30 de abril de 2015

Checklist de Limpeza e Organização da Casa

Refletindo recentemente sobre o método FLY Lady, me rendi a algumas práticas e considerei interessante elaborar um Checklist de Limpeza e Organização da Casa, dividindo a casa por áreas, porque não? Cada semana o foco de limpeza é uma área da casa diferente e durante o mês todas elas recebem uma atenção especial. Assim não deixo a limpeza só para uma vez por semana: cada dia tem uma tarefinha especial, para fazer a coisa funcionar aos poucos. As minhas áreas ficaram assim dispostas:
  1. semana 1 - cozinha e sala de jantar
  2. semana 2 - banheiro/lavanderia/garagem e quintal
  3. semana 3 - home offices (2)
  4. semana 4 - quartos (3) e salas (de estar e TV)
Todas as áreas possuem ambientes com prateleiras/armários abertos e/ou estantes onde o pó acumula mais facilmente. Isso me incomodava, pois é cansativo/inviável/impossível tirar um dia da semana, só pra tirar o pó de tudo, e já percebi que fazendo uma limpeza melhor uma vez por mês, fica até mais fácil, e possível, né gente?!

As tarefinhas que deixei neste checklist são mais o basicão mesmo, do tipo colocar os itens de volta aos seus lugares no quesito organização, e a limpeza mais detalhada dos ambientes. O dia da limpeza geral semanal aqui é a quinta-feira, e aí entra o piso, janelas, banheiro, áreas e outros itens. Esse trabalho que nossa diarista faz, retirei para que a imagem ficasse melhor para postar, só com os itens de foco nos ambientes mesmo. Como tá bem na moda essa frase, antes feito que perfeito!

Checklist de Limpeza e Organização da Casa

Se animou com a ideia? Então, deixo o modelo da tabela que criei para você personalizar, assim como já fiz com as outras Listas Complementares das Rotinas do Lar, você lembra? Se não, espia lá!


Checklist de Limpeza e Organização da Casa

29 de abril de 2015

10 ideias de presentes para Dia das Mães

Algumas datas especiais meio que se tornaram datas comerciais, reforçando mais o valor "presente material" do que o outros significados que as datas tem em sua essência. Só que vejamos os dois lados da moeda: ambos são importantes. Nenhum extremo é saudável, e cá entre nós, que mamãe não gosta de um agrado? Dá pra planejar um presentinho sim, então já vou avisando, o post de hoje é consumista, porque ninguém é de ferro, e praticando o consumo consciente, está tudo certo! Listei alguns itens bem característicos do mundo feminino, onde conhecendo um pouco a sua mamãe (leia as 5 dicas para escolher o presente certo), dá pra fazer uma escolha bem legal! Certamente ela vai amar o presente, vocês não acham?

1. Livros


Para as mamães que amam uma boa leitura, à moda antiga. Existem inúmeras opções de livros para todos os gostos, e se ela for organizada, deve ter uma lista dos exemplares que ainda quer adquirir para sua biblioteca pessoal. Saraiva.

2. Cosméticos


Para aquelas que gostam de se cuidar e se fazer ainda mais lindas e cheirosas. Já passei por muitas marcas, mas a minha do coração, caso mais antigo, é com o Boticário. Óleos, hidratantes, perfumes, maquiagem, toda linha de beleza é maravilhosa. Também existe a opção da loja on-line, você conhece? Boticário.

3. Roupas


É um item bastante pessoal, mas quem conhece sua mãe, sabe o que ela curte. Existem muitos básicos que podem ser uma boa alternativa: camisa, casaco, blusa, vestido, enfim. Vamos investigar o que ela precisa?

4. Sapatos


Mulher + sapatos: combinação perfeita! Se estiver na dúvida, apostando nessa não tem como errar! Dafiti

5. Acessórios


Um lenço, um cinto, um cachecol, uma carteira, uma necessaire, pense em algo diferente e útil.

6. Joias ou Bijuterias


Brincos, colares, anéis, pulseiras, são tantas emoções...

7. Bolsa


Uma nunca é suficiente, mulher que é mulher gosta de ficar em dúvida com coisas simples...

8. Viagem


Essa é para as mais independentes, que tal uma viagem para sua mamãe sair um pouco da rotina de casa? Dê um voto de confiança, quem sabe ela volte bem mais feliz e animada, pense nisso!

9. Dia de Beleza


Um dia de beleza num SPA com direito a massagem, cuidados com pele, cabelo, bem estilo "Dia da Noiva". Se ela não teve esta oportunidade noutras épocas, sempre ainda é possível realizar este desejo.

