TRAILER TRANSFORMANDO ESPAÇOS | dicas de organização, decoração e produtividade!

29 de maio de 2015

10 dicas para organizar a garagem

Planejei para este ano mostrar um pouco como organizei aqui em casa os novos "depósitos do lar", pois agora eles estão mais espalhados: contamos com prateleiras na garagem, um big armário na lavanderia e ainda um galpão lá no quintal. Assim deu para distribuir as áreas de armazenagem de maneira bem mais organizada, não misturando tudo, como era antes, quando não tínhamos muito espaço disponível.

Apesar de estar tudo bem organizado, avaliei que ainda não é momento de fazer um post especial aqui no blog, pois quero dar um toque final nos ambientes. Só que esse toque talvez custe um pouquinho de tempo e $$$, então ficará na nossa lista "algum dia/talvez", assim que o projeto vier a tona, mostrarei o resultado por aqui!

Enquanto que o projeto de upgrade nos depósitos do lar fica "engavetado", vamos nos inspirar com algumas dicas e ideias do Pinterest...

DICA 1 - Caixa Organizadora para ração dos animais de estimação

DICA 1 - Caixa Organizadora para ração dos animais de estimação

DICA 2 - Baldes sempre ficam legais para organizar miudezas

DICA 2 - Baldes sempre ficam legais para organizar miudezas

DICA 3 - Suportes com canos de PVC apoiam utensílios de jardinagem

DICA 3 - Suportes com canos de PVC apoiam utensílios de jardinagem

 DICA 4 - Engenhoca de madeira para utensílios de jardinagem

  DICA 4 - Engenhoca de madeira para utensílios de jardinagem

 DICA 5 - MIX nota 10: Caixas Organizadoras, painel para ferramentas, suportes para bikes, prateleiras...

 DICA 5 - MIX nota 10: Caixas Organizadoras, painel para ferramentas, suportes para bikes, prateleiras...

 DICA 6 - Vidros com  imã para guardar miudezas

 DICA 6 - Vidros com imã para guardar miudezas

 DICA 7 - Vista de porta com suportes para diversos utensílios (essa eu amei!)

DICA 8 - Suporte para bike

DICA 8 - Suporte para bike

DICA 8 - Suporte para bike

DICA 9 - Organizador de Madeira para deixar tudo no lugar

DICA 9 - Organizador de Madeira para deixar tudo no lugar

DICA 10 - Bancada de trabalho, com caixas organizadoras de madeira e mural de ferramentas

DICA 10 - Bancada de trabalho, com caixas organizadoras de madeira e mural de ferramentas

E aí, qual dica você mais gostou?! Conta pra mim! E aproveita para seguir o painel que criei lá no Pinterest!


27 de maio de 2015

O trabalho para mim é... # diferentes profissionais e conceitos

Hoje quero contar uma novidade muito legal para vocês, que me deixou muito animada e feliz! Um projeto interessante que brotou das minhas reflexões sobre trabalho, no início do mês, e que hoje esclareço um pouco melhor, de maneira organizada, antecipando o que teremos a partir de junho, durante 10 meses, se tudo ocorrer conforme o planejado.

Em primeiro lugar, o nome deste blog Transformando Espaços, é bastante abrangente, e leia-se nas entrelinhas Transformando Espaços 'com Organização e Design de Interiores'. O objetivo é disseminar conteúdos relevantes sobre organização pessoal, de tarefas e espaços, com soluções para a vida, a casa e o trabalho. No entanto, existe uma categoria aqui chamada Assuntos Afins, onde gosto de viajar um pouco, sair do padrão "como organizar", "ideias para organizar", "soluções para decorar", e trazer outros temas para cá, mesmo que no final das contas tudo tenha uma pitada de organização.


Continuando, sou uma curiosa, sempre quis ser muitas coisas, estudar muitas coisas, e como consequência ficar em dúvida em muitas coisas. Muitas pessoas como eu, pensam (ou já pensaram) que se trabalhassem em outra área seriam mais felizes. Almejam algo que não estão vivenciando, sem perceber que toda profissão tem seus pontos altos e baixos. Por isso reativarei a categoria entrevistas, para conhecer mais sobre profissões que admiro, e que tenham a ver com planos que tenho ou já tive em algum momento da minha vida. Encontrei referências pelo caminho, que me marcaram de alguma forma por algum motivo especial, e assim, tentarei trazer um pouco disso para o blog.

Assim, sondei alguns amigos da minha "toplist" e vocês não imaginam qual foi minha alegria ao receber a resposta deles, dizendo que topariam. O trabalho para mim é... # diferentes profissionais e conceitos, será uma proposta muito absurda, nada a ver? Acho que não, particularmente vou amar, por conhecer e ter a oportunidade de repartir um pouco do conhecimento e experiência dessas pessoas que admiro aqui no blog. Em resumo, esse bate-papo virtual irá trazer um pouco do que a pessoa faz, como se organiza e o porquê está incluso na minha lista de "referências". E se tudo acabar em pizza, que seja acompanhado de um bom vinho!

25 de maio de 2015

Atitude # 12 - Revise suas prioridades.


 

Atitude # 12 - Revise suas prioridades.


Prioridades mudam, por isso é importante estar atento a revisão delas, na periodicidade que melhor se adequar para cada um. A atitude desta semana implica em parar, descansar um pouco, avaliar tudo o que já foi sugerido até aqui nas semanas anteriores, especialmente para repensar na atitude#5 - defina prioridades.

Uma sugestão legal é separar as prioridades pessoais das profissionais, listar 5 de cada, e deixar sua lista top 10 de prioridades num lugar bem a vista. Se conseguiu concretizar a atitude#3 - tenha tempo para você, pode utilizar este tempo para refletir sobre. Um período de descanso, faz com que nos concentremos melhor neste olhar para dentro de nós mesmos e redescobrirmos as áreas nas quais queremos manter o foco (atitude#9).

22 de maio de 2015

10 mandamentos da organização segundo Marie Kondo

Compre aqui
Se você é ligada em assuntos relacionados a organização já deve ter ouvido falar na personal organizer japonesa Marie Kondo. Este mês ela foi alvo de reportagens na Folha de São Paulo, na Veja, e na roda de conversas das organizadoras profissionais, com certeza!

Arrependa-me ou não dessa intromissão sem licença, não poderia deixar de escrever sobre isso aqui no blog. Minha proposta nada ousada com este post é comparar os meus 10 mandamentos da organização com os 10 mandamentos da organização de Marie Kondo. Apenas os meus 6º 7º e 8º não consegui encaixar em nenhum da lista dela, pois se referem a gerenciamento de rotinas e tarefas.

