TRAILER TRANSFORMANDO ESPAÇOS | dicas de organização, decoração e produtividade!

21 de novembro de 2012

Oração da mãe cristã

Deus, ensina-me e ajuda-me...
A respeitar meus filhos e fazer-me digna de seu respeito.
A elogiá-los muito e a censurá-los pouco.
A dar ênfase aos seus sucessos e atenuar suas falhas.
A fazer-lhes unicamente aquelas promessas que eu posso cumprir.
A ter confiança ilimitada em meus filhos, sendo sempre fiel para com eles.
A auxiliá-los na formação e defesa de suas próprias personalidades, evitando sujeitá-las aos meus próprios desejos.
A cuidar do seu físico, da sua mente e do seu espírito.
A mostrar-me alegre e pronta a rir, pois as crianças gostam do riso como gostam do sol.
A ter, para com eles, infinita paciência e condescendência, porque eles tem muito a aprender e eu mesmo não sou muito sábia.
A proteger meus filhos do meu nervosismo, da minha cólera, dos meus defeitos pessoais, do meu pessimismo e dos meus temores.
A auxiliá-los a escolher a carreira para a qual se sintam vocacionados em lugar de queres satisfazer através deles, a minha ambição pessoal.
A dedicar-lhes tempo e esforço de modo a poder ser a sua amiga íntima e interessada.
A preparar meus filhos para que sabiam enfrentar heroica, honesta e independentemente, a vida e o mundo.
A dar-lhes liberdade e a ensinar-lhes como usá-la, de modo que não confundam liberdade e licença.
A mostrar, para com eles, o meu profundo amor.
A cuidar com deles conscienciosamente.
A educá-los com inteligência e afeição, fugindo dos métodos de punições, condenações e terror.
A guiar meus filhos em lugar de conduzi-los.
A dirigir sua energia em lugar de reprimi-la.
A procurar compreendê-los em lugar de julgá-los.
E apesar de todas as falhas, triviais ou sérias, a amá-los decididamente.
Peço-te, ó Deus, em nome do melhor dos filhos - Jesus Cristo. Amém.

(Autor desconhecido)

18 de novembro de 2012

Reconciliação



Reconciliação é o caminho. Durante as “crises” que vivemos no casamento, separação não pode fazer parte de nosso pensamento e vocabulário. Essa palavra não combina com um casal cristão, então melhor fazer de conta que não existe essa opção, tão comum e “natural” em nossos dias.

Separação é uma mistura de covardia, imaturidade e irresponsabilidade em assumir as situações que a vida nos impõe. Quando pensamos em separação não nos damos conta de tudo o que isso envolve. É a fuga de um problema, uma ilusão de perfeição e falsa felicidade. Se não resolvido o problema na relação atual (seja falta de diálogo, orgulho, ciúme, etc e tal), caso ocorra uma separação, numa próxima relação a probabilidade de reincidir o problema é grande. Por que não buscar melhores soluções e alternativas?

É importante reconhecer que são poucos os motivos reais e bíblicos para um casal realmente não permanecer em união. Sendo assim, a maioria dos “motivos” que se dão por aí são desculpas, problemas psicológicos e imaginários, devaneios da mente. A palavra depois de uma tempestade no relacionamento do casal é reconciliação. Sempre lembrando o que Deus nos diz em Provérbios 4.23: “Tenha cuidado com o que você pensa, pois a vida é dirigida pelos seus pensamentos”.

O crescimento envolve também perdas e mudanças. Pois, por mais que se leia, estude, conheça, tenha experiência, aprender a conviver é uma questão de atitude. Em Tiago 2.24 lemos: “Assim, vocês veem que a pessoa é aceita por Deus por meio das suas ações e não somente pela fé”.

Porque Jesus nos reconciliou com Deus Pai nós devemos e podemos nos reconciliar continuamente em todos os relacionamentos, especialmente no casamento. Reconciliação, a saber, envolvendo amor, diálogo e perdão.

1 de outubro de 2012

Vida de mãe...