10. Eletroeletrônicos


Atualmente todas mulheres independente de idade estão ligadas em alguma tecnologia, seja celulares, smartphones, tablets ou notebooks, por exemplo. Essa dica é a mais cara, mas vale o custo benefício.  Americanas. Submarino.

27 de abril de 2015

Atitude # 8 - Desacelere. Não seja movido a adrenalina.



Atitude # 8 - Desacelere. Não seja movido a adrenalina.


Difícil desacelerar quanto temos tantas coisas a fazer! O conselho de Cherly é "Quando há coisas demais para fazer, há coisas demais para fazer." A ansiedade move nossos pensamentos e nossas atitudes, a um constante agir, muitas vezes insano. Parece contraditório, mas é bem assim mesmo: nosso "agito" exterior, o fato de não conseguirmos ter sossego, ficar parados um instante sequer, como se estivéssemos perdendo tempo, nos move a fazer, fazer, fazer. E muitas vezes esse fazer é improdutivo, não damos uma trégua aos pensamentos numa caminhada, nem conseguimos relaxar ao fazer uma atividade diferente, por exemplo.

Identifique os hábitos que fazem você viver movido a adrenalina, para conseguir atacá-los e mudá-los. Você verifica as redes sociais ou o e-mail várias vezes ao dia? Toma muito café? Passar muito tempo na frente do computador? Passa o dia correndo de um compromisso para outro? Vamos repensar então...

Algumas dicas para que possamos aprender a desacelerar: ter alguns momentos durante o dia para não fazer nada (que seja 5 minutos, é um começo), mudar hábitos de trabalho, fazer exercícios físicos, reduzir a cafeína, respirar fundo. E a ação principal da semana: definir um novo hábito para praticar a partir desta semana que amenizará esta situação, e deixará você mais relaxado. Ler um livro, escutar música, caminhar, andar de bike, ir pra academia... só você para saber o que te faz bem.

24 de abril de 2015

3 lindas adegas para armazenar seus vinhos

Outono, clima gostoso de frio, não tem como não associar com um bom vinho, o que você acha? Se é como eu, amará de paixão as Adegas de Vinho da MMM, para decorar sua sala de estar, jantar ou cozinha, dependendo de onde achar melhor armazenar estes itens. O segundo modelo da seleção que fiz está decorado com revistas, não é que dá um belo revisteiro? Criatividade é tudo, e na MMM é sempre mais inspirador, só clicar nos links acima para conferir preços, cores e mais detalhes dos produtos!


Adega para vinhos

Adega para vinhos

Adega para vinhos


PS: O blog Transformando Espaços participa do Programa de Afiliados da Meu Móvel de Madeira

22 de abril de 2015

5 dicas para escolher o presente certo

Presente é algo que damos a pessoas próximas, geralmente que conhecemos. Não presenteamos qualquer pessoa, mas geralmente pessoas especiais, entre elas esposo(a), namorado(a), familiares, amigos, e lógico, quanto melhor a conhecermos, mais acertada será nossa escolha. Ressalto 5 aspectos importantes a serem considerados no momento de escolher o presente certo, que podem muito bem ser 5 belas dicas:



 

1. Atenção às pistas! 


Conheça bem a pessoa, seus hobbies, o que gosta de fazer. Ela curte cozinhar, jardinagem, decoração, teatro, música, futebol? Tem mulheres que se derretem com um lindo buquê de flores, outras não estão nem aí, por exemplo. Fique atenta(o) pois as pessoas comentam sobre suas necessidades, o que gostariam de comprar ou fazer algum dia/talvez. Essa dica é de ouro, basta realmente ligar as antenas para tentar encontrar a informação certa: o presente que a faria super feliz!

2. Chocolates ou vinhos! 


Algo para comer ou beber é uma escolha sempre no alvo, que certamente ela irá amar! Apesar de ter o presente nas mãos por algum tempo, a pessoa consumirá o presente e não ficará acumulando coisas. Um jantar ou passeio romântico podem significar tudo para alguns, ou acabar com aquele ar de "faltou alguma coisa".  Vale a dica 1: conhecer bem a pessoa!

3. Vale-presente! 


Caso não conheça tanto a pessoa e quiser ser gentil, esta é uma boa alternativa. Também tem aqueles que preferem escolher o próprio presente. Assim você não dará qualquer coisa com risco de errar no presente, e a pessoa terá a oportunidade dela mesma escolher o que melhor lhe agrada.

