18 de julho de 2016

3 dicas de ouro para organizar o guarda-roupa!

Este é o meu post da Blogagem Coletiva, no qual convidei Personal Organizers Blogueiras para fazer um post em seus blogs, com suas 3 dicas de ouro na organização do guarda -roupa e/ou closet. Há muita coisa legal para escrever e falar sobre, mas vamos às minhas 3 dicas, que considero essenciais para manter um guarda-roupa organizado e tornar a vida mais feliz!

Dicas de Ouro para deixar o guarda-roupa organizado!

 

Dica de Ouro 1 - Cabides Padronizados.



Visualizamos melhor todas as peças de vestuário que possuímos quando utilizamos cabides, especialmente se escolhemos o tipo certo para cada roupa, o que nos ajuda tanto na organização como na conservação das peças. Além disso, separar as peças por categorias (camisas, vestidos, calças, blusas, etc), e ainda identificar cada uma delas com um "marcador" charmoso, fica perfeito! Facilita muito colocar cada peça de volta para o cabide certo. As identificação das categorias e a padronização dos cabides ajudam muito! Utilizo os modelos de acrílico para a maioria das minhas peças (camisas, blusas, conjuntos e vestidos), e os de ferro cromado para calças e saias. O meu "marcador" são dois recortes de papel EVA (em formato mais arredondado), colados um no outro com cola quente, para ficar mais resistente, e a identificação da categoria escrita com caneta. Dispensa até tutorial de tão simples!


Cabides Padronizados - Transformando Espaços

 

Dica de Ouro 2 - Técnica do Envelopamento.



Há uma dobra chamada "técnica do envelopamento", geralmente bastante usada para organizar peças de roupa em mala de viagem, e poupar espaço, mas nunca pensei em replicar ela para o maior número possível de peças no guarda-roupa. Recentemente fiz umas mudancinhas no meu guarda-roupa (ainda vou contar mais detalhes sobre!), por isso relembrei esta técnica, testei e agora  implementei por aqui! Em resumo, reduzi o espaço das prateleiras, que ficaram mais baixas e instalei um suporte a mais para cabides (uau!). Assim, tenho dois espaços para cabides agora! Como as prateleiras ficaram com menos espaço, utilizei caixas da Coza para servir de gavetas. Muito mais fácil manter a organização! E a técnica da dobra foi super necessária para compactar as peças! Ainda contarei mais sobre elas (tanto a dobra como a transformação em si) em vídeo pra vocês, aguardem!

 
Técnica do Envelopamento - Transformando Espaços

 

Dica de Ouro 3 - Colmeias nas Gavetas.



Gaveta é o lugar mais estratégico para a bagunça reinar no guarda-roupa. Será? Concluí que este pensamento que às vezes temos também é devaneio: com a técnica do envelopamento (sim, também para meias e peças íntimas!) e mais colmeias ou "gavetas falsas" (caixas Coza), nossos problemas estão resolvidos!!! Como canto na minha música, o segredo é a organização! Ufa! Este modelo de colmeias que utilizo é da linha de Produtos Organizadores da Personal Organizer Sandra Zini.

 
Colmeias nas gavetas - Transformando Espaços


Gostou das minhas dicas de ouro de Personal Organizer (PO)?! Conheça um jeito fácil e prático de deixar seu guarda-roupa e/ou closet organizado, personalizado e funcional com a ajuda de uma PO clicando aqui!

Se é leitor(a), já tem seu guarda-roupa e/ou closet em ordem, compartilhe suas 3 dicas de ouro nos comentários!

Se é Personal Organizer e não tem blog, participe também, postando suas 3 dicas de ouro e marcando com as hashtags #dicasdeourodepo #segredinhosdepo. Assim poderemos conferir mais ideias e inspirações! 

