23 de março de 2017

DIY - Objetos repaginados com tinta spray preta e dourada

Comecei com as pranchetas, então fiz a arara portátil, e caraca, adorei esse negócio de tinta spray! Coisa mais prática pessoal! Me empolguei de tal forma que saí repaginando um montão de objetos pequenos que estavam aqui em casa meio feinhos e sem graça. Objetos antiguinhos de cara nova, com tinta spray preta e dourada, ficaram muito "UAU"! Se você gostou da imagem de capa, clique no vídeo e acompanhe em poucos minutos as transformações dos 7 objetos que ficaram um charme só!

EDEL 💋

DIY - Objetos repaginados com tinta spray preta e dourada

vídeo

22 de março de 2017

Resenha do Curso Organização pra Blogueiros da Thais Godinho

Minha intenção hoje é discorrer um pouco sobre a impressão que tive do curso Organização para Blogueiros, que me ajudou muito a organizar as ideias aqui pro blog, e investir nos meus projetos de uma maneira bem mais assertiva. Foi uma experiência bem esquisita no começo, descrevo ela abaixo, mas que terminou super bem e com final feliz!

Resenha do Curso Organização pra Blogueiros da Thais Godinho


Como foi essa saga de fazer o curso...

Talvez tanta coisa poderia ter sido diferente, se tivesse me dedicado a fazer o curso direito, logo que o comprei, mas sabe como é... vivendo, aprendendo e quebrando a cabeça 😐. Decidi fazer o curso assim que foi lançado a versão online, na Oficina Vida Organizada, em junho/2016. A aula presencial foi exatamente no dia em que estava voltando da POB 2016, então, não participei ao vivo naquele domingo.

À primeira vista dei uma olhada no material do curso, especialmente na apostila, e fiquei desanimada, porque percebi que o curso era somente de organização para blogueiros e isso eu achava que eu já era, uma blogueira organizada, então, nem precisava ter me disposto a fazê-lo. Eu sabia a missão do blog, o conteúdo que pretendia focar, os valores... já havia reorganizado as categorias diversas vezes até alguns meses antes, e estava ok naquele momento. E sobre a questão rentabilizar o blog quase não tinha nada.

Então, voltei da conferência feliz mas ao mesmo tempo ansiosa para colocar em prática algumas ideias que comecei a inventar desde então. Eu precisava fazer alguma ação mais concreta que rentabilizasse o meu trabalho com a organização. Fiz duas iniciativas frustrantes na minha cidade, mas um workshop maravilhoso numa cidade vizinha, uma palestra no Café Organizado e mais outra num congresso de servas, que consumiram muito da minha atenção, especialmente estruturar tudo (os workshops, também os que não deram certo), pois fiz tudo sozinha. Também passei por alguns problemas de ordem pessoal (quem não teve isso em 2016, não é mesmo?!), e que me deixaram muito abalada e bagunçada com as ideias e emoções.

Achei que nem a organização, nem o Vida Organizada mais poderiam me salvar... só que talvez por vergonha de ter me distanciado tanto, e perdido o foco no blog, que é o que mais gosto de fazer. Escrever e produzir quando não se está bem não rola, ou rola muito mal.

Enfim, a mudança

Então no começo deste ano, poderia ter pensado "Não está bem? Vá pro Vida Organizada. Ele não é só um blog de organização, é um blog para todos os momentos da vida." Só que estava sem internet, e mexendo no notebook pra organizar minhas fotos, me deparei com o curso Organização para Blogueiros. Escutei toda a aula, e preciso ouvir tudo novamente com mais atenção, pois é muito rico em detalhes, cheio de ideias legais, que na apostila não tem! Puxa, foi uma terapia, mudou todo o meu pique!

As mudanças que aconteceram aqui no blog, a organização da linha editorial este ano, foi tudo fruto do curso. A ideia eu já tinha, sonhava em fazer isso desde 2015!, mas com as dicas da Thais consegui organizar tudo com muito mais sabedoria. E isso é tudo para fazer uma ideia acontecer e virar realidade.

Sobre o Curso

O conteúdo do curso é muito completo, vai desde a criação do blog, com um objetivo claro, com foco, passando pela construção do conteúdo (categorias, assuntos, tags), que pode ser feito tanto em texto, como em imagens e vídeos. O curso sugere que vejamos o nosso blog como uma revista, e o quão importante é o planejamento das postagens, com uma linha editorial bem definida, e fazendo uso do calendário editorial, para manter o foco. 

Isso é tão óbvio, e podemos julgar desnecessário, mas é organização na pura essência: é fazer com sentido, é ser coerente, é enfim, ser bem planejado. Muitas ideias se não organizadas viram bagunça, na certa! E ser flexível com uma rotina definida, é outra coisa.