O diário de uma mãe de primeira viagem, simplesmente relatando cada acontecimento, seria algo que não refletiria o verdadeiro stress de alguns momentos nem a imensa alegria e satisfação na maioria dos tantos outros. Quando estamos mal parece que o mundo virou um caos e aumentamos a proporção desse consideravelmente. Já quando tudo está bem é tão maravilhoso que não dá tempo nem vontade de mais nada, só de curtir. E nem sempre contabilizamos esses tantos momentos lindos!

O tempo é....
Lento demais para aqueles que esperam.
Rápido demais para aqueles que tem medo.
Longo demais para aqueles que sofrem.
Curto demais para aqueles que estão alegres.
Mas para aqueles que amam...

O TEMPO É ETERNO!

Guilherme - 9 meses

9 de setembro de 2012

Integração total: as dificulades de morar em apartamento pequeno com muitas coisas

Se você mora ou já morou num pequeno apartamento, entenderá minha aflição: a grande maioria dos apartamentos são apês, mini, extremamente pequenos! Nunca moramos em casas enormes, mas o apê que estamos hoje não se compara em "pequenitude", nem sei se existe essa palavra! Como minha mãe veio morar conosco quando o Gui nasceu, ela trouxe algumas coisas dela também, diga-se móveis antiguinhos, que eu fiz super questão, porque adoro, então a dança da organização aqui tá me pegando para encaixar tudo no nosso espaço!

No post de hoje comento sobre alguns problemas que enfrentamos morando em apartamento pequeno com muitas coisas e as soluções temporárias colocadas em prática para atender as necessidades da cozinha e sala de estar integradas. Com certeza virão mais transformações por aí, porque põe desafio difícil de executar esse!

O tok de organização!


Às vezes nos enganamos quando pensamos que somente adquirindo novos móveis teremos a solução para nossos problemas de pouco espaço. Planejar bem para não gastar dinheiro a toa e se arrepender depois, essa é sempre nossa premissa. Com novos olhares, identificando as necessidades reais, fazendo algumas alterações no layout dos móveis, reorganizando os armários e com alguns investimentos, conseguimos excelentes resultados!

Seguem as plantas baixas do Antes e Depois dos ambientes cozinha e sala de estar integrados do apartamento onde moramos (espaço de 26,70m2). Planejamento e execução assinados por mim, pois para alguma coisa tem de valer ter estudado Design de Interiores!

ANTES


Planta Baixa Apê - Antes
PLANTA BAIXA - ANTES

 O que identifiquei como necessidades...
  1. Sala de Estar/TV muito ampla em detrimento da  cozinha/sala de jantar muito pequena. Mesa e cadeiras no meio da cozinha atrapalhavam a circulação, além da mesa ser muito pequena (redonda, 90cm de diâmetro) para 3 pessoas e mais a cadeira do bebê. A porta do refrigerador quando aberta, batia numa cadeira.
  2. Não havia espaço definido para servir as refeições, especialmente quando recebíamos visitas.
  3. Faltava uma área de apoio próximo a área de trabalho e um lugar mais definido para colocar os pratos tirados do forno e/ou itens do refrigerador.
  4. A cristaleira armazenava itens de despensa na parte inferior e talheres nas gavetas, porém distantes da área de trabalho.
  5. Área de Entrada sem móvel de apoio. 
  6. Área do corredor separando os ambientes.
DEPOIS

Planta Baixa Apê - Depois
PLANTA BAIXA - DEPOIS

 As Soluções planejadas e executadas:
  1. Redefinição do espaço da mesa de jantar.
  2. Aquisição de uma mesa de jantar maior, extensível.
  3. A mudança no layout dos móveis da cozinha criou uma ilha central onde podem ser colocados os pratos tirados do forno, itens do refrigerador e/ou ainda servir como área de apoio.
  4. A cristaleira foi colocada mais distante da cozinha, e armazena jogos de louças e outros itens que só irão a mesa no caso de recebermos visitas ou em ocasiões especiais. Alterada a localização dos talheres e itens de despensa, que foram colocados mais próximos da área de trabalho.
  5. Banquetas na área de entrada servem como apoio. 
  6. Aproveitamento do espaço do corredor para integrar os ambientes.
O espaço da sala de estar e TV ficou reduzido, ainda mais com o cercado de bebê (item incluso temporariamente), porém nem sempre há orçamento para trocar tudo, nem é a minha intenção. A ideia é aproveitar o que temos enquanto der, sem deixar de sonhar com a nova sala de estar/TV e o mobiliário  para cozinha que vou projetar, pois cada coisa tem sua vez!

