21 de novembro de 2013

Arquivo das Lembranças

Desde que comecei a estudar Documentação e Arquivística (foi minha disciplina preferida na faculdade), não consigo mais imaginar a organização de registros e documentos de outra forma. Sempre classifico a papelada em arquivo corrente, intermediário e permanente, como já expliquei em outros posts. Até mesmo para o Arquivo das Lembranças e/ou Recordações.

Convites, lembrancinhas diversas, cartas (já vivi numa época que não havia e-mail, dá pra imaginar isso?!), cartões... não dá pra guardar tudo, isto é muito óbvio, por isso não considero ter um Arquivo Permanente. Nem que o tempo de guarda de algumas coisas seja mais longo, chegará uma hora que ficará somente nas lembranças imaginárias, e não mais na caixa das lembranças em meio físico. Por isso tenho somente o Corrente e o Intermediário.

Arquivo Corrente das Lembranças

Arquivo Corrente das Lembranças

Produtos Organizadores: 2 caixinhas de entrada chamadas Lembranças Família e Lembranças Diversas
Localização: com a mudança do home office para a sala, deixei elas numa mesa de apoio do nosso quarto mesmo.

Como é uma caixa de entrada, a ideia é descartar primeiro aqui. Fica um tempo, quando remexo na caixa, já vejo se quero tirar algo, e permanece só o Mais importante. Este sistema não tem mais de 2 anos, comecei depois que o Gui nasceu,  e ainda não fiz a transferência de registros para o próximo arquivo. Para você ver como consegui reduzir e muito a guarda de itens desnecessários na caixa Lembranças!

Arquivo Intermediário das Lembranças

Arquivo das Lembranças

Arquivo das Lembranças

Produtos Organizadores:  4 caixas coloridas da Ordene.
Localização: em cima do guarda-roupa.

Minha filosofia é trazer para essas caixas só o MAIS importante.

Recordações Edel – contém coisas interessantes da juventude, da época de solteira. Foi difícil me separar de algumas coisas, mas fiz isso antes de me casar. Não queria levar meu passado junto comigo, assim, tão detalhado, eu guardava muita coisa! Tudo era lindo, parece que único. Nunca me arrependi de nada que descartei, e algumas coisas ficaram sim, na lembrança imaginária. Ex: minhas agendas cheias de clips, o primeiro caderno da escola, o meu caderno de recordações (onde as pessoas escreviam poemas e mensagens), a agenda do Garfield de 1994 que virou meu primeiro diário, os questionários (numa época que não tinha facebook, era assim que a gente conhecia as preferências dos colegas), entre outras recordações interessantes.

Recordações do Casal – meu marido e eu namoramos muito à distância, por carta e telefone, trocávamos cartões e algumas lembrancinhas que estão guardadas nesta caixa especial. A saudade nos acompanhou por longos 3 anos, quando finalmente começamos a escrever nossa história juntos, lado a lado.

Caixa 1 Lembranças – Basicamente dos nossos primeiros 10 anos de casados, em que moramos em Jaraguá do Sul/SC.

Caixa 2 Lembranças – esta está praticamente vazia ainda.

Já tentei reorganizar estas lembranças, mas sempre chego à conclusão que elas estão bem como estão. Talvez meio misturadas, mas o que é importante está ali. Chegará o dia em que precisarei analisá-las melhor, e desapegar mesmo. Porém agora elas não chegam a incomodar lá no alto do guarda-roupa.

Quando nosso filhote for para a escola, terei de fazer um arquivo somente para ele, e suas coisinhas... mas calma, deixa eu curtir do jeito que está, fácil de manter a organização, até porque tento não gerar registros desnecessários. Assim muitos já vão para o lixo de cima da minha mesa, na primeira análise. Melhor assim. O que é Mais importante tem seu lugar especial!
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

GOSTOU DESTE CONTEÚDO? COMPARTILHE!