O curso também traz modelos de checklists que você pode adaptar conforme a sua realidade e que te dão um norte nas tarefas que não podem se esquecidas, nas rotinas diária, semanal e mensal, a ver com a produção de conteúdo e também a divulgação do blog nas redes sociais.


Porque eu super recomendo?

Porque pode haver muito conteúdo gratis, aí pela internet afora, até no próprio blog da Thais, mas um curso com o conteúdo essencial organizado, para entender os porquês importantes de um blog, mais organizado que esse, não acredito que tenha. Depois de fazer um curso como esse, ou você decide ser Blogueira de verdade ou tira ele do ar, não posta mais nada. Eu decidi pela primeira opção, e é que venho fazendo, do meu jeito, "mais eu" do que nunca, e estou muito feliz com esta escolha!

O curso é o start perfeito para quem deseja começar um blog de forma profissional e organizado ou mesmo para reestruturar o que anda meio assim... bagunçado. Por que a coisa mais fácil de bagunçar são as ideias de uma mente criativa, de quem produz conteúdo, e "acha" que está funcionando muito bem. É preciso muito controle sobre tudo isso.

Tenho de reconhecer que a Thais é uma das pessoas mais incríveis, sensatas, coerentes, verdadeiras e organizadas que conheço, e sinceramente o que eu sonho é conseguir ser tão organizada quanto ela. E conseguir dizer algum dia: é por causa do GTD. Se bem que já realizei muitos sonhos nos últimos anos por causa do GTD, 😀😀😀...

Já disse tudo isso para ela, mas vale de novo: "Obrigada por você existir e ser assim como você é!".  A Thais é demais, uma referência e uma inspiração. Nossa grande Diva de organização brasileira, como alguém já deve ter citado noutro momento.

EDEL 💋

21 de março de 2017

Vídeo - Ser organizado demais é TOC!

A Série Devaneios X Organizar é... tem por objetivo refletir sobre frases nada a ver que falamos por aí, (os devaneios de organização) e trazer os verdadeiros conceitos à tona (organizar é...) de forma simples, leve e descontraída! O devaneio de hoje é o que algumas pessoas dizem: "Ser organizado demais é TOC!" Só porque sou uma pessoa organizada (Organizadora Profissional então nem se fala!), é sinal que tenho TOC? Repense suas afirmações e devaneios, assistindo esse vídeo! Espero que gostem desse "papo sério", curtam, compartilhem com seus amigos e se inscrevam no canal!

EDEL 💋


Ser organizado demais é TOC!


20 de março de 2017

10 dicas para organizar partituras musicais

10 dicas para organizar partituras musicais



Você sente aflição só de pensar em remexer seu arquivo de livros de música e partituras musicais? Fala que não tem tempo, que isso não é prioridade, que é só mais um arquivo? Só que aí quando precisa uma música não sabe se procura nesta pasta ou naquela? Amontoa tudo numa pasta com elástico e depois pra encontrar tem de remexer em todas folhas até localizar? Seu arquivo precisa de uma organização urgente!!! Segue um passo a passo para você organizar sua coleção de partituras musicais, e localizar tudo de maneira simples e prática! Vamos conferir as minhas dicas?

🎵 1. Avalie sua coleção
Encare o problema, reconheça que se você não colocar a mão na massa, os papéis continuarão ali, misturados e será difícil localizar cada coisa. Por mais difícil que possa parecer, encare. Nem que demore uns 2 anos pra você finalizar, mas encare. É preciso começar. Se for um arquivo que continua entrando materiais, ainda mais é super necessário fazer isso!

🎵 2. Descarte materiais velhos
Ao avaliar sua papelada musical você poderá se deparar com inúmeras situações. Partituras duplicadas, velhas, rasgadas, incompletas... tudo isso é lixo! Tralha! Não tem porque guardar esse tipo de coisa no seu arquivo. Você só conseguirá ter um arquivo musical organizado se encarar sua coleção de partituras e papeis-tralhas-inúteis, e de-sa-pe-gar de todo esse "encosto". Se precisar de uma forcinha assista o vídeo Algum dia posso precisar disso e leia sobre Desapego poderá te ajudar.

🎵 3. Defina uma categorização.
Uau! Agora sim! Você se livrou de um monte de tralha inútil e está lidando somente com partituras que gosta, já tocou ou escolheu para fazer parte do seu repertório. Uma classificação simples é separar música sacra de música popular, por exemplo. A popular você pode separar em folclórica, sertaneja, MPB, romântica, infantil, e a sacra em gospel, louvor, coral. Não tem como dizer o que é melhor, pois você precisa conhecer as características das suas músicas e fazer a categorização mais funcional para o seu arquivo.