Cada organizador tem uma visão de mundo diferente, de acordo com o lugar onde vive, sua cultura, seus costumes, seus conhecimentos específicos, e essa mistura toda gera novos olhares sobre o assunto. Confiram!

 

10 Mandamentos da Organização segundo Marie Kondo e as observações da Edel


1. Arrume tudo de uma vez: Livra-se de toda a bagunça quando iniciar a maratona de arrumação é essencial para evitar que tudo volte a fica desorganizado.

Edel: Meio confusa esta diretriz, quando pensamos em organização real, ela é prática e funcional quando se faz as coisas aos poucos, devagar e sempre. Bagunça sempre insistirá em aparecer, então, a manutenção é fundamental. Se livrar da bagunça envolve analisar, classificar os itens e então tomar providências com cada um deles. Para quem começa é interessante ter um cantinho da reflexão.

2. Antes de organizar, descarte: o primeiro passo é jogar fora tudo aquilo que não precisa. Só quando isso estiver feito a arrumação começa.

Edel: Meu mandamento nº1 Mantenha somente o essencial e necessário, tem como foco "Pratique o desapego". O descarte faz parte da classificação da bagunça. Antes dele vem a análise, o processo do desapego, para então se descartar propriamente. Nos mandamentos de Marie, ela repete sobre desapego no 2º, 4º, 5º e 6º mandamentos.

3. Separe por categorias, não por cômodos: Se você guardar objetos do mesmo tipo em lugares diferentes e arruma um cômodo de cada vez nunca terá uma dimensão da real quantidade de itens que possui.

Edel: Agrupe itens semelhantes, meu mandamento nº4, regra de ouro. Ter um plano bem definido de armazenagem considerando itens semelhantes é muito útil para manter a organização das coisas nos ambientes.

4. Comece por itens menos importantes: Objetos de valor sentimental ficam por último, pois são mais difíceis de descartar. A ordem sugerida é roupas, livros, papeladas, itens variados e itens de apego emocional (presentes e lembranças).

Edel: Esta é uma etapa que tem tudo a ver com o processo de desapego que resultará no descarte ou na doação de itens. O que já escrevi sobre desapego...

5. Jogue tudo que não lhe traz alegria: Na hora de decidir o que será descartado, é importante pegar cada objeto das mãos. Nesse processo, avalie se cada um deles traz alegria para a sua vida.

Edel: Idem comentário anterior, quando você desapega, você avalia o significado das coisas para sua vida. É importante? Porquê? Só uma forma diferente e romântica de falar a mesma coisa.

6. Agradeça: antes de descartar um item, agradeça a ele pelo papel cumprido em sua vida.

Edel: Sei lá, este é um mandamento meio sem sentido para mim, agradecer para coisas materiais. Às vezes deixamos de ser educados com as pessoas a nossa volta, de agradecer por tantas coisas, até com nosso Pai do Céu somos ingratos, que nos dá tudo que temos. Agradecer a objetos decorativos, bem, pra mim não é pertinente, entendo que esta seja uma das diferenças culturais que comentei no início.

7. Não há necessidade de itens especiais para organização: use gavetas e caixas já existentes no ambiente.

Edel: É ótimo usar a criatividade, criar os próprios recipientes para organização, mas cá entre nós, produtos organizadores são muito mais duráveis e de qualidade do que caixas de papelão, dependendo do que for organizar. Além disso organizam e decoram ao mesmo tempo. Vale analisar detalhadamente o que será armazenado com o produto organizador, planejar bem o que precisa comprar e bora ser feliz! Meu mandamento nº 2 se encaixa bem aqui: Pratique o consumo consciente. Itens especiais para organização fazem a diferença, sim. Claro, sem exageros.

8. Dê visibilidade às coisas: na hora de guardar roupas, dobre do jeito certo, o objetivo deve ser deixar cada peça no formato de um retângulo liso, para economizar espaço. Organize com a lógica de uma biblioteca, fazendo com que todos os pertences fiquem acessíveis e à vista.

Edel: Cada pessoa organizará do seu jeito, em prateleiras, em gavetas, mesmo que alguns itens em cabides ainda seja a melhor solução. Há os que criticam e/ou condenam guardar roupas de cama em envelope, enrolar toalhas de rosto, dobrar meias (a Marie Kondo é uma delas). A "visibilidade" não é a essência da organização, mas uma característica e/ou resultado de um espaço organizado: um visual clean, padronizado, prático, simples, funcional, de fácil localização dos pertences. O meu mandamento nº 5 - Identifique suas coisas e seus espaços, e uma dica que considero importantíssima pra conseguir esse resultado.

9. Evite a intromissão dos parentes e prefira o silêncio: A presença deles pode ter um impacto psicológico negativo nessas horas: na cabeça deles, pode parecer inadmissível ver você jogando certos itens fora. Muitas vezes, a solidão é a melhor aliada na hora de arrumar a casa, é um exercício de revisão interior.

Edel: Organizar ao som de uma boa música, é uma terapia para alguns e um tédio/pesadelo para outros que não se identificam com isso, pois nem todo mundo gosta de organizar. É certamente mais agradável que esta tarefa seja introspectiva, e você tenha uma conversa consigo mesma a medida que estiver analisando, classificando, descartando, desapegando... por esses motivos vale a pena considerar esta dica. Quem já organizou sabe. Agora não dá pra esquecer o meu mandamento nº10: Encare a organização como um projeto de parcerias. Pois para ela se manter, é preciso cooperação de todos!

10. Crie um ritual diário: Ao chegar em casa, por mais cansado que você esteja, resista à tentação de ir largando as roupas pelo chão e de entulhar o sofá com bolsas e outros itens. Só relaxe depois de colocar cada coisa em seu devido lugar.

Edel: É o meu mandamento nº9, só que ela manteve foco na casa. Não seja procastinador é para todas as áreas da vida, não deixar para amanhã o que se pode fazer hoje. Meu mandamento nº 3 - Tenha um lugar para cada coisa, talvez ele se encaixe aqui nas entrelinhas também.

Vamos ousar na organização...


Mais um adendo que deixo com relação a quaisquer mandamentos ou diretrizes como essas que inventamos para nossa vida: é tudo muito lindo, muito útil, muito tudo a ver, mas não somos robôs, programados para fazer sempre tudo da mesma forma, com a mesma rotina, do mesmo jeito. Se um cheff de cozinha fosse assim, por exemplo, não criaria pratos especiais e maravilhosos. Uma pessoa "normal" pode enxergar um organizador como sendo uma pessoa assim, cheia de padrões estáticos, rotinas programadas, tudo cronometrado no relógio, controlado nos mínimos detalhes, preto e branco, sem vida. A vida não é programação. É reprogramar. É mudança. Então ousar é mais que essencial.