Agora os flashes!

Em resumo, algumas características da decoração deste ambiente são muita madeira, móveis atuais e antigos, aspectos rústicos (banquetas, cestos de palhinha, fruteira e caixas de vime, tapetes de sisal), cores quentes nos sofás (vermelho) e acessórios da cozinha (laranja), Objetos de família; Artesanato (em crochê, ponto cruz e tapeçaria); e Base neutra (piso, paredes e cortinas). 

Móbile amor em feltro
AMOR - essencial para uma verdadeira integração.
Banquetas na entrada
Banquetas na Entrada
Toalha de rosas bordadas em ponto cruz
Mesa de jantar com toalha bordada pela minha mãe.
Misturando cadeiras na mesa de jantar
Misturando cadeiras antigas e modernas na mesa de jantar.
Vista geral da cozinha
Cozinha - vista geral.
Despensa baratex e sem vergonha
Detalhe da combinação de caixas que armazenam itens de despensa e fruteira.
Área de trabalho isolada
Cozinha - área de trabalho (pia, fogão, fornos...)
Aparador com revistas e quadro de paisagem
Aparador organiza revistas e Cristaleira louças e outros itens não utilizados no dia a dia.


Cristaleira antiga
Aparador e Cristaleira de outro ângulo. Quadro em tapeçaria feito por mim.

Aparador mil e uma utilidades
Somente o aparador, móvel de mil e uma utilidades.
Vista geral da sala de estar e TV
Vista geral da Sala de estar e TV
Telefone antigo
Telefone antigo, entre outros objetos de família, como os lampiões, ferro de passar e bules em cima da Cristaleira
Crochê na cristaleira antiga
Crochê, arte da minha mãe, aparece em muitos cantinhos...

Eu sempre gosto do resultado, mas é um desafio encontrar novas soluções para este nosso pequeno espaço! Gosto de mudar, mudar, mudar e testar novas possibilidades! Vou curtir assim por um tempo e depois quem sabe repagine tudo de novo! De qualquer forma, espero ter inspirado você!

11 de agosto de 2012

Arquivos Home: como organizei meu arquivo pessoal!

Você sabia que registros e documentos são divididos em idades ou fases, de acordo com a frequência que são utilizados e/ou acessados? No post de hoje irei exemplificar essa teoria das idades dos arquivos para vocês e mostrar como está organizado o meu arquivo pessoal, arquivo do lar ou arquivo da casa, como você preferir, seguindo essa classificação: arquivo corrente, intermediário e permanente. 

A lista de materiais que utilizei para a organização foram:
  • Pastas simples (de 18mm, 30mm e 40mm)
  • Pastas L - para organizar aos registros na parte interna das pastas
  • Caixa de Arquivo ORDENE grande, com pastas de arquivo
  • Pastas sanfonadas (para documentos importantes especialmente) 
  • Papel contact e etiquetas impressas com as devidas identificações

Vamos lá, acompanhar o que guarda cada um dos Arquivos Home, nome diferente e carinhoso que dei para os arquivos aqui em casa!

 ARQUIVO CORRENTE HOME

O Arquivo Corrente Home fica numa caixa de arquivo especial, que já apareceu aqui no post Organizando a papelada. Ele guarda registros que precisam ser acessados com maior frequência, geralmente do ano corrente.
  1. Finanças
  2. Contas de Luz*
  3. Contas de Água*
  4. Contas de Telefone*
  5. Boletos - Plano de Saúde*
  6. Faturas Cartão de Crédito*
  7. Faturas Cartão de Crédito*
  8. Boletos Bancários*
  9. Mensalidades Escolares*
  10. Notas Fiscais*
  11. Contratos de Seguro
  12. Impostos (IRRF, IPVA)*
  13. Plano de Saúde – Informações Úteis
  14. Exames de Saúde**
  15. Registros INSS/Brasil Prev**


Papelada Organizada

Conteúdo Arquivo Corrente


ARQUIVO INTERMEDIÁRIO E PERMANENTE HOME

Como a estante do meu home office é toda em módulos, posso criar mil possibilidades, e eles armazenam muito bem as pastas com os registros. Assim, um módulo fica com o Arquivo Home Intermediário e o outro com o Arquivo Home Permanente.