4. Que seja algo pessoal. 


Sim, para a pessoa, pois presente tem de ser super pessoal. Nada de comprar coisas para a casa, a grande maioria das pessoas nem curte muito isso e haja espaço, hein? A chance do presente virar tralha na estante é enorme, cuidado. Objetos decorativos não deveriam se enquadrar na categoria presentes, salvo as exceções, como por exemplo, a pessoa colecionar algum tipo de objeto, ou ter a ver com seu hobby que pode ser decoração ou jardinagem.

5. Serviços, por que não?


Se você conhece a pessoa, pode imaginar como ela receberia de presente um projeto de decoração, um projeto de organização, uma consultoria de estilo ou um coaching de vida, por exemplo. São presentes bem moderninhos, a pessoa pode se ofender, se não for mente aberta, e entender o que significa a prestação destes serviços, totalmente diferentes um do outro, mas que são super personalizados e estão aí para nos ajudar. Às vezes é algo que a pessoa até queira fazer, mas não teve coragem e iniciativa de ir atrás. Todos as opções citadas de projeto, consultoria e coaching podem ser feitas online, totalmente a distância, da sua casa, aguarde, que irei esclarecer melhor cada uma delas em próximos posts. Se nenhum destes interessar, algumas horas num SPA certamente darão uma melhorada e tanto no bem estar da pessoa, que tal? Ou quem sabe uma tatuagem original para as super modernas...

A palavra chave de sucesso é sem dúvida alguma CONHECIMENTO, e todas as dicas no fundo tem a ver com ele. Quanto melhor você conhecer a pessoa, melhor será sua escolha e mais ideal será seu presente!

20 de abril de 2015

Atitude # 7 - Sinta os resultados de sua mudança.



Atitude # 7 - Sinta os resultados de sua mudança.


Algumas pessoas acreditam que muitas coisas na vida são coincidência, sorte ou destino. Outras já confiam na providência divina. Seja o nome que você dê para oportunidades que começam a surgir quando você muda alguma coisa no seu dia a dia, e percebe coisas que antes não percebia, são resultados de sua mudança. Depois de tudo que já fizemos até agora, se colocamos em prática as atitudes anteriores, algum resultado já conseguiremos sentir, nem que um bem-estar que antes não sentíamos. Uma sensação de estar fazendo a coisa certa, de ter feito a melhor escolha, para o nosso bem. É uma boa ideia escrever sobre isso, assunto para o diário da semana. Será uma motivação para seguir adiante, pois tem muita coisa a mudar ainda. Como Cheryl aconselha:

"É hora de parar de pensar nas mudanças que você quer fazer e começar a fazer algo por elas!"

Ter esse projeto em parceria com outra pessoa pode ser interessante, mas penso que devemos nos automotivar em nossas próprias realizações, não fazer as coisas esperando apoio e incentivo dos outros. Ação gera mudança. Minha ação gera minha mudança. É algo particular. No casamento, o companheirismo e a parceria são essenciais, mas a atitude de cada um que trará os resultados desejados para uma vida feliz a dois, por exemplo. É algo particular, que depois somará. Só pra pensar...

19 de abril de 2015

TE na lista TOP 10 Blogs de Organização e Decoração do blog Kalinka Carvalho

Fiquei muito feliz com o reconhecimento da Kalinka Carvalho ao indicar o blog Transformando Espaços na sua lista de TOP 10 Blogs de Organização e Decoração! Repito o que escrevi lá no blog dela, mesmo que produzamos conteúdo de qualidade, nem sempre é compartilhado e reconhecido como gostaríamos que fosse! Sem palavras, somente muito obrigada!
Muitíssimo feliz em aparecer aqui na sua lista TOP10! Mais uma vez agradeço pelo reconhecimento! Que o tema "organização" seja cada vez mais explorado e procurado, pois só tem a contribuir na vida de todos nós!



TE na lista TOP 10 Blogs de Organização e Decoração do blog Kalinka Carvalho

17 de abril de 2015

5 aspectos interessantes do Sistema Fly Lady

Com o desafio de organização de março procurei conhecer um pouco mais sobre o Sistema FLY Lady. Este método de organização pode funcionar muito bem para algumas pessoas, mas sinceramente achei um exagero seguir religiosamente tudo o que ela sugere. Adotar algumas práticas do método? Ok, começamos a falar a mesma língua. Organização é algo simples, pra que complicar. Muitos livros de organização são um convite ao extremo e ao exagero, e replicam o método dela.  Vejamos os cinco aspectos interessantes do Sistema FLY Lady:

 

1. DESTRALHAR.

Destralhar pois tralha não se organiza, se dá outro destino.