20 de maio de 2015

Dica de Presente nº3: Consultoria em Organização Online

O que vou dizer aqui não é nada novo, desde que comecei a me dedicar mais ao blog ela, a consultoria em organização online, já existe por aqui, mas nunca dei muita ênfase, o porquê não vem ao caso. Lembra do Transformando Espaços Online de março/2013? Era uma proposta de oferecer serviços de organização online, a distância, aqui do meu home office para qualquer lugar onde exista conexão com internet. No entanto é uma ideia relativamente nova para nosso Brasil, onde pasmem ou não, muitas pessoas até as que residem em grandes centros, ainda desconhecem a profissão de Personal Organizer.


Minha intenção não é pequena, certa vez quando eu escrevi no Quem Escreve "transformar o mundo começando pelo meu", escrevi nas entrelinhas que desejo também transformar um pedaço do seu mundo. Poderia ter um negócio normal como toda personal organizer que se certifica na OZ sonha, botar a mão na massa, organizar propriamente, mas algo dentro de mim diz que não sou essa mulher que pensa normalmente. Não atuo no lugar onde resido, mas na região de abrangência do blog, percebeu? Demorou para cair a ficha, pois o lado normal fica batendo boca com o lado criativo, e a briga já ficou muito feia às vezes. Pensar fora da caixa tira a gente dos eixos...

Você já conhece os benefícios da organização na sua vida, sabe o quanto ela é importante. Na correria do dia a dia não dispõe de muito tempo para se organizar como gostaria, mas tenta, na medida do possível. Já pensou na possibilidade de contratar um personal organizer, mas [aff], não tem recursos financeiros para esse "luxo".

Felizmente você tem acesso a um vasto conteúdo sobre organização profissional, basta conhecer os lugares certos, e esperta (o) como é, já tem A super lista de referências. Poderia deixar diversos links aqui com dicas de outros blogs e sites de organização, fazer uma lista exclusiva do meu blog mesmo, escrever um passo a passo interessante para você seguir e melhorar sua vida aos poucos, como é o recomendável. Mas tenho uma ideia melhor, porque não contratar uma Consultoria em Organização online? Sim!

Antes de conhecer a organização virtual, vamos relembrar como funciona a presencial...

O processo de organização profissional in loco (no ambiente), você contrata o personal organizer e ele executa todo o processo para você, depois de diagnosticar suas necessidades e expectativas, geralmente te garante uma visita de manutenção, caso a organização não esteja ok para você. O profissional nota 1000 também te orientará com dicas de como manter a organização, de acordo com suas metodologias utilizadas, para que você possa entender e manter tudo em ordem. Um projeto de organização é coisa de no mínimo 3 horas, dependendo do grau de complexidade do serviço. Só a organização completa de um guarda-roupa de 6 portas poderá levar 1 diária de 6 horas, por exemplo. Se for uma dupla de personal organizer, conseguirão finalizar em menos tempo talvez. Uma diária pode girar em torno de R$500 a R$1.000,00, dependendo da região onde você mora. Se você mora distante de um grande centro, é possível que nem exista nenhum profissional atuante, que é mais comum em grandes cidades, especialmente em capitais. Enfim, uma série de fatores envolve isso.

Edeltraut Lüdtke Knies
No processo de organização virtual você precisa de dois requisitos básicos: ter uma webcam para mostrar o seu ambiente ao organizador, e também conversar com ele nas sessões agendadas, e o mais importante ter a força de vontade de organizar tudo com as próprias mãos. O organizador será como um coach, que já falamos aqui esses dias, que irá te orientar no processo de organização, mas você é que fará tudo sozinho. Lembra dos 10 mandamentos da organização? A tal parceria tão importante, destacada no mandamento 10? Então, o organizador será seu parceiro neste desafio, te ajudará no passo a passo, e na solução personalizada para você. Segredo revelado: você encontrou o parceiro ideal para colocar ordem no que precisa em sua vida, não só nos espaços, mas na vida, no trabalho, onde você precisar. Nem tudo funciona para todos, e através das conversas ele poderá conhecer você e te auxiliar a encontrar o seu melhor caminho.

Talvez nem tudo seja problema de espaço, em casa até esteja tudo em ordem, mas na empresa tenha alguma situação que te incomode e que nem o bendito 5S está resolvendo. Falta algum click para se organizar melhor, gerenciar melhor os prazos, a agenda, as listas, as tarefas, as rotinas... Não hesite em entrar em contato, para a situação que for. Quero muito ajudar você a viver melhor e mais qualidade de vida não só em casa, mas também no trabalho, afinal é onde passamos grande parte de nosso precioso tempo.

Precisamos de um serviço destes, com tanta informação gratuita por aí, até aqui mesmo neste blog? Se você não quer perder tempo, e ir direto ao que interessa, que é a solução do seu problema, a um custo muito mais acessível que a organização presencial, afirmo com um sonoro SIM. O investimento numa organização virtual será consideravelmente inferior em comparação a um serviço de organização presencial, isso é certo, pois muitos custos podem ser eliminados como transporte, tempo de serviço do profissional, por exemplo. Tenha certeza de que será um investimento acessível e recompensador para você, pois sua satisfação não tem preço: "Eu que fiz!". Acredite: "Eu, um pouco personal organizer?!", porque não? Irá até mesmo te animar na manutenção da organização, pelo que nós tanto primamos.

Onde encontrar uma Consultoria em Organização Online? Você já encontrou, basta agora decidir se é ou não um bom presente para você no momento, para melhorar sua qualidade de vida. Qualquer dúvida, envie um e-mail para transformandoespacos@gmail.com!

18 de maio de 2015

Atitude # 11 - Desenvolva uma qualidade estratégica.



Atitude # 11 - Desenvolva uma qualidade estratégica.


Quando definimos um objetivo a ser alcançado, criamos um plano de ação para seguirmos, mesmo agindo de acordo com ele, nem sempre as coisas saem  como planejamos. O objetivo não se realiza, precisamos tomar rumos diferentes, e mesmo que estivéssemos bem próximos de atingi-lo, alguma coisa parece não conspirar a favor. Muitas vezes no concentramos demais no que fazer ao invés de em quem precisamos ser. Talvez nos falte desenvolver alguma qualidade estratégica para que consigamos enfim, chegar no nosso destino: realizar o tal objetivo que definimos lá no começo. 