15 de julho de 2016

Inspiração # 9 - Cozinhar


Quem aí curte cozinhar? Aêee! Todo dia eu não gosto não (ainda bem que minha mãezinha me ajuda com essa tarefinha), mas é exatamente nos dias que me vou pra cozinha preparar algo especial que parece que as ideias caem de paraquedas na minha cabeça e me deixam até meio tonta, alvoroçada. Às vezes dá vontade de sair, deixar tudo parado e começar a escrever. Já fiz isso de vez em quando. Muito louco. Que atrase o negócio por lá, quando sou eu quem cozinho é certo que a rotina se quebra. Falando em cozinhar, essa foto aí é de um dia quando estava preparando um delicioso strogonoff, fritando pedacinhos de alcatra, hummm, delícia! É bem provável que "baixou" a inspiração, pra sair fotografando panela e carne... não me leve a mal, às vezes precisamos sair da rotina, também de assuntos tão organizados, como aqui no blog. Porque não é só isso ou aquilo que inspira, é tudo, então essa série será que terá fim?! Quem viver verá...

8 de julho de 2016

Bate-papo com a Personal Organizer Sonia Hecher

Bate-papo com a Personal Organizer Sonia Hecher


Veja só como a gente se encontra: a Sonia Hecher é minha conterrânea, lá de Flores da Cunha, Serra Gaúcha! Bem, um pouco distante de Cerro Branco, mas enfim, tudo no RS! Acho que foi ela quem chegou até o meu blog primeiro, começou a me seguir na fanpage, depois passei a seguir ela também, e no Curso de Organização de Arquivos com Tadeu Motta nos conhecemos pessoalmente. Ela é Secretária Executiva e Personal Organizer, me identifiquei muito com ela. Muito estiloso seu espaço amiga, amei! Como é bom encontrarmos tantas pessoas legais, de tantos lugares diferentes, distantes, perto de onde já moramos um dia, e que tem tanto em comum conosco. Como sempre, começo falando demais, vamos lá, porque quem responde a entrevista de hoje é ela!

 

Bate Papo com a Personal Organizer Sonia Hecher



Sonia Hecher


DADOS PESSOAIS


Nome: Sonia Hecher

Formação acadêmica: Graduação em Bacharel em Letras – Secretário Executivo

Especialização: Pós-Graduação em Gestão Empresarial e Especializações em Personal Organizer, Formação Técnica em Decoração e Desenho de Interiores e vários cursos de aperfeiçoamento profissional. Cursando MBA em Gestão de Projetos.

Onde reside: Flores da Cunha – RS (na Serra Gaúcha).

Breve Currículo: Secretária Executiva em empresas de grande porte e em holdings familiares durante muitos anos. Assessorei Diretores Corporativos, Presidentes, Conselheiros Consultivos e de Administração. Personal Organizer com atuação em ambientes residenciais e profissionais. Dedico-me ao estudo e pesquisa de vários temas que envolvem a “organização” há alguns anos. Acredito no poder transformador de uma vida mais organizada e nos benefícios tangíveis e intangíveis que ela pode proporcionar às pessoas. Também sou autora do Blog Ambiente Organizado, onde apresento soluções para a organização de ambientes residenciais e profissionais e para a organização pessoal, além de compartilhar dicas de decoração e limpeza.

1.Como você descreve os benefícios da organização na sua vida?


A organização me possibilita gerenciar e otimizar meu tempo e aumenta a minha produtividade. Também elimina a confusão visual e mental, traz leveza, praticidade e funcionalidade aos ambientes, gera economia financeira e me proporciona uma sensação de bem-estar.


2.Desde quando é apaixonada (o) por organização e há quanto tempo é "oficialmente" Personal Organizer? Onde fez o curso de Personal Organizer?


Meu interesse pela organização vem desde a infância e certamente foi determinante na escolha do curso universitário e no exercício da profissão como Secretária Executiva. Exerci esta atividade por muitos anos no mundo corporativo, onde tudo tem de funcionar perfeitamente.

Manter um alto grau de profissionalismo, determinação, comprometimento e foco nos resultados contribuiu para aprimorar minhas habilidades de organização. Isto fez com que eu passasse a me interessar e pesquisar continuamente o assunto.

Fiz o primeiro curso de organização em 2009. Minha certificação como Personal Organizer ocorreu em 2013, pela OZ. Mas, estou constantemente participando de cursos na área, lendo, estudando e me atualizando sobre o tema organização. Também sou integrante de alguns grupos fechados que trocam informações e estudam o assunto. Digo que hoje “respiro” organização.


3.Qual sua principal área de atuação - serviços de organização presencial, consultoria, palestras, workshops, cursos, ou ainda outra?