COMO EU FAÇO: Claro, é o senso número 1 do 5S ou a etapa 1 na organização que é UTILIDADE. Mantenha somente o que é útil para você, certo? Confesso que demorei para me flagrar disso. Li em 2008 o livro 1000 melhores segredos rápidos e fáceis para você se organizar, e foi a partir desta reflexão que comecei a ver a organização da casa e as coisas que guardamos nela com outros olhares. No entanto ainda não tinha tomado coragem de me desfazer de muitas coisas inúteis. Há quem diga que é um livro simplório demais, mas quando você deseja se organizar, a melhor coisa é começar com atitudes simples: ter um plano e colocá-lo em prática. Organização é um processo de melhoria contínua, você está sempre mudando, aprendendo e implementando algo novo, diferente, fazendo testes, voltando ao que deu certo e funcionou melhor. Só que foi em 2010, depois de ter feito os cursos de organização pela OZ que tracei como meta organizar minha casa, e me dediquei no processo com mais dedicação. Demorou bastante, pois trabalhava fora na época e estava estudando (como sempre), e não dispunha de todo o tempo do mundo somente para isso. No entanto, antes de começar a organizar propriamente me dei por conta que precisava destralhar muita coisa. Então criei o Cantinho da Reflexão, que funcionou muito bem, e o que foi para lá não voltou mais, era portanto, muita tralha! Esse lance de desapegar é algo que a gente aprende, mas não é do dia para a noite. Você tem de se convencer primeiro, e isso leva um certo tempo. Falo por mim, ainda bem que hoje já consigo ser mais racional.

 

2. CRIAR ROTINAS MATINAIS E NOTURNAS.


COMO EU FAÇO: Não tenho rotinas estabelecidas tão rigorosamente, sabe aquela história de fazer as mesmas coisas de um jeito diferente cada dia? Ir por novos caminhos, testar novas possibilidades? Acho que gosto de ser um pouco assim. Defendo ter rotinas, sim, mas tudo é flexível. Só o fato de você estar em casa, ter suas coisas por perto, já é uma rotina. Quando você viaja, e sai totalmente fora do seu eixo, aí sim você percebe o que é mudar a rotina. Em casa, tudo fica mais fácil. Não precisa de tantas amarras.

 

3. DIVIDIR A CASA POR ZONAS


Em cada semana focar na limpeza de uma das 4/5 zonas da casa.
Zona 1: Varanda, Entrada e Sala de jantar.
Zona 2: Cozinha, Área de Serviço e Quintal.
Zona 3: Banheiro e segundo Quarto.
Zona 4: Quarto principal.
Zona 5: Sala de Estar.

COMO EU FAÇO: Essa ideia gostei muito, e mesmo que esse tipo de regra seja extremamente flexível para mim, estabeleci um checklist de limpeza e organização da casa. Está em fase de teste, vamos ver se aprova ou não.

 

3. TÉCNICA DOS 15 MINUTOS


Tanto para destralhar a casa como para administrar e realizar as tarefas.

COMO EU FAÇO: No dia a dia tento ser prática e instintiva, quase que faço essas coisas no piloto automático, quando o tempo é para a casa. Não há outra maneira de manter tudo em ordem, se não for organizando cada dia um pouquinho. Acho exagero estabelecer esse tipo de regra. Estamos ali de bobeira? Enquanto descansamos de atividades gerenciais, trabalhamos nas atividades "operacionais". Pra mim é um antiestresse fazer alguma coisa na casa, adoro isso. Parece que até me dá inspiração muitas vezes e as ideias fluem melhor. Cada um com suas loucuras...

 

4. MISSÃO DO DIA


Organizar um pouco cada dia, definir uma tarefa do dia para manter a casa limpa sem muito esforço fazendo um pouco cada dia.

COMO EU FAÇO: Acho essa sugestão parecida com a anterior. Sempre achei que funcionasse o tal Dia da Faxina semanal, mas confesso que isso é uma frustração, a não ser que você conte com ajuda para isso, de uma diarista, por exemplo. Senão, não funciona, ou será um estresse. Para quem estuda e trabalha fora, não é legal tirar o sábado ou o domingo inteiro para cuidar da casa. Nesse caso, acho legal se esforçar, dividir as tarefas e fazer cada dia um pouco, durante a semana, como for possível, para não sobrar tudo para o final de semana. Momentos de lazer também são essenciais.

 

5. CONTROL JOURNAL


Manter uma agenda da casa, com todas informações importantes centralizadas num só lugar, seja físico ou digital.

COMO EU FAÇO: No mês de março falei sobre isso aqui. Já tinha o hábito de fazer isso, mas do meu jeitinho, e tem tudo a ver com esta ideia.


