24 de abril de 2013

O que faz um Organizador Profissional?

O Organizador Profissional, que também podemos chamar de Personal Organizer, Home Organizer, Office Organizer, ou somente Organizer (entre outras nomenclaturas utilizadas), atua na organização de espaços, atividade que envolve também processos e tarefas.

Após analisar as necessidades do cliente, os processos e atividades realizadas no espaço, a distribuição dos móveis e outros bens materiais, ele propõe melhorias e coloca-as em prática, conforme firmado em contrato com o cliente, procurando sempre tornar o ambiente mais harmonioso, prático e funcional, enfim, mais organizado. O Organizador Profissional pode repassar orientações que auxiliarão o cliente a manter a organização do espaço e/ou realizar visitas de manutenção (mensais, semestrais, anuais), conforme for acordado entre ambas as partes.

Em resumo, o Organizador Profissional pode direcionar suas atividades para estas 3 áreas:
  • Organizar espaços residenciais e empresariais
  • Prestar consultoria – Orientação Profissional
  • Ministrar cursos e treinamentos

A partir daí cada um identifica quais serviços deseja agregar ao seu Portfólio, dependendo das suas habilidades profissionais e das necessidades identificadas nos seus clientes, que podem gerar diferentes demandas.

Detalhadamente o que faz o Organizador Profissional, no caso de atuar com Organização de Espaços?
  • Analisa como está a distribuição dos itens, o que talvez possa ser descartado, transferido para outro espaço, doado ou com defeito precisando de conserto.
  • Planeja a melhor forma de aproveitamento dos espaços.
  • Organiza o espaço, separando, classificando, identificando...
  • Orienta o cliente ou profissional responsável (em casa ou no escritório) para auxiliá-lo a manter o espaço organizado (a mesa de trabalho, o arquivo, o armário da cozinha, o closest ou armário de roupas, a estante da lavanderia, enfim, o que ele acabou de organizar). 

Existem Organizadores Profissionais que realizam pacotes especiais para noivos, organizando desde a lista de presentes até o recebimento destes e a organização de todos os itens na casa nova. Há os que atuam em Organização de Mudanças, ministrando treinamentos específicos para Empregadas Domésticas, prestando consultoria a empresas, enfim, o campo de atuação é grande, varia de acordo com a criatividade dos profissionais.

17 de abril de 2013

10 ideias para organizar os brinquedos das crianças em pequenos espaços

Antes de compartilhar com vocês 7 ideias para organizar os brinquedos das crianças em pequenos espaços, com produtos versáveis que você poderá reaproveitar depois noutro espaço, ou para eles mesmos, a medida que crescerem, quero contar onde foram parar os brinquedos do Gui aqui em casa. Além de também já reforçar minha opinião sobre excesso de brinquedos e a tal brinquedoteca cheia de frescuras infantis.

Sobre a tal brinquedoteca...

Casa com criança é casa cheia de vida e alegria! Só convivendo com uma criança no lar para ver o quanto isso é bom e verdadeiro! Casa com criança se transforma numa casa mais divertida, lúdica, colorida, e com um pouco de cara de criança, quando buscamos isso, claro!

Talvez seja um pouco exagero e estímulo demais ao consumismo dos pequenos dedicar um espaço da casa somente para eles, para seus brinquedos e apetrechos de criança. Quem pode ter um espaço assim, a chamada "brinquedoteca", maravilha! Porém não dá pra esquecer que criança gosta mesmo é de atenção e companhia, brinca pouco tempo com seus brinquedos sozinha, ainda mais se tem tantos que não sabe escolher com qual brincar primeiro. Às vezes os balcões da cozinha, a estante do escritório, ou as gavetas da própria cômoda são muito mais interessantes do que a caixa dos brinquedos (digo isso por experiência própria). A casa vira uma brinquedoteca infantil!

Aqui em casa, agora além de sala de estar, sala de TV, sala de jantar, cozinha... o ambiente integra a "mini brinquedoteca" do Guilherme. Amo este espaço, de integração familiar! O rack que já estou bem enjoada (mas vamos lá aturar ele mais um tempo!), finalmente se tornou útil. Ele armazenava coleção de fotos, materiais de costura e artesanato e objetos de decoração antigos, entre outras coisas. Adivinhem o que veio parar aqui? Sim, os brinquedos do Guilherme! É uma alegria só abrir as portas e gavetas e tirar tudo de dentro, espalhando suas coisinhas pela sala, isso quando ele não tenta entrar lá dentro, claro...

