TRAILER TRANSFORMANDO ESPAÇOS | dicas de organização, decoração e produtividade!

31 de agosto de 2013

Meu guarda-roupa - parte 2

Continuando a escrever sobre Meu guarda-roupa - parte 1, vou detalhar um pouco sobre a organização interna dele. Meu guarda-roupa é todo marrom pois na época já achava lindo marrom, como hoje. Só que para este móvel, a parte interna deveria ter uma cor mais clara, ou no mínimo amadeirada, não uma cor tão escura, para ser mais fácil visualizar o que tem dentro. Lembro que o cara que projetou até comentou, mas eu fui teimosa e quis tudo nessa cor. Nunca fui muito apaixonada por móveis brancos, mas com o passar do tempo aprendi a gostar deles, pois também tem seu valor, beleza e utilidade!

A parte superior do armário guardo itens do home office, recordações e lembranças, certificados e diplomas, mesa de desenho, jogos, entre outras coisas, e ao lado fica a sapateira. A mesa de passar roupa fica escondida aí atrás, super discreta, não faz questão de aparecer.



PRATELEIRAS

Camisetas manga longa dobradas, empilhadas e espaços identificados. Assim não preciso lembrar onde é o lugar disso ou daquilo, a etiqueta ajuda na correria do dia a dia indicando o espaço. É só manter no lugar definido na organização, que não pretendo alterar tão cedo. Adoro as prateleiras, assim a parte central do guarda-roupa é só delas. Separar por cores, ah... tanto não precisa. Prefiro por separar por tipo de roupa, e outras semelhanças, como no caso das camisetas as de meia estação (mais cavadas) e as de inverno (com gola alta, mais grossas e quentinhas). E assim cada pilha de roupas é uma história...

Perfumes, cosméticos e outros itens de penteadeira ficam meio sem lugar num guarda-roupa com prateleiras cheias, então a solução está sendo colocar em cestinhos na frente das pilhas de roupas que não estão sendo usadas na estação, pois separei uma prateleira para as peças de verão (vestidos, bermudas shorts e saias, babylooks e blusinhas) e outra para as de inverno (casacos, camisetas manga longa, moletons e leggins). Não é o ideal, mas existe realidade ideal se no banheiro não é possível armazenar tudo em armário fechado e no nosso quarto não existe mais a tradicional penteadeira? A palavra chave é adaptação.


Como transferi o local de passar roupas da lavanderia para o nosso quarto, para conseguir realizar essa tarefa de maneira mais segura e isolada, a caixa onde armazeno as roupas para passar fica na parte bem embaixo no guarda-roupa. Este cantinho é meio coringa, poderia também guardar meus sapatos que estão em caixinhas transparentes em cima da sapateira do marido, ou caixas com acessórios.



CABIDES

Coloquei em cabides as peças mais difíceis e que nem se recomenda dobrar, de tecidos mais finos e molinhos: tallieurs, saias, blusas, camisas, batas, vestidos. Já pensei em padronizar os cabides, mas o que iria fazer com estes que estão excelentes ainda? Ah, um dia eu troco, e por incrível que pareça, me entendo bem com eles assim. Os cabides pretos tem 2 formatos diferentes, então num deles coloco as blusas e o outro os camisões e as batas. Tenho 6 coloridos que dividem estes dois grupos com as camisas, não gosto muito de camisas, mas alguns modelos acho legal ter, pois vez ou outra acabo usando.



CALCEIRO

O que poderia ser diferente: em vez de calceiro, colocar as calças e saias em cabides num espaço próprio para isso, pois assim seria mais fácil de visualizá-las e tirá-las do guarda-roupa, e também não sobrecarregaria as divisórias. Como o guarda-roupa foi feito com calceiro, vamos usá-lo, né?




GAVETAS

Nas gavetas além da roupa íntima e meias, também guardo os pijamas de inverno e verão. Foi o melhor lugar que encontrei para eles, que são macios e de tecidos molinhos, além do que não temos tantos assim para ocupar o espaço das prateleiras.

MALEIRO

Como meu marido e eu somos altos, não temos problemas em pegar as peças no maleiro (um banquinho sempre ajuda para alcançar melhor), então coloquei lá algumas das pilhas de roupas mais usadas no inverno. Como onde moramos não faz assim tanto frio, ficou excelente! Assim como já disse também não sou adepta do troca-troca de roupas conforme muda a estação, para nós funciona melhor assim.