Você precisa adotar hábitos que tenham a ver e falam sentido para você e que sejam aplicáveis a sua rotina. Não sou nada neurótica com limpeza da casa por exemplo, manter tudo organizado e sem tralha, isso sim. Não chega a ser neurose, mas sejamos práticos: uma casa sem tralha é uma casa mais clean e mais organizada. Manter a organização pra mim é primordial, e a limpeza fica muito mais fácil. A organização é mais simples do que imaginamos, e dá certo, mesmo sem grandes diretrizes e regras mirabolantes.

15 de abril de 2015

Meus primeiros passos com o GTD

Desde o final do ano passado comecei a testar o Evernote, criando cadernos e notas dentro dele. Agora me vejo utilizando mais o Evernote do que os arquivos e pastas do notebook, como sempre havia organizado meus materiais digitais. Ainda mantenho itens lá, pois o que estava lá está continua lá, não migrei nada para o Evernote. Criei uma organização simples baseada no GTD, com as pastas que o David Allen sugere que tenhamos, e gerencio tudo ali mesmo, no Evernote. Na verdade adaptei home office, e-mail, notebook e Evernote com o mesmo esquema de pastas, para que tudo siga a mesma lógica, ainda bem que me acostumo logo com as alterações! Não tenho dificuldade de localizar as coisas que preciso, mas ainda estou me adaptando com a reorganização que fiz. Algumas coisas que antes aparentemente não tinham seu lugar, parece que agora encontraram sua "casa". Seguem algumas considerações gerais e como padronizei as minhas pastas, nos espaços físico e digital.


Considerações gerais



@ Caixa de Entrada



Este hábito eu já tinha, de registrar todas as ideias que vinham a mente, para não esquecer de nada, e depois voltar nelas e arquivar no lugar certo, ou fazer o que precisava ser feito. Tenho um caderno físico, um caderno no Evernote, uma pasta no notebook, no e-mail já é óbvio esta pasta, e também uma gaveta ao lado da minha mesa (para onde vão materiais que preciso verificar depois o que fazer com eles).


Listas de Projetos e Ação



De certa forma minhas antigas "pastas de trabalho" seguiam a ideia de organizar os assuntos que estava trabalhando e comprometida no momento. No entanto, confesso, elas estavam confusas para mim ultimamente. Não estava claro o que era projeto (e ações decorrentes de projetos) e outras tarefas (ações pontuais). Muito menos de manter um esquema de pastas com material de suporte a projetos (que não é ação, só referência/material de apoio mesmo).


Algum dia/talvez e Material de Referência



Arquivava muita coisa pensando "isso seria interessante para o blog, isso preciso revisar, isso preciso organizar", mas não sabia exatamente o que fazer com aquelas informações. Eis a luz no final do túnel: colocar tudo o que tinha a ver com essas dúvidas de "um dia preciso fazer mas não é importante nem prioridade hoje", numa pasta Algum dia/talvez ou numa pasta Material de Referência, pois eram informações apenas de consulta, e não implicavam em nenhuma ação. Além do que, muitas informações eram tralha mesmo, então Lixo para elas!


Agenda



Usar ela somente para compromissos com data e hora marcada, ou prazos que precisam ser cumpridos, com data e hora marcada. Essa é a grande sacada de usar uma agenda. Bem, isso eu já tinha o hábito de fazer também, mas reforçou ainda mais este conceito essencial.


A lista "em espera"



Era o que arquivava na minha pasta @Acompanhar, que eram ações em andamento ou standby, ações delegadas, que dependem de outras pessoas para serem concluídas ou ações que precisam ser tomadas em breve.


A lista de "próximas ações"


Para ser bem sincera, não estavam organizadas. Tinha planos de ação para a casa e para o blog, só que muitas ações caíram na categoria "algum dia/talvez". Costumava usar checklists para outras áreas, só que com os novos desafios e projetos que assumi neste ano, voltei a me organizar melhor. Estou aprendendo a acompanhar as ações no Evernote e também em listas de ações específicas, o que está funcionando bem melhor.


Organização dos meus espaços físicos e digitais com o GTD



Evernote (espaço digital)



Como sempre, para estruturar meus cadernos e etiquetas me inspirei no Vida Organizada, pois confrontar a parte teórica com a prática que já funciona para outra pessoa nos dá uma noção melhor de como fazer as adaptações necessárias. Criei 5 cadernos, e estou me divertindo na criação de etiquetas. Os cadernos são como pastas do computador, você tem de transferir as notas (arquivos) de lugar, para manter organizados. Já as etiquetas organizadas por hierarquia são mais fáceis gerenciar: se uma ação que era prioridade foi concluída, basta adicionar a nova etiqueta tarefas concluídas, que ela cai automaticamente lá. Para uma apaixonada por Arquivística como eu, é como se tivesse encontrado o mapa do tesouro aqui nesta ferramenta!