Trabalho durante parte do meu tempo como Personal Organizer, com serviços de organização presencial. Recentemente, iniciei um novo projeto, como instrutora de cursos e workshops de organização, em parceria com uma franquia nacional de serviços de limpeza, organização e treinamento. Também escrevo no meu Blog - Ambiente Organizado. E ainda administro um family office, durante a outra parte do meu tempo.

 

4.Qual tipo de arquivo ou móvel possui em casa para organizar a papelada?


Tenho um móvel sob medida, projetado para acomodar livros e outros objetos, no qual solicitei a inclusão de gavetas específicas para acomodar pastas suspensas. É nelas que guardo a papelada. Este é um modo bem prático para organizar o acervo de documentos físicos e ágil para localizar qualquer informação relacionada aos moradores e à residência. Também uso pastas sanfonadas para acomodar as contas de consumo e os boletos, em suas respectivas datas de vencimento.

5.Como é o seu home office? Pode nos mostrar uma foto do seu cantinho, especialmente da sua mesa de trabalho e cadeira que utiliza?


Meu escritório pessoal está localizado nas proximidades de minha residência, num imóvel comercial. Ele é minha “base de trabalho”, quando não estou exercendo minhas atividades junto a clientes. Nele também guardo um estoque razoável de produtos organizadores.

Claro, mostro com prazer. Parte do mobiliário e da decoração utilizados no meu escritório resultou de reformas e reaproveitamento de móveis e objetos que eu já possuía em casa.


Home Office Sonia Hecher 1

Home Office Sonia Hecher 2

O armário claro estava num quarto, foi reformado, customizado e repintado. A poltrona azul, muito antiga, recebeu novo tecido. O balcão azul era marrom, estava todo riscado, foi repintado. Quadros e objetos de decoração, em sua maioria, também foram customizados e reaproveitados.

6.Você aplica o GTD no gerenciamento de informações, rotinas e tarefas? Se não aplica, utiliza outro método?


Na prática, aplico alguns princípios de vários métodos, mas não sigo uma linha pura. E sempre adapto às minhas necessidades.

7.Que tipo de agenda e gerenciador de tarefas utiliza, físico ou eletrônico?


Os dois. Uma agenda física para listar tarefas e anotações rápidas é simples e prática. Ela nunca fica sem bateria, sem antena, sem wi-fi ou sem 3/4G. E uso meios eletrônicos, como o Outlook, por exemplo, para agendar compromissos e armazenar contatos profissionais, dentre outras coisas. Mas minha memória também faz um belo papel como agenda e gerenciador de tarefas!

8.Qual seu livro de organização preferido?


Dentre os livros que já li, gostei bastante de “Organize-se”, de Donna Smallin. Bastante prático e objetivo.

9.Qual produto organizador você não saberia viver sem?


O mercado oferece uma infinidade produtos organizadores. Em sua maioria, eles cumprem a função a que se propõem, que é facilitar a organização. Sendo bem específica, considero as divisórias e os organizadores de gavetas essenciais na organização física, pois não gosto de itens diversos misturados.

10.Que dica de organização você considera a mais essencial para sua vida?


Gerenciar o meu tempo de modo bastante organizado e nunca deixar para amanhã o que deve ou pode ser feito hoje. “Não procrastinar” é a expressão. Como exerço múltiplas atividades, preciso vivenciar essa prática com determinação para que minha rotina funcione e para que eu me sinta mais leve.

Por fim, desapegar e descartar são verbos que deveriam ser conjugados na primeira pessoa do singular por todos aqueles que desejam viver o processo da organização em sua plenitude. Eliminar os excessos facilita a vida, traz leveza à alma e felicidade. “Menos é mais”.

Conheçam mais sobre o seu trabalho de organização profissional neste link:



Logo Ambiente Organizado


Muito obrigada por sua participação, seja sempre bem vinda!

6 de julho de 2016

3 dicas para você melhorar a gestão da sua caixa de entrada

Caixas de Entrada


Anotar tudo o que vem a cabeça é até um hábito bem fácil, que muitas pessoas já conseguiram implementar no seu dia a dia. Observe ao seu redor e perceba como as pessoas geralmente carregam um caderno consigo e volta e meia anotam alguma coisa. No trabalho, numa reunião, na faculdade, enfim... às vezes estão mexendo no celular, mas não é no facebook não, é num bloco de notas ou app, registrando ideias, lembretes ou trabalhando mesmo (o que isso importa também). O que quero dizer é que sair anotando em caderno, apps, folhas soltas, etc e tal é fácil. A parte complicada é conseguir gerenciar essas anotações espalhadas depois.

