TRAILER TRANSFORMANDO ESPAÇOS | dicas de organização, decoração e produtividade!

18 de novembro de 2012

Reconciliação



Reconciliação é o caminho. Durante as “crises” que vivemos no casamento, separação não pode fazer parte de nosso pensamento e vocabulário. Essa palavra não combina com um casal cristão, então melhor fazer de conta que não existe essa opção, tão comum e “natural” em nossos dias.

Separação é uma mistura de covardia, imaturidade e irresponsabilidade em assumir as situações que a vida nos impõe. Quando pensamos em separação não nos damos conta de tudo o que isso envolve. É a fuga de um problema, uma ilusão de perfeição e falsa felicidade. Se não resolvido o problema na relação atual (seja falta de diálogo, orgulho, ciúme, etc e tal), caso ocorra uma separação, numa próxima relação a probabilidade de reincidir o problema é grande. Por que não buscar melhores soluções e alternativas?

É importante reconhecer que são poucos os motivos reais e bíblicos para um casal realmente não permanecer em união. Sendo assim, a maioria dos “motivos” que se dão por aí são desculpas, problemas psicológicos e imaginários, devaneios da mente. A palavra depois de uma tempestade no relacionamento do casal é reconciliação. Sempre lembrando o que Deus nos diz em Provérbios 4.23: “Tenha cuidado com o que você pensa, pois a vida é dirigida pelos seus pensamentos”.

O crescimento envolve também perdas e mudanças. Pois, por mais que se leia, estude, conheça, tenha experiência, aprender a conviver é uma questão de atitude. Em Tiago 2.24 lemos: “Assim, vocês veem que a pessoa é aceita por Deus por meio das suas ações e não somente pela fé”.

Porque Jesus nos reconciliou com Deus Pai nós devemos e podemos nos reconciliar continuamente em todos os relacionamentos, especialmente no casamento. Reconciliação, a saber, envolvendo amor, diálogo e perdão.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

GOSTOU DESTE CONTEÚDO? COMPARTILHE!