E onde ficam os acessórios, roupas de cama e banho, roupas de praia, chapéus e bonés? Isto é assunto para outra postagem!

28 de agosto de 2013

Meu guarda-roupa - parte 1

Adoro comprar roupas e sapatos, como toda mulher, mas tenho um freio muito forte e controlado: somente quanto pinta a necessidade ou quando me apaixono perdidamente por alguma peça (o que dificilmente ocorre se não estou precisando dela). Não dá para organizar um guarda-roupa como os de revista, com toalhas dobradinhas na prateleira, caixinhas lindas para acessórios, e ainda ter espaço sobrando,  porque simplesmente na vida real não é bem assim!

Passamos longos anos (leia-se 7 anos) somente utilizando o meu guarda-roupa de solteira, e um tempo depois que casamos adquirimos uma cômoda e um "mini" criado-mudo para o quarto, que melhoraram muito a distribuição das roupas e calçados. Na época fotografia não era tão fácil como hoje em dia, ainda bem, pois nem me recordo de como conseguia organizar nossas coisas em tão pouco espaço. Lembro que me estressava muito por não ser possível organizar tudo como gostaria, mas tinha esperança de que "melhores dias viriam", e graças a Deus tínhamos o que vestir e calçar, não é mesmo? Paciência, eu me virava nos 30, e tentava fazer o melhor com os recursos que tinha.

Então quando projetamos nosso guarda-roupa de casal em 2008, também o fizemos da melhor maneira possível, mais na ânsia de finalmente ter um espaço ideal para cada um guardar suas roupas. Desde então, mesmo com mais espaço, a regra sempre foi analisar bem o que comprávamos, consertar regularmente as peças com problemas, e só manter o que realmente usamos. Pratico bem o desapego, se não serve mais, se não tem mais a ver comigo, pra que manter tal peça no guarda-roupa ocupando espaço? Felizmente meu marido também pensa assim.

Estive nesses últimos anos testando esse lance de guardar roupas de inverno em outro local (maleiro, caixas organizadoras, baú, cômoda) no verão e vice-versa, e deixando sempre as roupas usadas na estação ao alcance das mãos, mas para mim não funcionou. Achei um jeitinho particularmente meu de organizar nosso guarda-roupa e estou realizada e feliz por não ter de pensar mais nisso, somente fazer periodicamente a manutenção dele. Acho que este é o local que menos sofre mudanças atualmente.

Nosso guarda-roupa até que é bem grande, com 6 portas, dividido com democracia entre o casal, os espaços azuis são dele e os rosa são meus, os brancos são dos dois. Em 2010, depois de me especializar no assunto Organização com os cursos da OZ, fiquei ainda mais apaixonada do que já era, e a minha casa se consagrou numa eterna e constante oficina de testes e mudanças! Criei um desenho para pensar e repensar a organização do guarda-roupa, até chegar na situação atual, que é essa aí:



Num próximo post continuo explicando melhor esse desenho, e o que deu certo por aqui na Organização do Guarda-roupa!

26 de agosto de 2013

A sala é de todos!

Nossa casa está passando por algumas pequenas mudanças, espero que tenha conseguido resolver os maiores "problemas" por uns tempos. Com criança é assim, melhor sumir com as coisas que ela não pode pegar do que ficar se irritando e dizendo "Não! Isso não pode".

Às vezes se faz necessário, mas estou tentando ensinar o que pode para o Gui e o que é da mamãe e do papai. Com o rack eu tentei, coloquei um cadeado nas portas onde ficavam os cds e dvds, aqueles de fechar mala, mas não sei como ele foi arrebentado, quebrado e descartado. Assim no último sábado resolvi tirar as portas de uma vez antes que quebrasse tudo, e assim tem mais um local para os brinquedos dele. Uma gaveta já está faltando, na lista de coisas pra consertar...

Ele fazendo bagunça...

E eu tentando organizar! Mas só consegui depois que ele dormiu!

As caixas dos cds escondi embaixo da mesinha de canto onde está o abajur, e os que mais costumamos escutar  coloquei num porta-cds, e ficam lá no quarto do Gui. Os dvds estão na caixa de vime na parte superior do rack, mas irei colocá-los num porta-dvds também, pois se ele descobrir que os desenhos estão ali, ai ai ai...

Foco na bagunça...

Nem tanto assim, né?!