Como saber que qualidade estratégica será essa? Considerando o objetivo que se quer alcançar:
  1. pense em alguma pessoa que faz o que você gostaria de fazer,
  2. liste três qualidades que contribuem para que ela seja bem-sucedida, 
  3. escolha a qualidade que mais precisa trabalhar - aquela que gera mais medo e euforia em você ao mesmo tempo, 
  4. defina ações práticas para desenvolver esta qualidade.
Buscar referências em nossos projetos é sempre algo muito importante e inspirador. Seja nos projetos pessoais e profissionais. Construir uma família cristã, por exemplo, é um desafio e tanto, e como é bom nos cercarmos de bons modelos. Idem para nossos desafios profissionais.

15 de maio de 2015

Regras de Etiqueta para Redes Sociais

Redes sociais, quais são as regras de etiqueta para usá-las, isso existe? Talvez bom senso seja a palavra ou a resposta meio torta para esta pergunta meio esquisita.

Já fui de literalmente escrever "no que estou pensando" no facebook, de fazer da página pessoal um diário de grávida, e depois de mamãe de primeira viagem. Já houve fases também nas quais me omiti de quase tudo. Só postei o que achava relevante compartilhar. Bateu um desânimo, pois não tinha fotos para postar de viagens para Europa nem pra Disney, por exemplo. Porque tudo tem que estar ali? A vida é demais escancarada. Cadê a privacidade? Bem, cada um determina o seu limite de exposição nas redes. Tem a turma que não é adepta (até do contra) até conhecer como funciona, depois, enfim, faz a mesma coisa que todo mundo faz. Vale o bom senso.

Regras de Etiqueta para Redes Sociais


Desanima o fato de que fotos e vídeos de bebês e animais de estimação são os que dão mais curtidas, e tem tanto sensacionalismo barato com algumas notícias. Parece que tudo o mais a gente vê, curte ou não curte, sei lá, e no fundo faz de conta que não viu o que o outro postou. Se morde de inveja às vezes, dá um elogio lindo, e depois se pergunta: será que não é tudo um faz de conta mesmo? Faz de conta que você é a melhor pessoa do mundo, que suas palavras são a maior sinceridade do universo, que a vida é maravilhosa, perfeita, como foto transformada em photoshop, é ou não é?


Tem vezes que rola uma deprê e conselhos virtuais. Verdadeiros posts de blog. Como tenho um blog, não costumo me alongar em descrições, mas não deixo de referenciar o que ando escrevendo nele. O que é relevante compartilhar? As coisas boas. Experiências que deram certo. Aprendizado que teve com os erros. Informações úteis. Links legais. As coisas ruins passam, precisamos passar por elas, sim, mas todo mundo precisa saber? Pior é bate-boca virtual, com um super público para... afinal, para fazer o que? Seria como se pegar no tapa no meio da rua, muito ridículo? Pelo jeito tá ficando "normal", pois é mais ou menos isso que às vezes acontece, mas para um público em proporções bem maiores do que se fosse no meio da rua.

Tem momentos em que é preciso calar, guardar, refletir. Pensar sozinho, não pensar escrevendo o que estou pensando agora... mais uma vez o bom senso. É preciso ser forte, cabeça feita, ideias no lugar, pra não pegar o bonde errado. Você tem acesso a milhares de pessoas que te chamam no seu chat todos os dias e você pode chamar no chat deles também. Quanta ilusão rola nesse mundo virtual, que é tão real, tão presente, tão misturado. É ilusão ou não é? É e não é, depende o caso, mas é fácil para confundir a cabeça até dos mais centrados.

Tem gente que ainda não conhece as configurações do facebook, que possibilitam só você postar na sua página, e bloquear qualquer pessoa de compartilhar qualquer bobagem nela sem a sua autorização. Claro que daí nem parabéns no aniversário você vai receber, só trocentas mensagens, e a galera perguntando o que aconteceu com sua página, que não permite escrever nada na linha do tempo.

Rede social conecta pessoas distantes e distancia pessoas próximas, contraditório não? Falar com um amigo que está morando ou viajando lá do outro lado do mundo e/ou falar com o marido pelo chat, cada um do seu escritório, para a criançada não interferir na conversa e querer se tornar o centro das atenções. Esse lance de conectar, desconectar é delicado... que nada: é uma realidade, não tem mais como fugir dela. Acontecem as duas coisas, sim, e tende a ficar pior, depende de como você encara isso. Não sei até que ponto isto é ruim ou bom. Não vamos colocar a culpa na tecnologia, pois quais foram os pais de antigamente que tiveram muito diálogo com seus filhos? Que se interessaram pela vida deles, por estar presentes, e se preocuparam com suas dificuldades? Todos? Não sejamos hipócritas ao culpar a tecnologia pelos erros que nós cometemos por nossas próprias escolhas. Existiam outros passatempos no passado e no futuro existiram outros. Existem pessoas que falam pouco na vida real e no mundo virtual são tagarelas de plantão...

Bom senso é a palavra, cada um precisa encontrar o seu significado prático, sem culpas ou desculpas. As regras do bem viver indiretamente existem na vida virtual assim como na vida real. Quer fazer diferente? Que assuma as consequências depois. Simples assim.

13 de maio de 2015

Faça sua Lista de Casamento na MMM!

Você que está se preparando para dar um dos passos mais importantes da sua vida, planejando seu casamento, veja só que super oportunidade: faça sua Lista de Casamento na Meu Móvel de Madeira! Sim!!! Já pensou em decorar a casa com móveis e objetos de decoração da MMM? Até há pouco tempo era somente sonho, mas agora pode ser real!




Ah, Edel, mas fazer esse tipo de compra em e-commerce? Tudo online? Dá pra confiar? Pessoal, a MMM pensa em tudo pra facilitar a vida da gente, e ainda por cima deixar nossa casa o melhor lugar do mundo. Não tem foco só no produto a ser entregue, mas em todo o processo: organizadinho, tim tim por tim tim, pra ler e reler quantas vezes quiser, até não restar dúvidas. Comentarei rapidamente as 8 vantagens de você fazer sua lista de casamento por lá:

  1. Oportunidade de tirar dúvidas com uma profissional especialista em casamentos;
  2. Acúmulo de pontos no Programa Ammmigo no valor total dos presentes recebidos, que você poderá trocar por mais produtos!
  3. Se você solicitar a entrega de todos os presentes juntos, ganha o frete e a montagem!
  4. Você pode acessar sua lista de casamento de qualquer lugar com conexão a internet, só fazer o login no site e pronto!
  5. Você ainda tem a chance de trocar o produto que recebeu de presente e trocar por pontos  na próxima compra!
  6. Você pode organizar e decorar sua casa interna e externamente, com móveis e objetos decorativos, pois a MMM tem tudo de bommm!
  7. Você pode começar a fazer sua lista 1 ano antes de casar, planejar com toda calma que o momento exige, pois são decisões importantes, até publicar a lista para os convidados.
  8. Seus convidados também ganham pontos com os presentes que adquirirem para você, no valor da compra realizada, é pontos para ambos os lados!