Até há pouco tempo atrás eu tinha a ilusão de que administrava somente duas ou três caixas de entrada (se tiver alguma dúvida com relação a este termo, confira seu significado aqui, onde explico o básico do método GTD): a da mesa de trabalho, a do Evernote e a do notebook, onde vou lançando os materiais que estou trabalhando no momento. Uau, que poderosa que sou, pensava, consigo gerenciar tudo isso tão bem. Essa parte é fichinha. Então me toquei de que estas são as caixas onde eu lanço minhas ideias e registros, conscientemente. E as tantas outras que as pessoas jogam pra gente? Sim! Facebook, Instagram (até lá também dá pra enviar mensagem!), WhatstApp, e-mail da Edel, e-mail do blog, puxa vida, onde vamos parar?! Percebeu como a lista aumentou?

 

3 dicas para você melhorar a gestão da sua caixa de entrada



Utilize o e-mail para solicitações a outras pessoas


Já estou tentando me policiar para evitar lotar a entrada das pessoas com lembretes e solicitações nas redes sociais, acho que já basta o e-mail. Lá é pra conversar, bater papo, não ficar tendo de controlar o que foi dito ou não dito. Assuntos profissionais melhor usar o e-mail mesmo. A pessoa responderá educadamente quando conseguir esclarecer seu conteúdo, espero que ao mesmo dê um "ok, recebido, retorno para você em breve", porque às vezes nem isso. Aí você não sabe se a mensagem foi ou não foi. Fico meio assim de usar rede social para solicitações, então com raras exceções, ainda uso.


Revise no mínimo semanalmente


Faça um checklists das caixas de entrada que você possui (se tiver mais de 3, rs...), e revise no mínimo semanalmente todas elas, para não acumular. As caixas de entrada detalhadas podem ser inclusas em outro checklist semanal que você possua, para conferir e lembrar das pendências. Outra coisa: revisar é esclarecer mesmo o que é cada item. Não vale tirar da caixa de entrada, e não direcionar para o lugar certo (arquivo, lixo ou algum dia/talvez), porque daí, não adiantará de nada! Noutro momento a pendência vai cair na sua caixa de entrada de novo. E vamos deixar ela para as novidades, certo? Estas não faltam...


Reduza ao menor número possível


Se você consegue ter somente uma caixa de entrada física, já está legal. Se utiliza uma pastinha na bolsa, e é meio que uma "caixa de entrada viajante", para coisas que você vai capturando ao longo do dia, ao chegar em casa, transfira imediatamente ela para a caixa de entrada da sua mesa, por exemplo. Ao utilizar folhas soltas em lugar do caderno, você economiza papel ao esclarecer um de cada vez, e depois joga-lá no lixo. Se utiliza um app como o Evernote, o que surgir em e-mail ou rede social, tente transferir logo para a pastinha de lá, para analisar somente ali. O e-mail é um caso a parte, mas ajuda ter o lembrete ali, se você está sempre gerenciando tudo no Evernote, por exemplo.

Quantas caixas de entrada você possui? Tem alguma dica a mais pra compartilhar com a gente?! Estamos juntos no desafio de administrar a caixa de entrada da vida!

1 de julho de 2016

Como foi a 3ª Conferência de Profissionais de Organização e Produtividade?

Emocionante! Com esta palavra descrevo a 3ª Conferência de Profissionais de Organização e Produtividade que aconteceu nos dias 24 e 25 de junho de 2016, nas dependências da Expo Center Norte, em São Paulo/SP, e contou com cerca de 850 profissionais, a grande maioria da área, mas também muitos aspirantes a PO (Personal Organizer). Quero aqui registrar 5 destaques que me motivam e que fazem valer a pena participar sempre que possível!