Foi bonito de ver ele hoje, brincando quase o dia todo na sala, pois com chuva é o jeito. Ele é meio individualista nas brincadeiras, mas gosta que estejamos por perto, interagindo com ele. A bagunça durou o dia todo, pecinhas por todos os lados, até a noite, quando guardamos tudo e ele finalmente assistiu um desenho que tanto gosta (ok, de manhã também assistiu um pouquinho). Fiquei é feliz com tudo isso, pois tem dias que não quer brincar com nada e hoje foi só diversão e inventando brincadeiras! 


Essa foi a invenção do dia: acho que era pra se o carrinho dele... logo, logo, adeus caixinha!

Simplesmente amo!

22 de agosto de 2013

Caixas Organizadoras: onde comprar em lojas físicas em Itajaí/SC e região?

Como fico feliz de ver tantas opções de caixas e outros produtos organizadores cada vez mais perto da gente, sendo vendidos em supermercados e lojas especializadas de produtos para casa, sem falar nas lojas virtuais! O setor de utilidades, em especial das caixas plásticas, é meu favorito, passo lá nem que é só pra ver as novidades, embora já tenha o suficiente aqui em casa! Mas vai que preciso recomendar para alguém, então estou antenada... é isso que farei hoje! Comércio virtual é muito prático, mas não dá pra "ver tocando", e logo levar pra casa, por isso prefiro as lojas físicas. A Ana Paula, leitora do blog me questionou onde comprei as minhas caixas, e assim tive a ideia de listar por aqui alguns fornecedores de Itajaí/SC e região, os quais mais conheço.

Caixas Organizadoras: onde comprar em lojas físicas em Itajaí/SC e região?


CAIXAS PLÁSTICAS ORDENE

  • Cassol Center Lar (Av. Oswaldo Reis)
  • HAVAN (a de Brusque/SC tem maior variedade de modelos)
  • Supermercado Angeloni
  • Lojas Americanas

CAIXAS DECORATIVAS DE PAPEL

  • Papelaria Moderna (e outras papelarias em Geral)
  • Loja Etna (Joinville/SC)

CAIXAS DE FEIRA PLÁSTICAS
CAIXAS PLÁSTICAS PLASÚTIL

  • R.A. Amorim Refrigeração (Av. Irineu Bornhausen, 1130)
  • Milium

CAIXAS COZA


CAIXAS DE PAPELÃO

  • Casa das Embalagens (R. Dr. Reinaldo Schmithausen, 1508)

Se você quer adquirir caixas organizadoras de mais qualidade não se lamente "ah, mas como são caras!", escreva para mim dizendo para o quê pretende utilizá-las, assim posso te ajudar a analisar as possibilidades e a fazer um investimento mais seguro, sem arrependimentos!

13 de agosto de 2013

Organizando as Rotinas do Lar: Checklist e Listas Complementares das Rotinas do Lar

Já contei como organizo as nossas Rotinas do Lar por frequência, mas ainda não esclareci as tais "Listas Complementares" que havia citado naquele post e ficou meio no ar. Vamos lá! Atualizei meus modelos de listas e checklists das Rotinas do Lar, e disponibilizo todas elas aqui neste post para você entender melhor. Fiz um breve comentário sobre cada uma das 5 Listas Complementares, e novamente sobre o checklist básico e norteador das Rotinas do Lar, e deixo o link de cada um deles para você personalizar, caso queira utilizar como modelo! Só atenção, que são dois links: do meu checklist para você conhecer e o modelo em branco com esse destaque amarelo para você utilizar! Vamos refletir sobre rotinas!

Listas Complementares das Rotinas do Lar



Checklist Básico: ROTINAS DO LAR

Checklist que dá uma visão geral do que precisa ser feito em casa e de quanto em quanto tempo. Sem paranoias de organização, consiste num guia para manutenção da ordem e limpeza no lar.

CLIQUE AQUI PARA CONHECER O MEU CHECKLIST DAS ROTINAS DO LAR.

CLIQUE AQUI PARA FAZER O DOWNLOAD DO MODELO DAS ROTINAS DO LAR.

Lista 1: CARDÁPIO SEMANAL

Não darei uma de nutricionista nem usarei este espaço para aconselhar o que é bom ou não comermos no dia a dia. Apenas inventei um cardápio variado para manter a boa saúde e se alimentar com responsabilidade, incluindo nas refeições o que nós aqui achamos que não pode faltar. Nunca seguimos a risca as 7 opções, uma em cada dia da semana, mas já ajudou muito estabelecer uma rotina, na medida do possível.