Ambiente - Home Office (espaço físico)





Notebook (espaço digital)

 

  • Caixa de entrada
  • Suporte aos projetos
  • Referência Geral: separei por categoria, para mim facilita assim a organização. 
  • Algum dia/talvez: pastas e arquivos diversos e organizados em ordem alfabética.


E-mail (espaço digital)


  • Caixa de Entrada
  • Próximas ações
  • Em espera
  • Suporte a ações e projetos
  • Algum dia/talvez
  • Referência Geral

Concluindo...



A primeira vista a leitura do GTD parece complicado de implementar, até entendermos a lógica das pastas, mas não é não. Acho que vale começar e persistir, reler o livro se pintar uma dúvida, e mais importante que tudo: revisar. A tão essencial manutenção da organização, que precisa ser no mínimo semanal. Até pensei que seria mais difícil, mas num primeiro momento, está sendo bem interessante pensar dessa forma, conforme o GTD. Como eu disse, estou começando a lidar com ele, então, não adianta perder muito tempo querendo fazer a organização perfeita, que isso não existe. E se ainda não consigo me sentir tão tranquila, mesmo depois disso, já sei qual é meu vacilo: a revisão semanal. Depois dela tudo fica melhor, e quando não consigo me organizar para isso, é como se estivesse faltando alguma coisa, e realmente está. Nessas revisões sempre pinta alguma alteração, então, a foto da situação atual é essa. Semana que vem já pode ter alguma mudança.

13 de abril de 2015

Atitude # 6 - Elimine o que consome sua energia.



Atitude # 6 - Elimine o que consome sua energia.


Às vezes não conseguimos realizar as mudanças que desejamos, pois nossa energia é consumida por coisas que nos desgastam, tanto físico, mental e emocionalmente. Só conseguimos eliminar esses drenos de energia quando os identificamos, e tomamos a ação necessária: delete para eles.

Segundo Cherly, esses drenos de energia relacionados a nossa vida emocional "têm um custo alto porque causam ansiedade, estresse e nos deixam com a sensação de estar sobrecarregados." Para tanto, ela sugere estas perguntas, para identificá-los:

  1. Tem alguma conversa que você está adiando precisa ter com alguém?
  2. Há algum compromisso que você aceitou porque não soube dizer não?
  3. Você persegue objetivos que ficaram sem sentido e projetos que não mais te interessam?
  4. Você guarda coisas que te remetem a períodos difíceis do passado?

Enfim, o que você sente que rouba a sua energia, e não deveria ser assim? Dê um jeito nisso, e renove-se. Seu bem estar agradece.

10 de abril de 2015

Uma breve introdução ao Evernote

contei que comecei a utilizar o Evernote para conhecê-lo, me apaixonei e agora não sei viver mais sem e também que de quebra mergulhei no estudo do método GTD, super me identifiquei, e pode te certeza que quando falarei de um, falarei do outro também. Sobre o GTD já escrevi um post, só que sobre como começar a trabalhar no Evernote ainda não. Assim, iniciantes, curiosos e aspirantes em entendê-lo, me acompanhem!


Quer saber mais sobre o que ele pode fazer por você? A página inicial é bem atrativa, com as chamadas "Disponível para tudo o que você utiliza todos os dias" e "Um único espaço de trabalho" para:
  • escrever (listas, pesquisas, anotações, diário),
  • colecionar (artigos, fotos, notas, links de sites legais),
  • encontrar (é tipo um google dentro da ferramenta),
  • apresentar (sim, é possível apresentar em slides somente com um clique!).

Cito duas vantagens maravilhosas:
  1. Tudo que você precisa num só lugar,
  2. E ainda por cima, sincronizado!

Para começar a utilizá-lo, você precisa:
  1. criar uma conta, existem as opções gratuita e pagas (com mais recursos).
  2. decidir se usará a versão web ou se irá baixar o aplicativo, e onde (no computador ou em dispositivo móvel).
  3.  ao entrar na ferramenta, seja curioso, procure e descubra. É fácil entender como ele funciona. Será solicitado para você escrever sua primeira nota, que irá ser salva no seu primeiro caderno. Depois conhecendo melhor, você pode criar seus próprios cadernos e uma hierarquia de etiquetas, pois é com elas que você localizará sua notas no campo de pesquisas. Funciona basicamente assim: no computador trabalhamos com arquivos e pastas,  e no Evernote com notas, cadernos e etiquetas. Elas que fazem toda a diferença!
Mais informações sobre o Evernote clique aqui. O passo a passo para aprender a utilizá-lo em suas mas variadas opções, clique aqui para conhecer cada uma delas. Enfim, o caminho é esse, agora é com você!