O Arquivo Home Intermediário guarda registros consultados raramente, mas que ainda não devem ser descartados pois podem servir de comprovação de pagamento, por exemplo, no caso de contas. Os registros permanecem aqui por um tempo determinado e depois são descartados.

Papelada Organizada


Conteúdo Arquivo Intermediário

O Arquivo Home Permanente guarda registros que não serão excluídos, pois tem valor permanente e histórico, como por exemplo: documentos pessoais, cadernetas de vacinação, diplomas, certidões e certificados.

Papelada Organizada


Conteúdo Arquivo Permamente


COMO É A GESTÃO DOS ARQUIVOS HOME?

Uma vez por ano é necessário fazer uma faxina mais geral no arquivo, descartar o que já está fora do prazo de guarda, enfim, abrir espaço para novos registros. Esse é o segredo de não acumular itens desnecessariamente, e deixar ele sempre organizadinho. Defini algumas diretrizes para manutenção da ordem no arquivo, que me ajudam a lembrar o caminho que os papeis precisam fazer aqui nos arquivos. São elas:

  •  Manter os registros por 2 anos no Arquivo Corrente Home
  • Os itens assinalados* transferir para o Arquivo Intermediário Home, na pasta com Registros Financeiros, onde ficará por mais 3 anos, e depois poderá ser descartado.
  • Os registros das demais pastas (Finanças, Registros Seguros, Plano de Saúde – Informações Úteis) manter arquivados no Arquivo Corrente Home e os assinalados** irão para o Arquivo Permanente Home
  • Os registros da pasta Contratos de Seguro (saúde, automóveis, residência, vida, etc) permanecem até a renovação da apólice, geralmente tem validade de 1 ano.

E você, como organiza seu arquivo pessoal? Já conhecia essa divisão, os três tipos de arquivos? Espero que possa espalhar mais esse conceito para mais pessoas aprenderem, pois é simples e ajuda muito!

19 de julho de 2012

Como organizar o enxoval do bebê num cômoda

Quando começamos a pesquisar na internet e nas lojas sobre Enxoval de Bebê, nos assustamos com a quantidade de itens que encontramos nas listas. Muitas coisas são supérfluas, nem sempre compensa investir.

O primeiro item que irei comentar aqui é sobre a cômoda e/ou trocador. A cômoda é usada confortavelmente como trocador nos primeiros 6 meses. Quando o bebê começa a crescer, quer brincar e se mexe muito em cima dele, é preciso muito cuidado e atenção no momento da troca de fraldas e roupas.

Para armazenar o enxoval (em uso) do bebê é maravilhosa, pois ele vai se renovando a cada 3 meses, e o que ele não usa mais não precisa ficar aí, vai para outro local (caixa de doações ou vacbag - o que será guardado para o próximo baby, se estiver nos planos do casal).

Se você optar por adquirir uma cômoda, aconselho escolher uma com tamanho maior e mais alta, por exemplo com uns 1,30m de comprimento e 1,00m de altura. Cômoda pequena e baixa não tem nada a ver, dá pra armazenar pouca coisa e ainda ganhamos uma forte dor nas costas ao trocar o bebê.

Se tivéssemos investido numa bicama, beliche ou cama de solteiro e num armário logo de início, acho que teríamos acertado melhor. Mas ainda assim valeu a pena, pois ela é grande e espaçosa, o que me consola! Nosso "pequeno" bebê de 6 meses, com 70cm de comprimento, já está do tamanho do Trocador, batendo os pezinhos em cima da cômoda e empurrando o que estiver em cima dela. Seguem algumas fotos de como está atualmente a organização dela.