Edeltraut Lüdtke
Adicionar legenda

1. Organização do Evento

O evento contou este ano com a embaixadora Kalinka Carvalho, que movimentou a divulgação do evento nas redes sociais, sempre atenta e tirando todas as dúvidas. Acredito que Deus coloca a pessoa certa no lugar certo, e confirmei esta minha crença ainda mais nestes dois dias! Não somente a Kalinka, mas também a mestre de cerimônias Cristiane Belfiore, que conduziu a programação com muito bom humor, elegância e sabedoria. Ambas tem minha admiração! Parabéns aos organizadores, ao José Luiz Cunha e a toda equipe que ficou nos bastidores, para que tudo saísse estrategicamente quase perfeito! Só quem organiza sabe o trabalho que dá um evento deste porte, e quem participa, seja tolerante, avalie o evento depois para que ele fique a cada ano melhor! É ali que você deve deixar sua impressão e as oportunidades de melhoria, é ali que isto é útil!

Edeltraut Lüdtke

Edeltraut Lüdtke

 2.Palestras Tops!


Conteúdo de qualidade, relacionado a negócios, marketing, empreendedorismo e organização do tempo, tudo muito organizado e bem apresentado por este time de palestrantes:

Cada um com o seu jeitinho, deixou seu recado. Uns agradaram estes, outros aqueles, mas é emocionante perceber na fala de pessoas tão distintas, de diferentes áreas profissionais, que o verdadeiro conceito e sentido da organização está sendo propagado, de forma coerente e alinhada. Isto é tudo! Registro aqui somente uma frase da Micaela Góes, que resume muito disso:  

"Não organizamos espaços, organizamos vidas. A organização vai além do espaço, que é a expressão dos nossos sentimentos.". 

Estamos no caminho certo, muito bom saber disso! Se este conceito ainda não é unânime, não tardará a ser! Micaela é a grande responsável pela repercussão que a profissão de Personal Organizer está tomando em nosso país, por causa do seu programa de TV "Santa Ajuda", no canal GNT.


Micaela Goes

 

3.Paineis Especiais


Diversos paineis abrilhantaram o evento:
  • Os tradicionais Cases que inspiram, que contaram histórias de alguns Personal Organizers escolhidos e indicados e o Painel Pergunte ao Personal Organizer, que responderam a perguntas e dúvidas comuns entre os profissionais da área. 
  • Este ano aconteceu também o Organizers em Debate, onde foram abordados temas específicos - Papel do Personal Organizer, Precificação, Ética. Aqui diversos profissionais tem a oportunidade de expressar suas opiniões sobre os temas, a crescerem e a aprenderem uns com os outros, melhorando assim suas práticas de trabalho. Saíram muitas dicas inéditas (segredinhos de PO)! 

3ª Conferência de Profissionais de Organização e Produtividade

 

4. Exposição de produtos e serviços - Organiza Brasil


A feira Organiza Brasil contou com uma série de fornecedores de produtos organização, onde foi possível conhecer novidades e estabelecer parcerias. As queridas MMM e Dello estavam por lá, olhem só que lindos os stands delas! Era difícil fotografar pois estavam sempre cheios, o que é muito bom, então por isso, deixei somente os meus "mmmais" mais preferidos. A ANPOP (Associação Nacional de Profissionais de Organização e Produtividade) elegeu recentemente uma nova diretoria, e teve um momento de se pronunciar na plenária, onde aproveitou para apresentar os projetos que estão planejados na gestão 2016/2017. Muita coisa legal vindo aí! Orgulhosa de fazer parte como associada!

 
Dello

Meu Móvel de Madeira

 
Edeltraut Lüdtke

 

5. Networking


Muitas selfies, fotos em grupo, muitos abraços sem foto, troca de cartões, encontros e reencontros. Conheci pessoalmente tantas colegas de profissão que já admirava, reencontrei os já conhecidos e encontrei novas pessoas maravilhosas, que nem fazia ideia de que existiam e tinham tanto a ver comigo. É muito amor envolvido minha gente, sério mesmo. Quem está no salto alto precisa descer dele, porque essa troca, essa união, é isso que nos fortalece! É muito bom tudo isso!