Não hesite, passe na Meu Móvel de Madeira, porque não é uma oportunidade qualquer, é A OPORTUNIDADE de você construir a casa dos seus sonhos! Nesta página específica do site ou se clicar em qualquer um dos links deste post você pode esclarecer tudinho sobre:
  • como criar sua conta, caso ainda não tenha;
  • ler novamente as vantagens da lista de casamento na linguagem da MMM (e evidenciar que "sim, não é utopia, é real");
  • conhecer como funciona o processo para os noivos e para os convidados;
  • conferir a lista de 32 principais dúvidas respondidas;
  • ler o regulamento;
  • e claro, começar a fazer sua lista, que tal?

Se não estiver nesta fase da vida, se preparando para casar, assim como eu, compartilhe com seus amigos nas redes sociais, para que mais pessoas conheçam e possam assim ter a chance de ter uma lista pra lá de vantajosa como essa! Os noivos e seus amigos agradecerão, porque como vocês leram, todos sairão ganhando!





PS: O blog Transformando Espaços participa do Programa de Afiliados da Meu Móvel de Madeira

11 de maio de 2015

Atitude # 10 - Diga não às vezes.



Atitude # 10 - Diga não às vezes.


Se você tem compromissos demais, trabalho demais, prioridades demais, objetivos demais... é preciso dizer não para algumas coisas. Escolha as batalhas que irá lutar. Como trabalhar melhor, com produtividade, e manter uma vida pessoal também, não com foco inteiramente no trabalho? 

  1. Ter consciência e aceitar o fato de que você nunca agradará a todo mundo, nem todos irão gostar de você.
  2. Não é possível fazer tudo, muito menos com perfeição.
  3. Não vale a pena correr sem rumo ou direção (para onde o vento dos acontecimentos nos levar), ou encontrar nossas razões de viver em situações nas quais nos perderemos completamente de nós mesmos.

Não dá pra dizer sim pra tudo, é preciso saber dizer não. Para ser feliz, para mudar, para ser quem você deseja, para fazer o que você quer na vida. Agir "do contra" é necessário em determinados momentos, se for para o bem, vá em frente.

8 de maio de 2015

Dica de Presente nº2: Coaching

Segunda dica de presente, citada no post 5 dicas para escolher o presente certo, se sua mamãe for daquelas cheia de ideias, empreendedora, mas precisando tirar as ideias do papel, ou do Evernote...

Em minhas viagens curiosas pela web encontrei a Mom'SA, e então minha curiosidade sobre o assunto "coaching" só aumentou, pois acho que tem muito a ver com organização da vida. Quando lemos um livro como Sua vida em primeiro lugar, este sobre o qual estou comentando em vários posts aqui no blog, no projeto 52 atitudes, pode parecer que estou me intrometendo numa área diferente da minha, do coaching, e não da organização. Só que detalhe: como organizadora profissional é difícil escrever sobre organização de espaços e tarefas sem citar a organização da vida como um todo, e acho que aí os assuntos acabam se integrando de alguma forma. Assim que conheci a Amanda Rocha, resolvi tirar a dúvida e perguntei a ela: "Como vocês, enquanto coaches, encaram isso?" Eis qual foi sua resposta, que introduz bem o assunto:

Amanda Rocha

Hoje existem diversos tipos de coaching: de vida, de estilo, de emagrecimento, de relacionamento, pois em linhas gerais o coaching é o processo que ajuda uma pessoa a sair de um estado atual e ir ao estado desejado, independente da área. E pode, claro, ser organização. Eu acredito que ser uma pessoa mais organizada faz com que aumentemos a nossa produtividade, nosso foco em projetos profissionais e pessoais, e por isso tantos coaches utilizam ferramentas de organização pessoal em seus atendimentos (eu mesma utilizo algumas, principalmente relacionadas à produtividade, listas de metas, etc). Acho que ¨organização da vida¨ se relaciona tanto com o trabalho de coaching quanto de uma organizadora, depende do foco do cliente.

Então, vamos conferir o que as sócias do Mom'SA tem a contar e esclarecer pra gente?

 

 Coaching

 

Quem é a MOM'SA?

 

A Mom'SA é um negócio digital voltado para o empreendedorismo materno, para aquelas mães que desejam trabalhar muito, num negócio próprio com o objetivo de estar mais presentes na vida dos filhos. Algo desafiador, totalmente possível, e as mamães da Mom'SA tem como propósito incentivar outras mamães que desejam empreender a colocar a mão na massa e tirar seus projetos do papel, especialmente com o foco no mundo dos negócios digitais, que possibilita trabalharmos em nossa própria casa! Conheça um pouco mais sobre a dupla, antes de passar para as perguntas e respostas.

Amanda Rocha é mãe da Manuela, tem formação em Psicologia e depois de muitas idas e vindas encontrou- se como coach e empreendedora digital no Mom’SA. Trabalha com o que ama e inspira outras mães a fazerem o mesmo.

Lúcia Stradiotti é mãe do Caio, tem formação em Letras, já foi professora de inglês e empresária no ramo de turismo e é sócia do projeto Mom’SA de empreendedorismo materno.

TE: O que é o coaching de vida, como funciona? Pode ser considerado um tipo de consultoria pessoal? 

 

Lúcia Stradiotti
MOM'SA: Nós não trabalhamos especificamente com coaching de vida, e sim com coaching voltado para empreendedorismo, tanto para mães que desejam empreender quanto para as mães que já são empreendedoras e querem realizar mudanças em seus negócios. Ultimamente também passamos a oferecer coaching financeiro, pois a Lúcia fez uma formação nessa área. Claro que acabamos aplicando algumas ferramentas de life coaching, para ajudar por exemplo no autoconhecimento e na organização da rotina, mas o foco principal acaba sendo o negócio ou as finanças.

TE: Quais os benefícios de participar de um programa de coaching? 

 

MOM'SA: Mais autoconhecimento, mais clareza de objetivos, foco para planejar as ações e para colocá-las em prática rumo ao atingimento das metas.