"Tá bom filho, você venceu. A parte de baixo do rack a mamãe deixa para você!
Minha inspiração maior!"

Gui dentro da gaveta do Rack

  Sala virou brinquedoteca

Sala virou brinquedoteca

Enfim,vamos às 7 ideias!


Certo, mas que ideias sustentáveis podemos encontrar para pequenos espaços, sem deixar de lado a diversão e espaço para os nossos pimpolhos amados? Vejamos algumas sugestões que listei para vocês...

1. Baú

Depois da brincadeira tudo volta para o baú da MMM

baú da MMM

2. Caixa de Feira

Caixa de Feira neutra que você poderá pintar e bordar, conforme sua criatividade!

Caixa de madeira com rodinhas da MMM


3. Cestos Empilháveis

Cestos empilháveis são uma excelente solução!

cestos empilháveis da MMM

4. Estante

O combo estante junto com caixas organizadoras Ordene são outra solução dez!

 

5. Gaveteiro

O gaveteiro da Ordene também é uma ideia legal.



6. Estante e caixas

Estantes e Caixas Organizadoras, um DIY esperto aí para organizar os brinquedos da garotada!

DIY - estante e caixas organizadoras
  
7. Tapete de EVA colorido

 Tapetes de EVA - Porque não havia pensado nisso antes?! Podemos inventar uma combinação de cores tri legal, ainda é fácil de limpar, fora o custo, bem mais em conta que outros tapetes!

tapetes de eva

8. Baldes

Apaixonei por essa organização de brinquedos com baldes!

Organizando brinquedos com baldes

Organizando brinquedos com baldes

Organizando brinquedos com baldes

9. Caixas de Feira na parede

Dá pra fazer uma montagem assim no próprio quarto dos pequenos!

Organizando brinquedos com cestos de feira

10. Cestos no teto!

Cestos no teto, presos por roldanas! Esse é um projeto DIY um pouco mais sofisticado, mas gamei nessa ideia de pendurar algumas coisas! Se o nosso teto fosse de laje, faria!

Organizando com cestos no teto!


Espero que tenham gostado das dicas, e do meu compartilhar de como tem sido a nossa experiência com brinquedos no mini apê! Contem para mim qual das 10 ideias vocês mais amaram!

15 de abril de 2013

Quarto de Bebê 3

O quarto de nosso bebê de 1 ano e 3 meses não mudou muito nem mudará tanto assim, por algum tempo. Já logo optei por uma base neutra para não ter de me preocupar logo com novas e grandes "transformações" no espaço, além do que considero prudente planejar bem os investimentos em decor para evitar retrabalhos. A propósito os quadrinhos da parede, deram um trabalhão danado pra fazer, vão ficar por lá por muito tempo mesmo, pois foram feitos especialmente para o ambiente! A escolha das cores gerou uma dúvida tremenda na época, a parede era pra ser azul, depois verde, talvez com listras marrons, acabou pintada em tons neutros (pasta de amendoim e berimbau, da SUVINIL). São cores que eu amei, não enjoam, e permitem diversas combinações. Detalhes antes somente azuis e verdes nos objetos aos poucos abrem espaço para um arco-íris de outras cores que começam a aparecer...  a ideia é colorir mais ainda, mas aos poucos! Há mais ou menos 1 mês comecei a remexer no quarto, e fiz algumas umas pequenas alterações, seguem fotos do resultado!

Girafa que fiz de feltro e o Bordado da Maternidade que falta finalizar...


Bandeirolas coloridas do níver de 1 ano, enfeitam a cortina
Escrivaninha está na mira para mudar de cor: azul, vermelho, verde, laranja, amarelo?
Talvez um verde especial.


Tapete de bichos continua aqui, o Guilherme adora eles!



Varal MISTUREBA decora a parede da cama


Cômoda do Office do Maridão veio pra cá, e armazena o que não é mais usado do enxoval 


Cantinho da Galinha Pintadinha


Inclui o Pluto por aqui, pois meu menino adora um AuAu


Tem coisa melhor do que ninar seu bebê numa cadeira de balanço? Delícia!

11 de abril de 2013

Arquivos Digitais

Que maravilha esse nosso mundo moderno! Aos poucos o papel vai saindo de cena e nossos arquivos se tornam digitais (aqueles que temos em nosso computador, notebook e/ou HD) ou virtuais (na WEB), ao menos grande parte deles... a organização nesse "novo mundo" é necessária? Claro, ela é fundamental!!! Senão estaremos apenas transferindo informações e bagunçando também nossa vida digital e virtual! Em todos os casos papéis, registros e documentos (e as informações contidas neles) só terão utilidade se facilmente encontrados e devidamente organizados.