Arquivo Edeltraut Lüdtke

Arquivo Edeltraut Lüdtke

Arquivo Edeltraut Lüdtke

Arquivo Edeltraut Lüdtke

Arquivo Edeltraut Lüdtke

Fiquei muito feliz de rever novamente a Thais Godinho e de ter conversado um pouco com ela. A tietagem sempre era grande a sua volta, e acho legal respeitar isso, pois também tive minha primeira vez e sei como é a euforia de encontrar alguém que você admira tanto assim, frente a frente. Mas realizada mesmo fiquei por ela ter sido referenciada por Gabriela Brasil de maneira tão verdadeira, quando disse no Painel Organizers em Debate, de que o produtor de conteúdo também é Personal Organizer, referenciando a Thais como sua (nossa) grande inspiração para ter entrado nesse caminho como blogueira de organização. Só faltou a Thais estar no palco, assim como avaliei no ano passado, mas o depoimento da Gabriela Brasil já valeu! Quis compartilhar isso com vocês, pois como já expressei nas redes sociais, o reconhecimento ela já tem, estando no palco ou não. E isso que faz a diferença!

Kalinka Carvalho fez no seu blog uma verdadeira ata do Personal Organizer Brasil 2016, então se você curte ler, ver mais fotos exclusivas, e quer saber tudo nos mínimos detalhes, confere lá! Se você gosta mais de vídeo, veja abaixo o depoimento da Thais Godinho, que representa o que muitas de nós sentimos depois de dois dias intensos de programação. Queria gravar um vídeo, mas confesso que não conseguiria falar, sem me emocionar. É uma sensação muito boa, muito boa mesmo. É o tipo da coisa que é difícil descrever, e que só vivendo pra entender. Agradeço a Deus pela oportunidade de ter feito parte desse momento!




29 de junho de 2016

O trabalho para mim é... por Fabiani Rozeng Moraes



Já aparecerem diversas Personal Organizers aqui com formação em Secretariado Executivo, e ainda vão aparecer mais, te garanto (tem POs mais organizadas e tops que essas?! Brincadeira!). Só que para o quadro "O trabalho para mim é # Diferentes Profissionais e Conceitos", não escolhi Personal Organizer ex-secretária executiva para falar sobre sua visão de trabalho x organização, mas minha amiga e ex-colega de faculdade, a querida Fabi.


O motivo...


Admiro mulheres alegres, de bem com a vida, independentes, que valorizam o que são e fazem com ou sem elogios, pois apesar de bons não são eles que nos impulsionam para frente. Mulheres ousadas que marcam e se destacam, sem a intenção de aparecer, mas porque sabem se impor e influenciar positivamente e o fazem com sabedoria e autoridade. Que trabalham com seriedade e profissionalismo sem jamais perder o bom humor. Que tem postura, elegância, inteligência emocional, e especialmente autenticidade. Quem não desejaria uma secretaria executiva assim ao seu lado? Tive a feliz oportunidade de conviver com uma pessoa assim nos tempos da faculdade, bela fase, que a gente nunca esquece.

O trabalho para mim é... por Fabiani Rozeng Moraes



  
Nome: Fabiane  Rozeng Moraes
Profissão: Secretária Executiva (atualmente atua como Analista de Governança)
Local onde vive: Brasília/DF


1. O que o trabalho significa para você?

Para mim, o trabalho é uma oportunidade de ensino e aprendizado, de evolução, principalmente moral. Temos a chance de trocar experiências, é uma evidência da satisfação de ser útil e de exercer um dos nossos principais desafios, que é a convivência com o outro.

2. Conte, resumidamente, quais atividades você desenvolve no seu trabalho.

Há exatos 2 anos, trabalho como Analista de Governança na Funpresp-Exe – Fundação de Previdência Complementar dos Servidores Públicos Federais do Poder Executivo. Meu trabalho consiste basicamente em assessorar as reuniões dos órgãos colegiados da empresa (Conselhos Deliberativo e Fiscal, Comitês de Assessoramento Técnico, Diretoria Executiva e Comitê de Investimentos e Riscos). Trabalhando no Gabinete da Presidência, atuo ainda com normativos, gestão de riscos, planejamento estratégico, mapeamento de processos e elaboração de relatórios e peças técnicas. Ou seja, ainda que com outro nome, continuo exercendo as funções primordiais da profissão de Secretária Executiva.

3. Você sempre trabalhou nessa área? Foi algo planejado, aprendido e treinado ou seus dons/vocação o direcionaram a esta atividade?