CLIQUE AQUI PARA CONHECER O MEU CARDÁPIO SEMANAL.

CLIQUE AQUI PARA FAZER O DOWNLOAD DO MODELO DE CARDÁPIO SEMANAL.


Lista 2: CARDÁPIO DAS CRIANÇAS

O pediatra é quem melhor pode lhe orientar sobre a alimentação adequada para seu filho ou filha, de acordo com sua idade e necessidades específicas. Com base nas suas recomendações invente um cardápio para as crianças, esta simples tabelinha vai lhe ajudar de montão a se planejar no dia a dia e de quebra a se organizar melhor!

CLIQUE AQUI PARA CONHECER O CARDÁPIO DAS CRIANÇAS.

CLIQUE AQUI PARA FAZER O DOWNLOAD DO MODELO DE CARDÁPIO DAS CRIANÇAS.


Lista 3: MATRIZ DE RESPONSABILIDADES DO LAR

Viva a divisão de tarefas no lar, onde cada um ajuda um pouquinho, tentando fazer a sua parte! É uma forma de chamar todo mundo ao compromisso. Vale questionar o que cada um poderia fazer, e onde gostaria de cooperar, assim o processo fica mais democrático! Se tem empregada em casa, nada melhor do que ela também saber claramente o que precisa ser feito, e o que é atribuição dela.

CLIQUE AQUI PARA FAZER O DOWNLOAD DO MODELO DA MATRIZ DE RESPONSABILIDADES DO LAR.

Lista 4: LISTA DE TAREFAS @AÇÃO

Lista muito versátil, pode servir para assuntos relacionados ao Lar ou a outras áreas. São aquelas tarefas pontuais que surgem no meio do caminho, como:
  • Providenciar a manutenção do ar-condicionado.
  • Plantar temperos na horta.
  • Consertar a porta da cômoda.
  • Fazer orçamento para reforma das cadeiras.
  • Organizar/fazer manutenção da cozinha.
Anotar na lista pra não esquecer! 



Lista 5: LISTA DE SUPERMERCADO

Lista de Supermercado já comentei há alguns dias atrás, porém não resisti, e inclui a novamente! Afinal, é uma das mais importantes, já pensou o caos que seria ir ao supermercado sem lista? Não dá, né?

CLIQUE AQUI PARA FAZER O DOWNLOAD DA MINHA LISTA DE SUPERMERCADO.

CLIQUE AQUI PARA FAZER O DOWNLOAD DO MODELO DA LISTA DE SUPERMERCADO.

Então, gostou destas dicas para melhorar a organização das rotinas no seu Lar Doce Lar? Me conta como você implementou elas aí na sua casa, ou ainda se tem uma sugestão diferente!

11 de agosto de 2013

O que é Ser Pai?

É acompanhar as consultas da mamãe no pré-natal.
É conversar com o bebê ainda na barriga e dizer que ama muito os dois.
É assistir, filmar o parto, e dizer para a esposa “Você foi muito corajosa!”.
É logo divulgar ao mundo o nascimento de seu filho.
É trocar fraldas, dar os primeiros banhos e depois muitos outros.
É levar o filho ao pediatra e para tomar vacinas.
É acostumar seu filho a ser ninado, só para ficar pertinho, agarradinho com ele.
É, como um pai pastor, ter o privilégio de batizar seu próprio filho, e assim permiti-lo nascer de novo, agora como filho de Deus.
É dar alimento físico e espiritual para seu filho.
É acordar às vezes no meio da noite para trocar fraldas e cobrir o pequeno com o cobertor no inverno.
É tirar sonecas com seu menino e achar esse um dos melhores programas do mundo.
É passear com ele de carro e no carrinho (enquanto ainda não sabe caminhar), e levá-lo no colo para não se cansar tanto.
É deixar seu filho feliz da vida ao assistir com ele desenhos e filmes, na maior concentração, sentados no sofá da sala.
É brincar, rir e se divertir muito com seu filho.
É ouvir a mamãe solicitar: “Por favor, me ajuda a ensinar nosso filho a guardar os brinquedos no lugar depois da brincadeira, vai?!” e responder pacientemente: “Tá, mas ainda estamos brincando, depois...”.
É estar presente e voltar “ao centro”, mesmo atarefado, distante, ausente, às vezes fisicamente outras emocionalmente.
É dizer não e explicar o porquê.
É proporcionar ao seu filho o viver em um ambiente cristão, onde reina o amor, o perdão e a paz, pois isso é a base de tudo, e o tempero que precisa para uma família ser verdadeiramente feliz! 


