da agenda eletrônica e planilhas baseados em combinações com a equipe da Pastoral e calendário acadêmico da ULBRA. Começo a semana olhando para a agenda, e diariamente escrevo em um papel as tarefas (pessoais, familiares, pastorais, acadêmicas, programas, projetos e ações) que necessito priorizar no dia tendo em vista as programações da semana e mês. Os imprevistos são encaixados mas resolvidos com uma certa tranquilidade.


7. Onde podemos encontrar mais informações sobre você e seu trabalho? (rede social/contato)

Sugestão de Blogs para mais informações, dados e fotos:

www.paulobrum.blogspot.com

www.paulobrumorganista.blogspot.com

www.orquestrasacra.blogspot.com

www.vocalcarpediem.blogspot.com

www.corosacro.blogspot.com

www.coroescola.blogspot.com

www.bandasons.blogspot.com

www.missaoguajuviras.blogspot.com

Facebook:

Paulo Brum

Paulo Cesar Fernandes Brum

Projeto Líder de Louvor

Cultos Toque de Vida

Banda Mais Viver

Coro da CELCF

 

8. Tem algo a acrescentar, que não tenha sido questionado, mas que possa ter lembrado durante essa breve reflexão sobre seu trabalho e/ou alguma mensagem final?


Dentro de uma visão humanista, a vida é um constante ENCONTRAR, DESENCONTRAR e REENCONTRAR pessoas, contextos, culturas e situações. Oro para que Deus me dê sempre sensibilidade para perceber o momento certo de decidir e a oportunidade certa para agir com sabedoria, amor, fé e qualidade.

Na visão da fé cristã, menciono o texto de Provérbios 16.9 "O coração do homem traça o seu caminho, mas o SENHOR lhe dirige os passos", ou seja, trabalhe com qualidade, amor e vontade, mas sabendo que o SENHOR Deus, com ou sem os seus esforços, caminhou e ajudou sempre nesta trajetória. Soli Deo Glória!

1 de junho de 2015

Atitude # 13 - Faça seu dinheiro trabalhar para você.




Atitude # 13 - Faça seu dinheiro trabalhar para você.


Como criar uma mentalidade inteligente e saudável sobre dinheiro? Deveríamos ter aprendido a lidar com dinheiro desde pequenos, assim como aprendemos a ler, escrever, contar, pensar... se assim fosse não mergulharíamos no decorrer da vida em tantos problemas de ordem financeira, muitos deles por desconhecimento ou crenças negativas e erradas com relação a ele. Saber, fazer, gastar, poupar, investir e saber doar são ações que deveríamos ter com relação ao dinheiro. No entanto, tendo ou não aprendido esta base da Educação Financeira, sempre é tempo de refletir sobre, para termos mais qualidade de vida, também nesta importante e decisiva área.

Melhorar a saúde financeira começa com o desafio de equilibrar receitas e despesas, pagar dívidas e economizar dinheiro regularmente. Depois deste tripé básico em ordem, é hora de analisar se o dinheiro está trabalhando a nosso favor, e o que precisamos fazer para investir de forma séria, sábia e mais consciente na nossa liberdade financeira. Mas o que fazer na prática? Seguem cinco dicas para dar um start, um norte, sabendo que cada situação é única e particular, e ninguém melhor do que você mesmo para avaliar a que distância está deste ideal, talvez mais adiante, talvez distante...

  1. Aprenda mais sobre dinheiro. Leia o livro Pai Rico Pai Pobre, de Robert Kiyosaki, para aprender a lidar com o dinheiro, acumular ativos, e se beneficiar do juro composto. 
  2. Peça ajuda a um amigo ou profissional especializado na área financeira. Informe-se!
  3. Corte despesas, comece a economizar hoje, decida um valor para investir e faça isso!
  4. Tire seu dinheiro da poupança e transfira-o para um investimento melhor.
  5. Invista num plano de previdência privada.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

GOSTOU DESTE CONTEÚDO? COMPARTILHE!