🎵 4. Escolha o mobiliário para arquivar sua coleção.
Isso sempre foi uma tortura para mim, pois não me caía a ficha de como organizar de maneira mais prática e funcional. Se você guardar numa estante /armário, pode dispor em pastas com elástico, caixas de arquivo, pastas catálogo, fichários, pastas L. Esta é a forma mais comum que sempre observei de organização de partituras. Só que dependendo do tamanho da coleção, pilhas em estante ou mesmo pastas não ficam muito funcionais.

🎵 5. Escolha os materiais para organizar
Uma forma muito show é utilizar porta-revistas de acrílico ou aramado para reunir livros, pastas e apostilas por semelhanças. Os livros não ficam caindo, molengas, e além disso fixa lindo! Veja mais sobre essa dica no vídeo Como organizei minha coleção de partituras musicais!

🎵 6. Disponha as partituras dentro dos objetos organizadores escolhidos.
No vídeo 4 formas de organizar partituras musicais te mostro que produtos são legais para organizar partituras: pastas catálogo, pastas com elástico, fichários e criando apostilas de peças afins. Se você chegou nesse passo, parabéns! Está quase, bora colocar as partituras nas pastas ou encadernar as que você decidir criar apostilas.

🎵 7. Identifique o que for necessário
Você pode utilizar diversas formas de identificação: com rotuladora ou alternativas mais em conta, como contact, etiquetas adesivas. Veja mais dicas no post 10 maneiras de identificar sem utilizar rotuladora.

🎵 8. Revise constantemente sua coleção.
Periodicamente faça uma manutenção do seu arquivo musical, avalie e descarte se encontrou alguma tralha perdida lá no meio. Insira novas categorias, doe livros ou apostilas não utilizadas, esse tipo de coisa.

🎵 9. Aplique o mesmo processo para a organização digital.
Mesmo que hoje já existam todas as partituras imagináveis em sites próprios, como o Super Partituras, e não seja necessário você ter um arquivo no seu computador, se você trabalhar com isso, pode ser que tenha muitas partituras próprias no seu PC. Siga a mesma lógica! Avalie, descarte, só mantenha o essencial! Crie pastas por categorias, e organize!

🎵 10. Admire sua organização e motive-se a deixá-la assim, não guardando mais tralha!
Curta seu arquivo musical organizado! Pegue as partituras que gosta, toque seu instrumento, cante, e agora grite junto comigo: viva a organização e a música!


Escrevi este texto para mim, pois passei por todas essas etapas nos últimos 2 anos, e foi bem assim mesmo! Agora posso falar pois cheguei no passo 10 e estou muito feliz com isso! Dei um basta na bagunça musical! Espero que tenham gostado das dicas! Deixe um comentário, se ficou qualquer dúvida!


EDEL 💋

17 de março de 2017

Inspiração # 17 - Cidade

foto tirada do teatro municipal de SP

A cidade com suas luzes, seus ruídos próprios, e seus tantos problemas, seus turnos malucos de trabalho, como pode nos inspirar?! Se é ali que vivemos, é ali que precisamos encontrar o nosso lugar, o nosso refúgio, o nosso espaço. Pode ser num café, numa livraria, num shooping, no conforto da nossa casa. A cidade tem tantas oportunidades legais para se aprender, se divertir, se distrair, relaxar e sorrir. Um teatro que faz pensar, um concerto que emociona, um filme no cinema que diverte, um show que faz dançar e pular, uma exposição para ser apreciada, um museu que conta histórias, um jantar num restaurante especial, uma cerveja no happy hour do point da hora, um parque para correr e caminhar, oportunidades de estudar e aprender mais, uma ciclovia para pedalar na avenida... a cidade pode ou não também ser pura inspiração?! Tudo depende do seu ponto de vista. Agora mudando de assunto, alguém adivinha onde foi tirada esta foto?

EDEL 💋

16 de março de 2017

Como organizei minha coleção de partituras musicais

Esses dias comentei sobre 4 dicas simples e fáceis para você organizar suas partituras musicais, baseada na minha experiência e coleção de partituras musicais. Havia prometido que contaria como organizo minha coleção, e no vídeo de hoje você irá conferir mais muitas dicas legais, e também fazer um tour comigo nos módulos da estante branca, onde agora armazeno os livros, apostilas e partituras, em lindos porta-revistas da Dello! O processo de organizar meu arquivo musical já vem de uns 2 anos, mas faltava o tchãnãnã, o tok final, e agora posso dizer que minha coleção está como deveria estar: organizada lindamente e super prática e funcional! Vem comigo assistir esse vídeo, que está imperdível, e não deu pra esconder que foi feito com muito amor, para levar pra você, uma ideia superlegal!

Post antigo onde falo sobre como organizava meu arquivo musical

EDEL 💋 



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

GOSTOU DESTE CONTEÚDO? COMPARTILHE!