Desde os 14 anos de idade, quando conheci a Denise, Secretária Executiva do grupo Copobrás/Incoplast, descobri qual seria minha profissão. Não foi algo exatamente planejado. Nessa época eu trabalhava na produção, e, por um acaso do destino e indicações médicas, comecei a secretariar em um ambulatório médico. Alguns anos mais tarde, mudei-me para Joinville e continuei a secretariar, desta vez em uma escola profissionalizante. No mesmo local comecei a lecionar aulas de Secretariado. Pouco tempo depois, estabeleci-me em uma empresa de saneamento como Secretária e continuei com as aulas aos finais de semana. Nessa época, também cursava a faculdade de Secretariado Executivo, em Jaraguá do Sul, oportunidade em que descobri um dom – lecionar (e aprender) secretariando. Hoje, já são 18 anos como Secretária (tomei um susto com esse cálculo agora! rs!). Por isso, costumo dizer que não escolhi secretariar, fui escolhida!

4. Seu casamento com sua profissão atual sempre estiveram bem? Houve algum desejo de "chutar o balde"? Se sim, o que te motivou a continuar?

Até hoje não casei, por isso acho mais fácil falar que não tive problemas relacionados à profissão que escolhi. No entanto, sempre me dediquei muito ao trabalho. Houve época em que mais de 70% da minha vida era voltada ao trabalho. Felizmente, o tempo e a maturidade ensinam a “dosar” e priorizar as coisas.

5. Você considera a organização importante na sua vida e no seu trabalho? Por quê?


É essencial para tudo que se faça, no meu ponto de vista. Tanto na vida pessoal quanto profissional, a organização ajuda a manter-te equilibrada, a ter disciplina e claro, otimizar o tempo, o que nos dias atuais, é um grande diferencial. Além do que, com a prática, torna-se natural organizar tudo: as ideias, os sentimentos, as atividades, o tempo. E, consequentemente, a própria vida.

6. Como você se organiza no trabalho? Utiliza recursos físicos ou tecnologia? Especifique.

Hoje em dia é difícil não utilizar-se de recursos tecnológicos, não é verdade? Eu utilizo vários, principalmente o computador. Quase 90% do meu trabalho é baseado no computador, mas, como Secretária, aprendi que não devemos jamais abrir mão da “velha amiga”, a agenda. É ela quem te salva nos “momentos de crise”. Eu faço da agenda um diário, lá anoto as agendas do dia, as tarefas, as anotações relativas às reuniões que assessoro, enfim, tudo. Trabalho com 6 órgãos colegiados diferentes, então, tanto no ambiente eletrônico quanto no físico, a classificação de documentos e pastas é feita por órgão colegiado, finalidade (reunião, documentos, cadastros, etc.), ano e especificidade do assunto. Além disso, há outros recursos de apoio, como ferramentas de correio eletrônico, agenda compartilhada, gerenciador de tarefas eletrônico, calendário mensal de atividades, plano de trabalho anual, planilhas de contatos e de pendências. Realmente, são muitos, os mais diversos e de acordo com as atividades exercidas.

7. Onde podemos encontrar mais informações sobre você e seu trabalho? (rede social/contato)


Eu ainda vou conseguir gerenciar um blog, mas no momento, estou nas redes sociais, onde procuro compartilhar um pouco do que acredito e do que vivo no dia a dia. Facebook e Linkedin

8. Tem algo a acrescentar, que não tenha sido questionado, mas que possa ter lembrado durante essa breve reflexão sobre seu trabalho e/ou alguma mensagem final?


Quando o assunto é organização, eu sempre tenho umas frases meio clichês comigo:

1 - “Nunca deixe para amanhã o que se pode fazer hoje.” (Damiana Martins Roussenq – minha avó amada)

2 – “Há um lugar certo para tudo e, sobretudo, para as coisas.” (versão adaptada por mim mesma.)

3 – “Com organização e tempo, acha-se o segredo de fazer tudo e bem feito.” (Pitágoras)

E a melhor de todas, que remete ao que falei logo no início da entrevista:

4 - “O hábito do trabalho modera qualquer excesso, induz à necessidade de organização, ao gosto pela ordem; da ordem material chega-se à moral; portanto, o trabalho pode ser considerado como um dos melhores auxiliares na educação.” (Massimo D’Azeglio)

Para encerrar, te agradeço Edel, pela oportunidade de participação no blog e por poder falar um pouco mais sobre um tema que é tão importante em nossa vida. Desejo-te sucesso por este caminho empreendedor que escolhestes e, acima de tudo, felicidade! 

