24 de março de 2014

10 dicas para você organizar uma mudança sem stress

Na última semana, uma amiga que está vivenciando uma situação de mudança de casa me pediu um help para se organizar, e é claro, me bateu aquela inspiração para escrever um post sobre o assunto, que já está na minha lista faz tempo. "De quebra os demais leitores podem se beneficiar também", pensei!

A primeira coisa que você precisa fazer se estiver próximo de enfrentar uma mudança, é PLANEJAR. Muitas horas serão gastas com o encaixotar dos objetos, dependendo do seu volume e quantidade, mas lembre-se que se esta etapa for bem feita, facilitará muito depois ao tirar os objetos das caixas e colocar tudo nos novos ambientes.

Faça uma lista de tudo o que precisa fazer, não confie somente na memória, principalmente num momento de transição como este! Vá riscando o que estiver ok, e mãos a obra!


10 dicas para você organizar uma mudança sem stress


Vamos conferir 10 dicas para você organizar uma mudança, que poderão lhe ajudar na elaboração da sua lista personalizada de tarefas:

1. Escolha a empresa que fará a mudança: 

Faça no mínimo 3 orçamentos, verifique indicações e referências com seus contatos. Defina o dia para o transporte, e comece já a se antecipar com o que for possível!

2. Solicite o desligamento dos serviços de água, luz, gás, telefone, Internet e TV a Cabo.

Faça isso por volta de 3 semanas antes do dia da mudança e a instalação deles na nova residência. Mude a titularidade das contas de água e energia elétrica da casa antiga para a do novo morador, pois elas não serão mais responsabilidade sua.

3. Comunique seu novo endereço para seus contatos pessoais e profissionais: 

Comunique por e-mail, SMS, ou telefone. Não esqueça das pessoas e empresas que lhe enviam correspondências, como: empresas de cartão de crédito, bancos, INSS, companhias de seguros, escolas, revistas, jornais, clientes, amigos e familiares.

4. Providencie os seguintes itens pra começar o trabalho: 

Plástico bolha, jornais velhos, fita adesiva, canetinhas ou etiquetas coloridas, canetinha de ponta grossa e muitas caixas de papelão!

5. Avalie muito bem o que tem dentro de casa:

Se houver itens que não deseja mais manter, esta é a hora de desapegar: doe, descarte e jogue no lixo o que não serve mais. Especialmente papelada e revistas velhas do home office, roupas e acessórios não usados mais do guarda-roupa e potes e cacarecos entulhando os armários da cozinha, por exemplo. Ao descartar o que é inútil você já estará dando um passo importantíssimo na organização da mudança. Seja crítica com seus pertences, e faça um inventário de bens, isto pode ajudar na tarefa de destacar o supérfulo do essencial e necessário. Objetos não usados hoje, provavelmente continuarão sem uso na nova casa.

6. Limpe os eletrodomésticos e complementos:

Objetos decorativos, tapetes, cortinas, quadros, almofadas – isto poupará trabalho na nova casa, que receberá uma “roupa” limpa e cheirosa. Se você tem ar-condicionado em casa, agende com o profissional a desinstalação e limpeza dele.

7. Comece a encaixotar os objetos com antecedência: 

Objetos decorativos, quadros, coleções de CDs, livros e revistas, coisas do depósito (ou despensa e garagem, se tiver), roupas e acessórios, sapatos, enxoval de cama, mesa e banho, objetos de cozinha e da área de serviço. Aqui entra o plástico bolha, para proteger objetos frágeis como quadros, louças, e tudo o que quebra fácil, que você também pode embrulhar com jornal. Deixe mais para os últimos dias, as coisas que ainda estiverem sendo usadas na cozinha e peças de uso constante como perfumaria e higiene. Se ainda tiver as caixas originais de computador e aparelhos eletroeletrônicos, isto também ajudará bastante para protegê-los melhor.

8. Identifique cada caixa com o ambiente a que pertencem os objetos:

Por exemplo: cozinha – louças (frágil), cozinha – panos de copa e panelas. Se quiser usar o recurso das cores, com etiquetas ou canetinhas coloridas, isto facilitará ainda mais! Assim ao chegarem na nova casa, cada caixa irá logo para o seu devido ambiente! Você poderá também especificar ainda mais e classificar as caixas por prioridades: nº 1 – de uso imediato, nº 2 – de uso contínuo e nº 3 = de uso eventual.

9. Arrume uma bolsa ou mala:

Para cada membro da família, com peças de roupas e itens de uso pessoal, somente o principal, para que fique de fácil acesso durante esses dias de transição.

10. Planeje bem as refeições:

Para que a despensa e geladeira “esvaziem” até o dia da mudança! Nesta fase não descuide de você: alimente-se, beba muita água, pois o trabalho será longo! Torne esse momento algo divertido, e não um stress desnecessário.


Ao chegar na nova residência, defina o lugar dos móveis e comece a abrir as caixas por ordem de prioridade. Não coloque tudo em qualquer lugar, aproveite esse clima de renovação, e comece a definir o lugar certo de cada coisa! Vá com calma, dedique-se a um cômodo por vez, e bom trabalho!

Uma Dica Preciosa:

Se você não dispõe de tempo, e sente arrepios só de pensar num monte de caixas espalhadas pela casa, converse com uma Personal Organizer que atue na sua cidade ou região, e peça ajuda e orientação dela!

Seguindo essas dicas sua mudança será um sucesso, tenho certeza!
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

GOSTOU DESTE CONTEÚDO? COMPARTILHE!