Sou uma mamãe que convive com um papai amoroso e muito especial, por isso, acho que se ele escrevesse aqui o que é ser pai, estas seriam talvez suas palavras... e se nosso pequeno Guilherme já articulasse bem o ABC, certamente ele finalizaria: “Eu te amo, papai querido!”.

Parabéns papai Jackson, por este dia especial no qual lembramos e homenageamos você, e também todos os papais do mundo!

Amamos você,

EDEL e GUI

7 de agosto de 2013

A origem do "Keep Calm and Carry On"

Você já deve ter visto esta frase "Keep calm and carry on" em algum lugar, talvez emoldurada num belo quadro, não? Isto chamou minha atenção em revistas de decoração há algum tempo, e por isso pensei:

"Um pouco de história sempre faz bem, 
então vamos conhecer a origem deste cartaz que hoje faz tanto sucesso?"





Imaginem o cenário histórico da Inglaterra em 1939: início da Segunda Guerra Mundial. Para motivar a população e acalmá-la diante daquele cenário de medo o governo britânico cria uma série de 3 cartazes com “mensagens motivacionais”. Esses cartazes eram simples: duas cores, uma frase impressa e com o desenho de uma coroa, que representava o rei George VI, que governava a Inglaterra na época.

Os dois primeiros da série que foram reproduzidos traziam os dizeres "Sua coragem, sua alegria, sua determinação nos trarão vitória" e "A liberdade está em perigo, defenda-a com toda sua força", logo se espalharam pelo país.

Já o "Keep Calm and Carry on" que significa “Tenha calma e siga em frente” não se tornou popular entre os ingleses, pois foi guardado para ser exposto somente numa situação de crise ou invasão e acabou não sendo lançado.

O cartaz virou domínio público somente no ano 2000, quando uma cópia foi descoberta no sebo de Bater Books, na cidade de Alnwick, na Inglaterra. A partir daí se espalhou pelo mundo, inclusive ganhando novas versões, cheias de humor!


Segue também um vídeo que conta a história e para quem deseja criar a sua própria versão e exercitar a criatividade acesse o endereço aqui e divirta-se!


E não esqueça, em todas as situações da vida: TENHA CALMA E SIGA EM FRENTE! Precisa conselho melhor?

Fonte: Wikipedia, Super Abril, Cultura Inglesa

6 de agosto de 2013

Enxoval de Bebê: Acessórios para passear, comer e brincar!

Confira a seguir alguns acessórios importantes para utilizar com o bebê em passeios, na hora da alimentação e nas primeiras brincadeiras...

Enxoval de Bebê: Acessórios para passear, comer e brincar!


PARA PASSEAR...


Bebê conforto - Essencial! É a segurança do seu filho(a) em primeiro lugar! Os pequenos podem gostar muito de ficar ali, balançando e fazendo gracinhas, enquanto ainda não sabem andar e engatinhar.

Cadeira de automóvel - Idem o item anterior, segurança é importantíssimo!

Carrinho de passeio - No começo pode ser usado para o bebê tirar umas sonequinhas e para passear, depois para alimentá-lo quando estão fazendo refeições fora de casa. Enquanto ele ainda não caminha sozinho é uma beleza!

Bolsa de passeio - Para levar o que uma mamãe prevenida não pode esquecer: lenços umedecidos, fraldas, pomada contra assaduras, trocador portátil, água, lanchinho, e uma roupinha limpa, pois pode ser necessário!

Sling ou canguru - Nem todas irão amar de paixão usar um sling ou um canguru. Felizes as que tentarem e se adaptarem bem, pois acho lindo ver as mamães e papais passeando com os bebês agarradinhos! Além do que algumas conseguem se virar nos 30 em casa, com eles agarradinhos, pertinho e seguros dentro do sling! Indico o site www.babyslings.com.br, pois foi onde comprei o meu e a Bolsa de passeio, tem modelos lindos, com direito a manual do babysling explicando direitinho como usa e dando muita recomendações valiosas!

PARA COMER...


Cadeira de alimentação - Até 6 meses para aqueles que mamarem exclusivamente no peito ficará sem utilidade, mas depois, será uma maravilha! Integrando o bebê aos poucos junto a mesa com a família, com 1 ano e alguns meses ele já estará comendo sozinho e se sentindo o máximo com as novas conquistas!