8 de abril de 2015

Inventário de Bens para auxiliar na Organização de uma Mudança

Há mais ou menos 1 ano atrás estava começando os preparativos para a mudança mais organizada da minha vida até hoje, com mais coisas adquiridas ao longo dos anos, e posso listar cinco características interessantes dela:
  1. Tive tempo hábil (considero 1 mês um bom tempo) e disponibilidade total para me organizar bem, e priorizar a organização da mudança mesmo;
  2. A empresa de mudanças disponibilizou caixas padronizadas o que facilitou muito o trabalho;
  3. Meu esforço nessa história toda foi somente a organização em si e o "encaixotamento", me preservei de todo trabalho pesado, de carregar caixas, essas coisas. Gestante de 6 meses, tinha de me cuidar, né? Boa desculpa eu tive...
  4. Tive a oportunidade de fazer uma bela faxina, analisando bem todas as coisas que tínhamos, e me desfazendo por hora de algumas tralhas;
  5. Curiosa para saber quantas caixas iríamos ter na mudança, e tentando controlar o que fosse possível, já que esforços para mim estavam limitados, elaborei um Inventário de Bens, numa planilha de excel, e lá fui organizando todo o processo.

Post it numa das caixas
Neste Inventário de Bens, inicialmente listei os ambientes que geralmente compõe uma casa, o que manteríamos de móveis em cada um deles, bem como objetos decorativos e utilidades. Registrei o conteúdo das caixas por ambiente (mais ou menos deu certo), marquei num post-it colorido por áreas (cozinha, salas e lavanderia - pink, quarto casal e vó - laranja, quartos meninos e home office - amarelo) com número de prioridade (1=logo, 2=durante a semana, 3=sem pressa) para abertura delas depois, bem como o ambiente na qual pertencia e e uma referência ao conteúdo. Conforme concluía a organização das caixas, marcava no status "ok" e "para fechar", pois alguma coisa volta e meia ainda precisávamos que por ventura estivesse nestas caixas, ou ainda havia nelas espaço livre para colocar algo. As caixas do "para fazer", que ficaram para o dia da mudança foram itens de cozinha e de outros ambientes que não conseguimos finalizar antes. Deram uns imprevistos por causa destas caixas, mas são coisas que fazem parte, simplesmente não foi possível deixar tudo ok antes, estava cansada nos finalmentes, para continuar atualizando a planilha, e encaixotando os itens que ainda estávamos utilizando no dia a dia

Esse processo inicial de organizar tudo, até o dia D (da mudança) foi tranquilo. Depois, o descarregar e reorganizar na nova casa, idem. Demorou um pouco, mas o necessário foi logo feito, e no final das contas, deu tudo super certo.

111 caixas! Quase todas ok antes do "dia D"
A única situação muito peculiar, foi que não fotografei as etapas do trabalho de organização. Estive tão absorvida com o trabalho em sim, que simplesmente esqueci este detalhe importante. Acho que sei o porquê: apesar de as caixas estarem "organizadas" nos ambientes, sempre dá uma cara deprimente de bagunça, tudo fora do lugar, ou melhor, tudo sem lugar! Quer mesmo saber? Acho que para mim gera uma certa angústia, e não gosto de lembrar dessa parte, por isso não fiz questão de eternizá-la em fotos. Sabia que estava tudo sob controle, mas querendo ou não em algum aspecto sempre desestrutura a gente.

Assim só restou o registro escrito, e a maior sacada da vez que foi o Inventário de Bens. Veja a seguir a imagem do Inventário para ter uma ideia, pois ele pode ajudar e incrementar os posts já escritos sobre dicas de mudanças. Só quem já se mudou sabe como é!

10 dicas para você organizar uma mudança

5 considerações sobre nossa última mudança

Como foi reorganizar tudo na nova casa


Inventário de Bens

6 de abril de 2015

Atitude # 5 - Defina suas prioridades.



Atitude # 5 - Defina suas prioridades.