Antes de mais nada, o que guardamos em nossos arquivos digitais? Fotos? Vídeos? Materiais de cursos, faculdade, pós? Pesquisas e referências? Artigos? Quanto mais arquivos soltos no computador tivermos, pior será de achar alguma coisa nele, e dividir por assuntos em 50 pastas também será muito trabalhoso... vou listar algumas tarefas que ajudarão a organização deste arquivo.
  1. Analisar todo o conteúdo, e classificar os arquivos, agrupando itens semelhantes com itens semelhantes. 
  2. É bom ter no máximo uma classificação inicial de 10 a 15 pastas com mais pastas de assuntos afins dentro dela. A pasta Multimídia, por exemplo, pode centralizar Fotos, Vídeos e Músicas. A pasta Fotos pode ser desmembrada ainda mais, dividindo as fotos por Ano e/ou Assuntos. A Pasta Educação pode centralizar Materiais de Cursos (Técnico, Faculdade, Especialização, etc).
  3. Uma pasta @Ação pode ser criada e nela colocados os arquivos que estão sendo usados ou trabalhados no momento. Listas, Projetos, Pesquisas, Planilhas, etc. (O sinal @ é utilizado para que esta pasta apareça como primeiro item da lista!).
Não adianta detalhar muito esse assunto, pois esta análise depende de cada pessoa, dos materiais que guarda, dos hobbies que possui, enfim, como todo trabalho de Organização, envolve personalização.

No entanto uma dica que vale para todos nós é solicitar ao profissional que fará o serviço de formatação do computador a criação de uma partição C: para instalação do sistema operacional e D: para armazenarmos nossos arquivos pessoais de maneira mais segura. Não mantenham arquivos pessoais salvos na partição C:, pois estes serão perdidos quando a partição C: for formatada. (dica do meu maridão que entende do assunto...).

A seguir, imagens que podem ajudar você pensar na organização dos seus arquivos digitais. Dúvidas? Questione enviando um e-mail! Ficarei muito feliz em te ajudar!

Detalhamento da partição D: - Arquivo Pessoal @EDELTRAUT
Detalhamento da Sub-pasta FOTOS que integra a pasta principal MULTIMÍDIA

Detalhamento da pasta principal FINANÇAS

10 de abril de 2013

7 Dicas para deixar seu Armário Organizado

Se você acha que organizar o armário é complicado e que a parte mais difícil é fazer a manutenção, quebramos esse mito e selecionamos dicas práticas que ajudarão você a se organizar. O primeiro passo é ser disciplinada e seguir as nossas dicas! Pela preguiça e falta de disciplina de colocar no lugar as coisas a qualquer momento, acabamos criando uma bagunça. Sem determinação, não organização que resista.

7 Dicas para deixar seu Armário Organizado


7 Dicas para deixar seu Armário Organizado


1. Primeiros passos

* Seja racional e descarte, doe ou conserte aquilo que não use. Esvazie seu armário de coisas inúteis;
* Se você não consegue guardar tudo no lugar no exato momento que deveria, selecione apenas 1 gaveta para "jogar" as peças que precisa organizar no final do dia;
* Utilize sempre que possível acessórios que facilitem a organização;
* Dê 1 passo de cada vez. Se você se considera uma super bagunceira, estabeleça metas graduais e não exija de si mesma aquilo que não vai cumprir.

2. O ideal é ter um armário com nichos planejados, um closet.  

Mas se você não tem, isto não é um problema. Quando o seu armário não tem divisórias adequadas, invista nos acessórios organizadores como colméias, prateleiras removíveis, cabides especiais, caixas organizadoras, módulos com nichos, space bags etc.


3. Organize suas roupas de forma prática, para facilitar o seu dia a dia. 

Utilize principalmente o cabideiro. Quanto mais usá-lo, será mais fácil de manter o armário organizado. Gavetas são mais fáceis de bagunçar porque as dobras exigem mais tempo do que pendurar. Guardar apenas aquilo que realmente usa também ajuda. Armário lotado é mais difícil de manter organizado.

4. Utilize gavetas finas ou as substitua por objetos com a mesma função. 

As gavetas podem ser substituídas por caixas, cestas ou prateleiras. Prefira gavetas finas que evitam pilhas que se desmontam facilmente.