PARA BRINCAR...


Andador - Acho delicado falar sobre este acessório, mesmo que utilizado, a supervisão de um adulto com o bebê é super importante. Dá liberdade para ele se locomover sozinho, porém é preciso estar num ambiente seguro quando for utilizá-lo.

Cercado - Enquanto brinca no cercado aquele que está cuidando do bebê tem um pouco mais de independência e segurança para fazer outras coisas, mesmo ficando de olho no pequeno. Li certa vez que não é aconselhável ele ficar ali sozinho por muito tempo durante o dia (no máximo 4 horas diárias), pois ele quer companhia e interagir com quem está próximo, mas pode ser bem útil.

No post Mobiliário para Quarto de Bebê cito outros itens com base nas atividades que são realizadas com os pequenos nos primeiros meses, que tem mais a ver com o quarto deles.

2 de agosto de 2013

Como organizo medicamentos na Farmacinha do Lar

Para começar, não é aconselhável guardar medicamentos no banheiro devido a umidade, e também sempre fora do alcance das crianças, quando mais alto melhor. A pior forma de "guardá-los" é largados em gavetas, em cima de armários e cômodas, espalhados pela casa sem ordem e segurança. É bom termos um recipiente para centralizar os remédios, tudo num só lugar, numa "Farmacinha", como a que mostro a seguir. Esse modelo de madeira é ótimo, pois tem bastante espaço e embaixo uma gaveta com divisórias, que ajuda a separar as cartelas de remédios pequenas. Além do que é uma graça e passa por objeto decorativo!

Farmacinha do Lar

Gaveta de medicamentos da Farmacinha

Parte Interna da Farmacinha

O Guilherme tem a sua Farmacinha exclusiva que ganhou de presente no Chá de Bebê, e fica na cômoda mais alta do quarto dele, onde não consegue mexer, ainda...

Farmacinha do Guilherme

Parte interna da farmacinha do Gui

Que Deus nos conceda sempre muita saúde, para mantermos uma Farmacinha pequena e com bastante espaço sobrando, como essas! Para conseguir isso, claro, também é necessário fazer uma revisão periódica dos remédios e descartar os que estão com o prazo de validade vencido. É importante guardar as caixas dos medicamentos para identificá-los através do código de barras, no momento de descarte consciente em farmácias que possuem máquinas específicas para coletas deste materiais, como a PANVEL aqui de Itajaí/SC.

1 de agosto de 2013

Quem é você?

A você leitor que acompanha este blog dedico este post em especial. Você não imagina minha curiosidade em conhecer você que está acessando cada post e o que achou dele, se levou algo para sua vida com minhas simples dicas, e não precisa concordar com tudo, pois discordar também é edificante!

Além de escrever eu também leio blogs e descubro muita coisa legal, que muitas vezes aparece em algum lugar deste espaço virtual, pois adoro compartilhar coisas boas! Tem alguns pelos quais me apaixonei logo de cara, mas demorei para deixar um comentário para alegrar o dia da blogueira! Quando retomei mais o blog no início deste ano, senti no coração como é estar desse outro lado. Às vezes deu vontade de parar, parecia que estava escrevendo somente para mim... mas aos poucos fui recebendo alguns retornos, sempre muito positivos, e assim percebi que o blog estava alcançando o seu objetivo!

Às vezes passamos por tímidos e anônimos leitores, mas na verdade levamos alguns dias para conseguir ler aquele post interessante e refletir um pouco nele. Na correria, comentar fica para um dia, quando der para colocar isso como prioridade em nossa vida. Mas acredite, quando a gente começa, nossos acréscimos aos posts ficam mais rápidos e tudo é motivo para comentar e dar pitaco! Essa é a grande sacada: leitores e blogueiros aprendendo uns com os outros! Nem sempre o que lemos é tão maravilhoso que merece se curtido ou compartilhado, entende-se que um curtir é a maneira de dizer: “Concordo plenamente! Li e adorei! Faço minhas as suas palavras!”.

Muito obrigada a vocês, por estarem acompanhando minha jornada por aqui, nem sempre diária. Estejam certos de que me informando sobre suas dúvidas e questionamentos este espaço pode ficar ainda melhor...

Com carinho, 

EDEL
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

GOSTOU DESTE CONTEÚDO? COMPARTILHE!