TE: Quais os tipos de coaching que a MOM'SA oferece? 

 

MOM'SA: Coaching para Mães Empreendedoras e Coaching Financeiro.

TE: Você tem alguma sugestão de livro para que possamos conhecer mais sobre o assunto? 

 

MOM'SA: "Como o coaching funciona", de Andrea Lages e Joseph O´Connor e "Coaching Financeiro", de Roberto Navarro.

TE: Porque ou em que casos eu deveria presentear minha mãe com um programa de coaching de vida? 

 

MOM'SA: Vou responder com base no coaching para mães empreendedoras, ok? Se ela tiver planejando empreender, mesmo que ainda não tenha uma ideia de negócio, ou se já tiver um negócio mas deseja reposicioná-lo e desenvolvê-lo, o processo de coaching irá guiá-la, através de ferramentas, ao atingimento destes objetivos rumo a um negócio rentável e sustentável. Já através do Coaching Financeiro ela aprenderá como funciona o dinheiro, como aumentar a renda, criar novas receitas, e com isso, eliminar o stresse que muitas vezes existe por trás das questões financeiras.

Este post foi apenas para deixar as mamães empreendedoras antenadas e curiosas, no site você pode conferir melhor o Programa Target onde elas explicam tim tim por tim tim como acontece o coaching online, e mais um montão de outras dicas e informações legais. Se desejar entrar em contato diretamente com a Amanda e a Lúcia este é o e-mail contato@momsa.com.br.

E aí, me conta, já conhecia esse lance de coaching? Alguma vez já passou pela cabeça que poderia ter afinidade com organização? Para mim, você já viu, quase tudo tem a ver com organização...

7 de maio de 2015

Refletindo sobre voltar a viver no interior...

Faz 1 ano hoje que realizamos uma mudança muito especial em nossa vida. Estava postando no instagram mais uma foto de um lugar que amo e me faz viajar para longe, pensar, imaginar, sonhar, planejar, visão esta que o Parque da Malwee em Jaraguá do Sul/SC nem a praia de Cabeçudas em Itajaí/SC, em todo seu encanto e beleza não conseguiam fazer, não nas mesmas proporções. Então, ao começar a desenvolver um breve comentário me dei por conta que ainda não havia feito o comentário merecido sobre tudo isso que temos vivido aqui. Se faltou inspiração até aqui ela chegou há poucos instantes. Tenho necessidade de vivenciar primeiro, para então escrever com mais autoridade e de forma positiva sobre as minhas experiências, pois não gosto de registrar por registrar, sem pôr vida, amor e significado às coisas.

Este lugar, uma área de lazer, está à poucos metros aqui de casa, adoro ir lá passear com os meninos (não ao mesmo tempo), caminhar em meio ao arvoredo, e dar uma pausa perto da água. Ainda não fizemos piquenique lá, nem aproveitamos tanto com a família como poderíamos, pois gostamos de ir passear mais longe às vezes.

Acho incrível ter a oportunidade de conhecer diferentes lugares e culturas, conviver com diferentes pessoas, e perceber que cada uma delas, seja em sua sofisticação ou simplicidade, tem algo a nos ensinar. Certa vez alguém contou a história de um sábio que ficava sentado na entrada de uma cidade, e os viajantes quando o questionavam "como é morar nesta cidade, é bom ou ruim?", ele indagava com outra pergunta: "Como era de onde você veio?" Então, se o viajante respondia que era ruim, que lá só havia gente má, mal humorada, problemas, dificuldades, e mi mi mi, o sábio concluía que ali ele encontraria o mesmo. De maneira semelhante o homem que respondia que de onde vinha era um lugar maravilhoso, com gente humilde, prestativa, trabalhadora, cheio de progresso, o sábio recomendava o mesmo, que nesta cidade havia tudo isto também, e que o homem seria muito feliz ali. Moral da história: nós construímos o lugar onde estamos inseridos, seja cidade, distrito, bairro, rua, casa, família.

Levo esta historinha aparentemente boba para minha vida, pois pessoas boas e más, imperfeitas existem em todos os lugares. Problemas, idem. Oportunidades de melhoria, idem. E algo que aprendi nos últimos tempos foi que o maior limitador de nossos sonhos somos nós mesmos. Não é culpa dos filhos, do marido, de Deus, do lugar que estamos, das oportunidades perdidas, das escolhas não feitas, das decisões não tomadas. A carga e responsabilidade é grande, e unicamente nossa.

Já vivenciamos a realidade de cidade, não de uma capital, mas de uma cidade interiorana que nunca dorme com turnos de trabalho que viram a noite. Ansiamos por morar com os filhos pequenos num lugar calmo, mais tranquilo, onde pudéssemos sair para passear na rua e no parque, descansar melhor sem o barulho do trânsito quase 24h por dia e sem a preocupação constante de assaltos. Curti muito as vantagens de viver em cidade, mas também curto viver aqui, no distrito de Porto Mendes em Marechal Cândido Rondon/PR. Este é um relato sincero, não declaração de amor de facebook, que hoje "Te amo!" e amanhã "Te odeio".

Às vezes quando falamos onde moramos, imagino no que se passa na cabeças das pessoas... "lá em Porto Mendes, onde não tem nada, naquele interior perto do lago e distante de tudo?!" ou "lá em Porto Mendes, perto do Balneário onde tanta gente vai acampar, descansar, pescar e passar as férias?". Na verdade isso pouco importa, vejo além, e como disse acima, limitador é nosso pensamento. Aqui não tem tudo, mas o essencial. Não o supérfulo, mas o importante. Se a proposta for cinema, concerto, show, shopping, curso, estudo, distâncias hoje em dia não são mais o pior problema do mundo. Terão a ver com as prioridades do atual momento da vida. 

Sempre sinto que faço parte do lugar onde vivo, do meu jeito. Não é assim que tem de ser, eterno enquanto dure? Que se amanhã não estivermos mais aqui, possamos deixar alguma coisa boa para alguém lembrar. Só que se quiserem lembrar de coisas ruins, fazer o quê. Faz parte. Apesar dos apesares, para mim quero guardar as boas lembranças.

6 de maio de 2015

Dica de presente nº1: Consultoria de Estilo

Escrevendo o post 5 dicas para escolher o presente certo, surgiram ideias super legais e originais que desejo compartilhar com vocês. Presentes diferentes, bem aquelas coisas que a gente quer fazer um dia mas fica adiando, como: um Projeto de Decoração, um Projeto de Organização, uma Consultoria de Estilo e ou um Coaching. Logo lembrei de referências no assunto, conversei com as profissionais das respectivas áreas, que toparam o desafio de esclarecer mais sobre cada um destes serviços!

