27 de janeiro de 2014

Finalmente Organizando as Lembranças

Considero-me muito seletiva com guardar coisas, especialmente lembranças disso ou daquilo. Porém tem coisas que tem uma história legal, um significado especial para a nossa vida. O primeiro presente recebido do marido, por exemplo, que na época nem namorado era, mas como estava todo cheio de segundas intenções, veio me visitar já com um presente.

Como eu não queria nada com ele, e posar de garota difícil era tudo o que eu mais sabia fazer, até começarmos a namorar o presente ficou bem guardadinho na caixinha, nem usei. Era um perfume delicioso, mas só senti seu significado e tive motivos para usá-lo, alguns meses depois quando começamos a namorar. Eu guardava o bendito do frasco de perfume e sua caixinha dentro da nossa caixa de cartas de amor. (Gente, sou de uma época em que se escrevia cartas e enviava-se elas pelo correio! E pensar que estou falando apenas de 15 anos atrás!) 

Não dá pra acreditar que na pequena invasão de privacidade que tivemos neste mês aqui em casa, os visitantes conseguiram encontrar este frasco, e levar também com eles. Esta é apenas mais uma de outras situações, nas quais percebemos alguns sinais de inteligência e outras de extrema burrice, pois que valor para eles terá este frasco vazio?!

De qualquer forma, de nada adianta esse tipo de questionamento, mas este e outros fatores também relacionados ao acontecido, me fizeram dar uma geral nas caixinhas das lembranças. Tipo de atividade meio chata que a gente vive adiando e deixando pra um dia fazer e nunca faz. E que infelizmente não é tarefa para um dia, ou para poucas horas...

As caixas ficaram empilhadas do lado da minha cama há mais de 2 semanas. Primeiro fiz o descarte, e me livrei de alguma papelada inútil. Sentamos os dois e analisamos alguns registros que nenhum valor tem guardarmos, e também não tinha só coisa minha ali. Pois jogar tudo misturado dentro de uma caixa, simplesmente não é o tipo de organização prática e funcional. E esta era a situação que se encontrava por ali.

Depois comprei umas pastinhas com elástico, pastas L e envelopes, pois sem material é meio difícil trazer de volta pra caixa de forma organizada. Então categorizei os registros, e cada pastinha ficou com um assunto definido. Só falta identificar as belezinhas e guardá-las novamente no lugar.

Poderia digitalizar as cartas e outros escritos, fotografar algumas coisas e dar um fim em tudo. Porém não consigo ser tão radical, ainda não. Muita coisa ali faz parte da nossa história, e é muito gostoso reviver certas coisas muito lá de vez em quando, pois nada se compara ao nosso hoje, que é muito melhor!

Finalmente Organizando as Lembranças
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

GOSTOU DESTE CONTEÚDO? COMPARTILHE!