5. Organize suas as roupas por cores e utilize cabides iguais

A organização por cores auxilia muito na identificação visual. É muito mais fácil escolher o que vai usar combinando as peças por cores. Além de ser um método fácil de entender e ser aplicado por você ou pela empregada. Quanto aos cabides iguais, além de manter todas as roupas alinhadas, eles facilitam a distribuição do espaço e tornam a organização mais agradável aos olhos. Devem ser usados cabides da mesma linha ou material, mas não o mesmo modelo para todas as roupas. Alguns tipos de peça exigem modelos específicos como ternos e saias.

6. Otimize o espaço dentro do armário

* Evite dobrar as roupas muitas vezes (dobras ocupam mais espaço);
* Use cabides resistentes, mas finos como de aço ou cromado;
* Utilize caixas empilháveis para aproveitar ao máximo os espaços verticais;
* Utilize o Space Bag para compactar roupas volumosas de pouco uso.

7. A desorganização é um reflexo do nosso estado emocional, então fique sempre atenta. 

Nosso comportamento e estilo de vida são reflexos do que somos. É muito comum encontrar pessoas com problemas emocionais que contratam organizadoras quando, na verdade, o que realmente queriam é mudar a própria vida. O caos mental gera caos emocional que gera a bagunça física. É um ciclo vicioso.

9 de abril de 2013

10 Hábitos das Pessoas Criativas

Preparando outro post, encontrei um registro em minhas pastas no computador, com as 10 características e/ou hábitos das pessoas criativas. Como criatividade sempre é bem recebida por aqui, deixo a breve descrição aqui no blog!
  1. CURIOSIDADE - Hábito de ler, viajar, pesquisar
  2. OUSADIA - Capacidade de inovar, sair do padrão
  3. QUESTIONAMENTO - Indignação “porque não?”
  4. INCONFORMISMO - Constante busca
  5. VISÃO DE FUTURO - Arquitetos de nosso destino
  6. PERSISTÊNCIA - Capacidade de superar fracassos
  7. FLEXIBILIDADE - Tudo é relativo
  8. IMAGINAÇÃO - Formar imagens mentais e criar seus próprios sonhos
  9. LUDICIDADE - Facilidade para brincar
  10. VISÃO SISTÊMICA - Facilidade para ver o todo percebendo os detalhes e as partes
Porque organizar tem tudo a ver com ser criativo!

10 Hábitos das Pessoas Criativas

2 de abril de 2013

Tabela Orientativa para Roupas de Bebê

Mamães de primeira viagem ficam cheias de dúvidas sobre que peças adquirir para o enxoval do bebê, bodies ou camisetas, calças com ou sem pés, macacões ou tiptops (ou pagões, conjuntos de roupinhas, que no final das contas são tudo a mesma coisa: roupinhas lindas especiais para bebês), pelo menos eu fiquei na época. Num dos pijaminhas que comprei pro Guilherme eu guardei a legenda com o desenho das roupas e a tabela orientativa de tamanhos, que ajudam bastante a entender melhor do assunto.

Tabela Orientativa para Roupas de Bebê

Acho incríveis os bodies para bebês, são básicos, lindos e práticos. Podem ser usados somente os bodies com shortinhos, com jardineiras, com calças de malha mais leves para dormir, com calças jeans (quem disse que ser básico não é ser elegante?!), com moletons, por baixo de macacões e/ou outros conjuntos de roupas diversas, tudo depende da estação do ano. Culotes com pé são ótimos enquanto que os bebês ainda não andam, e é legal que não precisa de sapatinho, dependendo o conjunto que colocarmos neles.

Até 1 aninho os bodies são maravilhosos, marquei com um X na tabela acima. Depois de 1 ano eles podem continuar usando, porém já é mais fácil usar camiseta, regata, calça sem pé e schort (itens que marquei com O), pois nessa idade já se movimentam sozinhos e assim vestidos sentem-se mais livres e a vontade. Ah, e bebês usam RN sim, por pouquíssimo tempo, mas algumas peças é interessante ter no enxoval.

Existem marcas, como a Hering, que possuem a modelagem bem grande, então um bebezão como o Guilherme pode usar ainda com 1 ano e 3 meses o XG, delícia!!! Fica a sugestão desta mamãe prática, básica e apaixonada!

Body da Hering
Confira mais peças da coleção na loja virtual: http://www.heringwebstore.com.br/categoria-3/bebe-menino.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

GOSTOU DESTE CONTEÚDO? COMPARTILHE!