SOBRE A CÔMODA:

  • trocador;
  • bandeja (térmica com água morna, cotonetes, algodão, talco, remedinhos para tomar antes do banho e porta-trecos - com tesourinha, pomada contra assaduras, escova e pente de cabelo);
  • tigelinha para colocar a água morna que for usada na troca de fraldas;
  • lenços umedecidos.
Como organizar o enxoval do bebê num cômoda

NAS GAVETAS DA CÔMODA:

  1- Pijamas, Culotes, Body, Meias e Fraldas

Como organizar o enxoval do bebê num cômoda

2 - Roupas


Como organizar o enxoval do bebê num cômoda


3 - Fraldas, Mantas e Cueiros

Como organizar o enxoval do bebê num cômoda


4 - Toalhas de Banho, Toalhinhas e Enxoval de Berço

Como organizar o enxoval do bebê num cômoda

5 - Cobertores e Edredom 

Como organizar o enxoval do bebê num cômoda

     

    Na porta lateral da cômoda... 

     Cabideiro com mais roupas e na parte inferior calçados e acessórios (em caixas transparentes da Ordene)

     

    Como organizar o enxoval do bebê num cômoda

    12 de julho de 2012

    Nossa História em Fotos

    Ufa! Até que enfim as minhas fotos estão organizadas! A melhor solução que achei foi agrupar as fotos por ano e assuntos semelhantes. Numa bela caixa, com um belo índice, em sintonia, até com álbuns numerados. Agora sim, posso dizer que concluí a organização das fotos da família até a chegada do Guilherme, considerando somente as fotos em meio físico. Tarefa demorada pra fazer, quando se é exigente e se deseja tudo organizado do melhor jeito possível...


    Índice - com o número do álbum e breve descrição do seu conteúdo (e período)
    Caixa média com os álbuns e caixas menores

    Só os álbuns e caixa de negativos

    Nesta caixa estão negativos antigos, sei lá, continuo guardando alguns...

    Caixa com as fotos mais antigas que minha mãe guardava

    Cada envelope tem uma breve descrição e ano, senão daqui a algum tempo ninguém mais saberá do que se tratava...

    3 de julho de 2012

    Sacola Ecológica, você usa?!

    Tanto falamos em Sacolas Ecológicas, mas tão longe às vezes estamos de utilizá-las mais. Temos a boa intenção de usá-las, no entanto as esquecemos em casa, no carro, ou nem temos uma ainda... é como criarmos um novo hábito, leva um tempo para nos acostumarmos e integrarmos ele no dia a dia.

    Assim como você não sai de casa para fazer compras sem dinheiro ou cartão de crédito, assim também a Sacola Ecológica pode ir sempre junto com você, dentro da bolsa ou então ela mesma ser sua bolsa, autêntica e personalizada, de acordo com seu estilo!

    Estou adotando a prática (finalmente consegui!) e confesso que é um alívio não ter de sair do supermercado com um montão de sacolinhas pequenas onde não se consegue levar muita coisa dentro. Detesto acumular estas sacolinhas em casa, no meu porta-sacolas não cabia mais nenhuma, estava sempre lotado!

    Com o hábito de usarmos a Sacola Ecológica estamos praticando os 3R's:
    • Reduzindo a utilização de sacolas plásticas;
    • Reutilizando materiais (a própria Sacola Ecológica);
    • Reciclando materiais (existem Sacolas Ecológicas feitas de Lona, TNT, Nylon, Pet, etc)

    Além de tudo isso ainda criamos espaço em nossa casa, sempre tão necessário e desejado, pois não acumulamos sacolas e mais sacolas na despensa e/ou área de serviço.

    Seguem alguns modelos de Sacolas Ecológicas para você se inspirar e montar a sua, integrando no movimento Viva o Verde, viva os hábitos ecologicamente corretos!
     

    Sacola Ecológica Jeans


     Sacola Ecológica de Camiseta Velha



     Sacola Ecológica de outras sacolas plásticas

    LEIA TAMBÉM: Lixo Organizado, pense nisso! e 3 R's, pense nisso também!

    30 de junho de 2012

    Como está o quarto do bebê Gui aos 6 meses

    O quarto do Guilherme teve algumas muitas alterações neste primeiros 6 meses. Logo nos primeiros 12 dias trouxemos o berço para o nosso quarto, e a cadeira de amamentação foi e voltou do quarto dele para o nosso muitas vezes. Até minha mesa com cavaletes foi parar no quarto dele para troca de fraldas, pois achamos muito pequena a cômoda (e no começo ficamos bem atrapalhados com esses cuidados), então queríamos mais "espaço". No quinto mês colocamos o berço de volta, pois ele já estava dormindo bem durante a noite desde o quarto mês. Uns móveis saíram (sofá e cabideiro) e outros entraram (escrivaninha). Esse começo de ano com um bebê na casa foi uma mudança bem radical em nossa vida, cada dia uma aventura mais deliciosa! Vivendo e aprendendo, passam-se os dias e o quarto dele vai se transformando...