Eu que agradeço amiga por ter aceito o convite! Abração!

27 de junho de 2016

Como organizo meus materiais de trabalho em pastas coloridas da Dello



No início do mês eu mostrei aqui como organizei meu home office com as caixas da Dello, e não sei se te chamou a atenção as minhas pastas coloridas (a sorteada que me fez ganhar este lindo presente!), mas hoje quero contar um pouco como me organizo com elas. São 8 pastas: amarela, verde, azul, pink, roxa, preta, vermelha e transparente. Lindas, divertidas, originais, que alegram minha mesa de trabalho! Como aqui no meu home office é tudo muito no preto e no branco, clean, neutro e básico, as cores em alguns detalhes como esse dão um efeito bem legal!

Utilizo elas há mais ou menos 1 ano, e desde o começo organizo o conteúdo delas por contextos de trabalho. Já alterei os contextos nesse tempo todo, alguns saíram, outros novos entraram. Então, contarei aqui como está a versão atual. Não sei se tem mais tok de gtd ou de arquivos, acho que um mix dos dois, pois são registros que consulto com bastante frequência, então é um arquivo corrente de trabalho (conceito de arquivos), ou materiais de suporte a projetos (conceito GTD). Enfim, deixando os conceitos de lado, vamos conferir como me organizo com estas lindinhas, também da Dello!

Às vezes gosto de escrever as coisas no papel, desenhar, e inventar uns esquemas (mapas mentais e tabelas), então, deixo os registros nestas pastas para depois esclarecer e enfim, tomar alguma ação sobre ou transferir para o arquivo de trabalho no Evernote (e jogar o papel no lixo). Poderia deixar tudo lá? Sim, mas me organizo melhor visualizando e escrevendo certos projetos do que elaborando eles diretamente no aplicativo.

Estas pastinhas funcionam basicamente como uma "incubadora de projetos", com algumas referências que são mais consultadas. Dentro de cada uma destas pastas os registros estão organizados e separados em pastas L, identificadas com Algum dia/talvez e Materiais de Suporte. Deixa eu detalhar um pouco pra você visualizar o meu esquema:

Pasta Preta - Vida
Dentro desta pasta armazeno materiais de suporte a projetos, e ideias de projetos algum dia/talvez.
Aqui atualmente estão os assuntos: lazer, estudos GTD, projeto de vida.

Pasta Amarela - Casa
Dentro desta pasta armazeno materiais de suporte a projetos, e ideias de projetos algum dia/talvez.
Aqui entram os toks que pretendo dar na casa nos próximos meses, ideias que vão surgindo, e para não deixá-las escapar guardo-as aqui!

Pasta Transparente - Finanças
Aqui guardo anotações relacionados a gastos do mês, que depois de esclarecidos irão para o lixo ou para o devido arquivo. É uma espécie de "pasta de transferência" também.

Pasta Pink - Pasta "em trânsito"
Aqui o espaço está quase sempre vazio, ele só é preenchido quando saio e levo a pasta comigo, para pagar contas, levar ou trazer algum documento "na rua". É uma pasta "mix" de entrada, transferência e saída, quando estou "em trânsito", e os registros ficam centralizados num lugar só, em vez de perdidos na bolsa. É a pasta que vai sempre junto comigo quando saio de casa pra resolver pendências "na rua".

Pasta Vermelha - Blog Transformando Espaços
Pasta Roxa - Serviços Personal Organizer
Pasta Azul - Música
Pasta Verde - Coral

Dentro de cada um destes contextos tenho também materiais de suporte a projetos, projetos algum dia/talvez.


É isso, só posso dizer que o fato de serem coloridas ajuda bastante, e nem preciso mais ler o que está na identificação para pegar a pasta que preciso, já é automático! Ah, e elas ficam no revisteiro charmosinho que comprei há anos atrás lá na Etna, em Joinville/SC. Aproveitamento total! O lugarzinho delas é em cima da minha mesa de trabalho, sempre por perto.

O que achou, gostou da minha prática? Te dei alguma ideia? E você, como organiza seus papeis de trabalho, próximos da sua mesa? Conta aí!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

GOSTOU DESTE CONTEÚDO? COMPARTILHE!