Quem inicia respondendo as cinco "perguntinhas básicas" do Transformando Espaços (TE) é a Lilian Jordão, consultora de Imagem & Estilo. Vamos conhecer mais sobre o ela e o trabalho que desenvolve na área?

Consultoria de Estilo


Lilian Jordão
Lilian Jordão é a Idealizadora do CONASTYLE – Congresso Nacional de Estilo. Um evento inovador e pioneiro no Brasil, onde o formato é 100% online e gratuito. É formada em Consultoria de Estilo (Personal Stylist) na Oficina de Estilo em São Paulo, Consultora de Organização (Personal Organizer) pela OZ e Visual Merchandising, no Centro Universitário Belas Artes de São Paulo. Como Consultora de Imagem & Estilo pessoal, atende, ministra palestras e cursos presenciais e online por todo o Brasil. Além de dedicar-se a inúmeros projetos online, como cursos e treinamentos. No seu canal "CONSTRUA SEU ESTILO" no YouTube, leva a moda e estilo de uma maneira diferente e fácil ao maior números de pessoas possíveis.

 

 

TE: O que é e como funciona a consultoria de estilo online?


Lilian Jordão: A sua maneira de se vestir, seus gestos e comportamento transmite várias mensagens que podem ser favoráveis ou desfavoráveis, abrindo e fechando várias portas na sua vida. Até mesmo as oportunidades que você encontra podem ser diferentes dependendo da imagem que você passa.

Sua imagem é sua marca registrada, sua assinatura. Impacta sua vida pessoal e profissional. Investir nela é investir em você, investir em novas oportunidades, em abrir mais portas para sua vida pessoal e profissional. O que se aprende em uma consultoria de imagem não tem prazo de validade, não passa com a moda, e os benefícios são para a vida toda. Com a consultoria de imagem você vai aprender a comprar certo e consequentemente comprar menos.

Consultoria de Imagem & Estilo Personalizada Online!

Se você quer realmente abrir novas portas na sua vida e conseguir novas oportunidades com certeza está se perguntando como fazer essa consultoria de imagem, e já está pensando: mas onde será que é feita, será que tenho que ir até lá? Não se preocupe com a questão geográfica... Você pode ter a sua consultoria de Imagem & Estilo no conforto de sua casa, completamente pela internet! Veja abaixo o passo a passo:
  • A data do primeiro encontro será marcada por Skype, Google Hangout ou Facetime, assim que for confirmado o pagamento.
  • Primeiro, você receberá um questionário e um exercício visual para traçar seu perfil.
  • Junto com as respostas, envie por e-mail três fotos suas: uma de rosto sem maquiagem e outras duas de corpo inteiro, frente e costas, usando biquíni ou maiô (o que você se sentir mais a vontade), para a análise da silhueta e definição da cartela de cores.
  • Assim que receber as imagens escolhidas e as respostas do questionário, marcamos uma conversa via Skype, Google Hangout ou Facetime para falarmos das suas escolhas, da sua rotina/atividades e do seu guarda-roupa.
  • Após esse nosso bate-papo, começa o trabalho de desenvolvimento da sua nova identidade visual. No prazo de 7 dias úteis, enviarei de volta a nova proposta ilustrada com imagens personalizadas, que exemplificará sua nova identidade visual. Durante uma hora conversaremos sobre sua identidade visual, com uma explicação detalhada de cada um dos pontos, tirando todas as suas dúvidas.
  • Proposta de identidade visual aprovada, partimos para a etapa seguinte: faremos juntas, via Skype, Google Hangout ou Facetime, uma visita guiada no seu guarda-roupa para que seja criado o inventário do que você tem, que te guiará para futuras compras, e a orientação de revitalização do seu guarda-roupa.
  • 7 dias úteis após a visita guiada do seu guarda-roupa, temos a etapa final do nosso trabalho. Apresentarei novas opções de look’s, ilustrados por peças de lojas e marcas coerentes com seu perfil. Faremos também a orientação para a montagem dos looks com as roupas que você possui no seu guarda-roupa. Você vai ser capaz de colocar em prática todo o aprendizado da sua nova identidade visual.
  • Eu continuarei com um suporte para esclarecer possíveis dúvidas - via e-mail ou Whatsapp, pelos 30 dias seguintes da entrega do trabalho. 

TE: Quais os benefícios de contratar a consultoria de estilo online?


Lilian Jordão: Aprender a usar sua aparência como ferramenta de comunicação, sabendo o impacto que irá causar nas pessoas, e em sua visão de si mesmo (autoimagem);
  • Forma prática, rápida e assertiva de cuidar de sua imagem;
  • Desenvolvimento de um estilo único, de modo que você se tornará uma referência positiva em seus círculos;
  • Respeito à sua individualidade;
  • Definição de seu verdadeiro estilo pessoal, de acordo com sua personalidade, estilo de vida e objetivos;
  • Aprender a usar a moda a seu favor, em vez de ser uma vítima da moda;
  • Valorização de sua individualidade e seus objetivos – cada cliente é único e tratado como tal;
  • Aprofundamento de seu autoconhecimento e melhora da sua autoestima;
  • Fortalecimento do impacto positivo que você causará em seus círculos de amigos;
  • Aumento da qualidade de seu guarda-roupa;
  • Qualidades pessoais destacadas através de sua aparência;
  • Desenvolvimento de um visual elegante, atualizado com as tendências de moda, e um estilo forte e único coerente com seus objetivos e sua personalidade. 

 

TE: Qual a diferença entre consultoria de estilo e consultoria de imagem?


Lilian Jordão: Consultor de Imagem é um profissional especializado em comunicação verbal e não verbal, comportamento e aparência. Ele ajuda as pessoas a atingir auto confiança, credibilidade, autoestima, autenticidade com sua imagem. Consultor de Estilo é um profissional que tem foco no vestuário e no guarda-roupas do cliente. Basicamente, ele veste uma pessoa adequadamente, dentro do que a valoriza, ou seja, esse profissional filtra, garimpa entre as informações de moda, o que mais tem a ver com aquela pessoa específica.

TE: Como é calculado o valor da consultoria de estilo online? Quanto em média, custa uma consultoria de estilo online? É segura a transação financeira? Que garantias posso ter do cumprimento das etapas?