    VISTA 1


    VISTA 2




    Mesa de apoio - sempre útil, cesto de roupa suja e lixeira sempre próximos à cômoda.


    Escrivaninha que ele ganhou do titio, e foi também minha e dos meus sobrinhos...




    Cantinho da Amamentação


    Cômoda com Trocador (de tanto ele puxar a parte de cima está se virando...), 
    que assim logo irá migrar para cama

    25 de junho de 2012

    10 Produtos Organizadores da ORDENE que vale a pena ter em casa!

    Sou apaixonada por caixas, elas são muito úteis em todos os ambientes da casa, para armazenar de tudo um pouco. Uma excelente opção no mercado são os produtos da ORDENE. O portfólio de produtos é bem lindo e colorido, que são um pouco mais caros se comparados com outras marcas, mas ganham em qualidade, praticidade, durabilidade e design, um mais lindo do que o outro! Eu simplesmente amo, e tenho praticamente todos estes aqui em casa! Confiram minhas lista dos 10 produtos organizadores da ORDENE que vale a pena ter em casa, e algumas dicas do que fazer com eles!

    10 produtos organizadores da Ordene que vale a pena ter em casa


    1. Caixa Alta - excelente para guardar roupas, toalhas de cama/banho/mesa, panos de prato, ração do Pet, brinquedos, estoque de papel  higiênico.
    2. Caixa Média - para guardar acessórios no closet, materiais de bordado, itens no home office.
    3. Caixa Grande - interessante para guardar embaixo da cama com roupas de cama, toalhas de banho ou na lavanderia com roupas para passar.
    4. Caixa com pastas suspensas - ideal para home office, arquivo pessoal. Existem os modelos maiores, com mais pastas, no estilo da caixa alta.
    5. Caixa empilhável grande - ótimo para por ordem nos brinquedos das crianças, ou itens da despensa. 
    6. Caixa empilhável menor - além de armazenar brinquedos também podem ser úteis na lavanderia ou despensa.
    7. Gaveteiro - ótimo para banheiro, lavanderia, cozinha, home office ou onde sua criatividade o levar!
    8. Caixas para calçados - MARAVILHOSAS! A sapateira ficará super estilosa com estas caixas! É produzida em 3 tamanhos: pequeno, médio e grande!
    9. Vac Bag - armazenam roupas no closet ou armário sem ocupar muito espaço.
    10. Estante - diversos modelos, para utilizar em lavanderias, despensas, home offices, quartos.

    Você curte estas caixas? Tem alguma destas aí na sua casa? O que guarda com elas?! Conta pra gente!

    22 de junho de 2012

    Transformando Espaços

    As diversas mudanças que acontecem em nossa vida ano após ano, seja no "espaço" dos estudos, do trabalho, dos relacionamentos, da família, entre outros, nos transformam em pessoas diferentes, espero que melhores.

    Ás vezes nossos sonhos não se tornam realidade, ouso em acreditar que até mesmo estes se transformam. Os planos mudam, novos planos surgem... da mesma forma sonhos mudam, novos sonhos surgem.

    Assim estamos continuamente transformando espaços, com nossa maneira de ser e viver a vida.

    Meu mundo está sendo dia a dia transformado por este bebezinho lindo, meu amado filho Guilherme.

    Com dedicação total a profissão SER MÃE, sem dúvida a melhor de todas, eis a razão pela qual me ausentei deste espaço por mais de 6 meses.

    Porém aqui estou eu novamente, tentando cuidar um pouco deste "filhinho" deixado meio de lado, mas por um bom motivo.

    Que possamos transformar nossos espaços com Organização, Design de Interiores, muito amor, e assim enchê-los de vida!
    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

    GOSTOU DESTE CONTEÚDO? COMPARTILHE!