Definir prioridades é importante para estabelecer suas ações no dia a dia, o que você pretende fazer, e não se frustrar depois. Você não executa prioridades, mas é com base nela que faz suas escolhas, ao menos é assim que deveria ser. Cherly sugere criar uma lista do "sim absoluto", ou seja, das suas prioridades, e dá 3 dicas para dizer não sem peso na consciência:
  1. Seu cuidado pessoal é sempre uma desculpa válida;
  2. Você não tem de se defender nem dar explicações a respeito de seus atos;
  3. Fazer coisas por culpa ou por obrigação não é fazê-las por amor.
A lista de prioridades é algo que precisa de revisão periódica, pois elas podem mudar dentro de 3 ou 6 meses. Que tal dizer SIM às suas prioridades, e um pouco mais de NÃO ao que não tem tanto a ver com elas, e só tira você do seu plano traçado? Deixe suas prioridades bem visíveis, revise-as periodicamente, e tenha certeza após suas análises, de que você está fazendo a coisa certa com o seu precioso tempo, dedicando atenção ao que é realmente importante. E aí, vamos escrever nossa lista do "sim absoluto" e aprender a dizer não com elegância? Só assim é possível CRIAR tempo...

3 de abril de 2015

Decorando a casa para Páscoa

Post vapt-vupt: o que andei aprontando por aqui durante a semana, na decoração da nossa casa para Páscoa, inspirada nas ideias deste post e mais um vídeo lindo e emocionante sobre esta data especial.

Nossa Decoração de Páscoa


 As cenouras de feltro já estavam prontas há séculos, mas faltava recheá-las e fechá-las: finalmente esse ano saíram da gaveta!!!


Jardim da Ressurreição, foi mais fácil do que imaginei, com matéria-prima encontrada no quintal!


A Árvore de Páscoa será enfeitada só no domingo, por enquanto ela está assim...


Latas de Leite NAN foram decoradas com EVA e botões e serão recheadas de chocolates, uma pra cada filhote. Os ovos ficarão noutra cesta...


Um Ovo Colorido de botões, dentro de um quadrinho, na estante da sala de jantar.



O móbile de ovos coloridos colocamos no suporte de cortinas da sala! Ficaram mais com cara de balõezinhos, mas valeu a intenção, rs...

1 de abril de 2015

Receita de papinha saborosa e nutritiva

Nunca gostei de cozinhar todo santo dia, pois sempre me ocupei com outros trabalhos/atividades além da casa, assim o freezer e o micro-ondas sempre foram dois parceiros e tanto! Por outro lado, sei que é mais saudável e gostoso saborear o que nós mesmos fazemos, então, preparo os alimentos principais e congelo, isto facilita muito e agiliza o preparo das refeições no dia a dia.




Assim procedo com as papinhas do Miguel: preparo dois tipos, congelo, depois vou servindo cada dia uma papinha diferente, quando não rola o caldinho de feijão com legumes, etc e tal. As papinhas costumo não deixar no refrigerador, pois o cardápio dele varia, então, retiro diretamente do freezer. Aprendi uma receita de papinha pra lá de prática, que dá pra fazer infinitas variações, anota aí:

 

INGREDIENTES


  • 1 colher (sopa) de óleo
  • 2 colheres (sopa) de carne de frango ou gado moída
  • 8 colheres (sopa) de legumes (cebola, tomate, batatinha ou batata doce, e outro tipo de legumes)
  • 1/2 colher (chá) de sal
  • água

Costumo dobrar a receita, para que assim renda de 5 a 6 porções, dependendo da quantidade de caldo com que for preparar. Tenho como medida para os legumes uma tigela de vidro, não calculo por colheres, e a água, em geral varia de 2 a 3 xícaras de chá. Já testei várias possibilidades e percebi que o Miguel gosta mais de carne de frango, então, tenho feito mais variações com ela, e suas combinações preferidas são:
  1. Frango - Cebola - Tomate - Batatinha - Cenoura
  2. Frango - Cebola - Tomate - Batatinha - Abóbora
  3. Gado - Cebola - Tomate - Batatinha - Beterraba

Todo o processo leva em torno de mais ou menos 1 hora, para preparar, cozinhar e guardar nos potinhos. Depois, é só retirar do freezer, descongelar 3 minutos no micro-ondas, esquentar 1 minuto, e pronto: dar a papinha para ele saborear! Hummm....




Depois de escrever este post fui conferir o que as mamães blogueiras estavam falando sobre o assunto, e olha só o que que encontrei no Macetes de Mãe: Dicas bem legais para congelar alimentos e mantê-los nutritivos e saborosos para os filhotes! A única coisa que não faço é identificar os potinhos, pois não chegam a durar 15 dias no freezer. Geralmente vou preparando novas, cada semana, assim, elas ficam sempre frescas. Acertei quase em todas, na mosca!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

GOSTOU DESTE CONTEÚDO? COMPARTILHE!