Lilian Jordão: A minha Consultoria de Imagem e Estilo é calculada de acordo com o tempo, dedicação e a complexidade do trabalho. É totalmente segura a transação financeira, pois o pagamento pode ser a vista – via depósito bancário ou dividida no cartão. A garantia que você pode ter é fazendo pesquisas sobre meu trabalho com pessoas que já passaram pela Consultoria; e eu também faço um contrato para ambas as partes cumprirem todas as etapas.

 

TE: Porque ou em que casos eu deveria presentear minha mãe com uma consultoria de estilo online?


Lilian Jordão: Todos deveriam passar por um processo de Consultoria de Imagem e Estilo. Você deve presentear sua mãe para ela encontrar formas de transmitir a imagem que valoriza o tipo físico dela, usando roupas adequadas, fazer compras assertivas, economizar tempo e dinheiro.

Aqui estão as suas Redes Socias, para contatá-la ou buscar mais informações:
Fanpage: https://www.facebook.com/lilianjordao82
Instagram: @lilianmjordao
Pinterest: https://br.pinterest.com/lilianjordao/
Linkedin: Lilian Jordão
E-mail: lilianmjordao@gmail.com
Site: www.lilianjordao.com.br

Então, o que acharam da dica número 1? Deixe um comentário, será um presente para mim!

4 de maio de 2015

Atitude # 9 - Mantenha o foco.



Atitude # 9 - Mantenha o foco.


Não sei se você tem percebido, mas cada umas destas atitudes que tenho semeado aqui no blog a cada semana implica em profundas reflexões, e meus breves comentários pretendem apenas instigar a... pensar mais sobre e fazer alguma coisa neste sentido. Quando falamos em foco, pensamos em objetivos (que norteiam nossa vida), determinação no alcance de metas (onde queremos chegar) e prioridades (que não nos faça perder o caminho que traçamos). Se não temos objetivos, metas, prioridades, então, o que tem a ver manter o foco? Por isso uma atitude está relacionada a outra, e estas questões já passaram por aqui em outras atitudes. Talvez não seja nem no tempo de uma semana que se conseguirá colocar em prática cada uma delas, mas a ideia é começar, relembrar. Fazer uma coisa, não dez. Hoje Cheryl nos lembra que:

Aproveitar para manter o foco em um único projeto, objetivo ou oportunidade de cada vez não apenas fará de você uma pessoa mais produtiva e efetiva como irá desafiá-lo a aprofundar-se na tarefa à sua frente e aplicar-lhe sua intuição e suas energias criativas.

Quando você despende energia em muitas direções, enfraquece a força aplicada em cada uma delas, e óbvio, e fica num perdição total, sem foco, sem objetivo, sem metas claras, sem prioridades. Por isso, concentre-se e foque sua atenção ao que é importante para você no momento. Faça uma coisa de cada vez, finalize as tarefas programadas para a semana, arquive as ações concluídas (se utiliza o Evernote, ou outra ferramenta/tecnologia) ou dê um ok se mantém seu controle em meio físico, termine o trabalho planejado, reprograme o que for preciso. Continue mantendo e revisando o foco.

1 de maio de 2015

O que é o trabalho para você?

Você já parou algum dia para conceituar esta palavra tão presente na nossa vida que é TRABALHO? A partir disso, você passará a encarar a vida de maneira diferente, se conseguir criar um conceito pessoal positivo, e não continuar enxergando a segunda-feira como o "dia do terror", a sexta-feira como o "dia mais feliz da semana", e o fim de semana como os dias de festa, que não se trabalha...

Para mim, trabalho é algo que se faz, não estar em determinado lugar. Trabalhar é sentir-se útil, estar sempre diante de novos desafios e aprendendo mais e mais. O trabalho é importante para o crescimento pessoal, para aproveitar bem o dia e para suprir as necessidades materiais, pois as contas não se pagam sozinhas. Vejo o trabalho como uma bênção de Deus, como uma atividade que Ele deu as pessoas para que fiquem ocupadas e sirvam umas às outras com seus dons e talentos.

O desejo de todas as pessoas é trabalhar em algo que ame e sinta paixão em fazer, mas nem sempre é assim. Esse casamento com o trabalho às vezes tem crises, passageiras, longas, e enfim, pode haver separações. Às vezes nos conformamos por um tempo com este pensamento, quando não se tem ainda o trabalho dos sonhos: "quero aprender a gostar do que eu faço. Trabalhar naquilo que eu gosto... nem sempre é a realidade, mas as coisas mudam. É possível aprender a gostar daquilo que se faz e sentir prazer no trabalho, mesmo que ele seja um novo desafio e um novo aprendizado". Conformamo-nos, mas chega o tempo que resolvermos dar um tempo para ele, e fazer alguma coisa concreta.


Muitos buscam um trabalho que lhes dê independência, flexibilidade e tempo para tudo o que é importante. Outros querem um trabalho que tenha a ver com sua paixão, com aquilo que se ama fazer. E ainda, tem os objetivos do trabalho de auxiliar as pessoas nas suas dificuldades, trazer melhorias e assim construir um mundo melhor. Trabalho é um presente sempre presente. Alguns são remunerados, outros não. Cuidar da casa, da família, e/ou ser voluntária numa causa social, tudo isso é trabalho, e há muito trabalho a ser feito!

Mesmo que hoje exista a tecnologia a favor de facilitar o trabalho, também um trabalho desenvolvido a distância, online, demandará "ações offline". O mundo real e o virtual estão integrados, um é reflexo do outro, o que tem valor num terá valor no outro também. Trabalho dá trabalho, seja no que for.

Já que estou estudando A arte de fazer acontecer, não tem como não citar o conceito de David Allen sobre trabalho, onde ele afirma que trabalho é qualquer coisa que você deseja ou precisa fazer que seja diferente da forma que é atualmente. Para ele semear o jardim, e escrever um livro, é trabalho da mesma forma. Felizmente o GTD é aplicável a todos as categorias de trabalho, até mesmo para uma dona de casa, por que não? É um método para realmente se fazer acontecer qualquer coisa, em qualquer esfera da vida.

Fiquei feliz com a disseminação deste conceito de trabalho pelo método GTD. Pois mesmo que você seja a super profissional, não é só na profissão que você terá trabalho, e sim em todas as áreas de responsabilidades da sua vida. O trabalho é um pedaço do iceberg.  Para quem acredita como eu que trabalho é todos os dias, só mudam as categorias, vai um conselho do sábio Rei Salomão, para reforçar o que já está na imagem: "Tudo o que você tiver de fazer faça o melhor que puder." (Ec 9.10). Feliz Dia do Trabalho!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

GOSTOU DESTE CONTEÚDO? COMPARTILHE!